31.1.15

Juniores ganham 3-1 com a dupla de seleccionáveis (ATUAL.)

Dois de Jardel e um de Vitó.
Óscar, Ernest e João Cunha descansaram.
E assim, com o Rio Ave em 3º lugar na zona Norte, terminou a fase de apuramento.
Venha o sorteio da fase final, agora.

Tiago Pinto regressa, Bressan sai da convocatória (ATUAL)

É a grande novidade. Tiago Pinto de regresso.
Vilas Boas continua na convocatória.
Habib é uma carta fora do baralho

A lista completa dos 18:
baliza: Cássio e Ederson;
Defesa: Prince, Lionn, Vilas Boas, Nélson Monte, Marvin e Tiago Pinto
Médios: Tarantini, Luís Gustavo, Diego Lopes, Wakaso e Pedro Moreira
Avançados: Hassan, Boateng, Ukra, Del Valle e Jebor

(única certeza: só há 18 jogadores; Jebor estará no banco)
A ausência de Bressan é o principal destaque pela negativa

Ainda os 90 mil euros da Câmara Municipal

O JVC desta semana diz que ASC está 'triste e desiludido', sobretudo porque a Câmara da Póvoa dá 200 mil euros ao Varzim e a de Vila do Conde apenas 90 mil ao Rio Ave.


30.1.15

JVC queria Vítor Gomes e não Bressan

No JVC desta semana elogia-se Vítor Gomes, que o jornal gostaria de ter visto no plantel, em vez de Bressan

Não é querer dizer mal mas...

Habib foi contratado em contrarelógio por causa das varias lesões no centro da defesa (Marcelo, Roderick, Vilas Boas e mesmo Prince).
Mas sem certificado internacional não pode jogar.
Quem sou eu para criticar quem quer que seja, sobretudo se o processo não depende de nós?
Mas ter o certificado 'na mão' deveria ter sido a condição para contratar um jogador.
Com Vilas Boas de regresso, Marcelo mais perto e Monte e Prince em condições, Habib fica com menos hipóteses de jogar?

Hassan - agora é o Mónaco?

Ninguém sabe como é que isto vai parar, mas a verdade é que o Rio Ave tem sabido valorizar o jogador (em vez de o deixar ir para Alvalade, à primeira tentativa).
Agora aparece o Mónaco, segundo A Bola, interessado no jogador.

29.1.15

Vem um extremo - não podia ter sido Braga?

O Record diz que o Rio Ave vai fechar no fim de semana um extremo brasileiro.
Para fazer o lugar de Del Valle?
Para se afirmar na primeira equipa?
(só assim se entende a contratação, caso contrário mais valia apostar em Boateng ou Ernest)
Mas se vem um extremo, não seria de ter apostado em Braga (não acredito que o Gil Vicente tenha mais argumentos do que nós).

PS - e não vem ninguém para o lugar de Nuno Lopes? Ficamos só com Lionn?

Filipe Augusto não regressa

Com a chegada de Enzo Peres e as escassas vagas para extra-comunitários, chegou a ser falada a saída de Filipe Augusto do Valência. Para regressar ao Rio Ave ou voltar ao Brasil.
Agora aparece a noticia a dizer que vai ficar, embora parta como quinto médio da equipa.

A pior Taça da Liga

O finalista vencido da Taça da Liga da época passada vai terminar a participação deste ano em último - a menos que vença o Braga na próxima semana.
Desilusão?
Nenhum de nós estará satisfeito.
Mas, do meu ponto de vista, não há lugar a críticas.
Depois da derrota com o FC Porto as hipóteses de apuramento já eram diminutas. E Pedro Martins fez o que tinha a fazer: desinvestiu, apostou em jovens jogadores, não penalizou os principais jogadores com mais jogos, quando as prioridades são claras: os oito primeiros lugares do campeonato e, sobretudo, a meia final da Taça de Portugal (e para esses jogos temos de ter a equipa a cem por cento).

PS - o que espero é que (alguns d)estes jovens que têm tido a sua oportunidade nestes jogos da Taça da Liga possam ser aproveitados. Na futura equipa B?

Rio Ave perde 2-1 na Madeira (ATUAL.)

Com o União.
Boateng marcou para o Rio Ave.
Quatro derrotas...

(ATUAlizo)
Rio Ave com 
Ederson, Oscar, Cunha, Vilas Boas (Monte 45) e Marvin; Luis Gustavo, Abalo (Vitó 72) e Bressan (Bruno Sousa 66'); Boateng, Jebor e Ernest; (só falhei em Marvin, que levou a Abalo para o meio campo e Vitó começou no banco...)
Estreia de Bruno Sousa; Óscar, João Cunha, Vitó e Ernest repetiram;
Golo de Boateng a passe de Jebor; nos descontos Boateng acertou no poste.
(foto: Maisfutebol)
No final, Pedro Martins disse não estar arrependido e que os jovens mostraram muita entrega, sobretudo na primeira parte.

28.1.15

'Notícias' do mercado (algumas divertidas)

A Bola continua a dizer que o Sporting insiste em Hassan (pelos vistos a chamada de ASC para Bruno Carvalho não foi convincente...). O jornal diz que o Sporting quer assegurar os direitos sobre alguns jovens da formação Rioavista, citando o nome de Jardel.
Já o Record diz que há clubes estrangeiros de olho em Nelson Monte.
Mas entretanto continua sem chegar alguém para o lugar de Nuno Lopes.
E o passe de Habib Sow vem às costas de um caracol.
Contudo, a notícia mais curiosa é esta: o Braga não deixou o FC Porto (que tem o passe do jogador) emprestar Sami ao Rio Ave por causa da meia final da Taça de Portugal.
Salvador já manda em Pinto da Costa???

Ainda a vitória dos juniores em Freamunde

Um onze bastante diferente em Freamunde:

Maravalhas, André Gomes, Letras, Pessanha, Neiva; Bruno Pacheco, Chico (Diogo Lopes 46) e Sérgio (Virgilio 50); Iuri (Ivan 82), Jardel e Sala;
Letras (de Barcelos, há duas épocas em Vila do Conde),  Diogo Lopes (de Mesão Frio, recém chegado) e Ivan Machado (de Monção, há 3 epocas em Vila do Conde) são novidades absolutas.
André Gomes e Bruno Pacheco viram o vermelho e falham o ultimo jogo.
Iuri (2) e Jardel marcaram.

Ukra foi o melhor em Setúbal

Ukra foi o rei do Ave no Sado.
Marvin, com 17, foi o titular menos pontuado, mais 3 do que Bressan.

27.1.15

Yazalde em Barcelos, Braga em Penafiel

Vai agitado o mercado.
Yazalde e Braga - dois jogadores que gostavamos, penso, de ver em Vila do Conde.
Mas Yazalde é do Braga e o Braga não quer nada com Vila do Conde.
Braga seria uma excelente alternativa a Del Valle.

Metade do 12º Jogador

Vítor Carvalho tem aguentado estoicamente desde que Carlos Costa saiu do 12 Jogador, da Linear.
Mas uma coisa é conseguir debater, entre dois (ou três, ou mais) diversas ideias, outra coisa é termos apenas uma pessoa em estúdio.
Temo, face às dificuldades para encontrar uma alternativa, que o programa perca sentido.
E isso seria uma pena.

