30.7.09

Rio Ave, a equipa mais portuguesa

«O Rio Ave foi o clube com maior prevalência de jogadores portugueses»

O meu comentário: seria preferível fazer como o Nacional da Madeira, quase só com estrangeiros, mas estar na UEFA (ou como vai acontecer com o Benfica, esta época)? Não quero ser hipócrata, mas gosto de ver jogadores portugueses numa equipa portuguesa, de preferência com ligação a Vila do Conde.

Serrão, Martins e Terroso - quem vai sair?

A Bola diz que dos três jovens formados no Rio Ave que ontem não jogaram um ou dois poderão sair. O jornal acrescenta que o Ribeirão gostaria de voltar a contar com André Serrão.

O meu comentário: não é uma notícia inesperada, atendendo aos sinais que Brito foi dando, sobretudo ontem, e também ao excesso de elementos. Hoje, por exemplo, com Ronaldo e Bruno Novo, treinaram 28 jogadores (incluo os três guarda-redes, mas não João). Se saírem os dois dispensados, ficam mesmo assim 26. Se vier um avançado serão 27. Brito queria 25. É por isso «normal» que saia um ou dois. Quem? Serrão joga em sectores que estão muito sobrecarregados (trinco, nomeadamente); Terroso e Martins são médios de ataque e não há - sejamos claros - lugar para os dois. Terroso ou Martins? Apesar das boas indicações dadas por Martins, Terroso seria indiscutivelmente a minha aposta para esta época (poderia fazer o lugar de Adriano).

Miguel Lopes estreou-se ontem pelo FC Porto

Um abraço para o Miguel de todos os seus admiradores rioavistas!

Cícero rescinde com o Guimarães

Depois da rescisão, Vila do Conde?

Pedro Moutinho, lembram-se?

A Bola diz que está a treinar no Marítimo, com quem tem contrato, à espera de resolver a sua vida. Poderia ser ele?

O meu comentário: não sei o que Brito pensa de Moutinho mas imagino que não tenha uma ideia muito positiva (caso contrário já se saberia de alguma coisa...), mas, como disse mais do que uma vez, fiquei com alguma água na boca relativamente a este jogador; gostava de ver mais; é lutador e tem força e pode desequilibrar (embora não seja, imagino, um marcador de golos). Mas onde é que eles estão?

O jogo de Chidi

Chidi, nos 45 minutos de ontem, tocou 17 vezes na bola:
- fez 8 passes certos e 2 errados;
- uma recuperação e um corte;
- perdeu uma vez a bola;
- fez uma falta e não sofreu nenhuma;
- não conquistou qualquer canto nem fez nenhum cruzamento;
- cabeceou uma vez para fora e fez dois remates à baliza, ambos para fora (um deles de golo);

O que é que estes números pretendem mostrar? A pouca presença atacante do jogador: em 45 minutos teve três iniciativas atacantes. E o que é que concluo? Talvez não seja de deixar o reforço atacante para Janeiro...

PS - tentei que os numeros fossem rigorosos, mas pode ter falhado um ou outro.

Um primeiro balanço da pré-temporada

Positivo:- descobrir jogadores novos (Adriano tem potencial, mas insisto no tempo para se adaptar; Wesllem não parece que jogava na terceira) ou redescobrir outros (Tomás não perdeu qualidades, por exemplo);
- treinos a sério, quando comparados com aqueles que víamos de António Sousa ou de João Eusébio;
- perceber que o plantel tem soluções/opções em diversos sectores;
- uma pré-época sem lesões;

Negativo:- constatar que ainda não se resolveu o problema mais grave do Rio Ave na época passada: fazer chegar a bola ao ataque; Eusébio não jogava com extremos, Brito joga sempre com extremos, mas estes (Sidnei ou Bruno Gama, nomeadamente) ainda não são os dinamizadores que se esperava (e agora não há Fábio Coentrão...); pelo meio, será Adriano o motor?
- a falta de golos nos jogos-treino (Chidi é o melhor marcador!);
- perceber que há no plantel jogadores que não têm futebol para a primeira divisão (Evandro é já um clássico, mas Chidi não anda muito longe);
- perceber que os jovens talentosos do plantel (sobretudo Terroso e Ricardo Martins) vão ter poucas oportunidades;
- ainda não haver um onze definido e ainda estarmos na fase das equipas de 45 minutos;

A dúvida:
Até que ponto a revolução no plantel vai demorar a carburar ou teremos já uma equipa em forma na primeira jornada?

PS - de certeza que não vale mais do que uma simples coincidência, mas além do meu lamento pela não aposta em Terroso, outros dois blogues rioavistas fazem o mesmo, aqui e aqui.

Essa é uma camisola que devia ficar algum tempo à espera...

Há um «novo herdeiro da camisola 5, número anteriormente usado por Niquinha»

29.7.09

Rio Ave, 0 - Gil Vicente, 0 resultado final

Segunda parte sem substituições, num jogo fraco e sem interesse. Chidi conseguiu falhar um golo 'feito' e deve ter deixado Carlos Brito ainda com mais vontade de ir às compras por um avançado. Wesllém e Chaves estiveram bem. Adriano esforçado. Da primeira parte ninguém se destacou. Há muito trabalho de entrosamento para fazer.

O meu comentário (JPM): mais um jogo fraquinho, em que, sobretudo na primeira parte, se voltou a revelar o pecado capital do Rio Ave - não tanto a inoperância do ataque mas a dificuldade em levar a bola até lá; Wires não é esse jogador e Vítor Gomes esteve desinspirado; ainda por cima Tomás é um pouco mais estático do que Yazalde; e os extremos ñão estão a ser explorados. Na segunda parte - apesar de duas ou três oportunidades - o nosso jogo foi qualitativamente mais desinteressante. Concordo com o Gil quando destaca WEsllém e Chaves, mas acrescento Zé Gomes. Já vi Adriano muito melhor do que hoje; Chidi e Evandro (e, mais uma vez, não está em causa a dedicação e a entrega) foram pouco mais do que uma nulidade; novamente os guarda-redes do Rio Ave sem trabalho, a defesa também;
Aceito, como é óbvio, mas lamento que não tenha sido dada uma oportunidade sobretudo a Terroso. Teria feito melhor do que alguns que jogaram os 45 minutos.

Rio Ave, 0 - Gil Vicente, 0 ao intervalo.

Equipa que inicia segunda parte:
Mora
Valdir, B Mendes, Faria, Zé Gomes
Chaves, Tarantini, Adriano
Evandro, Chidi, Wesllém

Jeferson no estádio (ACT)

a assistir ao jogo e já esteve no relvado a cumprimentar equipa técnica.

ACTualizo: foi apresentado aos jornalistas durante o intervalo e não fez a coisa por menos: porque é um jogador ambicioso, vem para ajudar o Rio AVe a conquistar o 5º lugar!

Rio Ave - Gil Vicente

Equipa inicial:
Carlos;
Sílvio, Gaspar, B Mendes, Magno;
Vilas Boas, Wires, Vítor Gomes;
Sidnei, Tomás, Gama.

Avé César

Para o nosso ex-guarda-redes César, que acaba de assinar pelo Ribeirão (fonte: A Bola), um abraço e votos de sucesso

Maldade...

O Setúbal queria ficar com Jeferson, mas não chegou a acordo com o empresário do central. Esta é a versão "oficial".

Cá entre nós, eu acho que a razão é diferente. Keita assinou pelo Setúbal. Entretanto, o treinador descobriu que ele como avançado pouco vale, mas como central é um must. Para quê ter Jeferson se tem Keita? Ficamos duplamente a ganhar ou a perder?

Logo com o Gil

Antes de mais espero lá poder estar.

Não estou à espera de ver Jeferson, mas tenho curiosidade para ver o grau de integração de alguns dos nossos novos. Adriano já se enquadra melhor? Chaves também? Wesllem mostra um pouco mais? Magno vai ser um pouco mais ofensivo e faz mais uns cruzamentos prometedores? Valdir vai finalmente mostrar alguma coisa? Ricardo Martins vai mostrar mais alguns dos seus passes mortais?

Por outro lado, irá Brito mostrar um 11 inicial mais definido? Ou vai continuar com ensaios?

Avançado, sim!

Acho que o avançado que ainda se pretende devia chegar já. Contratar no mercado de Janeiro tem resultado com o Rio Ave. Com Eusébio fomos ao mercado em Janeiro e subimos e com Brito no ano passado asseguramos a manutenção.

Mas porquê fazer amanhã o que se pode fazer hoje? Para andar com o coração nas mãos até à 30º jornada?

Tenho assistido a alguns treinos e por regra acho os nossos avançados divorciados da baliza. Nos jogos de preparação os golos também não têm sido abundantes. E Chidi não é ponta de lança, apesar dos golos que fez contra aquela "equipa" de jogadores brasileiros.

O central

Este Jeferson teve um parto dificil. Será primeira escolha? Isso interessa para alguma coisa? Eu acho que não, interessa é que cumpra com o que se lhe pede e que seja mesmo um valor acrescentado.

Há, porém, alguma coisas que me deixam sempre de pé atrás. O brasileiro tem 23 anos, pouco mais que Fábio Faria. Conhecemo-lo assim tão bem a ponto de o contratar para ser o parceiro de Gaspar? Sim, porque está visto que Mendes e Faria são terceira e quarta escolhas. Sobre Faria confesso que não tenho nada boa impressão dele. Quando olho para Fábio parece-me descoordenado, desengonçado, não parece nada jogador de futebol. E quando o vi jogar achei-o muito imaturo. Era um dos que por escolha minha saía dois anos seguidos para rodar. Agora é que já é tarde, a não ser que venha mais um. E se Jeferson que era prioritário demorou tanto tempo...

JPM: deixa-me dizer qualquer coisa sobre isto: como é público, o Rio AVe tinha há muito 'contratado' Renato, que esteve no Boavista; para surpresa geral, o jogador não se conseguiu desvincular; a primeira opção talvez tenha sido Valdomiro, mas esse foi para as arábias, Renato posicionou-se a seguir. Não havia, tanto quanto julgo saber, «plano B», tal a certeza de que Renato vinha. Depois foi a surpresa geral; Ainda se tentou Edson, mas a escolha estava no Sado... Quanto a Fábio Faria, e respeitando a tua opinião, não só acho que vais ter uma surpresa (não será a quarta escolha) como ainda o verás várias vezes a titular (apesar, reconheço, daquele estilo um pouco 'descoordenado' que não faz dele um jogador elegante no movimento; será isso importante?;

Gil: a elegância não é importante. Mas de todo Fábio não me parece no imediato capaz de segurar um lugar na primeira equipa. É muito imaturo a jogar. Por isso recomendo um empréstimo que lhe ia fazer muito bem. Ganhava músculo, fibra, endurance e experiência.
Mas espero sempre que os jogadores do Rio Ave provem que estou errado quando a minha opinião sobre eles não é favorável. E espero que Fábio vingue, só temos a ganhar com isso.

