26.5.20

Quatro boas notícias e uma nem tanto (ATUALização)

1) O Rio Ave vai jogar em Vila do Conde os jogos em casa. O Clube explica que "o balneário destinado às equipas visitantes foi alargado, por forma a que seja possível respeitar a distância de segurança de 4 metros quadrados por atleta, tendo sido ainda revisto o sistema de ventilação de todos os espaços." LINK
(por várias razões, uma notícia que agrada a todos os Rioavistas!)

(o melhor central do plantel é, por isso, grande reforço)

3) Não faltam interessados em Taremi; um jornal falava em 10 milhões. Agora é o Espanhol de Barcelona.

4) Boa ideia a do Clube de 'dinamizar' a bancada com fotografias dos sócios. Não participei, por distração, mas aplaudo.

Agora as más notícias: o principal patrocinador do Rio Ave, a Altice/Meo, está a fazer cortes nos pagamentos que acertou. ("A Altice está a propor a clubes como o Futebol Clube do Porto regularizar a tranche dos direitos televisivos de Abril e Maio, em troca de cortes aos pagamentos previstos para a próxima época desportiva."); Veremos qual é a capacidade negocial do Rio Ave e dos outros clubes 'clientes' da Meo. Mas não é animador...
Atualização a 30/5: "Depois da NOS, também a Sport TV irá pagar o mês de maio aos clubes com quem tem ligação contratual, dinheiro que irá cair nas contas de aproximadamente metade dos emblemas da Liga NOS. Em sentido oposto está a Altice, que continua intransigente neste processo negocial. A empresa, detentora dos direitos de transmissão de FC Porto, V. Guimarães, Rio Ave e Boavista, defende o modelo aplicado em França e propôs-se pagar os valores relativos aos meses de abril e maio, a troco de um desconto na mensalidade da próxima temporada, cenário, esse, que foi prontamente rejeitado pelos quatro emblemas."

23.5.20

Sporting, FC Porto e Benfica!

É o noivo mais pretendido de Portugal!
Não é português, mas iraniano.
E já tem tem dote... 10 milhões!
Sporting,. FC Porto e Benfica, todos o querem!

18.5.20

Passam sete anos desde o apuramento histórico da equipa de juniores para a fase final

2012-2013, o Rio Ave apura-se pela primeira vez para uma fase final do campeonato de juniores.
Quantos jogadores dessa equipa chegaram à primeira equipa?
Nelson Monte;
e
Nuno Santos (via Benfica);

(Kiki e Silvério estiveram perto).

15.5.20

O futebol ainda não começou, as polémicas já!

Se os jogos são à porta fechada, qual o problema do Benfica?
O Benfica, sabe A BOLA, tem manifestado grande discordância em relação à possibilidade de o Estádio do Dragão, no Porto, e até o próprio Estádio da Luz, servirem de casa emprestada a outras equipas, estando em causa, nomeadamente, a hipótese de o Rio Ave, que recebe os encarnados à 27.ª jornada, jogar no recinto do FC Porto como clube visitado
O presidente do Rio Ave acredita que o Estádio dos Arcos passará na avaliação das condições de higiene e segurança, a realizar esta quinta-feira, mas revelou, em declarações à Renascença , que há uma boa alternativa: o Estádio do Dragão. "Estamos preparados e temos a certeza absoluta que vamos ao encontro das exigências, em matéria de desinfeção, ventilação e espaços. Temos quatro balneários e espero que seja possível jogar no nosso estádio. Temos consciência de que temos um estádio de categoria 3, mas a nível de áreas vamos ao encontro das exigências da Direção-Geral de Saúde", diz António Silva Campos.

12.5.20

"Os 10 jogadores com mais jogos pelo Rio Ave na I Divisão"

O jornalista David Pereira fez um extenso trabalho sobre os "10 jogadores com mais jogos pelo Rio Ave na I Divisão".
Oportunidade para recordar Sérgio China, Álvaro entre outros.
E para perceber que nos próximos 10 anos ninguém vai bater Tarantini!

11.5.20

"O maior milagre do futebol português"

Tudo contado (vale bem a pena - Obrigado Miguel!) por Bruno ALeixo e o Homem do Bussaco neste vídeo!


6.5.20

Já ninguém se preocupa com isto?

(a estatística confirma a pouca predisposição de Carvalhal para apostar em jogadores jovens. 0,1%???)

1.5.20

Sobre o reinício do campeonato

"Ainda não sabemos se poderemos jogar no nosso estádio, mas entendemos que temos todas as condições para ser possível realizar os jogos. Outros clubes têm balneários mais pequenos... Vai haver inspeções aos estádios durante o mês de maio. O Rio Ave vai cumprir as obrigações", apontou Silva Campos, sem querer comentar a não retoma da 2.ª Liga.