PS - declaração de interesses: escrevo este texto como Rioavista e como alguém que ajudou a criar a atual programação desportiva da Linear

Esmael de saída - confirma-se

Confirma-se o que aqui avançámos:  Esmael já partiu, voltando por empréstimo a Chipre.

Hassan afinal quer ir para o Basileia

O Record de hoje diz que Hassan já concordou em transferir-se para o Basileia (que pagará,diz-se, milhão e meio).
Curioso é que o próprio Record e também o O Jogo dizem que o Sporting não desistiu de convencer o jogador («o Sporting mantém-se firme»). Duplicando a proposta? Mas se já acordo com o Basileia...

A convocatória ainda mais diferente para a Madeira (Vilas Boas ok!)

Primeiro, Pedro Martins só leva 16 jogadores;
Segundo, mantém os seis juniores;
Terceiro: Vilas Boas recuperou e vai jogar;
Quarto: quatro avançados (Ernest, Iuri, Boateng e Jebor)
eis a mini-lista:
Cássio e Ederson;
Oscar, João Cunha, Vilas Boas, Monte e Marvin;
Abalo, Luis Gustavo, Bressan, Vitó e Bruno
Iuri, Boateng, Ernest e Jebor

(Ederson, Oscar, Cunha, Vilas Boas e Abalo; Luis Gustavo, Vitó e Bressan; Boateng, Jebor e Ernest?)

O pior momento da equipa?

Pela primeira vez somámos três derrotas - é preciso pontuar na Madeira, amanhã, para não agravar a estatística...
Como se explica?
Acho que não há uma explicação óbvia - e penso que a equipa não está em crise (quem joga como o Rio Ave jogou em Alvalade não pode estar em crise!).
Nem há, aliás, qualquer razão para essa hipotética e inoportuna crise.
Mas acredito que as lesões de longa duração, de jogadores preponderantes, estão a ter a sua influência.
Numa equipa como o Rio Ave, perder Marcelo, Tiago Pinto (o melhor elemento do plantel no momento da lesão) e Vilas Boas (além de Roderick), isso só pode ter consequências negativas. Estamos a falar de 75% da defesa!
( e não está em causa o profissionalismo de quem os substitui, como é evidente)


26.1.15

Jogar, folgar, fazer um treino e partir

A equipa voltou a descansar antes do jogo da Taça da Liga, o que significa que fará apenas um treino (amanhã de manhã) e embarca pouco depois para a Madeira, onde jogará na quarta com o União da Madeira.
É de esperar uma convocatória na linha da que aconteceu com a Académica.

Esmael já foi?

Não jogou ontem e, ouvi dizer, já nem estará em Portugal.
Falta saber se saiu emprestado ou se o passe foi negociado definitivamente.
(em qualquer dos casos, Obrigado Esmael)

PS - por falar em jogadores (que poderão estar) de partida: Jebor foi novamente o 19º!

Hassan: braço de ferro? (ATUAL.)

A comunicação social insiste que Hassan prefere o Sporting.
Esperemos que não haja qualquer braço de ferro entre o jogador e o Clube.
E o jogador diz que não falou com ninguém.
Mas, atenção: o Basileia parece que nega a notícia: «Sie ist frei erfunden» (é fictícia).

Chidi (lembram-se?) no Famalicão

Já saiu há cinco anos de Vila do Conde, mas a maior parte ainda se lembrará de Chidi.
Vai tentar ajudar o Famalicão a subir à Liga de Honra.

Derrota em Setúbal - a 'vingança' do Estoril?

Ainda não digerimos - falo no universo Rioavista - a goleada de ontem em Setúbal.
Nada o faria prever, sobretudo depois da boa exibição frente ao Sporting.
Pelo que se ouviu e hoje se leu, terá sido um daqueles jogos em que tudo correu bem ao adversário e quase tudo nos correu mal (não foi só azar, também terá havido desinspiração, sobretudo na segunda parte).
E lembrei-me de como tudo nos correu bem no Estoril, quando goleámos e o resultado - como ontem - foi exagerado.
Estoril?
Sim, jogamos com eles no domingo...

25.1.15

Rio Ave perde 4-1 em Setúbal

Para quem não viu o jogo, é de ficar com a boca aberta.
Ainda por cima, entramos a ganhar e podíamos ter feito o 2-0.
O que se passou depois?
Atualizo - segundo Pedro Martins o Setúbal foi melhor e o Rio Ave não fez o que pode e sabe fazer.
Um mau dia, portanto.

Edimar (lembram-se?) + CR7 = ?

Ronaldo agrediu ontem o nosso ex-jogador Edimar, agora no Córdoba de Espanha.
Edimar já perdoou.

Cosme Machado substituído por Jorge Sousa logo em Setúbal

Castigo para Cosme Machado.

Fase de apuramento dos juniores acaba sábado

A excelente campanha da equipa junior (ontem vitória em Freamunde por 3-2) merece um apoio especial no próximo sábado, quando recebermos a Académica, na última jornada (já com tudo decidido; o Braga, campeão, fica de fora!).

PS - No próximo fim de semana começa o apuramento de campeão dos iniciados.

Hassan no Basileia? Sporting acha que é bluff

Via O Jogo de ontem ficámos a saber que o Sporting acha que ASC está a fazer bluff quando diz que há acordo com outro clube.
Mas o Record avança que esse clube é o Basileia e que pagará dois milhões pelo jogador.
Vários jornais deixam entender que o Sporting tem acordo com Hassan mas que o Basileia só terá com o Rio Ave.

24.1.15

Habib sem certificado para Setúbal.

Prince convocado.
Quatro defesas seguem viagem: Monte, Prince, Lionn e Marvin.
Estranho não ver qualquer dos juniores que estiveram  em Coimbra, Óscar ou João Cunha.
(Ernest está)

Ainda sem André Vilas Boas, Tiago Pinto e Marcelo

Recuperações difíceis, estas.
Prince continua a treinar condicionado.

23.1.15

Futsal: Mais dois reforços

Dois jogadores brasileiros.
Virão fazer a diferença - de que a equipa tanto precisa?

Hassan vai jogar no estrangeiro na próxima época (ASC)

Hassan já foi vendido - confirmou ASC à TSF.
E não é para o Sporting (a proposta que apareceu é superior ao milhão de euros do Sporting e o presidente do Rio Ave já telefonou a Bruno Carvalho a informá-lo).
O jogador jogará no Rio Ave até final da época e depois vai para o estrangeiro.

Empréstimos (não...)

A proposta do Sporting de nos emprestar jogadores para forçar o negócio com Hassan suscita algumas dúvidas.
Vejamos o caso de Esgaio.
Vamos estar a promover um jogador do Sporting, que no final da época regressa a Alvalade quando poderíamos estar a apostar num jogador nosso - Boateng, Ernest, como extremos; o jovem Óscar como defesa direito.
Claro que se o jogador emprestado é uma clara mais-valia, faz sempre a diferença. Mas não é manifestamente o caso de Esgaio ou Heldon.
Há uns anos seria um bom negócio, no Rio Ave de hoje, mais exigente e ambicioso, acho que não.

PS - em sentido inverso, a Académica quer Esmael por empréstimo até final da época. Vamos estar a ajudar um adversário?