Uma pequena revolução no plantel

Independentemente do avançado que virá ou não, a verdade é que Brito procedeu a uma revolução no plantel: continuam 11 da época passada, entram 16.
Por sectores:
baliza: fica um, entram dois;
na defesa: ficam quatro, entram quatro;
no meio campo: continuam quatro, há cinco caras novas (com os três miúdos);
no ataque: dois continuam, quatro são reforços (e pode faltar mais um);

Mesmo ao nível do onze que poderá ser mais vezes titular, conto cinco do ano passado (Gaspar, Sílvio, André, Vítor Gomes e, arrisco, Fábio Faria), contra seis dos novos (Carlos, Zé Gomes, Adriano e os três da frente, Sidnei, Tomás e Bruno Gama).

Cabe obviamente a Brito ligar uns com os outros.

Sim, era este o central (Jeferson)!

Os leitores deste blogue não ficarão surpreendidos com a notícia: o Rio Ave contratou o central brasileiro Jeferson. Desde domingo que as notícias que aqui fomos deixando apontavam para este desfecho.
As indicações que chegam do Brasil são boas, ainda por cima trata-se de um esquerdino (que faz falta ao plantel e que bem pode complementar Gaspar, mais habituado a dar para a direita); de tal maneira que em Setúbal Azenha ficou zangado por ter perdido o jogador.
Em Rio Preto dizem o melhor de Jeferson: «O clube português contará por ano com o jogador revelado nas categorias de base do "Glorinha". É uma pena. Um de nossos melhores valores sendo rifado a preço de banana...»

O meu comentário: o avançado até pode ficar para Janeiro, pelo que o plantel quase se pode considerar fechado; se Gaspar é o principal candidato a um dos lugares no centro da defesa, Jeferson vem para o outro? E Fábio Faria? Caro Fábio, há que aproveitar as oportunidades que vierem a surgir, a começar já por logo?
Já agora, pode o Rio Ave ser acusado de ter contratado um jogador que estava 'comprometido' com outro clube? A verdade é que, se fosse connosco, também não gostaríamos (não esquecer que ele chegou a dizer coisas como «Estou entusiasmado, venho para um clube com história, com gente que vai ao futebol, gente que honra os seus compromissos, com história e taças ganhas»), mas por um lado Jeferson não estava comprometido com o Setúbal (que demorou a oficializar o contrato) e por outro, tanto quanto julgo saber, o seu empresário garantiu aos responsáveis pelo Rio Ave que se tratava de um jogador livre (se não ficasse em Setúbal ia para outro clube); se pelo menos desde sábado estava claro que Jeferson não ficava em Setúbal, estes dias terão servido para o empresário esclarecer as questões do empréstimo e para que não ficasse a ideia de um 'roubo'.

28.7.09

Um 'mistério' desfeito

Os que têm ido ao estádio (nos jogos-treino e nos treinos) já se terão apercebido de que tudo está a ser filmado.
Quem o está a fazer é o filho do nosso ex-atleta Quim (Vitorino), que está a fazer uma tese de mestrado na faculdade e se inspira no trabalho de Carlos Brito.

O meu comentário: é motivo de orgulho para o Rio Ave e para Brito (e para o Quim), sem dúvida; quando e se tiver mais pormenores voltarei à linha.

Jogo em Penafiel

é às 20h do dia 5 de Agosto (serve para apresentar o Penafiel aos sócios)

O melhor local para começar a campanha dos novos sócios?

O estádio!
Por aquilo que se percebe de algumas conversas durante os treinos, vários dos presentes não são sócios.

Regresso ao passado: uma dor que nunca se apagou

«em 96/97 o farense ganhou ao rio ave tendo o árbitro - jorge coroado - marcado três grandes penalidades contra o rio ave. e ficou outra por marcar como lhe recordou, na altura, o insuspeito calisto»

O 'problema central': é hoje?

Se uns vão, outros vêm?

PS - por curiosidade, o convite do Rio Ave a Edson ainda mexe...

Jorge Humberto já não é jogador do Rio Ave

Chegou ao fim esta manhã uma 'novela' que se arrastou tempo de mais - e que não foi boa nem para o jogador nem para o Rio Ave.

Actualizo: o jogador esteve no balneário no final do treino desta manhã a despedir-se dos colegas e de um estádio onde não foi feliz.

PS - mas como não há duas sem três... ainda faltam dois dos três capítulos desta história...

27.7.09

Humberto falhou também o treino da tarde (ACT)

Faltou ao da manhã e voltou a falhar o da tarde. O site oficial não traz qualquer novidade.

No treino da tarde Bruno Novo e Ronaldo não cumpriram a totalidade do mini-jogo de conjunto.


Julgo(JPM) saberque a ausência do jogador tem a ver com as negociações em curso com o Rio Ave; em Oliveira de Azemeis já o esperavam esta tarde - sinal de que as coisas não correram como o desejado (e por isso o «site» nada diz). Amanhã é outro dia...

Jorge Humberto não esteve no treino desta manhã...

...estará já no da Oliveirense?

PS - Brito teve mais uma vez todo o plantel à disposição; até neste aspecto as coisas estão a correr bem

26.7.09

É este o central? (ACT)

O central Jeferson, de 22 anos e 1,92 metros, oriundo do Rio Preto, que o Vitória de Setúbal ia contratar por empréstimo poderá ser o nome que o Rio Ave procura.
De acordo com A Bola, Jeferson esteve vários dias em Setúbal mas não chegou a assinar contrato, o que desagradou ao seu empresário e ao jogador. Jeferson poderá ficar em Vila do Conde até final da época, mas desconhece-se se há valores envolvidos, além dos ordenados do jogador, como deixa esta informação entender. Por aquilo que se percebe é um jogador com créditos e em quem Azenha apostava.

ACtualizo a 27/7: António Silva Campos no Record de hoje sobre Jeferson: «Não há nada para confirmar. Vamos tomar decisões nos próximos tempos»; de Setúbal mais informações: «o entendimento entre a SAD e o empresário do jogador não se concretizou, pelo que ficou desfeito a cedência por um ano pelo Rio Preto; aliás, Jeferson não foi chamado anteontem a alinhar em Rio Maior». Já A Bola titula «Jeferson à porta dos Arcos», acrescentando que o jogador tem uma proposta vilacondense, «bem mais vantajosa» do que a do Setúbal. Em Setúbal, segundo o mesmo jornal, a explicação é outra: o clube sadino queria que o jogador fizesse «mais uma série de exames médicos para ficar com o jogador»,o que acabou por desafazer o negócio.

O meu comentário: o jogador parece ter credenciais, não duvido; apenas me preocupa «a proposta bem mais vantajosa» do Rio Ave; estamos com os pés bem assentes na terra?

A negociação com os três dispensados...

... está a ser mais complexa do que tem vindo a público?

O meu comentário: por muito que nos custe (ao orçamento...) parece normal que os jogadores queiram receber tudo a que têm direito. Quem - genericamente - os pode criticar?

A propósito do onze de ontem

Entre o meu primeiro e o segundo onzes há três diferenças, que resultam naturalmente do que vi e da evolução que fui sentindo (Fábio Faria não tinha jogado a central, por exemplo).
Mas devo dizer que acho as opções de Brito (nomeadamente as contrárias às minhas) perfeitamente lógicas e justificadas (com uma pequena excepção, que assinalarei à frente).
Explico:
- Carlos: é o mais experiente do plantel e o que já demonstrou mais qualidade ao longo da carreira; Mora até tem estado bem, mas Mora - já o disse - dificilmente será opção para Brito. Trigueira chegou mais tarde e tem de desafiar Carlos;
- Zé Gomes: tem estado muito melhor do que Magno (parece ser o Zé Gomes da grande última época que fez em Vila do Conde);
- Gaspar: no actual cenário é indiscutível;
- Fábio Faria: a grande surpresa para quem não lê este blogue; Brito vai apostar em Faria para que esta seja a sua grande época e para que o Rio Ave tenha, ali, um activo importante no final da época; veremos se ele confirma (Brito quer um central para discutir a titularidade com Faria e Bruno Mendes é, neste contexto, uma alternativa);
- Sílvio: há dúvidas?
- Vilas Boas: é para mim um dos maiores 'ladrões' de bolas adversárias do futebol português, tem um sentido posicional excelente e uma grande coragem (às vezes demasiada, apesar da diminuição de amarelos na última época); falta-lhe apenas brilho no último passe, mas - a jogar como na última época - será titular (apesar de Wires estar muito bem);
- Vítor Gomes: provavelmente o jogador em melhor forma neste momento; pode ser uma das revelações do campeonato português;
- Adriano: estamos todos a descobri-lo, mas já se percebeu que tem classe e que Brito vai apostar nele; marca bem livres e é um tecnicista; veremos se se adapta rapidamente;
- Sidnei: talvez seja a minha grande dúvida (a dúvida será entre ele e Wesllem);
- Tomás: não perdeu qualidades e está em forma; nesta fase é isso que interessa a todos os rioavistas;
- Bruno Gama: só lesionado não será titular; acredito muito nele, porque é muito bom jogador e porque quer muito vingar;

PS - quem falta aqui (dos que me parecem que podem jogar na primeira equipa)? Trigueira vai esperar a sua oportunidade, Ricardo Chaves parte em desvantagem relativamente a um núcleo muito forte que vem da época passada (Vilas-Boas e Vítor Gomes), Wires é muito bom jogador mas também é vítima desse núcleo, Wesllem está a surpreender-me; Tarantini ficará à espera que Adriano não cumpra (gostava de incluir Terroso mas...)

Comprar por catálogo?

«Outro objetivo dos responsáveis do Clínica - clube/empresa que trabalha em agenciamento de jogadores - foi aproveitar a ocasião para chamar a atenção dos responsáveis do Rio Ave para Léo, um dos atletas por si representados. Leonardo Augusto Aro é um atacante de 25 anos que se encontra vinculado ao Paulista e conta no seu currículo com passagens por emblemas como o Internacional de Porto Alegre e o Lecce, de Itália. Porém, Léo não foi um dos que participaram no encontro de ontem. Agora cabe aos responsáveis rioavistas tomarem uma decisão»

O meu comentário: por aquilo que conheço dos anos anteriores relativamente a Brito e do trabalho que esta Direcção está a fazer há motivos para estar confiante de que não farão asneiras; muito mais depois do pé quente de Chidi ontem...; um defesa central é prioridade, o avançado até pode vir em Janeiro, se for realmente necessário.