"O mínimo dos mínimos temos de ter um mês antes de jogar, ou seja, três semanas de preparação para jogar na quarta", defendeu o técnico Carvalhal.

Por falar em Carvalhal e em ASC: "Gostava de contar com o Carvalhal para a próxima época e já manifestei esse interesse. Sei das dificuldades que íamos encontrar para o manter, a nível financeiro e não só. Irão aparecer boas propostas para ele, de grande dimensão. Ele merece também e sente-se feliz no Rio Ave. Nós temos valorizado treinadores e jogadores. Eu mantenho a esperança. Ele tem um compromisso comigo: se não for uma boa proposta do estrangeiro ou dos três grandes, a seguir está o Rio Ave! Gostava muito que continunasse", disse o Presidente.

30.4.20

Desafio ASC a anunciar a recandidatura rapidamente

... e explico porquê nesta entrevista ao Terras do Ave desta semana:
(clicar para aumentar)

28.4.20

A Marca descobre ranking que põe Rio Ave nos seis melhores da Europa

Depois deste ranking, a Marca acordou: "Del tiki-taka a la circulación progresiva: el Río Ave de Carvalhal, un 'grande' de Europa"
"El inicio de la temporada no fue brillante, pero yo tenía altas expectativas. Poco a poco fuimos mejorando y yo diría que somos, junto al Braga, el equipo que mejor ha jugado en Portugal esta temporada. Les dijimos a los jugadores que le haríamos mejores. Creyeron en nosotros y muchos son codiciados ya por grandes clubes", asegura el entrenador 'rioavista'.

27.4.20

O elogio de Carvalhal a André Vilas Boas

(no Record de ontem)

23.4.20

Vai ser muito dificil segurar Carlos Carvalhal



Vai ser muito dificil segurar Carlos Carvalhal, 
agora é o Vasco!

No Jornal A Bola de hoje, o candidato a presidente do Vasco diz o seguinte:
Estamos conversando com brasileiros e estrangeiros, entre eles o português Carlos Carvalhal, do Rio Ave. É bem possível que tenhamos um treinador europeu»

actualizado:
 A fonte dos jornais portugueses foi esta


21.4.20

Pára tudo! Rio Ave no top-6 das melhores equipas europeias (ATUAL.)

Um estudo da goalpoint.pt colocou o Rio Ave no top-6 das melhores equipas europeias, atrás apenas de Barcelona, PSG, Juventus, Bayern Munique e Real Madrid. Os vila-condenses estão ao lado destes gigantes na circulação progressiva, ou seja, os metros ganhos no terreno, sem perder a posse, até, eventualmente, criar oportunidades de golo no último terço.
"VPPDA (vertical progression per defensive action). Aqui, ao invés de usar como numerador o volume de passes certos, irei considerar os metros de progressão vertical conseguidos através dos mesmos. Quanto mais alto for o valor, maior a qualidade de circulação progressiva de uma equipa. Vejamos como fica ordenado o ranking a nível europeu." (LINK)
(mérito a 100% para Carvalhal)

ATUAlizo: vale a pena ver https://www.facebook.com/watch/?v=1933279563472818

17.4.20

ASC admite retoma do campeonato

(entrevista ao Terras do Ave desta semana)

10.4.20

COVID-19, ataca em força Rio Ave na formação!


Esta notícia de que os campeonatos terminam sem a atribuição de um vencedor, não havendo descidas nem subidas, é manifestamente a mais fácil de todas, e quanto a mim a mais injusta. Injusta porque defrauda o trabalho de excelência que este ano as nossas camadas jovens estavam a fazer. Estou a referir-me em concreto aos sub23 e aos Juniores sub-19.
…e logo depois  atira para os clubes uma migalha de 4.1 milhões de euros.
Como sabemos esta solução não vai ser a dos campeonatos profissionais, pois eles sabem que seria o fim para alguns clubes esganados de dividas, e esses têm mesmo que receber o que ainda falta das transmissões televisivas das 10 jornadas por jogar.
Posto isto, onde ficam os sonhos dos jovens de 19 anos do Rio Ave e que para o Ano serão séniores, e que dado o trabalho realizado este ano tinham a possibilidade de se sagrarem campeões Nacionais?