Estranha-se

Num Rio Ave que tem primado pela descrição nas transferências dos direitos desportivos e de imagem dos seus ativos, estranha-se a catadupa de notícias sobre a possível saída de Hassan.
Acredito que o Rio Ave tem melhores propostas do que a referida do Sporting. 
Acredito que este número de notícias visa apenas tentar valorizar o atleta para que a venda que se venha a concretizar seja muito mais vantajosa para o Rio Ave.

Sporting quer garantir Hassan desde já

Segundo O Jogo de hoje, o Sporting quer assinar com Hassan desde já, embora só leve o jogador em junho.
Para 'forçar' o negócio, o Sporting garante um milhão de euros, mais a possibilidade de ceder Esgaio e/ou Heldon, o que parece não agradar muito ao Rio Ave (reforçar o ataque não será a grande prioridade de Pedro Martins, mesmo sem Jebor, embora O Jogo diga que Esgaio é bem visto em Vila do Conde, talvez por poder jogar a lateral direito).
O Rio Ave estará a pedir um milhão e meio pelo jogador.
(fonte da imagem: http://www.pesfaces.co.uk/PES%202013/ahmed-hassan-face-11876/)

(comentário: um milhão é pouco? Atendendo ao potencial do jogador, parece-me que sim. O Rio Ave tem propostas melhores? Pelos vistos não. O Rio Ave precisa de vender um jogador desde já? Acredito que sim. Hassan vai para o Sporting? O Rio Ave tem feito o possível para valorizar o passe do jogador, alertando outros potenciais interessados)


Abalo, o multi-jogador

Não há muitos jogadores, no atual plantel, que tenham para contar aquilo que Abalo pode dizer: que nos poucos jogos que já fez esta época foi defesa-direito, defesa-esquerdo (na quarta em Coimbra) e médio defensivo.
Por um lado percebe-se que Pedro Martins tem grande confiança no jogador, por outro, para jogar, tem de aproveitar as oportunidades que surgem na defesa.
Abalo pode vir a ser um excelente médio defensivo, mas - devido ao excesso de jogadores naquela posição - não tem tido chances.
PS - Provavelmente não faz sentido, mas temo que aconteça a Abalo o que aconteceu a Tiago Terroso; Eusébio pô-lo num jogo (o primeiro que fez a titular) a defesa-esquerdo. Se a minha memória não me falha, nunca mais voltou a jogar nessa época...

22.1.15

Ainda a vitória dos juniores frente ao Guimarães

Jogaram  Maravalhas, Óscar, Pessanha, João Cunha e Virgílio; Bruno Pacheco, Vitó e Bruno Sousa; Rafa (Iuri 65'), Pedro Matos (Jardel 76') e Ernest (Sergio 86').
Notas:
Pedro Cunha manteve o mesmo onze que goleou na Póvoa, o que significa que Rafa Miranda fez o seu segundo jogo seguido a titular.
Golos marcados por Oscar, Pedro Matos (2) e Ernest.
9 golos em dois jogos!
(fotos: Rio Ave FC)
A equipa sub19 assistiu ontem ao jogo em Coimbra, a convite de Pedro Martins (e assim puderam ver quatro colegas entrarem em campo).

Diálogos imaginários 75

- Achas que o Tiago Pinto já estará recuperado no final de março?
-... assim não tinha de o convocar... 

Vitó é o terceiro mais jovem de sempre?

Não bateu os recordes de Coentrão e de Rafa Miranda, mas tornou-se um dos mais jovens de sempre com a camisola do Rio Ave.
Vitó estreou-se com a camisola principal do nosso Clube com 17 anos, quatro meses e três dias.
Três meses mais velho, Óscar também se estreou ontem com 17 anos.
João Cunha e Iuri "já" têm 18.

Lesão de Pince não é grave

Segundo disse Pedro Martins, no final do jogo de ontem em Coimbra, a lesão de Prince não inspira grandes cuidados.
Anda assim, e como já teremos (imagino...) Habib, a dupla será certamente Monte e Habib.

PS - por falar em lesões, está para breve o regresso de Tiago Pinto, Vilas Boas ou Marcelo?

Nota de humor (também é preciso)

Finalmente percebe-se porque a maioria das equipas que estão a disputar o I Liga proporcionam tão fracas exibições.
O Regulamento das Competições em vigor promove a descisa de divisão do 15º e 16º. Por isso, muitos clubes optam, bem, para ficarem no 18º e 17º lugar que lhes garante a manutenção. Para conseguiram tal feito, nada melhor que jogar mal e perder. 
Bonito, mesmo, vai ser, no final do campeonato, ver vários clubes a sofrerem goleadas, marcarem na própria baliza.  Tudo em prol da conquista desses lugares tão almejados, 18º e 17º lugar.
Emoção vai haver muita. Recordes de golos vão surgir
Depois queremos bom futebol, casas cheia.
Também para quem vai complicar  é para os apostadores online. Terão que mudar de mentalidades.

Bressan volta à Bielorrussia?

A Bola diz que Bressan (com contrato até 2016), pode sair (emprestado?) este mês para a Bielorrussia ou Turquia.
O mesmo jornal diz que Renato Santos pode ir para Tondela. (ATUALizo: confirmada a ida?)

Mais do negócio com Hassan

Segundo o Record, o Sporting oferece cerca de um milhão de euros, verba considerada baixa pelo Rio Ave.
Já o Maisfutebol diz que o Sporting não gostou que ASC tivesse confirmado o interesse.

A confirmar-se a saída, será apenas no final desta época e não este mês de Janeiro.

(mas, digo eu, o que interessa ao Sporting não é o que interessa ao Rio Ave, que precisa de valorizar o jogador)

21.1.15

... e Prince lesionou-se! (derrota por 1-0)

Lance aos 43 minutos de jogo com a Académica.
Prince substituído por Wakaso.
Ao intervalo entrou Zeegelar e saiu Pedro Moreira.
Derrota por 1-0.
Ainda entrou Iuri (72') e saiu Vitó.

Um onze para a história - seis juniores e ex-juniores

(confirma-se!)
Ederson, Oscar, Prince, João Cunha e Abalo; Luis Gustavo, Pedro Moreira e Vitó; Boateng, Jebor e Ernest;

Claque está a pedir mais gente

Viva Facebook da claque (agora só há uma, a 'tradicional'), ficamos a saber que os Ultras estão à procura de reforços.

O nosso futebol

Portugal prima pela criação de verdadeiras obras de arte. Vejámos.
A LPFP realizou cinco, repete-se, cinco, Assembleias Gerais para aprovar os quadros competitivos para a época de 2014/2015, a saber: 27.06.2011, 14.11.2011, 21.05.2012, 28.06.2012 e 27.06.2013.
Os órgãos da LPFP e os clubes, seus dirigentes e profissionais, tiveram acesso aos documentos em discussão nessas assembleias. E eis o que consta em quatro artigos (não os vamos reproduzir por inteiro) do regulamento das competições:
a) artigo 94º, n.º 2: "A artir da época desportiva 2014-2015, inclusive, a I liga será disputada por 18 clubes que se qualifiquem na época anterior e possuam os requisitos legais e regulamentares estabelecidos para participarem nesta competição".;
b) artigo 96º, n.º 2: Descem à II Liga na época desportiva seguinte os clubes classificados em 15º e 16º lugares da tabela classificativa da I liga."
c) artigo 98º, n.º 3: "A partir da época desportiva 2015-2015, a II Liga será disputada, de acordo com as regras estebelcidas no artigo seguinte, por 24 equipas, cujos Clubes possuam os requisitos possuam os requisitos legais e regulamentares estebelecidos para participarem na competição.";
d) artigo 100º, n.º 3: A partir da época desportiva 2014-2015, inclusive, descem ao Campeonato Nacional II Divisão na época desportiva seguinte os clubes classificados nos três últimos lugares da tabela classificativa da segunda fase - Série de Manutenção da II Liga."