25.7.09

Viu-se qualidade (apesar do adversário) (ACT)

O Rio Ave ganhou esta manhã a um conjunto de jogadores brasileiros que, ao que parece, se intitulam 'Clínica do Futebol'; não são bem uma equipa (parece que nunca jogaram juntos nem têm preparação fisica e táctica), mas isso só é relevante para dizer que o resultado final é irrelevante; se contei bem, o Rio Ave ganhou por cinco a zero, com três golos de Chidi, um de Sílvio e outro de Bruno Gama.
Brito voltou a usar dois onzes diferentes em cada metade:
1ª parte
Exactamente este, saindo Ricardo Chaves e entrando Adriano.
2ª parte
Trigueira; Magno, Bruno Mendes, Serrão e Valdir; Wires, Ricardo Chaves e Tarantini; Wesllem, Chidi e Evandro (entrou a meio Terroso, saiu Serrão e recuou Ricardo Chaves)
(os tres dispensados treinaram, Ricardo Martins, João e Mora não jogaram)

O meu comentário: já fiz acima as devidas ressalvas relativamente ao adversário (sobretudo na segunda parte, pareciam piores do que algumas equipas do campeonato de aldeias), mas viu-se qualidade.
O onze que jogou na primeira parte trocou bem a bola, viram-se pormenores interessantes e percebeu-se que já há jogadores em forma; Tomás está muito bem; Adriano mereceu palmas (embora queira fazer tudo perfeito o que não ajuda por vezes...), Vitor Gomes foi dos melhores, juntamente com Zé Gomes e Sílvio; atenção: a defesa não teve trabalho, as notas são pela capacidade atacante...
Sidnei muito mexido, mas trapalhão nos cruzamentos, Bruno Gama menos inspirado; ANdré Vilas Boas regressou ao seu lugar mas foi mais um dos que teve pouco trabalho; Carlos não fez uma defesa;
Da equipa da segunda parte algumas notas: a defesa continuou sem trabalho; Ricardo Chaves e Evandro parecem desmotivados; Valdir e Magno não fizeram a diferença nos cruzamentos, Tarantini falhou meia duzia de golos; Wires e Wesllem são aqueles que me parecem ter melhores condições para disputar um lugar no onze.
Uma nota final: critiquei, há um ano, Eusébio por apostar em toda a pré-época em equipas de 45 minutos (no que terá sido o único treinador do mundo a fazê-lo); este foi o quinto jogo. Porque faltam três semanas espero que Brito nos mostre um onze a sério (para 90 minutos) no próximo jogo.

24.7.09

O curioso adversário de amanhã

O Rio Ave joga este sábado, às 10h, com uma equipa de jogadores brasileiros

O meu comentário: num jogo que eu não vou ver, deve ser uma espécie de 'Escola Dois Toques', digo eu que fiz uma pesquisa rápida na net e não encontrei nenhuma informação.
Especulando, a Clínica do Futebol, composta por jogadores brasileiros, deve andar a publicitar os seus atletas, a ver se coloca algum em Portugal.
Esta coisa das escolas de futebol é engraçada. Em Portugal proliferam por todo o lado e deixam-me bastante curioso quanto ao que podem fazer com e pelos atletas. O que será o futuro deles? Que direitos terão as escolas sobre os atletas? Se um clube se interessar por um atleta paga direitos de formação? É um fenómeno peculiar. Os clubes estão a ser substituídos por estas entidades na descoberta e formação de talentos. É um sinal dos tempos. Os miúdos até pagam para treinar. Pelo que sei, o Rio Ave também cobra pela inscrição nas 'Escolas', mas nos clubes há sempre a perspectiva de progredir de escalão em escalão.
Os clubes 'tradicionais' vão deixar-se ultrapassar? A tradição já não é o que era?

Dois jogos do Rio Ave nos dez mais vistos

Curiosamente, o FC Porto- Rio Ave foi mais visto do que o Benfica-Rio Ave (e nenhum dos dois foi em casa!); Leixões, Marítimo e Rio Ave são as únicas que repetem nos 10 primeiros; o Guimarães, Belenenses ou Académica não aparecem;

O meu comentário: uma leitura atenta - mais atenta ainda do que aminha - pode trazer ainda outras conclusões, mas acho que isto prova um pouco a nossa média dimensão, que temos mais força do que aquela que muitas vezes pensamos que temos; e, ainda por cima, nessa época, o Rio Ave andou sempre nos últimos lugares; por outro lado, se fosse nos jogos em casa dir-se-ia que era a sorte de ser nas primeiras jornadas - mas não foi!

O meu segundo onze para Leiria...

Dez dias depois de ter proposto este onze, faço as primeiras correcções:
- na baliza os três jogadores estão em plano de igualdade; mas, nesta altura, talvez Mora esteja um pouco à frente;
- Zé Gomes, Gaspar e Sílvio são indiscutiveis; Bruno Mendes é o segundo central;
- Wires é nesta altura o trinco que mostrou melhor serviço (Vilas Boas está a jogar a central...) e Vítor Gomes está em grande forma; falta um, que poderá ser Adriano, embora Ricardo Martins ontem me tenha agradado muito;
- Bruno Gama e Tomás são indiscutíveis, mas já não tenho tanta certeza relativamente a Sidnei; por aquilo que se viu ontem, poderá ter de discutir com Wesllem;

Assim, aqui fica (sete indiscutíveis e quatro dúvidas):
Mora; Zé Gomes, Gaspar, Bruno Mendes e Sílvio;
Wires, Vítor Gomes e Adriano;
Bruno Gama, Tomás e Sidnei;

PS - vi alguns treinos e dois dos quatro jogos; este exercício vale o que vale, como é evidente!

O problema central

Volto a um tema recorrente: a ausência de um central, que tanta falta está a fazer. Há mais de duas semanas que se sabe que Renato não vem, mas a solução não foi encontrada. A Bola de hoje diz que será na próxima semana. Não quero, com isto, pôr em causa o trabalho dos responsáveis pela equipa, que estarão a fazer o melhor, mas e se em vez de um jogador que por cá ninguém conhece, fosse esta a solução? Há quem fale em Hugo (ex-Sporting, ex-Setúbal). Mas não é opção que me seduza, sinceramente. Até porque tínhamos no plantel quem fizesse melhor.

Mais cedo ou mais tarde...

Mário Felgueiras no Setúbal.

O meu comentário: não é uma história mal contada, porque, na verdade, não foi ainda contada. Mas certamente todos os adeptos do Rio Ave gostariam de saber o que se passou com o fim do namoro entre o Rio Ave e o Braga. Já aqui avancei alguns dados, mas eu não esqueço que tinha organizado a minha vida para ver amanhã o jogo de apresentação e fiquei (ficámos...) a ver Braga por um canudo! (com implicações ao nível da preparação da própria equipa).

Jorge H. na Oliveirense

... diz O Jogo. O Record diz que a Direcção reuniu ontem com os três dispensados e que se comprometeu a arranjar uma solução até segunda-feira.


O meu comentário: O defesa-central poderia ter saído há meio ano, mas não quis. Pelo menos desportivamente, fez mal, porque - ao jogar - valorizava-se; ficou e não jogou. Agora acabou (novamente) 'empurrado', o que também não o valoriza. De qualquer forma, a insistência da Oliveirense acaba por ser importante para o jogador, porque mostra que tem mercado (ao contrário dos seus dois colegas, Bruno Novo e Ronaldo?).

23.7.09

A nova vedação

Agrada-me que tenha sido retirado o gradeamento alto. Dá outro aspecto ao estádio, torna a visibilidade diferente e ainda que seja apenas aparente, aproxima o jogo do espectador.

O estádio ficou mais propenso a actos que coloquem em risco a segurança? Acima de tudo coloca outra responsabilidade no adepto. E espero que todos sejamos capazes de nos portar à altura.

Empate com Sindicato: mauzinho

Menos de 24 horas depois do jogo de ontem, era óbvio que Brito teria de apresentar dois onzes (mas não se esperava um jogo tão mau; o zero-a-zero mostra bem o que aconteceu):
1ª parte:
Trigueira, Magno, Bruno Mendes, Vilas Boas e Valdir; Serrão, Vitor Gomes e Adriano; Evandro, Tomás e WEsllem;
2ª parte:
Mora, Zé Gomes, Gaspar, Ricardo Chaves e Valdir (depois Fábio Faria); Wires, Ricardo Martins e Tarantini; Bruno Gama, Chidi e Sidnei;
Sílvio apenas fez corrida e Terroso nem se viu; os três dispensáveis equiparam-se, estiveram no banco, mas não entraram

O meu comentário: foi um jogo fraquinho; na primeira parte, então, não houve oportunidades de golo (e Trigueira também não fez uma defesa); na segunda, Bruno Gama e Ricardo Martins (este jovem está a surpreender-me) desequilibraram (foram os melhores em campo) e Tarantini também podia ter marcado; foi pena que Chidi e Sidnei estivessem desinspirados; tambem gostei de Zé Gomes e de Wires (está em grande forma e vai complicar as contas);
Da primeira parte ainda: Adriano mostrou pormenores, mas a adaptação ao futebol português não é imediata; Serrão (a trinco) foi dos melhores; Evandro só jogou alguma coisa quando saiu do lugar de extremo ; Vítor Gomes e Tomás talvez tenham sido os melhores;

Quarto jogo, quarto onze; penso que Brito começa a ter ideias para um onze que apresentará de sábado a oito dias. A falta de um central continua a prejudicar os trabalhos;

O meu comentário (Gil): vi talvez 10 minutos da primeira parte. Fraco demais. Para terem ideia só retive Evandro a mostrar que está velho e a deixar-se cair ao mais pequeno toque. Na segunda parte vi futebol de longe a longe, Wires belicoso, Gama habilidoso e Ricardo Martins virtuoso a destacarem-se positivamente. O jovem Ricardo promete. Desequilibra pela qualidade de passe no ataque. Se ficar no plantel é pouco provável que jogue, o que é uma pena para quem mostra tanta qualidade. Era bom que saísse para jogar mais. Também era bom que ganhasse alguma massa muscular. Bom também teria sido ver um golo. A equipa do sindicato era fraquinha mas nem assim se marcou. Ricardo Chaves foi central esquerdo.
Se a vitória de ontem moralizou, a exibição de hoje desiludiu-me.

