31.1.12

Fábio confirmado no site


O período de transferências encerra esta terça-feira (dia 31 de Janeiro) com o Rio Ave Futebol a concretizar três movimentações de mercado.

Saulo já saiu

Confirmada a saída de Saulo, em busca da final da Taça de Portugal.

O gémeo do 'nosso' Miguel Lopes

Assinou pelo Beira-Mar, ele que em tempos terá interessado ao Rio Ave.

Falta anunciar Fábio Faria (ACT)

Contratado Anselmo, falta um defesa-central. ACT: está confirmado, via Paços de Ferreira!
Acredito que vai ser Fábio Faria. Porque é o que faz sentido.
O Rio Ave precisa e o jogador quer.
Acredito que Faria vai relançar a sua carreira em Vila do Conde, depois de vários contratempos, desde que foi contratado pelo Benfica. Tem valor para isso, assim tenha oportunidades e sorte.

Anselmo já treinou esta manhã (ACT)

informação de A Bola.

Uma nota mais pessoal: não quero por em causa o valor de Anselmo (e se me arrepender do que aqui vou dizer serei o primeiro a assumi-lo), mas preferia que o Rio Ave apostasse por exemplo em Goba do que num jogador de 28 anos que não nos dará retorno financeiro e que será, imagino, o suplente de Tomás (isto já que Hassan está fora dos planos mais imediatos).

ACtualizo: «vou procurar fazer o máximo de golos para contribuir para o grupo. Como ponta-de-lança os golos pedem-se e dentro da minha função de jogador vou procurar fazer o meu melhor»

Saulo saiu? (ACT)

tanto quanto percebi, não treinou esta manhã em Vila do Conde.
Pode ter sido por outras razões, mas como há esta informação...
ACTualizo: afinal parece que vai para Coimbra. (mais aqui)

O meu comentário: a confirmar-se, Saulo pode queixar-se de falta de oportunidades, mas eu não vejo os treinos, por isso não sei se há justificação para nunca ter sido opção. A verdade é que esteve para não ficar e só ficou porque não havia outros extremos à mão.
Correu mal, corrigiu-se agora.
A saída de Saulo e a entrada de Anselmo fazem com que Yazalde seja opção para extremo e que Mendes possa ter mais oportunidades? Mesmo com a saída de Saulo, não penso que se justifique contratar mais extremos.

PS - falta Jorginho?

Futsal: uma vitória super-importante

O jogo nas Aves era muito importante, pelo valor do adversário e pelas condições em que os jogos ali se realizam.
Uma vitória ali não valeu apenas três pontos, mas também um grande alento psicológico para a segunda volta do campeonato.
Aliás, até valeu mais, porque dos três mais directos concorrentes, um empatou (Macedense) e outro perdeu (Viseu; dizem que é a melhor equipa depois do Rio Ave).
Sábado ganhamos e - é um palpite meu - vamos consolidar a vantagem.

PS - escândalo na Póvoa!

Juniores: o que falta

Ainda que entenda as camadas jovens sobretudo como formação e menos como competição, a verdade é ninguém gosta de perder e jogar a um nível mais elevado tem diversas vantagens.
Os juniores, agora que terminou a primeira fase, têm boas as condições para garantirem a permanência no Nacional.
Uma segunda volta sensacional permitiu somar pontos para disputar  daqui a menos de duas semanas a fase final com relativa tranquilidade.
Mas nada está decidido, porque há 14 jogos para fazer e descem quatro equipas.
De qualquer forma só dependemos de nós!

PS - Hassan e o cabo-verdiano Igor vieram trazer qualidade à equipa; não podemos querer disputar o nacional só com jogadores de Vila do Conde.

Sagres patrocina o Rio Ave (ACT)

Beira Mar, Paços de Ferreira e Rio Ave são os novos clubes patrocinados pela Cerveja Sagres!
Diz a nota de imprensa que acabei de receber: «A cerveja Sagres tem uma forte tradição e uma grande herança no que diz respeito à sua associação ao futebol. A Sagres é desde 1993 patrocinadora da Selecção Portuguesa e também da principal Liga de Futebol Nacional, a Liga Zon Sagres. Patrocina ainda clubes como o Benfica, o Braga, a Académica, o Olhanense e o Portimonense. Paralelamente, a cerveja Sagres também é parceira da Liga Portuguesa de Futebol Não Profissional.».
Aguardemos por mais pormenores, mas para já é a Superbock que fica a perder...


ACTualizo com uma informação: a publicidade será visível em vários suportes mas não nos equipamentos.

Temos mais é que estar calados e resignados

Sim, porque o Rio Ave só está a seguir à risca o plano de austeridade para o país: poucos pontos, poucos golos, poucos prémios de jogo, mas salários em dia. Depois do mau tempo vem a bonança, depois da recessão, vem a retoma.

Quem nos diz que o plano da Troika não incluiria também a obrigatoriedade de fazermos uma época modestinha mas que nos levará a bom porto? Daqui por 2 anos somos campeões!

Se o presente não nos dá alegrias, olhemos para o passado


(obrigado Fernando)

O tal de Arturo já não vem (Paços de Ferreira)

Até pode ser um craque, até pode ser muito melhor do que Anselmo, até pode ser que nos venhamos a arrepender, mas mais um extremo não fazia sentido (a menos que houvesse dispensas no actual plantel e essa ideia não foi explorada).
Assim tem mais lógica.

30.1.12

Se Brito precisar, o meu filho explica como é que se faz!

Anselmo por empréstimo até ao fim da época

Confirma-se que vem, mas chega emprestado até ao fim da época pelo Nacional.
Parece-me uma boa opção.
(fonte: Linear)

Brito no final do jogo: «muito preocupante»

Eis alguns excertos das declarações de carlos Brito no final do jogo, em entrevista à Sporttv, e que passaram despercebidas nos jornais de ontem:
«Jornalista: o Rio Ave está numa situação algo preocupante...
Brito: ...muito preocupante, muito preocupante (...). No dia em que eu não acreditar que consigo inverter sou o primeiro a não colocar problemas ao Rio Ave. (...) Estamos mal, mesmo muito mal, estamos pelas ruas da amargura (...). Estou habituado a isto, temos que lutar muito e que não haja desânimo. Há momentos em que as coisas não nos correm bem».


(dizem-me que Brito estava a ser irónico mas sinceramente não me pareceu)

Yazalde é o melhor da semana (o rei do Ave!)

33 pontos para o extremo que vem de Braga.
(imagem: galeria do site)
Com 31 ficou Huanderson e com 30 Tiago Pinto e Jean Sony.
Christian somou apenas 21 pontos e é o titular menos pontuado, menos quatro do que o suplente Kelvin.

Tomem lá! (mas cuidado...) (tshirt2)

Foi penalti sobre Tomás

Estranhamento passou despercebido nas crónicas dos jornais de ontem, mas as imagens não deixam dúvidas:
Tomás é atropelado quando vai rematar e por isso não consegue fazer golo.
Penalti que ficou por marcar! (o que não quer dizer que entrasse...)

Colombo e Zappa - 28

(clicar para aumentar)

Dois avançados?