Meditemos bem nos conteúdos supra, e depois não se diga que não se criam todas as condições para no final da época haver novas e longas discussões. Culpados? Naturalmente ninguém, apesar de todo o profissinalismo que se tem imprimido nos clubes, que foram quem aprovou esta bela obra de arte.

O fim da linha para Jony, Júlio e Renato

Ao não convocar, para um jogo em que teve de chamar meia equipa de juniores, Jony, Júlio Alves e Renato Santos, Pedro Martins 'tomou' uma posição.
Disse que não conta com eles e que, para o treinador, podem sair.
Depois disto, continuarem no plantel não faz qualquer sentido - para os próprios e para o Clube.
O que se espera é que tudo se resolva de uma forma o mais consensual possível.

Hassan rumo a Alvalade?

O presidente dos vilacondenses, António Silva Campos, confirmou a existência de contactos entre os dois clubes. O dirigente adianta que o Sporting é, para já, o único emblema português interessado no avançado, embora existam sondagens de clubes europeus.
«De acordo com o diário A Bola, o Sporting fez uma primeira abordagem ao Rio Ave para saber das condições para contratar o avançado de 21 anos que tem evoluído nos últimos anos no emblema de Vila do Conde. Segundo o referido jornal, a primeira abordagem dos "leões" terá mesmo ficado aquém do pretendido pelo Rio Ave em termos financeiros».

A convocatória mais diferente da época

Eis os que vão daqui a pouco para Coimbra:
Guarda-redes: Cássio e Ederson;
Defesas: Prince, Marvin, Oscar, João Cunha;
Médios: Luís Gustavo, Tarantini, Pedro Moreira, Abalo, Wakaso, Bruno Sousa e Vitó;
Avançados: Boateng, Ernest, Jebor, Esmael e Iuri.
Notas:
- desde logo as ausências de Lionn, Monte, Diego Lopes, Ukra, Hassan e Del Valle, titulares em Alvalade (mais Bressan e os lesionados).
- e desde logo a entrada de Ernest, Oscar, Iuri, Bruno Sousa, João Cunha e Vitó, da equipa junior.
- alguns destes jovens vão ser titulares, penso, como Óscar e João Cunha. E sem Diego Lopes, veremos Vitó no onze.
- para mim é surpresa a chamada de Prince, sobretudo se jogar, mas pode não haver alternativa;
(teremos um onze com
Ederson, Oscar, João Cunha, Prince e Marvin;  Pedro Moreira, Wakaso e Vitó; Boateng, Jebor e Esmael?)

Chegar ao fim da primeira volta e ter a manutenção garantida

Não é a primeira vez, mas - ainda - não é normal.
Não fizemos os 25/26 pontos que Pedro Martins queria e os 24, com um campeonato mais longo, não serão suficientes, penso, para garantir a manutenção.
Mas a verdade é que esse cenário, que tantos anos vivemos, muitas vezes dramaticamente, parece muito longe.
E já nem damos valor ao que conquistamos.
Por um lado é bom (é sinal da tal evolução), mas deixem-me lembrar que terminámos a primeira volta com a manutenção (quase) garantida.

20.1.15

Um Rio Ave muito (muito mesmo ...) diferente amanhã em Coimbra

Porque houve jogo no domingo e porque voltamos a jogar para o campeonato dentro de dias, o jogo da Taça da Liga tem de ser encarado de outra forma.
Sabendo-se como está a nossa defesa, seria uma irresponsabilidade colocar Prince por exemplo em campo - Habib dificilmente terá o seu certificado. Sem Nuno Lopes, faz sentido apostar tudo em Lionn num jogo quase irrelevante?
Qual é a solução?
Não sei, porque ainda não há convocados, mas o facto de seis juniores terem treinado hoje com os grandes quer dizer alguma coisa, de certeza.
(Óscar, defesa-direito, Vitó, médio, João Cunha, central, Iuri, avançado e Bruno Sousa, médio. Falta Ernest. Entre Vitó e Cunha está essa eterna promessa chamada Bressan!)

«Jebor não fica»

A garantia é do Jogo de hoje.
Segue-se a isto.
São muitas notícias sobre o mesmo assunto  - ou seja, Jebor estará mesmo de saída (empréstimo?) porque se fosse mentira já alguém teria esclarecido.
PS - Nuno Lopes já se 'despediu'; duas épocas e meia em Chipre (Apollon), o Rio Ave receberá uma 'compensação'.

Miguel Sousa Tavares hoje em A Bola

(são coisas destas que nos enchem de orgulho)

D. Yonathan, el rey...

Vitória do venezuelano.
Del Valle conseguiu 32 pontos, mais um do que Hassan e dois do que Tarantini.
Diego e Ukra ficaram com 29.
Marvin Zeegelar só conseguiu 20 pontos, menos um do que Pedro Moreira, suplente.

Wakaso nove vezes amarelo

No que respeita em exclusivo a cartões amarelos, o ‘rei’ é o jovem médio ganês Wakaso, que já foi admoestado em nove encontros (dos 14 que fez esta época).

19.1.15

Equipa folga apesar do jogo da Taça da Liga

Se não estou enganado, é das primeiras vezes que PMartins dá folga aos jogadores, tendo um jogo oficial já na quarta-feira.
Ou seja, os jogadores treinarão amanhã e seguem para Coimbra.
(uma crítica da minha parte? De maneira nenhuma! É uma opção bem inteligente do míster face aquelas que são as prioridades neste momento - e a Taça da Liga não é uma prioridade, penso)

Miguel Ribeiro: Dediquem-se ao basquetebol... (ATUAL.)

Miguel Ribeiro esteve em direto na Linear há instantes e partiu tudo: os que acham que o lance de Prince pode ser considerado penalti dediquem-se ao basquetebol (no futebol há contacto, no basquetebol é que não, foi o principal argumento).
Outra ideia de Miguel Ribeiro: a apitar assim, Nuno Almeida será um recordista de penalties marcados.

(um comentário: enfio o barrete, como é evidente, porque o que escrevi sobre o lance, em cima do acontecimento, é o que mantenho agora - aceito a marcação do penalti; numa coisa concordo com Miguel Ribeiro: irá Nuno Almeida manter a coerência nos cantos, nos cruzamentos, etc de todos os jogos?)

ATUAlizo com o que diz "O Tribunal de O Jogo" de ontem, por coincidência na linha do que escrevi (no Record e em A Bola de ontem também a mesma opinião):

Nuno e Miguel Lopes confirmam a partida

«Meu irmão, quero desejar-te a maior sorte do Mundo nesta nova etapa da tua vida! Sei que vais vingar pois sei das tuas grandes qualidades! Amo-te agora e sempre! FORÇA MEU IRMÃO", escreveu o sportinguista, antecipando a saída de Nuno Lopes para o estrangeiro, que o jogador do Rio Ave fez questão de retribuir: "Obrigado meu irmão. Amo-te muito, és o meu orgulho e vou ter muitas saudades tuas e da família mas o tempo passa rápido e felizmente a minha vida vai mudar. Amo-vos família".