Tomás já voa (nas Aves...) e o Rio Ave ganha! (com actualizações)

Brito voltou a usar dois onzes diferentes:
Carlos, Zé Gomes, Bruno mendes, Fábio faria e Valdir; Ricardo Chaves, Vitor Gomes e tarantini; WEsllem, Chidi e Sidnei.
Na segunda parte entraram dez jogadores:
Mora, Magno, Gaspar, Vilas Boas (Fábio Faria passou para o lado esquerdo); Serrão, Wires e Adriano; Gama, Tomás e Evandro;
(Sílvio e Terroso estão doentes)
Golo por João Tomás aos 50minutos.
Os relatos dizem que o Rio Ave fez uma primeira parte muito fraca, e que a diferença, após o intervalo, se notou; Carlos fez pelo menos uma grande defesa.
A Bola (que é o único jornal desportivo que comenta realmente o jogo) destaca, além de Tomás, Vítor Gomes (excelente forma) e, entre os reforços, Sidnei e Magno (que fez o cruzamento para o golo («ligou o turbo e cruzou com precisão»). Também diz que, além de um central, falta um criativo a meio-campo. «Equipa com pouca contundência ofensiva». ACTualizo: Já o JN destaca, além de João Tomás, Vítor Gomes, que demonstrou «condições para ser o patrão da equipa. o médio assumiu, com naturalidade, a batuta do jogo, exibindo qualidade em todos os momentos em que interveio».

O meu comentário: não vi o jogo (foi à noite...) mas é claro que Brito ainda está a fazer experiencias; falta um mês para o campeonato. Nenhum dos onzes será titular; estranhei não ver Trigueira em campo e Ricardo Martins não teve oportunidade; Vilas Boas continua a fazer de central (isso prejudica a sua integração no sector onde normalmente joga?); Em três jogos, três onzes (ou seis...) diferentes (ainda assim, certamente por coincidência, Wesllem e Chidi já jogaram juntos três vezes); Interessante observação sobre Vítor Gomes; fiquei curioso!

PS - hoje à tarde há mais (a propósito, bom trabalho do site, que noticiou ainda ontem o resultado)

22.7.09

Niquinha é grande - até na saída! (ACT)

Chamo desde já a atenção dos nossos leitores para a entrevista que Niquinha dá ao Terras do Ave de amanhã; para os seus fãs, como eu, posso desde já garantir: é a entrevista de um grande rioavista, que - sem deixar de dizer o que lhe vai na alma - mesmo na saída sabe respeitar a instituição.

Fica a promessa de amanhã actualizar este texto com algumas ideias .
ACTualizo com quatro frases emblemáticas de uma entrevista de página:
«Não estava preparado para terminar a minha carreira este ano. Aquilo que eu tinha planeado era jogar mais uma época.(...) Não fiquei chateado com ninguém»
«Passei 13 anos no Rio Ave fantásticos»
«Recebi convites de outros clubes portugueses (...) Pelo respeito e carinho que tenho pela cidade, pelos adeptos hamais iria colocar essa possibilidade»
«Costumo ir ver os treinos do Rio Ave, no jogo treino com o Feirense tive oportunidade de estar no campo, mesmo a poucos metros do relvado e não poder entrar custou um bocado. Vou vijar para o Brasil (...) porque preciso de ficar um bocado um bocado distante. Para mim o mais difícil vai ser mesmo o domingo».

O meu comentário: és grande Niquinha!

O 'caso' Wesllem

Não o conhecia até assinar pelo Rio Ave, mas uma consulta na net mostra que é muito popular entre os adeptos das equipas de escalões inferiores na zona Norte, devido aos golos marcados e às boas assistências que fez.
Basta ver como em Leça se referem a ele (o grande motor da equipa).
Classificado como médio-ofensivo, Wesllem jogou muitas vezes a extremo e é para essa posição que Brito aposta nele.
Ainda é cedo e Sidnei parece o primeiro candidato ao lugar de extremo (juntamente com Bruno Gama), mas aviso desde já os leitores: Wesllem (que me parece mais 'raçudo', mais lutador e marca mais golos do que Sidnei, embora menos tecnicista) pode ser uma surpresa, directamente da terceira divisão!

PS - Wesllem é brasileiro ou português? Luso-brasileiro, provavelmente!

Cícero

... foi apresentado ontem em Guimarães, mas é oficial que vai sair.
Tanto quanto se sabe o Rio Ave está interessado. Falta saber se o jogador vem emprestado ou se negoceia a rescisão com o Vitória e é jogador livre para assinar. Os ordenados podem ser um problema, Cícero ganha mais em Guimarães do que aquilo que o Rio Ave lhe pode pagar.

Pagar a factura de vários erros



Bruno Novo, Jorge Humberto e Ronaldo voltam a treinar com a restante equipa, diz O Jogo.

O meu comentário: as inscrições só fecham a 31 de Agosto, mas as equipas estão quase completas. Está visto que vai ser difícil emprestar os jogadores. Voltar a integrá-los pode ser estranho mas tem esta justificação. Por isso a notícia diz que o Rio Ave tentará pagar a desvinculação. É a única saída que resta. Duas notas ainda: o empréstimo dos jogadores devia ter começado a ser preparado no dia seguinte ao fim da época e não quando começou a preparação desta; e como é que se explica que tenham sido feitos contratos de mais de um ano com estes jogadores (e não há qualquer crítica da minha parte ao comportamento dos referidos atletas, para além da apreciação técnica que várias vezes fiz nomeadamente a Ronaldo)?

Quem escreveu isto?

«Futsal rioavista arrecada seis reforços.
A equipa vai ser respeitosamente reforçada com seis... (...) vão comandar uma equipa decidida a conquistar grandes momentos. A continuidade da equipa técnica é partilhada com oito jogadores»

PS - quem escreveu pode comparar com esta notícia, feita com os mesmos elementos, mas escrita com senso

21.7.09

Edson não quer voltar

É o central que o Rio Ave quer, mas partilho as informações mais recentes que chegam do Brasil; estas declarações foram feitas no dia 18 e mostram o jogador pouco interessado em voltar a Vila do Conde; aliás, deve ser titular no próximo jogo, sexta-feira.
Vale a pena insistir?

Jogo com a equipa do Sindicato dos Jogadores? (ACT com novidades)

sexta ou sábado?
O Jogo diz que sim.

ACTualizo com informações que me parecem ser seguras
- amanhã à noite (20h30 e já não à tarde), jogo nas Aves;
- quinta-feira à tarde, jogo com a equipa do Sindicato dos Jogadores;
- sábado de manhã (25), jogo-treino com uma equipa de jogadores brasileiros (da qual não sei pormenores)

O meu comentário: o Braga deixou-nos ficar claramente mal (e seria interessante a Direcção explicar porquê). E, nesta altura, arranjar um advérsário competitivo é impossível (todas as equipas têm a sua programação). Por outro lado é importante jogar, é importante que o treinador veja os jogadores em competição. Quem não tem cão caça com gato...

Fazer obras e ganhar dinheiro?

São estas obras que a Liga de Clubes vai (ajudar a) pagar? São sete mil euros que entram...

De Braga, nem jogadores nem jogos! (ACT)

Foi anulado o jogo de apresentação marcado para sábado com o Braga; agora a apresentação é dia 1 de Agosto com o Marítimo. O Braga trocou o Rio Ave pelo Gil Vicente.

O meu comentário: não duvido da relação de amizade entre António Silva Campos e António Salvador, mas o 'pacto' entre Braga e Rio Ave parece já ter tido melhores dias. O Braga não se terá portado da melhor maneira relativamente aos prometidos empréstimos (nomeadamente no que diz respeito ao guarda-redes) e agora é anulado o jogo de apresentação. Coincidência? Uma nota mais: os adeptos merecem uma explicação, por muito escassa que seja, muito mais depois disto. (ACtualizo: agora já me parece que há mesmo alguma coisa!)

Do treino de ontem

Estivemos - eu e o Gil - a ver o treino da tarde (pelo menos, no meu caso, uma parte). Ainda sem novidades ao nível de caras novas. Mas o que mais registei foi a pouca apetência pela baliza. Tanto quanto percebi, o objectivo do jogo (sem guarda-redes) não era marcar, mas - caramba! - quando Chidi atirou à baliza houve palmas da bancada. É que andamos há tantos anos com fome de golos...

20.7.09

Também temos os nossos cromos

Chicabala, lembram-se?

(conta-se que Chicabela tinha um empresário importante e que insistia para que ele jogasse porque trazia grandes - ou médios - clubes europeus a Vila do Conde, que o iriam contratar; Chicabala pouco ou nada jogou, mas quando jogou - talvez acusando a responsabilidade - nunca confirmou o que dele se esperava, o que dele se anunciava; pelos vistos, depois também não)

Fábio Faria e Trigueira (ACT)

chegam hoje.
Teoricamente chegam com a preparação mais adiantada e poderão facilmente integrar-se; Brito vai querer vê-los no conjunto, depois de amanhã nas Aves!

ACTualizo: confirma-se.

Já há capitão?

Não sei se fui eu que não me apercebi, mas já há capitão de equipa?

JPM: André Vilas Boas!

A questão central

Fica-me do jogo de sábado que a equipa que será titular está mais próxima da que jogou na primeira parte. Há três posições estão para mim em aberto: o central que jogará ao lado de Gaspar, e dois dos três médios. Pareceu-me que Brito não quis colocar Gaspar e Bruno Mendes na mesma equipa porque não quis jogar com dois adaptados na segunda parte. Por outro lado, sempre deu para ele ver Vilas Boas a regressar à sua posição original.
No meio-campo, se Adriano está numa fase de ambientação, já Vitor Gomes na segunda equipa foi mais empreendedor e disponível que R. Chaves e parece-me ter ganho vantagem. Entre estes três um ficará de fora, tenho Wires como intocável.
No ataque, apesar de mexido e de até ter feito um golo, Chidi foi perdulário e não é o ponta de lança que precisamos.

Por isso a questão é mesmo central: falta um defesa e um ponta de lança. E o míolo, em minha opinião, ainda não está definido.

O meu comentário (JPM): só concordo contigo relativamente a Bruno Mendes, que - tendencialmente - não será o central que Brito quer para titular; já no meio campo, acho que Wires vai ser sacrificado; para mim a dúvida não é Wires; é se Ricardo Chaves será titular; Vilas Boas, Vítor Gomes e Adriano serão talvez os titulares; veremos...; o ataque é o único sector sem dúvidas (com os actuais elementos): Sidnei, Tomás e Bruno Gama;

O meu comentário (GIL) ao teu: comparativamente, acho Wires melhor "equipado" que Chaves. É mais móvel, mais rápido, mais polivalente (médio ou defesa), mais participativo. A única vantagem (?) de Chaves é ser o único médio canhoto da equipa (Ricardo Martins também é, mas não creio que seja aposta do treinador).

19.7.09

O que os outros disseram do jogo de ontem

O Record diz que o Rio Ave não acusou o esforço do estágio e que teve mais poder de fogo, o Maisfutebol surpreendeu-se com o lugar de Vilas Boas.
Já os nossos colegas rioavistas estão optimistas para o futuro e o Rio Ave a vencer faz destaques individuais para, entre outros, Bruno Gama e Chidi.

Mais um blogue - agora a claque

Saúdamos mais um blogue que fala do nosso Rio Ave.

Isto sim, seria marketing

Um jogo do nosso Rio Ave contra o Rio Ave deles! (sim, quantas equipas terão, num outro continente, um verdadeiro homónimo?)