Além de Anselmo, virá também o salvadorenho Artur Álvarez?
São dois avançados, um mais de área (Anselmo) e um extremo (Arturo).
Isso pressupõe mudanças no actual contexto atacante da equipa?
Ou seja, são jogadores para se afirmarem como titulares?
Teremos por exemplo um ataque com Arturo, Anselmo e Atsu (o triplo-A)?
Ou não são jogadores para se imporem como titulares, para fazerem a diferença?
É que más experiências já tivemos várias e mesmo esta época as contratações estão a falhar (Pateiro, Jorginho, Saulo...).

PS - sobre o salvadorenho nada tenho a dizer; nunca ouvi falar. Brito diz que não contrata por DVD, pelo que nos resta acreditar que tem as melhores referências do jogador; ainda assim, sem por em causa o valor do jogador, penso que todos nós ficaríamos mais descansados se os reforços fossem indiscutíveis (veja-se o que está a acontecer com o Paços de Ferreira).

Eu tenho saudades dele

Vocês também?


Ontem venceu 2-1 em casa e é líder da 2ª divisão em Espanha.

João Eusébio goleia

4-0 ao Freamunde com Trigueira titular. Foi o único dos nossos emprestados ao Trofense que jogou.

Ricardo Martins foi suplente utilizado no Oliveirense- Aves e Marcelo foi expulso na derrota do Leixões nos Açores.

Irradiem-no por favor!

O meu ódio de estimação na arbitragem portuguesa, Bruno Paixão, voltou a fazer das suas ontem em Barcelos: um penalti por marcar a favor do FC Porto e um golo em fora de jogo do Gil Vicente.
Surpresa?

29.1.12

Vem aí Anselmo, o avançado que Brito quer

É um 'namoro' antigo, que finalmente se concretiza.
Brito aprecia as qualidades do jogador que irá rescindir com o Nacional e assinara por época e meia (o tempo que tinha de contrato na Madeira) pelo Rio Ave.
O que é que se sabe de Anselmo?
Que tem 28 anos e está há duas épocas e meia no Nacional, depois de ter jogado no Amadora (mas já depois de Brito lá ter estado).
Esta época fez dois jogos e a titular e não marcou qualquer golo. Também por isso está de saída. Na anterior fez seis jogos a titular nas várias competições (mais 13 como suplente) mas conseguiu marcar cinco golos (dois deles no Dragão!).
Aguardemos a confirmação, que acontecerá nas próximas horas.

Os deuses estão connosco na classificação

E não é que Leiria e Setúbal perderam?
O Paços de Ferreira foi ganhar 2-4 a Leiria e o OLhanense 2-3 a Setúbal.
Resultado - continuamos acima da linha de água:
Paços de Ferreira e também Olhanense estão a fazer recuperações excelentes, depois da mudança de treinador;

Não era um charter, mas eram uns 50!

Apesar de não ter ficado propriamente entusiasmado com o que poderá resultar desta parceria, a verdade é que ontem houve lojas a fechar mais cedo na Varziela por causa do futebol.
Veremos se é para continuar.

17ª j - Académica: de uma iminente derrota a uma quase quase vitória

Começo pelo fim: na conferência de imprensa ouvi um Carlos Brito tão honesto que merece um prémio. Análise certa ao que foi o jogo (Académica melhor na 1ª parte, nós quase a ganhar na parte final da 2ª) e pela primeira vez uma confissão: o Rio Ave não está mal, está muito mal.
De onde eu estava, via mais de uma vintena de chineses na tribuna. Mas na verdade os representantes da Liga dos Chineses em Portugal na 1ª parte só devem ter gostado de ver a Académica. Os de Coimbra foram mais acutilantes, mais objectivos, mais certeiros no passe e o Rio Ave limitou-se a ver jogar, quando muito a tentar destruir. Curiosamente as melhores oportunidades desse período até foram nossas, mas foram apenas dois curtinhos raios de sol num jogo predominantemente cinzentão. O que se passava? À frente da defesa praticamente só Yazalde se via a jogar, todos os outros pareciam padecer de um perturbador bloqueio mental.



Na segunda parte dá-se um facto curioso: Pedro Emanuel é o primeiro a mexer na equipa, tira Adrien e é nesse instante que a Académica começa a perder o domínio do jogo. Brito responde depois ao trocar o inexistente Braga por Kelvin e as coisas nunca mais foram as mesmas. Nós crescemos com esse "louco acto táctico" do treinador. Foi arriscado? O que se tinha a perder quando o meio-campo nunca esteve verdadeiramente em jogo? A expulsão de um academista ajudou a consolidar a nossa preponderância e no fim ficou a amargura de acharmos que podíamos e deveríamos ter ganho. O jogo não foi só o seu final, mas como as oportunidades aí se sucederam, é impossível não ficar desgostoso com a falta de pontaria.

Dou nota 2 a Brito. Jogámos mal na primeira parte, reagimos na segunda. Terceira substituição ficou por fazer. Jorginho não faria melhor que Vítor Gomes nos 10 minutos finais contra menos um?

A arbitragem pareceu-me ter cometido demasiadas gralhas.

Contra a Académica, um a um

Huanderson - 3. Um deslize pelo ar num cruzamento, mas de resto cumpriu.
Tiago Pinto - 2. Procurou dar um contributo positivo, teve dificuldades a defender.
Éder - 2. Não me convence. É duro de rins, lento, compromete demasiadas vezes.
(alívio de Éder furou parte traseira do nosso banco de suplentes)

Gaspar - 3. Não brilhou, mas não me lembro de ter comprometido.
Sony - 1. Complicou a defender e não foi mais-valia a atacar.
Wires - 2. Combatitivo.
Vítor Gomes e Braga - 1. Uma nulidade. Os dois juntos jogaram menos que Wires.
Atsu - 1. Está num momento menos positivo e ontem notou-se isso de novo.
Tomás - 2. Combatitvo e mexido ele foi, mas falhou o que no estádio me pareceram duas claras oportunidades de golo.
Yazalde - 4. O seu melhor jogo em muito tempo. À esquerda ou à direita, foi o único capaz de fazer desequilíbrios ofensivos e de empurrar o Rio Ave no sentido certo.
Kelvin - 1. É mexido, mas não é ainda desequilibrador.
Mendes - 2. A sua velocidade e a qualidade dos seus cruzamentos deviam ter entrado mais cedo em jogo.