PS - não ha mais nenhum irmão que possamos contratar? É gente de qualidade!

(Sporting, um-a-um) Diego Lopes mas não só

Cássio: 3 (não foi a sua melhor noite, mo sentido em que não foi poderoso, mas não teve responsabilidade nos quatro golos)
Lionn: 3 (muito consistente; apareceu menos no ataque)
Prince: 1 (resolveu mal o lance que deu origem ao primeiro golo do Sporting e saltou completamente fora de tempo no cabeceamento de João Mário)
Monte: 3 (seguro)
Zeegelar: 2 (menos eficaz do que Lionn)
Wakaso: 2 (não foi o Wakaso dos ultimos jogos)
Tarantini; 2 (está a 'precisar' de um golo, ontem, mais uma vez esteve quase)
Diego Lopes: 3 (para mim o melhor em campo; deixou talento em campo)
Ukra: 3 (mais uma assistência para golo e mais alguns bons lances)
Hassan: 3 (mais um golo - e dos bons!)
Del Valle: 3 (fez o golo, assistiu para o de Hassan e tentou mais duas ou tres vezes; pena ter estado 'desaparecido' durante muitos minutos do jogos, caso contrário teria sido uma exibição de luxo)
Esmael, Pedro Moreira 1 (pouco tempo e pouca inspiração; Pedro Moreira falhou o que poderia ter sido o nosso terceiro golo)

Ainda a arbitragem de Nuno Almeida em Alvalade (ATUAL.)

Admito que a grande penalidade seja duvidosa, no sentido em que há dezenas de lances parecidos que não são marcados, mas Prince muito muito ostensivo. Do meu lado aceito a marcação da grande penalidade.
Já acho inconcebível que não tenha sido marcada falta de Monteiro sobre Monte, o que deu depois golo. Teria sido diferente sem esse golo de Montero, acredito, já que o Rio Ave nunca se rendeu.
Não gosto de vitórias morais, mas houve um bom Rio Ave ontem em Alvalade.
PS - Miguel Ribeiro foi expulso duas vezes em pouco tempo; vai ter de gerir melhor as emoções daqui para a frente, penso.

ATUALizo:  ASC também já falou Nestas declarações a Bola Branca, o presidente do Rio Ave exige "respeito" pelo seu clube

Grande segunda parte

O que vi ontem, enche de alegria qualquer adepto do Rio Ave. Na primeira parte as equipas anularam-se uma à outra, tão encaixadas que estavam. Na segunda parte ambas deram espetáculo de alta qualidade, daqueles que leva o público aos estádios. Apesar do resultado andar sempre a favor dos leões, a verdade é que a incerteza esteve patente até aos minutos finais, com o Rio Ave a dar sempre uma boa resposta. O Rio Ave encarou olhos nos olhos o adversário, respeitou-o, mas não o temeu. Daí a grande exibição. Foi sempre atras do prejuízo, sem perder a sua identidade nem o seu discernimento. Sabia o que queria e como o conseguiria.
Quanto às peripécias do jogo, até nisso foi um grande jogo, há-as para todos os gostos e feitios.
Destaco o lance do segundo golo. É certo que não foi intencional, mas a verdade é que Nelson Monte é tocado ligeiramente, o que o desequilibra e não lhe permite acompanhar o ataque do Sporting. Na minha modesta opinião é falta.
Quanto à grande penalidade, aceito que o árbitro a assinale dado o defesa do Rio Ave ter agarrado a camisola do sportinguista dentro da área, porventura impedindo o normal desenvolvimento da jogada.
Compreendo a reação dos jogadores do Rio Ave, se bem que aqui ou ali exageradas, no momento da marcação da grande penalidade e da de Nelson Monte no lance do segundo golo. 
O Rio Ave, mesmo derrotado, termina a primeira volta em grande, e a mostrar às restantes equipas que têm de contar com o Rio Ave para disputar os lugares cimeiros do campeonato.
 

18.1.15

Rio Ave perde 4-2 em Alvalade

Um bom jogo do Rio Ave não merecia esta derrota tão  pesada.
O Sporting faz o 4-2 numa asneira da equipa quando estávamos à procura do empate.
A arbitragem teve tambem teve influência no jogo. O segundo golo do Sporting é precedido de falta de Montero sobre Monte.
Grande jogo de Diego Lopes.  Ukra, Hassan e Cassio também muito bem.

Empate 1-1 ao intervalo em Alvalade

O Sporting marcou primeiro num penalti dos que habitualmente nao sao marcados mas em que Prince puxa a camisola do adversário (aceito a marcação, Prince foi desastrado) e empatamos numa excelente jogada de contra-ataque. Tivemos as melhores situações do jogo.

A loja...

Esta manhã

Mais vandalismo; agora a loja

Foi esta madrugada; vândalos escaqueiraram o vidro do Espaço Verde.

Vai continuar o silêncio?
Eles agradecem...

Futsal: Rio Ave ganhou

(mas para a Taça...)

PS - isto é engano do 'site': « Destaque para Eskerda, que jogou neste encontro frente aos axadrezados, e que fez o seu último jogo pelo nosso clube tendo viagem já marcada para a China»

Diego Lopes não devia ter dito?

O que disse Diego Lopes?
Que o "Sporting é o clube grande mais acessível".
É mentira? Claro que não.
Mas pode ser servir para motivar os jogadores do Sporting.
Pode servir como arma psicológica para o treinador do Sporting mexer com  os seus jogadores.
E, se assim for, funcionou como um tiro no nosso pé...
(ainda por cima, DL não teve qualquer intenção de provocar ou entrar em 'mind games', tenho a certeza)

Dois jogos sem televisão

Até estranhamos...
Dois jogos do Rio Ave sem transmissão televisiva???
Sim.
Quarta, em Coimbra (Taça da Liga) e domingo em Setúbal (1ª jornada da segunda volta).
Ambos às 16h

17.1.15

Juniores ganham 5-1 e estão na fase final

Beneficiamos da derrota do Boavista

Prince convocado

Pedro Martins diz que Prince recuperou bem e estará em dúvida até à hora do jogo.
Habib, como ontem ficara claro,  não tem o certificado.
Abalo regressa e sai da convocatória Luis Gustavo.


A lista:
Guarda-redes: Cássio, Ederson
Defesas: Prince, Lionn, Nuno Lopes, Marvin, Monte
Médios: Tarantini, Diego Lopes, Bressan, Pedro Moreira, Abalo, Wakaso
Avançados: Hassan, Boateng, Ukra, Del Valle, Jebor, Esmael.

Marcelo, Vilas Boas, Roderick e Tiago Pinto estão de fora por lesão ou a recuperarem;
Nuno Lopes (ainda?) está.
E só sobram os três do costume.


Vamos falar claro: e se não há problema nenhum?

Com estes dois textos (aqui e aqui) tentámos lançar alguma discussão sobre o que nos parece ser um problema no universo Rioavista.
A discussão gerada no Facebook apontou para outros caminhos: segundo vários dos nossos leitores, não há um problema 'do' Rio Ave mas, genericamente, do futebol português e de Portugal.
Leiam aqui,
Voltarei ao assunto oportunamente.

Sami: afinal...