PS - Futebol society...

Cícero?

O Rio Ave está perto de assegurar o avançado Cícero, emprestado/dispensado pelo Guimarães, ele que já jogou no Braga e no Dínamo de Moscovo.

O meu comentário: lembro-me dele no Braga (era um avançado um pouco acima da média); pode ser uma revelação e a forma de relançar a carreira; como sempre, acho que nos compete dar o benefício da dúvida e - genericamente - apoiar o jogador!

18.7.09

Treino com Freamunde: 3-1 resultado final

Equipa: Carlos (João); R Martins, B Mendes, Serrão, Magno; Tarantini, Terroso, V Gomes; Evandro, Chidi, Wesllem.
Equipas menos coesas e futebol menos interessante apesar de haver mais espaço. No Rio Ave a presença de Serrão a central evidência a lacuna para a posição. Dos reforços, ninguém se destacou. Dos jovens da formação, Terroso tem muita pinta e Serrão e Martins por jogarem deslocados das suas posições naturais não se evidenciaram. O avançar do marcador foi assim: 1-1 após mau alívio de Carlos, 2-1 por Chidi isolado após excelente passe de Evandro, 3-1 por Evandro de penalty. Carlos defendeu um penalty com o resultado em 2-1.

Treino com Freamunde, 1. parte

Mora; Sílvio, Vilas Boas, Gaspar, Zé Gomes; Chaves, Wires, Adriano; Sidnei, Tomás, Gama.
1-0 Adriano de livre, com bola a tabelar num defesa contrário.

Domínio do Rio Ave com algumas oportunidades e jogadas interessantes. Uso preferencial do lado direito, com Zé Gomes muito bem e Gama ainda preso de movimentos, mas com pormenores que não enganam. Wires mais em jogo que Chaves e Adriano ainda sem entrosamento, mas a prometer. Vilas Boas a central é meia supresa.

17.7.09

Boas questões

... as que se podem ler neste texto dos colegas rioavistas;

O meu comentário: sobre André Serrão escrevi aqui há poucos dias.

Eusébio aprendeu com os erros?

«Os jogadores que pedi não vieram e ainda preciso de mais quatro ou cinco com experiência. Caso contrário teremos de redifinir objectivos (...) Os [jogadores] que transitaram para esta época eram, na maioria, segundas escolhas» (João Eusébio em A Bola de hoje)
«(...) quem está mal... muda-se. (...) O treinador quer mais? Que os traga e que lhes pague» (José Mendes, presidente do Covilhã, em A Bola de hoje, que acrescenta que, depois desta troca de argumentos, houve uma reunião que sanou as divergências)

A dor de cabeça de Brito (ACT)

Acredito que o 'excesso' de opções não seja para Carlos Brito uma dor de cabeça - acredito que ele sabe lidar com o 'problema' e que até acha que é um bom problema.
A dor de cabeça do nosso treinador é o central que falta.
Já o disse mais do que uma vez, acredito que este será o ano de Fábio Faria.
Mas o jogador tem de mostrar, como é evidente. E tem de haver alternativas válidas.
Neste momento há Gaspar - que será titular, em princípio - e Bruno Mendes; mas Bruno Mendes não foi opção para Brito (foi Edson, lembram-se?). Por isso, é lógico dizer que falta um central e que Brito contava com Renato para esse lugar.

PS - a Bola de hoje diz que Edson é novamente o alvo; Edson é jogador do Figueirense (actualmente série B do Brasileirão) e só faz sentido se não tivermos de pagar o seu passe, certo? ACTualizo com mais estas informações de O Jogo: Edson ganha muito bem no Brasil e o Rio Ave não tem hipotese de se aproximar!

A homenagem a Niquinha

...será feita antes do jogo com o Sporting (10ª jornada); Niquinha «entrará em campo para, se a Liga permitir, dar o pontapé de saída simbólico e, na presença dos seus familiares, ser aplaudido pelos seus adeptos nos últimos 12 anos» (A Bola)

O meu comentário: é positivo que se faça a homenagem; mas o que está previsto são os chamados 'serviços mínimos' (acho, portanto, pouco) para quem esteve ligado tantos anos ao Rio Ave e tanto jogou (sim, é bom não esquecer que Niquinha foi sempre dos melhores em campo e foi ainda na última época que dele se escreveu isto)

Coentrão vai ficar no Benfica

Jorge Jesus acabou ontem com qualquer dúvida: Coentrão não está a prazo e vai jogar.

PS - não vai demorar muito até que Coentrão seja titular e Di Maria esteja no banco, assim o jogo de cabeça não seja superior ao jogo de pés... Força Coentrão: os rioavistas desejam-te sucesso (menos contra o rio Ave, aí arranja uma lesão ou um castigo...)

16.7.09

Yazalde não vem (ACT)

Tantas vezes se falou da vinda de Yazalde que já acredito que venha. Além do mais tem estado lesionado (pubalgia) pelo que precisa de tempo para recuperar. No Braga?

No JN de hoje, ASC confirma que o avançado não será Yazalde, quando diz que o central e o avançado serão provavelmente estrangeiros e que conta fechar o plantel esta semana

PS - faz sentido que venha mais um avançado, uma vez que - com Evandro (que não me parece ter perfil para extremo e muito menos para ponta de lança) - há seis avançados e sempre se falou em mais um; o 'suplente' de João Tomás é Chidi? (Sidnei e Wesllem; Bruno Gama e Evandro; Tomás e Chidi?)

ACTualizo a 17/7: Yazalde jogou ontem e até marcou!

Vão ser 27?

Brito queria 25 jogadores, mas vão ser mais.
Estão 24 em Ofir, vêm Trigueira e Fábio Faria (mesmo que João saia), ficam 25; mais um central e um avançado, dá 27.

Adriano, marcador de golos!

É artilheiro e marca muitos golos, diz ao Record

PS - Disse, e mantenho, que me parece surpreendente que chamem craque a um jogador que em ninguém em Portugal terá visto jogar; mas Jorge Mendes não se iria interessar se ele não fosse acima da média...

O meu comentário: estou muito curioso para saber em que lugar vai Adriano jogar; à frente dos dois médios mais defensivos (nesse caso, quem sai, Vítor Gomes, Vilas Boas ou Ricardo Chaves)? Na frente? como extremo?

15.7.09

O que eu vi hoje em Ofir

- todos os jogadores em condições (Bruno Mendes poupado em alguns exercícios);
- os dois novos reforços (Carlos um bocadinho gordo, Adriano com pormenores interessantes);
- excelente disposição e ambiente;
- bastante confiança!
E vim de Ofir ainda mais animado!

Coentrão no Guimarães?

O Jogo diz que sim. E diz que o jogador, sendo dispensado por Jesus, irá pedir a rescisão. E que há vários clubes interessados, entre eles o Rio Ave. Mas que o Guimarães tem direito de preferência.

O meu comentário: adorava ver Coentrão em Vila do Conde; com ele, a equipa poderia lutar pela primeira metade da tabela classificativa. Mas já fizemos a nossa 'loucura' anual (Bruno Gama é certamente o jogador mais caro do plantel além de que me parece normal que tenha recebido um prémio de assinatura; Tomás, Ricardo Chaves ou Carlos não são jogadores para ganhar 1500 euros/mês) e preocupa-me o pós-ASC. Por isso, tal como sigo na minha vida, não havendo dinheiro também não há vícios...

O caso André Serrão

A presença de André Serrão no plantel é, para mim, uma das grandes surpresas.
A determinado passo pensei que entraria mas seria novamente emprestado, mas todos os dados dizem que vai ficar.

O meu comentário: escrevi que André Serrão, na última época em que esteve na primeira equipa, não era jogador de primeira liga (muito medo de arriscar, pouco empolgamento). Sugeri que saísse para evoluir. E saiu. E voltou. Não sei como está. Mas não desgostei do que vi no sábado, no lugar de Vilas Boas. Uma coisa é certa: ou me engano muito, ou não vai ter muitas oportunidades nesse lugar onde há, além do ANdré, Ricardo Chaves, Vítor Gomes e Wires. Valerá a pena ficar? Vale a pena ver como está o seu futebol, mas sair mais tarde será mais difícil

PS - Nem Vizela nem Covilhã, continua a não haver solução para os dispensados.

Fábio Faria a defesa-esquerdo...

... ontem na selecção!

O meu comentário: claro que o que importa é jogar, mas Fábio Faria é defesa-central, é nesse lugar que treina todos os dias; não é a mesma coisa, certo?

14.7.09

O central que falta

Não vindo Renato e estando declaradamente o Rio Ave no mercado, porque não tentar Miguel Garcia? Sim, o tal que marcou o golo que levou o Sporting à final da Taça Uefa.

Miguel está desempregado depois de jogar em Itália e seria uma excelente contratação. Apesar de ter jogado a lateral em Alvalade fez quase toda a formação como central. O seu nome consta ainda da lista de jogadores desempregados do Sindicato de Jogadores Profissionais. Valdir, hoje no Rio Ave, também lá esteve.

Uma 'promessa' que me deixou muito curioso

«Adriano quer provar que pode ser o novo patrão» (diz A Bola)

Mais sócios

Fica uma sugestão para tentar ajudar à campanha de angariação de novos sócios que a Direcção vai lançar: porque não pensar no cenário em que actuais sócios indicam novos sócios, numa espécie de apadrinhamento? Poderia haver algum tipo de incentivo para quem indicasse novos sócios (em 'regulamento' a criar) e até uma distinção para o sócio que indicasse mais.

O meu primeiro onze para Leiria...

Guarda redes: Carlos
Defesa: Zé Gomes, Gaspar, Fábio Faria e Sílvio
Meio Campo: Vilas Boas, Ricardo Chaves e Vítor Gomes
Ataque: Sidnei, João Tomás e Bruno Gama


(Falta mais de um mês; nem todos os jogadores começaram a treinar, ainda falta um central e um avançado; só houve um jogo-treino; mas o adepto que vive intensamente não pode deixar de especular; e, claro, voltarei a actualizar)

O meu comentário: ESTE RIO AVE É BEM MAIS FORTE DO QUE O DO ANO PASSADO, apesar da saída de Fábio Coentrão e de Miguel Lopes.

PS - Eis o 'onze' que o Record hoje apresenta: Carlos; Magno, Gaspar, Vilas Boas e Silvio; Ricardo Chaves, Vitor Gomes e Tarantini; Bruno Gama, João Tomás e Sidnei (ou seja, tirando a baliza e o ataque, há diferenças; alguém acredita que Vilas Boas vá ser central?)