(17ªj) Crise; chamem a troika que sózinhos não nos safamos

A crise agora é minha: já não sei o que dizer para não me continuar a repetir!
O Rio Ave não jogou bem, mas até podia ter ganho se o árbitro tem marcado o evidente penalti sobre João Tomás no final do jogo (e se a bola tem entrado...).
Se, se...
Já agora: se Brito tem entrado no jogo com o sistema táctico com que terminámos talvez as coisas pudessem ter sido diferentes. Uma coisa é certa, houve um Rio Ave antes e depois da saída de Braga, não tanto pelo que este fez ou não (apagado como quase todos) mas sobretudo pela chicotada táctica que nessa altura aconteceu.
Dir-me-ão: começar o jogo numa espécie de 4-2-4 era uma loucura! Mas o que nos podia ter acontecido? Perdido? Perdidos andámos nós durante 70 minutos, para já não falar da primeira parte. Talvez esta equipa precise de um pouco de loucura!
O diagnóstico é o mesmo, e começa a ser bastante repetitivo: uma equipa abúlica, desinspirada, parece que sem forças, de braços caídos, incapaz de aliar o querer ao poder!
Honestamente: a Académica tem melhor plantel do que nós? Qual dos seus titulares seria titular nossa equipa se as coisas estivessem 'normais'? Um, dois?
Depois de ver como o Feirense se bateu ontem contra o Benfica (e como o Gil Vicente já o tinha feito na semana passada), mais desanimado fiquei. Perderam, mas jogaram bem. Baterem-se de igual para igual. Atitude, raça, inteligência. Nós jogamos mal e parece não haver maneira de dar a volta.
A Brito dou nota 1; ele é inevitavelmente o rosto da incapacidade desta equipa (como se explica isto: «temos feito um campeonato em casa ao nível das melhores equipas»?).

(17ªj) Académica: um-a-um: só Yazalde (e Huanderson)

Huanderson: 3
Sony: 2
Gaspar: 2
Eder: 2
Tiago Pinto: 2
Wires: 2
Vitor Gomes: 2
Braga: 2
Yazalde: 3 (o melhor dos medianos)
Tomás: 2
Atsu: 2
Kelvin: 2
Mendes: 2
(quero com isto dizer que tirando os dois jogadores com três, todos os outros estiveram medianos e não justificam análises individuais)

(Fábio) faria... desta vez? (ACT)

Depois de avanços e recuos, é agora?
ACTualizo: A Bola diz que Faria pode ir para Coimbra.

28.1.12

Ganhámos no futsal (ACT)

Mais uma vitória! 4-2 nas Aves.

ACTualizo com o meu comentário:
Uma vitória mais sofrida do que se desejaria, mas inteiramente justa.
Estivemos a perder 2-0, em resultado de uma entrada frouxa (rapidamente fizemos as cinco faltas!) e com um Camarão desinspirado (e como ele é importante na nossa equipa!), mas a classe e o valor dos nossos jogadores traduziu-se numa vitória sem margem para dúvidas.
Uma vitória muito suada, com Alex a segurar nos momentos decisivos, perante um adversário que - a jogar sempre assim - não estaria nos últimos lugares (as equipas encaram o Rio Ave como no futebol encaram o Benfica ou o FC Porto).
(aqui o golo de 'raiva' de Camarão, na segunda parte)
A experiência, a competência e a riqueza do plantel (com diversas opções ao dispor de Raul Moreira) fizeram o resto. Uma segunda parte bem estruturada, num pavilhão altamente adverso e perante mais uma arbitragem que nem nos prejudicou nem beneficiou - simplesmente incompetente em momentos-chave.
Paulo Leite foi o nosso lider nesta segunda parte
PS - pessoalmente deu-me muito gozo ir às Aves, onde vi jogadores que dão o máximo, mesmo quando as coisas não lhes correm bem, para honrar a nossa camisola.

Intervalo no futsal

Há um empate nas Aves a 2 golos.

Falta meia hora

Vamos lá ver se temos a força necessária para começar a enxotar a crise para longe!

Avante Rio Ave!

Vencemos o Varzim em juniores

Foi esta tarde, em casa. 1-0, golo marcado por Júlio aos 34 minutos.

Na segunda volta o Rio Ave só perdeu com o Porto e ocupa o 7º lugar com 30 pontos.

Que sirva de inspiração aos seniores daqui a pouco.

Voltamos a ter notícias de Lourival

Lembram-se dele?
Está no campeonato alagoano e treina o Penedense.

27.1.12

(17ªj) Pateiro volta a não ser convocado

Brito chamou 18 para amanhã:

Guarda-redes: Huanderson e Paulo Santos
Defesas: Gaspar, Jean Sony, Tiago Pinto, Zé Gomes e Éder Monteiro.
Médios: Vitor Gomes, Braga, Bruno China, André Vilas Boas, Jorginho e Wires.
Avançados: Kelvin, João Tomás, Mendes, Christian Atsu e Yazalde.

As notas habituais:
- faltam os lesionados Tarantini, Saulo e Jeferson
- ANdré Dias e Rafa ficam de fora por opção
- Pateiro volta a ficar de fora por opção

Colombo e Zappa - 27

(clicar para aumentar)

Wires, Vítor Gomes e Braga?

É amanhã que Brito apresenta o melhor meio campo do Rio Ave?

Amanhã estou nas Aves a apoiar a equipa de futsal

Eu já tinha avisado!

Brito e os reforços: «não há condições financeiras para contratações»

"Com 24 jogadores, devemos ter o plantel mais curto da Liga, mas não há condições financeiras para contratações. Ainda falta muito campeonato e com a saída do Dinei ficamos debilitados no ataque", afirmou, reconhecendo que "não é fácil encontrar jogadores". "Não quero arriscar contratar por dvd, sabendo que é difícil um jogador singrar entrando a meio da época".


PS - só não concordo com Brito quando diz que com a saída de Dinei ficámos debilitados no ataque; não estando em causa o valor de Dinei (embora pelo pouco que vimos...), Brito também não lhe deu grandes hipóteses. Ou não precisou de lhe dar grandes hipóteses. Mas sem Tomás, Yazalde seria sempre a primeira opção

26.1.12

Hassan volta a destacar-se (ACTx2)

O Record de hoje diz que no treino de ontem Hassan esteve em destaque com vários golos, e bem vistosos. Brito viu.

ACTualizo a 27/1: O Jogo de hoje diz que «Sobre a possibilidade de contar com o avançado egípcio Hassan, que alinha nos juniores mas treina com o plantel, um jogador "com grande capacidade e características difíceis de encontrar", Carlos Brito revelou que "questões burocráticas" impedem a sua inscrição pelos seniores». Admito que esses problemas burocráticos passem por isto. E se assim é, mais vale fazer tudo direitinho do que ter depois más surpresas. ACTualizo novamente: o Record esclarece que o problema é o pagamento dos direitos de formação ao Al-ahly

A T-shirt branca

(clicar para aumentar)

Não é gralha

mas é um dos piores árbitros do campeonato português; esperemos que ninguém perceba (era bom sinal...)

PS - atenção ao G. Vicente-Porto = Bruno Paixão

Colombo e Zappa - 26

(clicar para aumentar)

Brito e o jogo com a Académica

«Teoricamente, e apenas teoricamente, podemos admitir que  calendário é agora mais favorável. No entanto,
em Braga e no Dragão tivemos dois bons desempenhos»




PS - continuo a pensar isto; caso contrário, temos mesmo perspectivas diferentes.

Vilas Boas a central no sábado?

Embora a opção lógica seja Éder, o Record deixa a hipótese de ser Vilas Boas a substituir Jeferson.

Mozer não foi feliz em Pedras Rubras

E já deixou de ser treinador da equipa da divisão de honra da AF Porto.