Sami, que deixou o Sp. Braga esta semana, aufere um vencimento que se aproxima dos 30 mil euros/mês com todas as componentes e a SAD portista só admite cedê-lo a quem assumir esse encargo na totalidade. Uma barreira que bloqueia o dossiê, a menos que os dragões mudem de ideias até ao fecho do mercado, um cenário menos provável do que a saída do jogador para o estrangeiro

Um varzinista contente com o Rio Ave

Milhazes tem 33 anos, assinou por ano e meio com o seu novo clube, mas sente-se em condições de jogar «até aos 40». «Gostava de terminar a carreira no Varzim, o meu clube, mas até lá ainda quero dar muito. Quero jogar até aos 40!», insistiu. (...) Milhazes não se admira com o sucesso do Rio Ave, clube que conhece bem (jogou em Vila do Conde entre 2005 e 2008): «É um clube com uma boa estrutura, que tem feito um bom trabalho nos últimos anos. Fiquei contente por ver o Rio Ave nas provas europeias».

16.1.15

Jardel chamado aos sub-18 de Portugal

Excelente notícia; mais um jovem da formação que se afirma

É um problema de ferrugem?

Jebor, o homem-de-ferro, enferrujou...

Habib não vai a Alvalade

Era muita fruta, ter o certificado internacional a tempo e horas de jogar em Alvalade.
Não tem, soube-se agora.

Chega Sami, saem Jebor e Esmael?

Segundo A Bola de hoje.
O mesmo jornal diz que Júlio Alves, Jony e Renato Santos também estão de saída.
Ainda A Bola: Sow poderá jogar em Alvalade.
Já o JN prefere dizer que  «Sami está na mira» e que o Rio Ave é uma hipótese. Este jornal também fala de Jebor, para dizer que «pode sair do Rio Ave»,. e diz que Sow treinava com a equipa desde terça-feira.
Alguns comentários:
1) Sobre a hipotética chegada de Sami: Pedro Martins conhece-o bem, da excelente época que fez no Marítimo. Emprestado ao Braga, não mostrou ou não pode mostrar. parece ser um elemento de valor;
2) Sobre a saída dos três 'do costume', tantas vezes foram deixados de fora das convocatórias; se nem com 34 jogos tiveram a sua oportunidade, também já não acredito que vão ter;
3) Esmael? O melhor que podemos dizer é que ficará na história e na memória dos Rioavistas;
4) A saída de Jebor já é mais complexa: se se confirmar que foi um dos jogadores mais caros dos últimos anos, sair só recuperando o investimento. Não será fácil. Foi uma aposta quase pessoal do míster, que terá sido dos primeiros a ficar desiludido com o jogador.
E o comentário mais importante: nada disto é oficial....

Vamos falar claro: para meditar

Se não todo, quase todo o universo do Rio Ave FC aponta que a grande lacuna do clube é não conseguir cativar mais vilacondenses para o Estádio do Rio Ave. Apesar de muitas tentativas, de boas classificações, inédita presença na Liga Europa, na hora da verdade, é desolador ver o público presente na maioria dos jogos.
Possíveis causas: a área geográfica de Vila do Conde. Uma grande parte do concelho está muito perto do Porto e os vilacondenses dessa área  tendem a deslocarizarem-se e a conviverem na cidade do Porto; muitos jogos televisionados. Quase diariamente passam jogos do campeonato português na televisão, bem como de outros campeonatos bem mais interessantes. As pessoas acabam, por comodismo, por optar verem os jogos no sofá; campeonato das freguesias. Muitas vezes os jogos deste campoenato coincidem ou são próximos com os do Rio Ave;  gestão presidencialista do clube. Muitos sócios começam a ter dificuldades em conhecerem os seus dirigentes. Em paralelo começa a haver muitas pessoas que gravitam no Rio Ave totalmente desconhecidas dos vilacondenses, faltando a proximidade entre os sócios, a cúpula dirigente e esses funcionários. O caso paradigmático são as pessoas que estão no banco dos suplentes. Nenhuma é de Vila do Conde; crise económica. Levou ao abandono de muitos patrocinadores, o que levou a que funcionários dessas empresas também deixassem de ir ao estádio; borlas. Principalmente nos jogos da Liga Europa, levou a que muitos sócios não aceitassem de bom grado essa política e deixassem de aparecer; captação nas camadas jovens. Nas equipas principais jogam poucos vilacondenses. Têm-se boas equipas, mas a maioria dos jogadores são de fora.
Existem outras razões certamente, mas a análise destes pontos poderá ajudar a compreender a ausência de público.

Ainda a vitória na Póvoa

Em complemento a isto, jogaram: Maravalhas, Óscar, Pessanha, João Cunha, Virgílio; Bruno Pacheco (Ricardo 90'), Vitó, Bruno Sousa; Pedro Matos (Jardel, 82), Rafa (Iuri 72') e Ernest.

Notas:
Regresso de Pessanha ao centro da defesa (foi no final de outubro o seu último jogo).
Também Rafa foi titular, o que não acontecia há muito.
A fechar, estreou-se mais um jogador, Ricardo Silva, que tem alinhado pelos sub18 e esteve três épocas no Sporting.
Marcaram Vitó, Ernest e Jardel (dois golos, mesmo a fechar; um deles 'encheu' o olho).

PS - sábado às 3 da tarde frente ao Vitória de Guimarães - o jogo que pode ser decisivo.

15.1.15

Sow contratado (ATUAL.)

Estará em Alvalade?

Pedro & Tarantini, os melhores da jornada

O jogo do Rio Ave com o Marítimo teve dois vencedores.
Pedro Moreira e Tarantini somaram 31 pontos.
Monte vem logo a seguir com  menos um.
E Cássio e Ukra são os quartos, com 29 pontos.
Prince, substituído por lesão, somou apenas 20 e foi o titular menos pontuado; Wakaso, que entrou para o seu lugar teve mais 7 pontos.

«É o ponto mais alto da História do Rio Ave»

Na opinião de Miguel Ribeiro, a eleição do Rio Ave como terceiro melhor clube português de 2014 é o reconhecimento de um grande ano para o clube de Vila do Conde, mas mais que isso "é o ponto mais alto da História do Rio Ave".

(para mim, prefiro o apuramento para a fase de grupos da Liga Europa como momento mais alto, mas não há necessidade de discordar!)

Vamos falar claro: este é o maior problema do Rio Ave

Felizmente não temos problemas financeiros nem desportivos, mas nem por isso deixamos de ter problemas.
O nosso maior problema é o divórcio - que não se pode negar - entre adetos e equipa de futebol.
Veja-se o que aconteceu no domingo passado: uma tarde de sol e sem vento, 12 graus, jogo às 16h e sem televisão, depois da equipa ter assegurado um lugar nas meias finais da Taça de Portugal.
Os números dizem que estavam duas mil pessoas, mas quem lá esteve achou o ambiente desolador (antes de ouvir o número disse ao meu filho que eramos os do costume).
É inegável que, mesmo que os sócios tenham aumentado em função da espetacular época, isso não se reflete nas bancadas.
Porquê, perguntava recentemente o Vítor Carvalho neste espaço?
Pois a minha sugestão é que se gaste algum tempo a fazer esse diagnóstico.
Chamam-se os especialistas e encontrem-se respostas.
Assim não dá!