O meu onze seria:

Carlos
Wires, Gaspar, Bruno Mendes, Sílvio
Vitor Gomes, Vilas Boas e Ricardo Chaves
Gama, J. Tomás, Sidnei

Wires apesar de render mais a meio-campo é mais veloz e mais versátil que Zé Gomes; já Bruno Mendes tem a experiência de jogar ao lado de Gaspar e o novo elemento que chegue terá de mostrar serviço até ser opção. No meio-campo, uma selecção de combate e mais defensiva para já. Brito gosta de ter um pensador tecnicista, mas para já não existe. Adriano? Terá de provar. O ataque é unânime.

Gil

Carlos - um guarda-redes que faz a diferença (ACT)

As minhas 'preces' foram ouvidas - o Rio Ave contratou um guarda-redes que pode fazer a diferença. Não é Kieszek, mas é Carlos. Eu lembro-me bem dele!

O meu comentário: além de ser um guarda-redes muito acima da média, Carlos também é conhecido por ser um temperamental, mas estou certo de que Brito vai conseguir potenciar o excelente que Carlos tem; ele é um daqueles guarda-redes...

Saúdo a chegada de Carlos. Não sendo um elemento excepcional, acredito que venha mesmo a fazer a diferença, tal como refere o JPM. Carlos está ligado a alguns frangos e a uma história recambulesca na Roménia. Mesmo assim acho que tem imenso valor e que é uma mais valia.

Gil

ACTualizo a 15/7: «É mais um desafio que vou encarar com muita ambição", garante.Carlos já conhece o treinador Carlos Brito dos tempos em que alinhou no Boavista: "Gostei de trabalhar com ele como treinador, apesar de termos trabalhado por muito pouco tempo. Fui para a Roménia logo em Janeiro. Por aquilo que conheço dele é um excelente trabalhador"»

Rio Ave procura um central

Renato fica no Brasil

Finalmente a clarificação; falta resolver o problema

«Ronaldo, Jorge Humberto e Bruno Novo também não se deslocaram a Ofir»

13.7.09

E que tal

actualizar o plantel no site oficial, assim como o calendário de jogos?

Paim não, Paim sim?

Este curioso fenómeno enquanto juvenil tarda em afirmar-se. Irá ainda a tempo? Se abaixo digo que Gama é novo para se relançar, já Paim não tem relançamento possível porque não mostrou nada a nível sénior. Foi uma promessa dois escalões abaixo, mas só isso.

Fábio Paim deve estar a procurar colocação e se a nós outro extremo não parece de momento fazer muita falta, já Celsinho que também está ligado ao Sporting podia ser o número 10 que ainda nos falta. Por que não tentar?

Não vi

o jogo-treino com o Feirense. Não devo falhar com o Freamunde, até porque as saudades do futebol são grandes.
O resultado vale o que vale. Além de ganhar ritmo, espero que estes jogos sirvam para perceber o que está menos bem e corrigir a tempo. Recordo-me de no ano passado ver o Rio Ave jogar na pré-época com o Leixões e de assistir a imensas queixas dos adeptos matosinhenses. O treinador foi contestado e entre os jogadores, Zé Manel foi o mais visado. Mota aproveitou bem uma pré-temporada menos conseguida para corrigir a equipa e fazer um campeonato excelente. Espero que o Rio Ave consiga isso também.

Quanto à chegada de Bruno Gama (com um contrato de 3 anos), em teoria é o melhor reforço. Pessoalmente não aprecio quando um jogador chega a um clube com o intuito de "relançar a carreira". Bruno é muito novo para isso. Acho que chega para crescer e tem em Brito um treinador que costuma potenciar o melhor de cada atleta (Dibo, Nascimento, Jaime, ...). O nome que carrega tem tradição. Agora ele só precisa de mostrar o que sabe.

Adriano chega hoje e vai logo para Ofir (ACT - já chegou)

A Bola garante que Adriano aterra hoje e segue para Ofir. O jogador rescindiu na sexta-feira com o Coritiba, até porque não fazia parte das opções de Renê Simões (esteve em Guimarães, depois de Marinho Peres, lembram-se?).

A Bola garante também que Adriano é um médio criativo (embora depois lhe chame avançado).

Finalmente, o mesmo jornal chama-lhe 'craque'.

O meu comentário: desconfio que ninguém em Portugal o conhece muito bem; daí que me pareça surpreendente chamar 'craque' a um jogador que raramente jogou . Ainda assim, como sempre faço, dou o benefício da dúvida, até porque o Coritiba é do brasileirão... Gostava que Adriano fosse um médio criativo que faz falta ao Rio Ave, como novamente se viu no sábado. E, claro, gostava que fosse mesmo craque (sem aspas!)

ACTualizo: já chegou! (a notícia do site do Rio Ave diz que é avançado, a de A Bola que é um médio ofensivo...; desculpem estar a insistir na coisa, mas são um avançado não é um médio, certo?)

Brito quer mais um central (Renato jogou ontem no Brasil)

Se Renato não vier, Brito quer outro central (diz o Record de hoje).

PS - Renato chegou ao Marília (da série C do Brasileirão) no final de Maio, mas em Julho já se despedia para vir para Vila do Conde; o jogador anunciou que já se tinha comprometido com o Rio Ave há muito tempo mas ontem não só jogou como até foi polémico...

O meu comentário: no mundo ideal, todos os jogadores deveriam estar presentes no estágio; nalguns casos percebe-se que isso não aconteça, noutros é mais difícil de entender, mas a Direcção terá certamente alternativas para resolver rapidamente a questão. Quanto a Renato, as coisas não estão muito bem...

E vocês?

O sócio 2259, acompanhado pelo 4912, que também é João, já foram à secretaria entregar os papéis para a renumeração!

12.7.09

Niquinha será homenageado!

A Bola de ontem garante que haverá uma homenagem a Niquinha, coincidindo com a visita de um 'grande'; espero que não seja apenas uma placa ao intervalo.

Niquinha esteve ontem nos Arcos, mas sem equipamento...
Foi a primeira vez em 12 anos.
Custa vê-lo sem chuteiras e calções.
Como disse ontem ao Paulo Vidal, encontro-me 'em negação'; para mim é como se Niquinha estivesse lesionado e não pudesse dar o contributo à equipa...

Paim é 'tanga'?

É o que parece.
Ninguém do Rio Ave confirma (pelo contrário, ASC só falou no guarda-redes e nos dois brasileiros, mas ainda há Yazalde...), o empresário também não, e não me parece que o Rio Ave precise de mais extremos.

Saída de Bruno Gama dos 'dragões' mal digerida

podem ler aqui como a saída de Bruno Gama não foi pacífica: afinal custou muito dinheiro e não rendeu ao FC Porto o que seria de desejar (dizem...).

O meu comentário: sobre a vinda de Bruno Gama já disse tudo; conto que ele venha a ser um dos trunfos da equipa, titularíssimo absoluto e grande revelação do campeonato. Mas compreendo quem se queixa; afinal o FC Porto compra Silvestre Varela e manda embora Bruno Gama???? (ainda bem, digo eu!); Caro Bruno: esquece o passado e toca prá frente...

Ronaldo no Covilhã?

É o que diz O Jogo.

11.7.09

Yazalde está para chegar? (ACT x2)

Antonio Silva Campos quer o avançado que falta até segunda em Ofir...

PS 1 - Trigueira vai chegar mais cedo...

PS 2- e então os dois brasileiros (Renato e Adriano) que foram anunciados?

ACTualizo a 12/7: Adriano e Renato devem chegar antes do início do estágio; Mas O Jogo acrescenta que há um problema entre Renato e o seu empresário e que aquele pode chegar mais tarde. Agora é A Bola que diz que há problemas no Brasil (e que não passam pelo empresário mas pelos clubes a que Renato está ligado).

Começar em Leiria... (ACt)

... e acabar com o Benfica (na Luz, e não em Vila do Conde, como escrevi - mas sem Mantorras, por favor!)

ACtualizado a 12/7:
2ª jornada: Rio Ave - Setubal
3ª : no Leixões
4ª: receber o Nacional
5ª: ir a Paços
6ª: receber a Académica
7ª ir ao Nacional
8ª: receber o Braga
9ª: ir a Olhão
10ª: receber o Sporting
11ª: ir ao FC Porto
12ª: receber o Belenenses
13ª: ir ao Marítimo
14ª: ir a Guimarães
15ª: receber o Benfica

O meu comentário: parece um calendário equilibrado; terminamos fora, na Luz, o que pode ser menos bom (mais dificil de pontuar, teoricamente) e temos dois jogos em casa na antepenúltima e penúltima (com Marítimo e Guimarães; Europa?).
Objectivo: ter 12 a 15 pontos na altura em que recebermos o Sporting! Demasiado ambicioso? Temos de ser (bastante) mais ambiciosos do que na época passada e pensar em ganhar alguns jogos fora!

O primeiro jogo treino

Algumas (várias...) notas:

- Brito apresentou um primeiro onze (Mora, Magno, Gaspar, Bruno M, e Silvio; Vilas Boas, VGomes e Ricardo Chaves; Evandro, João Tomás e Sidnei) que não andará muito longe do onze titular (seis ou sete serão titulares);

- Mora não será o guarda-redes e Evandro não será o extremo direito; Magno também não fez um bom jogo; José Gomes , da segunda parte, esteve melhor;

- O Feirense da primeira parte foi melhor do que o Rio Ave que quase não criou ocasiões de golo. Tudo ainda muito verde e branco. Gostei, dos primeiros onze, de Sidnei.

- Continua a faltar um homem que leve a bola do meio campo para o ataque; poderá ser Bruno Gama (ou será 'apenas' extremo?);

- da segunda parte (Mora, depois João, Zé Gomes, Jorge Humberto, Bruno Mendes e Valdir; Serrão, Wires, Terroso e Tarantini; Chidi e Wesllem) gostei de Zé Gomes, de Terroso e de WEsllem); Serrão também fez um bom jogo (a trinco).

- Várias oportunidades de golo, por Terroso e Tarantini (que marcou). O ataque continua inoperante?

- Bruno Novo, Ronaldo e Ricardo Martins não tiveram hipótese. Um sinal para o futuro;

- Com dois centrais ausentes (Fábio F na selecção e o misterioso Renato desaparecido), Bruno Mendes fez os 90 minutos - foi o único - e Jorge Humberto teve uma hipótese);

- é urgente reduzir o plantel, mais por questões de 'ambiente' do que - mas também- financeiras;

- Resultado justo por cada clube dominou uma parte, mas a segunda do Rio Ave poderia ter marcado mais um ou dois golos; o Feirense da segunda também era muito mais fraco. Mas é evidente que os nossos suplentes deram nas vistas.

- cerca de 200 adeptos a assistir (só animados pela segunda parte).

EM resumo, foi fraco, mas não era de esperar outra coisa, com tão pouco tempo de trabalho.

10.7.09

Paim de novo?

Via Rioavistas cheguei a esta notícia: Fábio Paim vem para o Rio Ave.