Mais uma garantia de que Atsu vai continuar em Vila do Conde

«Já se disse que podia regressar ao Dragão em Janeiro, mas vai continuar no Rio Ave para prosseguir numa evolução sólida que o guie ao estrelato em pouco tempo. Christian Atsu está em grande e o FC Porto tem-no devidamente acautelado»

Mais caloiros

Uma coisa que recordarei do jogo contra o Gil Vicente para a Taça da Liga será a animada e animadora presença da improvisada claque de caloiros da ESEIG. Num jogo contra estudantes de Coimbra, espero que voltem a marcar presença com o mesmo entusiasmo. Sim, à cautela convém ter algo que nos entusiasme.

A melhor escola de formação

depois do Sporting.
(em O Jogo de ontem)

Uma pergunta...

Há quanto tempo não vemos um jogador da nossa equipa fazer uma exibição brilhante, destacar-se do colectivo, encher as medidas?
Por alguma razão ainda não demos um '5' a qualquer um dos mais de 20 jogadores que já tiveram a sua oportunidade!

(PS - e responsabilizando eu Brito por algumas das coisas más que nos estão a acontecer esta época, nem tudo será responsabilidade sua! Não há ninguém que consiga destacar-se, caramba?)

25.1.12

«Não estamos tão mal como dizem»

Quem disse?
Podia ter sido um jogador do Rio Ave mas foi o guarda-redes da Académica

Mendes em vez de Yazalde ou de Kelvin

Algumas notas prévias:
- Yazalde está a ser uma desilusão, mas ele já mostrou (na segunda volta da época passada, por exemplo) que pode e sabe fazer melhor;
- Kelvin é muito talentoso, mas - como já disse - acho que ainda vai ter de comer muita farofa para ser titular no Rio Ave;

Para o lugar de extremo, temos Mendes.
Que tem cumprido sempre que é chamado e que não tem tido oportunidades. Quase todos tiveram, porque não Mendes?
E, além disso, Brito deve-lhe isso!

Em Braga...

... só podia marcar Bruno Braga. Foi a sua estreia. O golo foi de penalty, o 4º a nosso favor esta temporada. Desse tipo de falta foi o 3º golo obtido. Tomás falhou contra o Paços. Já 6 jogadores marcaram golos.

Tomás do alto dos seus magros 5 golos continua a ser o melhor marcador

E Fábio Faria?

Deixou de se falar na hipótese de Fábio Faria voltar ao Rio Ave.
Como no Paços de Ferreira não ficará, acabará por ir para o estrangeiro?
Ficar sem jogar meia época parece um cenário absurdo!

Uma coisa é certa: não será por o Rio Ave ter jogadores emprestados pelo FC Porto que Faria não virá; a Académica tem benfiquistas (David Simão) e portistas (Abdoulaye), além de sportinguistas (Adrien, Cedric).
Sobram duas hipóteses: ou Faria é um jogador muito caro, e isso resolve-se baixando o ordenado, ou o Rio Ave não o quer (e se for isso só não lamento se tiver um melhor para trazer nos próximos dias).

9 jogos fora

O jogo de Braga foi o 9º fora de Vila do Conde. Já só faltam 6 na condição de visitado e apesar de recebermos Porto e Benfica em Vila do Conde, ter mais jogos em casa na 2ª volta é positivo. Foi em casa que amealhamos 13 dos nossos 14 pontos.

Este foi também o 5º jogo fora em que marcámos golos. O problema é que marcámos apenas 1 de cada vez e os que marcámos não chegam para pontuar. Ironia é ver que o único ponto fora, o de Aveiro, foi conseguido num empate a 0.

Socorro, preciso de um psicólogo!

Não sei se os leitores deste blogue já notaram (espero que não), mas gostaria de partilhar convosco uma nota pessoal.
Escrevo neste blogue por amor ao Rio Ave e nunca me ouvirão dizer que faço sacrifícios para o actualizar.
Mas há coisas que são mais fortes e que não consigo controlar.
Neste momento sinto-me tão desmotivado que nem ideias tenho para escrever.
A desinspiração resulta da apatia que caracteriza a equipa principal de futebol, que joga mal e perde. Mas que joga mal e perde desde a segunda jornada.
No 12º jogador de ontem dizia-se que o que o Rio Ave precisa é de um psicólogo*.
Se puderem digam-me qual é, que eu também preciso!

* não concordo com esse diagnóstico, como já fiz questão de dizer naquele que me pareceu ser o momento certo.

Pode repetir?

Agora que Brito já completou meia época de mudanças, será que contra a Académica vamos ter a repetição de uma equipa inicial das 15 já experimentadas esta época?

Algo que não tinha ainda acontecido eram as substituições de Jeferson e Tarantini. Algo que se repetiu foi a entrada de Braga para o lugar de China. Se China sai, Braga entra, até agora foi sempre assim.

Foi a 4ª vez que a 1ª substituição aconteceu nos 45 minutos iniciais. Foi também a 4ª vez que a 2ª substituição aconteceu ao intervalo

Wires é mais Rei

Já vimos que Sony foi o Rei semanal pela primeira vez, mas no acumulado da pontuação Wires reforçou a liderança.

Nos 11 melhores destaco ainda a entrada de Yazalde no top 5 por troca com Tomás e a contínua escalada de Huanderson que já é 10º.

8 a dobrar

Tarantini é o 8 na camisola, mas a jornada 16 é marcante para ele por dois motivos:

- foi substituído pela 1ª vez;
- tornou-se no 6º jogador a alcançar os MIL minutos de utilização.

Valdir volta a competir

O defesa-esquerdo que teve uma passagem muito infeliz pelo Rio Ave vai representar o Libolo, actual campeão angolano.

A Valdir desejamos a sorte que lhe faltou em Vila do Conde.

24.1.12

Reforços ou não?

13 jogadores envolvidos nos trabalhos do plantel deste ano não estavam cá em 2010/2011. Dinei já rescindiu, 4 outros que entraram em convocatórias foram entretanto emprestados, outros nem chegaram a tanto antes de também serem cedidos a outros clubes.

10 desses reforços já jogaram. 3 desses 10 já cá não estão. A contribuição que deram até agora para a Liga foi esta:

JogadorPresençasMinutosMinutos/PresençaGolos
Huanderson976585na
Rafa145450
T. Costa131310
Rafinha1990
Jorginho7209300
Pateiro7165240
Dinei480200
Kelvin 14836600
Atsu13959743
Sony5364730

Ou seja:
- só Kelvin e Atsu, emprestados pelo Porto, são aposta clara da equipa técnica;
- Huanderson começa agora a afirmar-se;
- os restantes são, até agora, desilusões;
- 6 dos reforços são jogadores ofensivos, mas apenas Atsu marcou golos.

Pouco para quem deveria reforçar uma equipa que foi 8ª na liga 2010/2011.

O último a rir...

Salvador Agra, jogador de Vila do Conde, que um acaso da vida levou para a Póvoa, acaba de assinar pelo novo clube, à Rio Ave.

Moreirense-Rio Ave é sábado à noite

Dia 4 de Fevereiro, 20h30
(como os dois jogos do grupo têm de ser à mesma hora e o do Sporting é transmitido na televisão, fomos arrastados para essa hora e esse dia, sem necessidade).

A primeira vitória fora da época?