14.1.15

Beira Mar

O histórico clube de Aveiro, Beira Mar, terá sido declarado insolvente.
"A Comarca de Aveiro, através da primeira secção do Comércio em Anadia, proferiu a sentença de declaração de insolvência do Beira-Mar, segundo o anúncio publicado hoje no Portal Citius. O clube volta, assim, aos tribunais depois de, em outubro de 2014, a maioria dos credores terem chumbado o Processo Especial de Revitalização (PER). Os credores têm agora 30 dias para reclamar os seus créditos, tendo sido marcada a primeira assembleia para 05 de março" - in sapo desporto c/ Lusa.
O Rio Ave F.C. é sócio honorário do Beira Mar.
As razões que levaram a que os sócios do Beira Mar tenham aprovado que o Rio Ave FC fosse sócio honorário tem a ver com os pescadores de Vila do Conde que trabalhavam nos bacalhoeiros e que estavam outrora muito ligados a Aveiro.
É natural que esta seja uma data triste para os adeptos daquele clube e para o Rio Ave F.C.
Se não houver recursos judiciais e alteração da sentença, mais um clube com um passado nobre se extingue.

Nuno Lopes de saída para Chipre? (ATUAL.)

Segundo A Bola, Nuno Lopes vai para Chipre.

(a confirmar-se, só faz sentido se o Rio Ave ganhar algum - meio milhão de euros? - com o negócio; de resto, imagino que alguém terá de vir para o seu lugar)

ATualizo a 15/1: «Em final de contrato, o lateral-direito seria um jogador livre no final da época, pelo que a sua saída representará um encaixe financeiro, ainda que pequeno»

Pape Sow (ex-Académica), é ele?

A Bola de hoje diz que Pape Sow (que em Portugal jogou no Leiria e na Académica e que agora estava no Atromitos, do Chipre) é o defesa que o Rio Ave quer.
Vem a tempo de domingo?

(O Record diz que Vilas Boas pode recuperar e, assim, evitar que Tarantini jogue a defesa; o mesmo jornal também diz que Tiago Pinto, que só ontem começou a trabalhar, e condicionado, também pode recuperar, informação que O Jogo também tem; sendo uma excelente notícia, a mim parece-me muito improvável que Tiago Pinto recupere, ele que na verdade está parado há quase três semanas - e no melhor momento de forma de sempre)

Ainda o empate com o Marítimo (o elogio a Pedro Moreira)

(por razões de saúde, estive afastado do computador nos últimos dias, pelo que não pude fazer a análise individual dos nosso jogadores frente ao Marítimo. Fica uma versão resumida)

Cássio: 3 (genericamente seguro)
Lionn, Monte, Tarantini e Zeegelar: 3 (cada um na sua função, cumpriram sem falhas de maior);
Prince: 2 (pouco tempo para fazer mais e melhor)
Pedro Moreira: 4 (o melhor em campo; está em grande forma e não é só fisicamente; a defender e, o que é mais novidade, a atacar);
Bressan: 2 (continua a não fazer a diferença, sobretudo quando tem a bola)
Ukra: 3 (compensou a desinspiração com a entrega)
Hassan: 2 (foi pouco e mal servido, mas não é possivel ignorar que, ao contrário do mestre Tomás, Hassan tem dificuldade em ganhar disputas de bola - mesmo pelo ar - e em antecipar-se, o que agrava o problema de não ter bola);
Diego Lopes: 3 (sendo, nesta altura, dos melhores jogadores do plantel, tentou fazer a diferença; falhou aquele que seria o golo da jornada)
Wakaso: 3 (entrou bem e apareceu, como se tem visto recentemente, mais perto do ataque)
Del Valle e Esmael: 1 (na verdade não deram uma para a caixa...)

Paredes pintadas: silêncio?

Não sei se o Rio Ave vai apresentar/apresentou uma queixa contra incertos pelas pinturas feitas nas paredes do Estádio na madrugada de domingo, mas pintar paredes, ainda por cima com a extensão do que foi feito (de uma ponta a outra), não é o que entendo por saudável e desejável rivalidade.
Não fazer nada, até em termos simbólicos (o Clube ignorou formalmente o que se passou), pode ser um incentivo para que a coisa se volte a repetir.
PS - ainda antes dos depois dos 4-0, a 'força maior' apareceu em frente ao Casino da Póvoa. A diferença é que esta é uma provocação que não prejudica ninguém.


Ganhar em casa dos 'grandes' - o que nos falta

É talvez o que nos falta para, a nivel desportivo, sermos uma equipa da primeira metade do campeonato - ir a casa dos chamados grandes e pontuar com alguma regularidade.
Ou seja, mesmo jogando bem (na Luz esta temporada) só regressamos com derrotas.
A excepção, no tempo de Nuno, foi a vitoria em Alvalade, no primeiro jogo que fez como treinador do Rio Ave, mas foi um oásis no deserto.

13.1.15

Novidades para muito breve

Dada a onda de lesões no Rio Ave é natural que hoje ou amanhã sejam apresentadas novidades. 
Tudo dependerá, certamente, dos resultados médicos que normalmente são feitos a novos atletas.
E porque acho que haverá novidades? Porque é importante o Rio Ave apresentar-se forte em Lisboa. A questão é saber se a inscrição irá a tempo de quem for inscrito poder já jogar o próximo jogo.

Rio Ave é a terceira melhor equipa portuguesa de 2014

Vale o que vale?
Pois vale.
Mas alguma coisa ha de valer - estatisticamente somos a terceira melhor equipa portuguesa de 2014.
"Os "encarnados" terminaram o ano no 12º lugar do "ranking", com o FC Porto a surgir no 15º posto. Todas as outras equipas portuguesas estão abaixo dos 100 primeiros, com o Rio Ave a surgir como terceira melhor equipa lusa, à frente de Sporting, Estoril e Sporting de Braga"

"Sem centrais para Alvalade"

É uma noticia do Maisfutebol que nos diz o que ja sabemos mas que, levada à letra, poderia querer dizer que também Monte não estará operacional.
É falha do jornalista, portanto.
Alai também se diz quer Rio Ave alinhará com Tarantini e Monte. Será?

12.1.15

Agora é que é mesmo preciso ir às compras...

Foi muito, muito azar (é suficiente para ir à bruxa...*), mas aconteceu.
Só havia dois centrais ontem e um lesionou-se.
Por tudo o que aconteceu nas ultimas semanas, é imperativo contratar uma alternativa para Alvalade.
Nao vamos fiar-nos na virgem, que ela ultimamente não nos tem dado carinho...

* o mais perto fica em Amorim, na Póvoa!

Criticas (oficiais) à arbitragem

O site é contundente com as criticas ao jovem arbitro que ontem nos apitou. Nao vi os lances na televisão, parto do pressuposto que as imagens nao deixam margem para duvidas. E por isso é uma atitude correcta do nosso lado (logo no estádio escrevi que foi má a arbitragem).

PS - só falhou mesmo foi reagir as decisões arbitrais nos dois jogos com o FC Porto.

Empate injusto

O Rio Ave defrontou um Marítimo que impôs um ritmo de jogo pousado, lento, apostando no passar do tempo e no menor desgaste físico possível.

O jogo foi pausado, muito pausado. Até deu tempo ao guardião do Marítimo para reparar o relvado na sua área de jurisdição.