O meu comentário: é certo que o jogador precisa urgentemente de relançar a carreira, é certo que é representado por Jorge Mendes, é certo que já foi considerado um extremo talentoso, mas - sem querer retirar o benefício da dúvida que devemos dar sempre aos nossos jogadores - é certo também que me preocupa o excesso de jogadores; e os custos desses jogadores; além disso Fábio Paim já teve uma passagem 'acidentada' por Vila do Conde (e saiu quando Brito já era o treinador). Já não havia extremos suficientes? De qualquer forma, se vier por bem será bem vindo!

Expectativas para amanhã

É apenas o primeiro jogo, com menos de uma semana de trabalho, ainda faltam jogadores (os dois que estão na selecção, os dois brasileiros que ainda não aterraram, mais Bruno Gama e Yazalde?) e, por outro lado, há jogadores a mais (aos actuais 24 não podem juntar-se mais cinco, mesmo que João, o guarda-redes dos juniores, saia).

Por isso as expectativas não podem ser grandes.
Mas é, caramba, o primeiro jogo!
Eu quero ver os reforços jogar (sobretudo aqueles que não conheço, que são todos excepto José Gomes, João Tomás e Ricardo Chaves), quero rever Tiago Terroso, quero 'apalpar' as primeiras ideias de Carlos Brito e, já agora, constatar se há lugar a alguma surpresa (face àqueles que treinaram durante a semana).
Por isso lá estarei amanhã de manhã.

PS - A Linear faz o relato; haverá surpresa nos comentários...

Bruno Gama chega hoje? (ACTx3: é oficial!)

A Bola diz que sim, que o jogador tem tudo acertado com o Rio Ave. Já o jogo diz que «os adeptos do Rio Ave poderão ver hoje duas caras novas, Renato e Adriano, que chegam do Brasil» (ACT: pelo menos de manhã não chegaram).

PS - é incompreensível, mas o Record não traz hoje qualquer informação sobre o Rio Ave


ACTualizo: «Bruno Gama vai vestir a camisola verde e branca na temporada 2009/2010»

ACtualizo novamente: BG vai ser apresentado antes do jogo com o Feirense

O meu comentário: neste momento estou a aplaudir (e a escrever...). Tenho grandes expectativas relativamente a Bruno Gama. Apesar de ser um extremo de raiz, acredito que pode vir a desempenhar um bom lugar (também) na frente dos dois médios mais recuados. Mais uma vez estiveram bem os nossos dirigentes e foi decidiva a intervenção de Jorge Mendes. É pena que o «site» não esclareça se vem emprestado ou se, como um jornal dizia, passa a ser jogador do Rio Ave; isso seria ouro sobre... verde! Já o veremos amanhã em campo?

ACTualizo a 11/7: rescindiu com o FC Porto e é jogador do Rio Ave.

9.7.09

Contratações e renovações

O tempo é de chegada de novos jogadores, mas já que se está com a mão na massa, porque não acautelar alguns contratos dos que já cá estão?

Do treino desta tarde

12 para cada lado.
Brancos: Mora, Valdir, B Novo, B Mendes, Z Gomes; Serrão, V Gomes, R Chaves, R Martins; Sidnei, J Tomás e Ronaldo.
Azuis: João, Sílvio, Humberto, Gaspar, Magno; Tarantini, Vilas Boas, T Terroso, Wires; Wesllem, Evandro, Chidi.

Treino específico de cruzamentos e finalização de cabeça e depois treino de conjunto de novo com jogo ofensivo sempre pelas alas com cruzamentos para a finalização.
Apesar do excesso de homens em campo, é clara a aposta de Brito no 4-3-3. Como o JPMeneses já tinha dito, o treinador foi de novo muito interventivo. Já há muito que eu não assistia a um treino de Brito e a forma de estar deste treinador em muito contrasta com a atitude passiva e contemplativa de Eusébio.

Os números

Já estão nos calções. Parece natural que quem vem da época anterior mantenha os seus números (Gaspar é o 2, Bruno Mendes 28), mas por serem de pequeno tamanho não consegui ver todos da bancada. Dos reforços Valdir é o 55, João Tomás o 9.

Faltava o 5...

Os primeiros onzes?

Talvez não tenham sido os primeiros onzes, mas foram os primeiros que eu vi; esta manhã.

Onze para cada lado mas sem guarda-redes (treino de posse de bola, passe curto, desmarcação, algum posicionamento táctico, em campo mais curto e sem balizas):

Zé Gomes, Jorge Humberto, Bruno Mendes e Sílvio; Vilas Boas, Wires, Ricardo Chaves e Ricardo Martins; Wesllem, Sidnei e Chidi.

Magno, Gaspar, Bruno Novo e Valdir; André Serrão, Vitor Gomes, Tiago Terroso e Tarantini; Evandro, João Tomás e Ronaldo.

O meu comentário: como faltam centrais (Fábio faria e Renato, que ainda não chegou), Bruno Novo fez o lugar; Ricardo Martins muito mexido; Brito muito interventivo; não há lesionados.

PS - ou seja, continuam os mesmos 24 (22 mais os dois guarda-redes, por conta de Lúcio) - não saiu nem chegou ninguém desde a vinda de José Gomes.

Mário Felgueiras ou Kieszek?

Tem sido um dos folhetins da pré-temporada e já estaria resolvido se Jorge Jesus continuasse em Braga; António Salvador comprometeu-se com ASC para enviar Kieszek, mas o compromisso estaria sempre dependente do que dissesse o treinador. Domingos ainda não se decidiu, mas o nosso novo guarda-redes virá de Braga. Enquanto o Record de hoje diz que Mário Felgueiras deverá chegar a qualquer momento (Em vias de ser resolvido está o caso do guarda-redes a contratar. Mário Felgueiras, do Sp. Braga, pode integrar o plantel a qualquer momento.»; ainda antes do estágio do Braga que hoje começa?), a Bola deixa claro que Kieszek não irá para Setúbal, porque «vai para outras paragens»; significa que vem para Vila do Conde? que será dispensado? que vai ficar em Braga?

O meu comentário: Brito deve estar um pouco apreensivo; sem Trigueira (no estágio) e sem outro guarda-redes, é difícil começar a entrosar a equipa. Mora amanhã será titular, mas seria uma grande surpresa se o voltasse a ser.

Bruno Gama perto...

... diz o Record.
O que é surpreendente nesta notícia é que o jogador não virá emprestado mas rescinde com o FC Porto e será jogador do Rio Ave: «O acordo com o jogador é total, mas falta a desvinculação com o FC Porto. O avançado de 21 anos tem contrato por mais uma época e os dragões estão na disposição de abdicar desse ano, salvaguardando, contudo, no acordo com o Rio Ave uma opção de compra ou percentagem numa eventual venda. Na prática, será um processo idêntico ao que conduziu Diogo Valente para o Sp. Braga.»

PS 1 - Candeias vai para Setúbal, para compensar a vinda de Bruno Gama.

O meu comentário: aplaudo; é uma valorização dos activos do clube; claro que o FCP tem acautelada uma percentagem numa futura venda, mas BG é bom jogador e pode fazer uma grande época.

8.7.09

Esquecidos?

É impressão minha ou o Rio Ave, formalmente, na página oficial, ainda não confirmou a contratação de Sidnei, na linha do que fez com outros reforços (para além desta frase: «Na sala estiveram presentes os reforços Ricardo Chaves, Magno, Wesllem, Pedro Trigueira, Sidnei, Valdir, João Tomás e o ex-Júnior João Ferreira»)?

Também, se não estou em erro, há mais dois jogadores com quem Brito não conta ainda (além destes «Carlos Brito não conta ainda com a presença de Pedro Trigueira e Fábio Faria, por estes se encontrarem ao serviço da Selecção Nacional, nos Jogos da Lusofonia»): Adriano e Renato, que estarão para chegar e cujos nomes foram distribuídos à comunicação social na segunda-feira.

Carsberg Cup - arranque a 23 de Setembro

Belenenses, Oliveirense ou Gil Vicente são o nosso grupo.


(Se for o Belenenses e o Gil Vicente, podemos dizer que foram as duas nossas 'bestas' da época passada; se não estou em erro, foram as duas únicas equipas que nos ganharam sempre que jogaram connosco!)

O Sporting também - Gil

O interesse de ver um treino

Aproveitando o facto de estar a entrar muito cedo no trabalho, lá passei ontem à tarde pelo treino.
Deu para ver que todos estão em condições e que Brito não perde tempo: já estão a trabalhar questões técnicas, como a circulação de bola, a recepção e o passe. Só lá estive 20 minutos.
Deu também para ver que há jogadores mais empenhados do que outros, mas isso tanto depende do feitio (da personalidade) de cada um como da motivação.
Deu, finalmente, para matar saudades do perfume do futebol de Tiago Terroso (há um ano que não o via em campo). Ele tem um toque de bola (e foi só isso que se viu) que faz dele um jogador diferente. Vamos ver se junta a isso outras qualidades e se tem sorte.

Três podem sair por empréstimo

D' O Jogo "Entretanto, Bruno Novo, Ronaldo e Jorge Humberto devem ser cedidos a título de empréstimo, podendo os dois primeiros estar a caminho do Vizela." (acrescento isto, que me parece relevante: Daniel Ramos, novo treinador do Vizela, esteve ontem à tarde nos Arcos - jpm)

São boas notícias para clube e atletas. Diminuição de massa salarial, menos gente para a equpa técnica trabalhar e avaliar e os jogadores a estarem onde são desejados.

O irmão mais novo (ACT)

A Bola diz que "Se o regresso de José Gomes (Marítimo) já estava planeado há algumas semanas, apesar do fecho recente das negociações, a entrada do extremo Bruno Gama (V. Setúbal) só agora ficou confirmada.

O extremo-direito, que tinha mais um ano de contrato como FC Porto, vai ter os Arcos como morada na próxima época. Curiosamente, o jovem avançado até tem ligações familiares ao RioAve, considerando que o seu irmão, Augusto Gama, também foi atleta do clube e que, actualmente, integra a equipa técnica liderada por Carlos Brito."


No site oficial não há confirmação, mas a ser verdade considero esta uma excelente contratação.

O meu comentário (JPM): os leitores deste blogue não ficam surpreendidos com a notícia de que Bruno Gama viria. Há algum tempo que, por saber que esse cenário era muito provável, vinha insistindo. Estava, aliás, a contar com ele na segunda. É um elemento com valor. E vai fazer muito bem o vértice do meio campo, à frente de Vítor Gomes e de André Vilas Boas. Bem trabalhado pela direcção. E bem optado pelo mister.

ACTualizo: BG ainda não apareceu em Vila do Conde.