Quem muito palestra seus males espanta!

Acredito que Brito faça um discurso para fora e outro para dentro.
Dito de outra maneira, a forma como Brito tem analisado publicamente os últimos jogos (mostrando alguma satisfação) não é - penso - a forma como os tem lido.
Quero acreditar que o treinador é o mais insatisfeito com o actual momento da equipa, que, ainda por cima, já dura há meses.
Se o treinador acredita que é capaz de dar a volta e não o está a conseguir deve fazer reflectir essa insatisfação nos jogadores.
E foi mais uma vez isso que Brito fez esta manhã. O Rio Ave, ainda que azarado e com alguma consistência na defesa, defrontou um Braga fracote e, sobretudo, não teve qualquer chama no ataque.
Será possível esta equipa fazer melhor?

PS - estávamos assim tão mal em Setembro?

Geraldes chamado à selecção de sub 21

Devido a castigo de Ivo Pinto, Rui Jorge chamou Geraldes ao estágio da selecção de sub21.
Corrigiu-se finalmente uma injustiça relativamente a um jogador que é titularíssimo no Aves e está a fazer um com campeonato.

Cinco vitórias seguidas no futsal

depois da vitória de sábado, a equipa voltou a conseguir cinco vitórias seguidas, exactamente como no arranque. Pelo meio há as duas derrotas e o empate.
Ou seja, o Rio Ave está outra vez num grande momento, a confirmar já sábado nas Aves (às 17h30, quase a mesma hora do jogo com a Académica).

PS - relatos que me chegam da vitória em Braga dizem que além das boas exibições de Lipa e Cristiano, dois jogadores que têm estado um pouco abaixo do que seria de esperar, há a destacar o grande jogo feito por Ivo, que andava muito desaparecido.

Sony estreia-se a ganhar o rei do Ave

29 pontos para o defesa-direito, o melhor da jornada.
A dois de Jean Sony vem o suplente Braga e ainda o super-regular Huanderson.
Seguem-se, com 26, quatro jogadores: Tiago Pinto, Gaspar, Wires e Atsu.
O titular menos pontuado foi Jeferson, que somou apenas 18, os mesmos do suplente menos pontuado, Éder.

Colombo e Zappa - 25

(clicar para aumentar)

23.1.12

38% dos nossos jogadores nasceram fora de Portugal

«a Liga Portuguesa tem oito equipas no top-10 da lista dos clubes com mais jogadores extra comunitários, ou não europeus. FC Porto e Vitória de Guimarães lideram o ranking, ambos com 64% de atletas extracomunitários nos respetivos plantéis. (...) e Rio Ave (38,5)»

Mais um jogo na televisão; sexta-feira à noite

19ª jornada, Rio Ave - Marítimo, é dia 17 de Fevereiro (20h15) na Sporttv

Quatro em perigo de exclusão

Além de Kelvin, Tiago Pinto e Wires, há também Éder com quatro amarelos.
Se Jeferson não recuperar a tempo, podemos ficar aflitos.
Entra Vilas Boas ou vem aí o tal central?

Ainda o jogo de ontem

Se o Braga fez uma exibição fraquinha e nos ganhou, diz a análise, facilmente, que jogo fizemos nós?
Não jogámos mal, tivemos azar (lesões, auto-golo, etc) mas a nossa maior falha foi jogar sem ataque.
Assim pontuar será sempre mais difícil.

PS - Brito está optimista para a segunda volta; eis algo positivo.

A falta de fair-play do Braga

O Rio Ave não se manifestou no final.
Mudará alguma coisa daqui para a frente? Continuaremos a ser a mesma equipa no que diz respeito ao fair-play depois do que aconteceu em Braga?

PS - por falar em reclamar o que está mal, não percebi o amarelo a Jeferson.

O campeonato começa sábado?

Os dois jogos fora (Dragão e Braga) resultaram em duas derrotas, o que significa que continuamos com os mesmos 14 pontos conquistados depois da vitória frente ao Paços de Ferreira.
O Paços de Ferreira está mais próximos (12) mas em resultado da conjugação de diversos resultados, continua a haver várias equipas com 14 pontos (além de nós, o Leiria e o Setúbal).
O que quero dizer é que, apesar do campeonato desastroso que estamos a fazer, ainda continuamos a respirar.
E que talvez o nosso campeonato possa começar sábado frente à Académica.
Em busca de duas vitórias seguidas!

22.1.12

Seguem-se 3 vitórias seguidas

Eu não vi o jogo e nem ouvi o relato. Quando li o que o João Paulo escreveu e vi o onze inicial, a primeira coisa em que pensei foi neste jogo. Nesse jogo o princípio escolhido para abordar a partida pareceu-me idêntico: primeiro defender com um meio-campo compacto que não deixasse o Braga construir e atacar em contra-ataque com homens rápidos. A equipa de hoje foi construída da mesma forma, sacrificando o melhor marcador da equipa em prol do mais possante e veloz Yazalde. Talvez Brito se tenha lembrado dessa nossa excelente noite em Braga. No entanto, não resultou. Mas pelo que percebi ficaram alguns sinais interessantes. Será que vamos ver o treinador apostar mais neste esquema fora de casa daqui por diante? Podemos chamar-lhe 'Plano B'. Já agora em casa, o 'Plano A' podia ser um em que além de Tomás, tivesse dois médios claramente mais ofensivos. É apenas uma ideia.

A Académica vem a Vila do Conde no próximo sábado. Será o primeiro jogo daquele que eu espero seja o início do melhor ciclo do Rio Ave com pelo menos 3 vitórias seguidas.

(16ªj Braga) O melhor jogo fora, mas sem ataque daria no máximo para empatar

Ao contrário do que tem acontecido, é difícil escrever sobre este jogo. Vejamos porquê:
1) Huanderson não fez uma defesa mas 'tomou' dois golos; ou seja, o Braga fez um jogo fraco, seja por mérito da defesa e meio campo do Rio Ave seja pelo seu próprio demérito; o guarda-redes adversário não fazer uma defesa em Braga é motivo de reflexão para os da casa;
2) O Rio Ave fez, dos jogos que vi, a melhor partida fora de casa. Uma defesa muito concentrada e um meio-campo liderado por Tarantini a chegar muito bem para as encomendas;
3) O problema voltou a ser o ataque - que voltou a não produzir; Huanderson não fez uma defesa a sério e Quim fez duas a valer em todo o jogo. Este nosso ataque não funciona! Yazalde, sejamos objectivos, não está em condições e Kelvin não tem futebol para uma equipa da primeira divisão.
4) Não critico Brito por ter tirado Tomás; claro que, visto agora, não resultou, mas acho legítimo que possa experimentar todos os jogadores. De qualquer forma, acho que deu para perceber que no fundamental o problema não é de Tomás nem de Yazalde; é do sistema usado e dos jogadores que jogam na frente; de que adianta ter três avançados se no conjunto produzem dois lances com algum perigo; nem sequer dá um por jogador! O primeiro remate é aos 71 minutos por Braga!
5) ao intervalo Luís Freitas Lobo mandou-me uma mensagem reafirmando algo que estava a dizer nos comentários do jogo: que depois da saída de Tarantini o Rio Ave se foi abaixo; já o disse, Tarantini estava a ser o melhor jogador em campo, mas uma equipa como o Rio Ave não se pode ir abaixo quando um jogador como Tarantini se vai abaixo; com todo o respeito pelo jogador, não é o nosso Messi nem Aimar nem Hulk.
6) No fundo: o Rio Ave perdeu porque Tarantini saiu? Não concordo. Apesar de Braga e Vitor Gomes não terem estado tão bem, juntos, como ele, a verdade é que culpo mais o ataque, que é inofensivo.
7) Dou nota 1 a Brito, porque continua a apostar no mesmo sistema táctico e nós a coleccionar derrotas; eu preferia Mendes (ou Feliz) do que Kelvin!
8) O árbitro perdoou um penalti ao Braga aos 58 minutos (igual a outros que nos marcaram esta época) e marcou um inexistente depois dos 90; podia ter sido diferente, mas não foi pelo árbitro que perdemos.
9) O empate teria sido o resultado mais justo, se não há o auto-golo! Se...
PS - Não culpo directamente Vítor Gomes por ter posto a bola fora, quando viu Mossoró a queixar-se, para o jogador do Braga ser assistido; culpo-o por o ter feito para onde estava virado, o que daria sempre uma jogada perigosa (ver imagem, no momento em que a bola já está a sair, atirada por Vítor Gomes) se o Braga não devolvesse a bola. O Braga não devolveu a bola e acaba por marcar um canto que dá o primeiro golo.

