7.8.08

(ACt) A derrota com o Leixões (e o 14º onze diferente)

Eis o que há a dizer do jogo-treino de ontem:
1) Eusébio apresentou o 14º onze da pré-temporada; não deve haver memória de uma coisa assim; onze no início mais onze ao intervalo.
Os primeiros onze:
Paiva,
Wires, Gaspar, Faria e Silvio
Delson, Tarantini e Livramento
Semedo, Chidi e Carvalhas
Os outros:
Mora
Vgomes, Bruno M, Jorge e Rogério Matias
Miguel Lopes, André VB, Niquinha e Evandro
Mateus e Henrique
2) comentários: Wires muito bem; silvio é uma agradavel surpresa; Chidi não serve a ponta de lança; Carvalhas tem muito que trabalhar e não convenceu ainda; Miguel Lopes a médio direito é estranho; ALípio não jogou (tal como os lesionados Bruno Novo e Ronaldo); de resto, o normal, bom ou mau, o normal (Mateus mais esforçado do que o habitual, mas igualmente trapalhão, Henrique um pouco preso; Vilas Boas quase a ser expulso, tal como Fábio Faria, o que seria uma repetição). Paiva muito intranquilo.
3) O resultado é o menos importante, mas gostaria de dizer que o Rio AVe, antes de sofrer o golo, mandou uma bola ao poste (Chidi, remate de fora da área) e houve um penalti clarissimo sobre Carvalhas; O Leixões precisava de ganhar aquele jogo; estavam TRÊS MIL pessoas na bancada (e era a pagar) e a assobiar alguns jogadores - ambiente muito pesado. Em sete jogos, o Leixões ganhou apenas dois, ao Freamunde e ao Rio Ave. Saímos faltavam 20 minutos para acabar o jogo.
4) Nota final: Chalana, o adjunto de Eusébio, lá estava, como sempre, mas voltou a não levar muito para contar. O Rio Ave terá finalmente uma equipa para mostrar no sábado? (começo a pensar que um ou outro reforço podem ser opções, nomeadamente Sílvio)

O Record diz que «Rio Ave com mais funcionalismos de organização e circulação de bola, mas também sem acutilância ou discernimento para surpreender» e o Jogo refere que «Na fase mais rica da partida, as equipas equivaleram-se no futebol positivo, e, depois de Roberto ter acertado na barra, foi Niquinha, por duas vezes, a colocar à prova os reflexos de Berger, sendo mais tarde imitado por Jorge Humberto, que levou o guardião austríaco a defender no limite para evitar o empate. Mais audaz na fase final da partida, os vila-condenses mostraram capacidade anímica para discutir os jogos até ao fim e alguma capacidade para se transformar ao longo do jogo»

No final Eusébio disse que «Já tenho uma ideia do que quero destes jogadores. Na primeira parte, houve mais circulação de bola, e na segunda metade a equipa foi mais objectiva e as transições foram mais rápidas. O equilíbrio estará em juntar essas duas realidades». O que é que isto significa?

A BOLA, entre outras coisas sobre o jogo, diz que Chidi já é jogador comunitário, mas que não quer saber mais dos romenos...

5 comentários:

Anónimo disse...

O Chalana deve andar meio confuso....lol.
Nem sabe o que há-de dizer ao Quique...lol.
Se o Leixões não ganhasse o jogo de ontem corria o risco de haver mortes...pois eles andam muito desesperados com o rendimento da equipa, e esta é uma das explicações para a derrota do RIO AVE a segunda penso que anda a fazer experiências a mais, já era tempo de apostar num onze tipo (Ó Chalana até Eu estou a ficar meio confuso...) e fazer umas substituições para acertos, pode ser que a táctica contra o Benfica seja precisamente o factor surpresa, ou seja, eles não saberem como vamos começar o jogo, mas vamos esperar que comece o campeonato e logo se verá.

O CATIVO

jpmeneses disse...

a questão é que mais cedo ou mais tarde Eusébio vai ter de escolher um onze (já sábado), e aí toda a gente vai ver...
O problema do Chalana é que o Quique anda a gozar com ele (não se manda observar jogos treino a mais de um mês de distancia); os últimos é coisa diferente.
o campeonato começa de sábado a quinze; é provavel que ainda haja outro jogo particular até ao Benfica.

Anónimo disse...

ainda estamos na pre epoca e ja tamos a ser gamados!!

Anónimo disse...

Bom blog. Gosto imenso. Houve um blog www.gazzetta-futebol.blogspot.com que numa analise ao rio ave preve a sua descida.

jpmeneses disse...

vamos lutar com Naval, Paços de Ferreira, Leixões. Quem de quatro tira dois... (mas acredito)