7.7.09

Problema de identidade

Já se sabe que Keita vai ser jogador do Setúbal. Hoje o Record traz uma notícia com foto do jogador envergando a nossa camisola. A questão é que não é Keita, mas sim Chidi.
Keita está sempre ligado a equivocos: dizia-se goleador e marcar golos era como petróleo no Beato e agora até lhe trocam o rosto. São vidas...

Coentrão recusa Rio Ave

Não, não foi Fábio Coentrão, mas sim Rui Coentrão, ex-jogador das camadas jovens do Sporting e que é internacional sub-16, sub-17 e sub-18. Ontem ouvi a notícia na Rádio Mar: tinha assinado pelo Varzim onde treinará com os seniores para jogar pelos juniores. No Póvoa Semanário a notícia é datada de 2 de Julho.

Pelo que consegui apurar, Rui é irmão de Pedro Coentrão do Rio Ave e terá recusado ligar-se ao nosso clube porque estaria descontente com o tratamento que o irmão recebeu em Vila do Conde. Facto ou fantasia?

Na minha ausência

das lides de escrita no blogue, foi quase uma pequena revolução operada no plantel e ainda não terá terminado.

À primeira vista destaco o seguinte:
- A Direcção em conjunto com a equipa técnica terá preferido contratar para não deixar fugir jogadores e só depois tratar das dispensas. Não deixar fugir jogadores que se consideram mais-valias parece um bom acto de gestão, mas como o João Paulo já aqui deixou escrito, pode originar problemas de muita ordem. Não sei o que se seguirá para os jogadores mais fragilizados por estarem à condição no plantel, mas a bem de todos que se resolva rapidamente o assunto. Por outro lado estranho que jogadores que no ano passado estiveram na Primeira Liga, mesmo quase sem jogar não tenham mercado nas divisões inferiores. O salário é bom aqui? Não há propostas aliciantes em termos desportivos? Confiam que este ano é que é?
Por outro lado, até agora temos 3 veteranos (Chaves, Tomás e Gomes) e os restantes são mais jovens cujo valor desconheço. Se a data de nascimento no BI não diz tudo (Niquinha provou-o), o caso de Zé Gomes parece o de quem vem para terminar carreira. Nada contra desde que seja para ajudar. Tenho dele a melhor das impressões.
Das saídas, surpreende-me a de Paiva que não sendo um fora de série é um valor seguro. Aos restantes boa fortuna, excepto contra o Rio Ave. Quanto a Niquinha, mais abaixo.
E posto isto, acrescento que a equipa não me entusiasma em demasia, mas tem todo o benefício da dúvida. O tempo dirá se as apostas foram certas.

- O “caso Niquinha” pareceu uma birrinha e entristeceu-me. Que falta de tacto! Parece que não há telefones, telemóveis, endereços de correio electrónico para se comunicar, para se conversar. Feio, muito feio. O assunto ficou resolvido, mas saiu toda a gente mal no retrato. E ainda ninguém o corrigiu. O comunicado de ontem no site oficial é pobre. Falta um elogio, um agradecimento, uma foto, um toque que faça a diferença. E uma despedida condigna do relvado. Habituei-me a admirar o brasileiro. Não sabia jogar mal. Pendular, polivalente, incansável, um relógio suíço, podia deixar-lhe um compêndio de elogios. Obrigado, muito obrigado!

- O orçamento desta época é um corte na política de despesas magras do passado. Falhei a Assembleia Geral e ainda não tive ocasião de me documentar devidamente. Um plantel só é caro se não render dentro de campo? Também é caro quando não o podemos pagar e hipotecamos o futuro do clube.

Uma homenagem para Niquinha

Volto ao assunto, agora que está assente o futuro de Niquinha.

Porque não pensar num jogo de despedida/homenagem, a realizar por exemplo quando fizer 38 anos? 12 anos sempre com a camisola do Rio Ave merecem isso, certamente.

Três dispensados

A Bola deixa claro aquilo que é aflorado noutras fontes: Bruno Novo, Jorge Humberto e Ronaldo não contam para Carlos Brito, apesar de terem estado na apresentação. «Qualquer um destes futebolistas está com guia de marcha, assim surjam propostas (...) mas as opções de Brito não passam por eles».

O meu comentário: preocupa-me uma eventual falta de respeito para com os jogadores, que são cidadãos como nós; precupa-me algum mau ambiente que possa ser criado, involuntariamente; preocupam-me os custos financeiros; uma dúvida: apesar do que diz A Bola, Brito disse ontem que «estar preparado para enfrentar o Campeonato com um plantel numeroso, caso venha a ser necessário».

PS - e André Serrão?

Não houve renovações

É uma coincidência, mas, como quase sempre acontece com as coincidências, é interessante: todos os jogadores que estavam em final de contrato foram embora: Paiva e César, Rogério Matias, Niquinha, Delson, Livramento e Henrique.

O meu comentário: Niquinha é uma espécie de excepção, pelas razões que se conhecem; Paiva e Livramento eram mal amados (e, sem serem maus jogadores, não fazem a diferença); sobre Delson já falei, Rogério Matias estava realmente em fim de carreira; César e Henrique são duas situações curiosas: não há nenhum rioavista que possa dizer que não gostava deles - não jogaram o suficiente para se poder isso ou o contrário; por isso resta respeitar quem os conhece de todos os dias, o treinador.

Yazalde e Mário Felgueiras certos...

... diz O Jogo.
Quanto a Bruno Gama, parece haver um braço-de-ferro com o Setúbal. É uma questão de dinheiros?

José Gomes é reforço (ACT)

«A Direcção do Rio Ave Futebol Clube chegou hoje a acordo com José Gomes. O defesa torna-se assim no mais recente reforço rioavista. José Gomes, de 32 anos, é natural de Vila do Conde e vai agora partilhar o palco do futebol com o irmão Vítor Gomes»

O meu comentário: ontem, quando escrevi que Bruno Novo estava no plantel, admiti a hipótese de não ser ele o segundo lateral direito; e isto porque Brito deixou claro que não conta com o jogador. Saúdo o regresso de José Gomes, que deu sempre o máximo quando esteve no Rio Ave e é um elemento com valor, mas só entendo a sua contratação se Bruno Novo sair. É que além dele, o Rio Ave fica com José Gomes, Magno e, para um recurso, Wires. É demais. E é dinheiro que se está a gastar. Isso preocupa-me, como já deixei claro mais do que uma vez.

ACtualizo: «O Plantel Profissional do Rio Ave Futebol Clube treinou, esta manhã, dia 7 de Julho, pelas 10H00. O defesa José Gomes marcou já presença, após ontem, Segunda-Feira, ter chegado a acordo»

6.7.09

Uma nova ambição?

«"a equipa lutará para se manter sempre nos dez primeiros para não sofrer as consequências da pressão dos últimos lugares".
"Vamos tentar manter-se nos meio da tabela, para que não andemos sempre nessas dificuldades", reafirmou depois António da Silva Campos, dizendo "esperar também que, com os reforços, a equipa se torne mais forte"

23 em campo (ACT)

Passei à tarde pelo ventoso Estádio dos Arcos para tirar os primeiros retratos, mas não tenho quase nada para dizer: contei (acho) 21 jogadores «de campo» mais dois guarda-redes. Conheço João Tomás, Ricardo Chaves, Valdir, mas os novos (Trigueira, Wesllem, Sidnei, Magno) não. Ou seja, não sei - em rigor - quem não estava.
Troca de bola, entrosamento, alguma corrida - eis o que se viu. Uns mais mexidos do que outros, uns mais leves do que outros, mas é só o primeiro dia.

PS 1 - «o defesa central Renato e o atacante Adriano, ambos brasileiros. Vão chegar mais tarde, tudo indica que até sexta-feira, devido "a problemas burocráticos", segundo explicou o presidente do Rio Ave, António da Silva Campos»

PS 2 - pela primeira vez em 12 anos, não estava Niquinha. Isto passa, mas sinto-me um pouco triste. «Segundo António da Silva Campos, Niquinha, agora, "vai fazer prospecção para o clube, no Brasil", seu país natal

ACTualizo a 7/7: penso que não me enganei; são para já 27, mas faltam dois reforços (Renato e Adriano) e há dois jogadores na selecção de sub21 (Trigueira e Fábio Faria). Estavam, dos novos, Wesllem (é baixote e tem barba), Sidnei e Magno

Com tranquilidade

«Fazer uma temporada tranquila é o objectivo dos responsáveis pelo clube»; «Perante os jornalistas, Carlos Brito e António Silva Campos presidente do clube, estão esperançados numa temporada tranquila, na I Liga, depois do sofrimento por que passou o plantel na temporada passada.» «O Presidente da Direcção realçou ainda o objectivo que vai acompanhar a equipa rioavista: a permanência obtida de forma calma e equilibrada. »

Adriano (ACT)


Adriano José Lara, brasileiro de União da Vitória, é apresentado pelo Rio Ave como avançado. Estava ligado ao Coritiba FC. Jogava antes no Malucelli Futebol S/A, «time de Curitiba. Pelo Jotinha, Adriano foi campeão da Copa Paraná 2007» (curiosamente nesta ligação também é apresentado como médio).

«O defesa Renato e o avançado Adriano estão assegurados mas não se concentraram esta manhã com a equipa

ACTualizo a 7/7: avançado ou médio?

Aqui estão as novidades fresquinhas

- o terceiro guarda-redes é, por agora, João (dos juniores)
- Bruno Novo e Jorge Humberto estão no plantel; Evandro e Chidi também; Ronaldo também;
- o central Renato é reforço (tal como Sidnei, que já fez testes na sexta-feira e o Rio Ave ainda não confirmou);
- André Serrão também faz parte da lista com o plantel, apresentada há instantes;
- Adriano (na lista dos avançados), ex-Coritiba, foi a surpresa nesta lista;

O meu comentário: as 'prendas' prometidas pelo nosso presidente não vieram (em relação ao Braga está explicado; relativamente ao FC Porto - o tal avançado que eu gostava que fosse Bruno Gama - não sei o que se passou); há cinco centrais, com Renato (que sempre veio, apesar do que volta a dizer hoje o JN); Bruno Novo será (com Magno) o defesa-direito? Wires é apresentado como médio; não há (ainda?) o médio de ataque; Adriano é a grande surpresa; a presença de André Serrão e de Ronaldo também surpreende. São 27 jogadores; e ainda faltam dois ou três [A Linear diz que podem entrar mais três jogadores]; alguns vão sair, certamente.

PS 1 - por tudo isto, a nossa lista em actualização não corresponde à que hoje foi distribuída;
vamos ter de esperar...

PS 2 - «Carlos Brito afirmou que o plantel pode sofrer ainda pequenas alterações, mas frisou estar preparado para enfrentar o Campeonato com um plantel numeroso, caso venha a ser necessário.» (do site oficial às 14h!)

PS 3 - aqui está a lista completa hoje distribuída nos Arcos-