(16ª Braga) Um-a-um: Tarantini (e Jeferson)

Huanderson: 3 (seguro, mas com pouco trabalho; fiquei com a ideia de que está mal posicionado no primeiro golo, mas como não tenho a certeza...)
Sony: 3 (o seu melhor jogo em Vila do Conde, mas com pouco trabalho)
Gaspar: 3 (sempre seguro; confuso no primeiro golo)
Jeferson: 3 (azarado, no lance do segundo golo; infeliz no do primeiro; saiu lesionado, mas estava  a ser dos melhores)
Tiago Pinto: 3 (muito seguro, apareceu mais vezes no ataque)
Bruno China: 2 (melhor do que nos últimos jogos, mas ainda uns furos abaixo do que se espera por ter sido pouco determinante)
Wires: 3 (enquanto China esteve em campo, apagou-se; na segunda parte cresceu bastante)
Tarantini: 4 (estava a ser o melhor até sair; muito acutilante e concentrado)
(o momento em que Tarantini se lesiona)
Kelvin: 1 (mais um jogo em que, infelizmente, se confirmou a ideia de que - ainda - não tem capacidade para ser titular de uma equipa da primeira divisão)
Yazalde 1 (uma exibição, mais uma, para esquecer; desta vez nem um golo à boca da baliza para falhar teve!)
Atsu: 1 (foi o melhor dos três, mas, na prática, os resultados foram os mesmos)
Vítor Gomes: 1 (não fez a diferença; está muito ligado ao lance do primeiro golo, mas não será justo culpá-lo directamente)
Braga: 2 (tentou empurrar a equipa para a frente; não falhou o penalti)
Eder 1 (teve pouco trabalho e pouco tempo)
Mendes: jogou? A Sporttv garante que sim!

Tomás suplente em Braga

Ataque do Rio Ave daqui a meia hora: Kelvin, Atsu e Yazalde (fonte PV na Linear). Não me lembro, sem recorrer aos catrapaços, quando foi a última vez que Tomás foi suplente na Liga.

Um primeiro comentário:
- o problema táctico do Rio Ave não passa nem de perto nem de longe por Tomás. Mas é verdade que como Kelvin e Atsu não cruzam, Tomás fica à seca. Talvez com Yazalde as coisas mudem de figura, por ser um ataque mais móvel/rápido.
Estaremos atentos.

15687 espectadores no Estádio

Embora os nossos amigos do Rioavistas sejam muito mais atentos a isto do que nós, não pude deixar de reparar na tabela que ontem A Bola trazia com o total de espectadores por clube na primeira volta.
Estamos em penúltimo lugar com 15687, tendo atrás de nós apenas o Paços de Ferreira.
Eu sei que o jogo do Benfica em Vila do Conde vai mudar as contas finais, mas parece-me que se pode tirar uma ilação: seja da crise de resultados e de exibições, seja das condições do estádio (e quase não tem chovido), a verdade é que não temos conseguido atrair mais/novos espectadores. E, verdade seja dita, a Direcção tem tentado.

Sobre a ausência de Pateiro

A decisão de Brito de deixar Pateiro novamente fora dos convocados, mesmo estando fisicamente apto (a menos que algo me escape), reforça uma ideia que todos terão: a de que está a ser uma época muito abaixo das expectativas, até pelas dificuldades na sua contratação.
Pateiro fez, no total das três competições, nove jogos, apenas cinco deles a titular.
Frustrante é o mínimo que se pode dizer, confirmando uma expectativa que já vinha da pré-época.

PS - as lesões não explicam tudo mas 'ajudam'.

(16ªj Braga) Pateiro fica de fora

Brito leva 19 para Braga:

Guarda-redes: Huanderson e Paulo Santos
Defesas: Gaspar, Jeferson, Jean Sony, Tiago Pinto, Zé Gomes e Éder Monteiro.
Médios: Tarantini, Vitor Gomes, Braga, Bruno China, Jorginho e Wires.
Avançados: Kelvin, João Tomás, Mendes, Christian Atsu e Yazalde.

Notas:
- Saulo é o único cliente do departamento médico;
- Rafa, André Dias, Vilas Boas e Pateiro ficam de fora por opção

PS - vamos defrontar Miguel Lopes?

20.1.12

Brito e o sistema táctico

Brito respondeu hoje a uma pergunta sobre eventuais mudanças no sistema táctico (do 4-3-3 para o 4-4-2); Se bem percebi (não ouvi), Brito disse que um sistema táctico não se muda de um dia para o outro e que uma mudança dessas podia retirar identidade à equipa.

As minhas questões:
- mas se o Rio Ave ganhou 4 vezes em 15 jogos, o que há a perder; se fora empatou apenas uma vez, o que há a perder? Além disso, há muitas equipas que têm mais do um sistema de jogo, seja em função dos adversário seja dos próprios jogadores disponíveis;

TdL: se for pelas idades... já fomos

Nas duas primeiras jornadas, o Rio Ave somou 388 mais 393 anos; o Sporting, 352 e 349.
Resta marcar vários golos em Moreira de Cónegos e esperar que o Sporting ganhe por um ou dois.

Discutir o jogo ou discutir o resultado?

«o objetivo são os três pontos, é discutir o jogo».

O incêndio na casa de Ahmed Hassan e Igor

Hassan tem colocado algumas imagens bem elucidativas do rescaldo do incêndio no seu Facebook.
O jogador tem agradecido a Deus estar fora de casa naquela altura.

Ganhar 4-0 ao Moreirense... (ACT)

e esperar que o Sporting ganhe 1 ou 2-0 ao Gil Vicente.
E somos apurados!
(temos que ganhar por mais golos do que aqueles que o Sporting marcará ao GV)

(da maneira que as coisas estão, mais dificil será ganhar ao Moreirense!)