Onde fica a esperança dos jovens do Rio Ave na liga revelação, que lideravam sem espinhas e este ano mais do que no ano passado tinham as tais legitimas aspirações a vencer?
A federação desconsiderou todos os jovens que jogam futebol federado neste país, o Rio Ave, a Formação do Rio Ave, os Treinadores, os Jogadores, e sócios, preferiu vir com a migalha para os clubes lavando as mãos do problema COVID-19…

Fácil muito fácil… Mas agora penso que nada há a fazer!

Deixo aqui a minha Homenagem a toda a formação do Rio Ave pelo trabalho realizado, em especial aos jogadores que nunca mais poderão ser campeões nos escalões acima referidos!

1.4.20

A renovação de Carvalhal

Escrevo no pressuposto de que as competições estão terminadas e que há que pensar na próxima época.
Claro que preparar a próxima época, nesta altura, é uma incógnita gigantesca, porque ninguém consegue saber como vamos sair deste pesadelo. E quando.
Mas sabemos que, mais cedo ou mais tarde, cá estaremos todos novamente (espero...) para gritar pelo nosso Rio Ave.
Pode parecer precipitado, mas há coisas sobre a nova época que podem ser desde já pensadas (o que não é o mesmo que decididas e, ainda menos, anunciadas): dispensas, renovações, promoções da equipa B. Contratações é mais difícil.
A prioridade, contudo, será a renovação de Carvalhal.
Anunciá-lo agora, se possível, seria também uma prova de confiança para o futuro.

PS - considerei a contratação de Carvalhal a 'notícia da época', mas escrevi a 7 de janeiro, quando abundavam as notícias sobre a sua saída (primeiro por causa do jogo da Taça da Liga, depois por causa do Bragantino), que o treinador não tinha condições para continuar. Enganei-me.

30.3.20

Confio que o Rio Ave vai sair da crise de uma forma positiva

O Presidente deixou hoje uma mensagem aos Rioavistas.
Enquanto a lia, surgiram-me estas ideias que partilho com os leitores:

Há coisas que nunca mudam no futebol português, mas há outras que estão hoje claramente melhor do que há 10 ou 15 anos. Uma delas são os salários em atraso nas equipa profissionais de futebol.
Todos nos lembramos de que como era antes da Liga se ter interessado a sério pelo assunto e de como o Rio Ave era um dos protagonistas, com sucessivas notícias de problemas.
Acredito que todos os dirigentes tentaram fazer o melhor em cada momento, mas neste aspeto, como noutros, o Rio Ave mudou muito desde que António Silva Campos chegou à liderança do Clube.
Vem isto a propósito do momento que estamos a viver e que, não sendo nem de perto nem de longe o mais importante, também se reflete no futebol.
Acredito que, hoje, o Rio Ave está muito melhor preparado para enfrentar uma crise, até porque a credibilidade que reuniu nos últimos anos lhe permite ir à banca, se nevessário.
Claro que as coisas vão mudar, claro que as equipas não vão poder apresentar orçamentos tão elevados e terão de diminuir as despesas, mas confio que o Rio Ave vai sair da crise de uma forma positiva.

27.3.20

Duarte faz a análise do campeonato disputado

Uma entrevista ao Capitão Duarte, no jornal Vilacondense de 17/3.
Várias ideias que retive:
- esperava mais na primeira fase do campeonato;
- a equipa ficou mais forte desde que Carvalhal encontrou uma equipa-base;
- o que se passou frente ao Belenenses foi o que se passou em vários jogos da primeira volta;
- Piazon e Diego têm sido os jogadores mais desequilibradores
(clicar para auemntar)

25.3.20

Carvalhal quer fim do campeonato já "com classificação atual" mas "sem campeão" (ATUAL.)

Carvalhal polémico?
Carlos Carvalhal defende que o campeonato deve ser dado por terminado, não exista campeão nacional nesta temporada, mas a classificação seja fechada como está.
"Penso que não há outra possibilidade que não seja decretar o final do campeonato com a classificação atual", revela o treinador do Rio Ave.
(mais aqui)
Atenção que  Liga de futebol diz que é impossível definir data para o regresso


Atualizo a 30/3 com as declarações do Presidente: O Presidente do Rio Ave, António Silva Campos, endereçou uma mensagem aos sócios vila-condenses, em que afirma que o futuro das competições profissionais vai depender da evolução da pandemia do coronavírus. «Os clubes, a Liga, a FPF, a UEFA, a FIFA, a FifPro e a ECA procuram constantemente soluções e respostas para essas questões. Mas tudo está dependente da evolução da pandemia. Todos queremos as melhores resoluções para as inúmeras interrogações que se levantam à volta do fenómeno do futebol. Não sabemos ainda quando tudo irá ficar normalizado, nem como será esse ‘normal’», afirmou o dirigente.