ACTualizo: Dando-se o caso de leões e vila-condenses terminarem a terceira jornada com o mesmo número de golos marcados e sofridos, como agora sucede, será a média de idades dos jogadores utilizados durante esta fase a decidir quem passa às meias-finais. A equipa com a média de idades mais baixa, logo mais nova, terá, previsivelmente, de enfrentar o Sporting de Braga no jogo de acesso à final

Vai vir charters... (ACT)

Futre tinha razão, mas não é no Sporting.
É no Rio Ave!

ACTualizo: depois de ler isto, ainda mais convencido fico de que deste acordo nada resultará; se estiver enganado serei o primeiro a reconhecer;

Qual é coisa qual é ela?

Qual destes 21 jogadores tem alguma ligação ao Rio Ave?

(duas pistas; não é Roderick nem Nélson Oliveira!)

Velhas histórias, sempre actuais

Contada em A Bola do passado fim de semana:
(clicar para aumentar)

Jogo em Olhão é domingo às 16h

Olhanense-Rio Ave, dia 12 fev,. domingo às 16 horas.

19.1.12

Atsu: «treinou sem limitações, estando assim totalmente debelado o traumatismo que apresentava no joelho esquerdo»

via site.

Mercado de janeiro: um defesa e um avançado

A notícia é avançada pelo JVC desta semana, quando diz que«é possível que o Rio Ave se venha a reforçar com um defesa e um avançado, havendo negociações no mercado nacional e também internacional».

Uma ideia, uma questão

Ontem, quando afirmei que Carlos Brito tem de ser mais o motivador do que o treinador, é mesmo a ideia que eu tenho sobre o momento psicológico da equipa. Faltou foi colocar a questão: será que Brito, ele mesmo, está motivado para o fazer?

Miguel Ribeiro de saída?

Enquanto não chegam os reforços, o 'mercado' agita-se com a possibilidade de saída de Miguel Ribeiro. O nosso director-geral é, diz A Bola, um dos nomes equacionados pelo Braga para o lugar que Fernando Couto desempenhava.

Resta aguardar.

Ainda os documentos do Varzim (Júlio Alves)

O JVC volta ao tema, com um dado que me parece relevante:
«Curioso e elucidativo é ver-se o Varzim agarrar-se desesperadamente a um argumento sem sentido, ao dizer que o Rio Ave não teria devolvido o Acordo que o clube poveiro lhe enviara. O processo mostra inequivocamente o contrário: O Rio Ave em maio de 2011 devolveu o referido contrato e escrevendo que o fez «sem assinatura por não merecer a mínima concordância do Rio Ave FC (...)».

Passar o fim de semana em Braga

Sábado há futsal ( CCDAT EPB), domingo 16ª jornada na Pedreira.

JVC 'pede' 4-4-2 a Brito

A "equipa" que defende o 4-4-2, sobretudo nos jogos fora e com equipas mais fortes, e a que pertencemos com muito orgulho, acaba de ser reforçada pelo JVC.
Na crónica do jogo do Dragão, escreve-se que «talvez fosse preferível jogar em 4x4x2 com dois homens rápidos na frente e um médio ofensivo (o tal nº10) a entrar». [é a quinta nota crítica do JVC às opções de Brito]
Brito já leu, de certeza!

PS - o jornal, desta vez, faz uma análise parcialmente diferente da nossa; diz que o Rio Ave foi uma equipa «coesa e a praticar bom futebol» e que o meio campo esteve «em bom nível com boas indicações de Bruno China e Jorginho» (já na avaliação positiva da defesa e nas críticas ao ataque estamos em sintonia)

João Tomás: «Temos feito muito pouco»

[O que tem faltado a este Rio Ave?] «Tenho de pensar bem antes de responder (pausa). Temos vivido mais frustrações do que devíamos. No ano passado, em determinado momento chegámos a ser brilhantes. Esperava que as coisas estivessem nessa rota, infelizmente para nós, voltámos a entrar mal no campeonato. Temos ganho os jogos em casa, mas fomos débeis a jogar fora e isso reflecte-se na classificação. É fundamental trazer pontos quando vamos jogar fora. Temos feito muito pouco. Caímos na Taça de Portugal com o Torreense, a grande frustração da época


algumas notas:
- João Tomás já nos habituou a ser o mais clarividente;
- o seu diagnóstico contrasta com o que tem feito Carlos Brito;
- ficamos de braços cruzados?

Colombo e Zappa - 24

(clicar para aumentar)

18.1.12

TdL - Empate a 1

Só pude ver a segunda parte. Houve poupanças dos dois lados e pareceu-me que isso teve influência na forma como o jogo decorreu. Descontando isso, a ideia com que fiquei é que o Rio Ave demonstrou hoje, de novo, que é uma equipa a viver em depressão. Jogou melhor que no encontro anterior em casa, mas está desafinada e pouco confiante. Até ao golo do Gil Vicente estivemos sempre melhor, a construir sempre jogadas junto da baliza do adversário e sempre a ameaçar o golo. Depois do golo do Gil Vicente, tudo mudou drasticamente:  nunca mais criámos situações de perigo, o adversário tomou as rédeas do jogo e ainda que sem criar grande perigo, a nunca permitir que o Rio Ave chegasse perto da sua área; foi excepção um pontapé enroscado do redes gilista após atraso de um colega que criou aflição na sua defesa. Este desencontro e aparente baixar de braços de desorientação acendeu na bancada a animosidade dos adeptos contra a equipa técnica. Só um bloqueio emocional faz com que uma equipa que até um momento está a jogar bem passe depois a não acertar dois passes consecutivos. Brito tem nesta altura que ser mais o motivador do que o treinador, mais psicólogo que mister.
Vítor Gomes voltou a competir, mas está sem ritmo e retirou mais ao jogo do que aquilo que acrescentou. Guardo de positivo algumas boas arrancadas de Mendes, os bons cantos por ele marcados e a improvisada claque dos caloiros da ESEIG que foi animando o jogo.

Este resultado torna a passagem à fase seguinte muito complicada. Teremos que ganhar em Moreira de Cónegos e esperar que amanhã o Sporting empate e que volte a empatar na recepção ao Gil Vicente. E mesmo assim não sei se chegará.

Comparar esta viragem do campeonato com as 3 anteriores

Esta é a 4ª época consecutiva na 1ª Liga. Comparando esta temporada com as 3 anteriores temos que:

Época 15ª jornada Final
Classif. Pontos V E D GM GS Classif. Pontos V E D GM GS
08-09 16º 10 2 4 9 10 19 12º 30 8 6 16 20 35
09-10 19 4 7 4 13 12 12º 31 6 13 11 22 33
10-11 14º 14 3 5 7 15 21 38 10 8 12 35 33
11-12 14º 14 4 2 9 13 21 ? ? ? ? ? ? ?



Realço ainda:
Época
Jogador(es) mais utilizado(s)

Jogador (es) Minutos
08-09 Gaspar, B. Mendes 1350
09-10 Gaspar, Fábio Faria 1350
10-11 Gaspar 1350
11-12 Wires 1344


Época Melhor(es) Marcador(es)
Jogador(es) Total
08-09 Gaspar, Semedo 2
09-10 Tomás 6
10-11 Tomás 9
11-12 Tomás 5


Época Mais amarelos
Jogador(es) Total
08-09 Livramento 7
09-10 F. Faria, V. Boas, Wires 5
10-11 Tarantini 5
11-12 Tarantini 5


Época Mais vermelhos
Jogador(es) Total
08-09 V. Boas, Paiva, Mateus 1
09-10 Zé Gomes, V. Boas, Wires 1
10-11 Sidnei 1
11-12 Éder, Tarantini, V. Gomes, Sony 1

(TdL GV) Mendes titular

 O Rio Ave com Paulo Santos; Zé Gomes, Éder, Jeferson e André Dias; Braga, Bruno China e Tarantini; Mendes, João Tomás e Kelvin.
Suplentes: Rafa, Gaspar, Pateiro, Vítor Gomes, Saulo, Jorginho e Yazalde

Balanço de meia temporada - 2

Por golos marcados

Tomás 5
Atsu 3
Yazalde 3
Wires 1
Vítor Gomes 1

Mas quem se lembra de fazer um jogo às 4 da tarde de uma quarta-feira?

De: Gil
Para: Chefe
Enviado: quarta-feira, 18 de janeiro de 2012, 12:01

Querido e estimado Chefe,
tenho de ir visitar um cliente hoje às 4 da tarde. O meu telefone ficou sem bateria, pelo que vou estar incontactável sensivelmente 10 minutos antes dessa hora.
Cumprimentos,

Gil


De: Chefe
Para: Gil
Enviado: quarta-feira, 18 de janeiro de 2012, 12:05

Caro Gil,
nesse caso feche bem as instalações, porque eu também não vou estar. Uma das regalias de ser chefe é poder sair quando me apetece e resolvi ir ver o Rio Ave.

Atentamente,
Chefe.

P.S. espero não o ver pelo estádio! Amanhã quero um relatório dessa visita e um negócio fechado com esse cliente!





Nem o chefe um gajo consegue enganar. Fónix!

Uma história confusa (e desnecessária)

Lê-se e não se percebe bem.
Mas fica a ideia de que ou não está bem contada ou não havia necessidade.

18 de Janeiro de 1941

Faz hoje anos que se realizou a primeira Assembleia Geral do nosso Rio Ave.
Honra aos nossos fundadores!

Faleceu Costa e Silva, antigo presidente de uma comissão administrativa

António Costa e Silva, além de presidente de uma Comissão Administrativa (de fevereiro de 1989 a junho desse ano, entre as presidências de Pina Ferreira e de António Ramos), foi também tesoureiro e por último - em 2004/2006 - vice-presidente do Departamento Administrativo e Financeiro.
O Funeral é sexta-feira, pelas 15 horas, na Igreja do Desterro
Aqui ficam os sentimentos da família Rioavista.

Balanço de meia temporada - 4

Outros dados e notas:
- Wires é totalista de jogos mas não de minutos, faltando-lhe 6 para os possíveis 1350;
- os 29 jogadores que fizeram parte do plantel durante a 1ª volta foram todos convocados, mas utilizados apenas 26; 3 dos que jogaram já nem estão no plantel (Rafinha, Tiago Costa e Dinei, sendo que este último já não tem vinculo com o clube)
- já jogaram os 3 guarda-redes do plantel; Huanderson é o mais batido e também o mais utilizado;
- Mendes e China passaram metade dos 15 jogos lesionados; 15 jogadores falharam convocatórias devido a lesões;
- o jogador mais vezes substituído foi Atsu, 8 no total; os que mais vezes jogaram vindos do banco foram Braga e Kelvin, 6 vezes;
- só uma vez o treinador repetiu um onze inicial e foi da 1ª para a 2ª jornada;
- Tomás é o melhor marcador, tendo a equipa apenas 5 jogadores com golos marcados; nenhum bisou;
- marcámos golos a cada 103 minutos e sofremos a cada 64;
- Wires é o Rei do Ave desta primeira metade do campeonato; só o Punjab e Jeferson é que já passaram dos 400 pontos;
- melhor sequência de resultados: 1 vitória;
- pior sequência de resultados: 4 derrotas consecutivas entre a 2ª e 5ª jornadas;
- melhor classificação: 4º lugar na 1ª jornada; depois o 11º na 2ª e o 14º nas jornadas 3, 10, 12, 14 e 15;
- pior classificação: último da 5º à 7ª jornadas e na 9ª;
- 7 jornadas acima da linha de água, 8 abaixo;
- maior vantagem sobre a linha de água: 2 pontos na 14ª jornada;
- maior vitória: 2-0 a Leiria e Gil Vicente ambas em casa;
- maior derrota: 5-1 na Luz;
- nunca ganhámos fora e só empatamos uma vez em Aveiro; é o pior registo da Liga fora de casa.

17.1.12

Smoke on the water (ACT)

Eu não ouvi os bombeiros, mas "O apartamento onde habitavam dois juniores do Rio Ave, em Vila do Conde, ardeu por completo ao princípio da noite". Os jogadores são Igor e Hassan que não estavam em casa aquando do incêndio.

ACTualizo: uma dupla que vale quatro golos...

Balanço de meia temporada - 3

Disciplinarmente

Jogador A V
Tarantini 5 1
Wires 4 0
Vítor Gomes 4 1
Tiago Pinto 4 0
Gaspar 3 0
Kelvin 3 0
Éder 2 1
Jean Sony 2 1
China 2 0
Tomás 1 0
Yazalde 1 0
Jeferson 1 0
Zé Gomes 1 0
Paulo Santos 1 0
Braga 1 0
Saulo 1 0
Rafa 1 0

Saulo e Jorginho

Já que se fala em mercado, e depois de ter lido isto, lembrei-me disto.

(não deveria ser necessário dizer isto, mas nada me move contra os jogadores; gostaria que tivessem dado ao Rio Ave aquilo que deles esperávamos; no caso de Saulo poucas oportunidades teve; se Brito não conta com eles, não seria de ter outras opções, jogadores mais jovens por exemplo?)

Braga, 516 minutos

Como é possível um dos jogadores mais decisivos da época passada ter apenas 516 minutos, gastos em 11 jogos?

Hélder Rosário em vez de Fábio Faria?

Afinal já não é Fábio Faria o pretendido para o lugar de defesa-central; o JN hoje avança com o nome de Hélder Rosário, 31 anos, há cinco épocas no Málaga, onde não é opção. Viria por empréstimo.

Balanço de meia temporada - 1

Por tempo de utilização

Jogador Minutos Total de presenças
Wires 1344 15
Tiago Pinto 1260 14
Jeferson 1260 14
Tomás 1084 13
Zé Gomes 1027 12
Tarantini 988 11
Atsu 869 12
Yazalde 847 12
Gaspar 748 9
Kelvin 746 13
Vítor Gomes 725 9
Éder 692 9
Huanderson 675 8
Paulo Santos 630 7
Braga 516 11
Jean Sony 274 4
Saulo 270 8
Jorginho 209 7