Apesar de tudo o Rio Ave foi criando algumas oportunidades de golo, mas não as conseguiu concretizar. Colocou em campo toda a artilharia, mas mesmo assim não marcou.
O Marítimo teve uma ou duas oportunidades de golo e o Rio Ave umas cinco ou seis. Por isso o resultado é injusto.

Ainda na primeira parte Prince lesiona-se e a dupla de centrais volta a ser Monte e Tarantini. 

O Rio Ave nesta fase do campeonato, onde aqui e além mostra alguns problemas físicos, tem conseguido ultrapassar com alguma tranquilidade e até subindo na classificação, o que augura uma boa segunda volta.


11.1.15

Empate a zero com o Marítimo (ATUAL.)

O Rio Ave teve pelo menos seis ocasiões de golo. Injusto e inglório
Ma arbitragem.
Atualizo com o resto do comentário:
Ao contrário de outros jogos que empatamos em casa, neste acho que fizemos o suficiente para ganhar.
Foi uma grande exibição? Não. Mas hiuve futebol do nosso lado suficiente para ganhar.  O marítimo teve uma bola no poste e não me lembro de mais.
O Rio Ave falhou em cair no jogo pastoso, lento, do Marítimo.  E até pareceu acusar mais o cansaço do que os insulares.
Pedro Moreira confirma o bom momento. Ukra esteve desinspirado. A defesa portou-se à altura.

Varzinistas pintam paredes do nosso Estádio?

Depois da derrota por 4-0 ontem, terá havido na Póvoa quem tenha digerido mal o resultado.
As paredes do Estádio apareceram pintadas esta manhã com frases insultuosas para o nosso Clube.
Uma das referências, entretanto apagadas, era a data de fundação do Varzim...
(as paredes já limpas, à hora do jogo)

Jogo com o Marítimo: Prince sai a meia de jogo

Tarantini a central.  Wakaso entrou.
Zero a zero ao intervalo com tres lances de golo claros para nós.

Marítimo logo: Vamos lá assumir sem rodeios

O Marítimo ter jogado na quinta e nós na terça é uma vantagem, teórica, para nós!
Se fosse ao contrário, não nos queixaríamos?

Rio Ave quer uma equipa B «em que divisão for» (ASC)

ASC responde, em O Jogo, a um questionário sobre as equipas B e diz nomeadamente isto:
- o Rio Ave quer uma equipa B já na proxima época, «seja em que divisão for»;
- «mas só avançamos se mudarem os regulamentos em relação à obrigatoriedade de três ordenados [848,75 euros x 3 portanto], como mínimo na II Liga. Está fora de questão pagar esses valores a miúdos que estão a começar».
- «sou a favor da defesa dos jogadores portugueses e da formação, como prova a nossa aposta, mas, para sermos competitivos e andarmos na Liga Europa, não podemos ter uma equipa muito jovem».

Futsal: direitinhos para...?

A derrota ontem, frente ao Unidos Pinheirense, pode vir a revelar-se mais do que a perda de três pontos: porque confirma a incapacidade da equipa (já não ganha há várias semanas, desde a 14ª jornada, ao Cascais), perante um adversário que é considerado o mais fraco.
(até estivemos a ganhar por 3-1 ao intervalo, mas a equipa não resistiu)
O mais curioso e intrigante é que a equipa do Rio Ave começou por reagir bem à crise de outubro, com vitórias frente ao Burinhosa e aos Leões de Porto Salvo.

«Los del Rio Grande»

Em Espanha, o Rio Ave já não é só «el modesto Rio Ave»; neste texto, sobre Nuno, já se fala em «Su gran temporada con los de Río Grande le abrió las puertas de los grandes clubes europeos y ahí le llegó la oportunidad del Valencia CF»

10.1.15

Juniores ganham na Póvoa 4-0 (ATUAL.)

O regresso da equipa júnior às vitórias aconteceu na Póvoa esta tarde. E logo com uma goleada.  O apuramento para a fase final está a um passinho.

Onze inicial: Maravalhas, Óscar, Pessanha, João Cunha, Virgílio; Bruno Pacheco, Vitó, Bruno Sousa, Pedro Matos, Rafa e Ernest. Jogaram ainda e marcaram Vitó, Ernest e Jardel (2).

(faltam três jornadas para o fim desta fase; em casa com o Guimarães e a Académica e em Freamunde). Se não for sábado, até pela conjugação de outros resultados, será depois em Freamunde!

Prince convocado (ATUAL.)

Prince recuperou mas Vilas Boas não.
Boateng volta à convocatória para o jogo de amanhã e saem Roderick e Vilas Boas.
A lista:
Cássio e Ederson;
Prince, Lionn, Nuno Lopes, Monte, Zeegelar;
Luis Gustavo, Tarantini, Diego, Bressan, Pedro Moreira e Wakaso;
Hassan. Ukra, Del Valle, Jebor, Boateng e Esmael;

Outras notas:

Marcelo e Tiago Pinto continuam de fora, também por lesão (quatro jogadores na 'enfermaria' é obra).
Sobram os 'do costume' (Renato Santos, Jony, Julio Alves e Abalo). A ausência de Abalo, que já fez varias vezes esta época de lateral direito, sendo que há falta de defesas, não surpreende, já que temos Nuno Lopes e Lionn e médios é o que não falta,
Quanto a ter um defesa central junior no banco de suplentes, pelos vistos não foi esse o entendimento.

PS - Jebor foi duas vezes 19º nos dois últimos jogos.

Cathro, lembram-se dele?, falado para o Glasgow Rangers

Pode não ter sido desta vez, mas Cathro - esteve dois anos com Nuno em Vila do Conde - vai chegar ao top do futebol escocês.

Se eu me chamasse Jony...

Está visto que Jony, o espanhol que jogou dois minutos em mais de 30 jogos do Rio Ave esta época (entrou a fechar no jogo em Chaves) e que falhou todos os outros jogos, não é opção para Pedro Martins.
Fará sentido continuar em Vila do Conde?
Se sim, só se pode concluir que é um jogador resignado, que não acredita no seu valor e que não está apostado em valorizar a carreira.
Se eu me chamasse Jony preferia jogar.
PS - nada me move contra o jogador; pelo contrário, nos jogos de preparação que vi e em que participou até lhe elogiei o toque de bola e a capacidade de dinamizar o ataque. Mas Jony tem 29 anos, já não é um jovem à espera de oportunidades.

3 vitórias seguidas

Ganhando amanhã ao Marítimo, fazemos três vitórias seguidas, o que já conseguimos no final de agosto (Estoril, Elfsborg e Boavista).
Duas já cá cantam, venha mais uma!

9.1.15

Novo Rei

Já vimos que Cássio foi o vencedor semanal, naquela que foi a 3ª vitória da época do guarda-redes. Na tabela de pontos acumulados continua em 3º lugar, agora atrás de Diego Lopes que foi ultrapassado por Ukra que é agora o novo líder. O extremo soma agora 461 pontos, mais 3 que o jovem brasileiro. 

Bressan caiu 2 lugares na classificação e com isso saiu dos 11 melhores por troca com Lionn.

A recuperar na tabela

A vitória de Paços elevou-nos ao 6º lugar da classificação e fez-nos recuperar 2 pontos em relação aos lugares europeus. Foi uma jornada extremamente positiva.

Iniciados já na fase final; juniores a caminhooo

Com uma jornada por realizar na fase corrente, os iniciados do Rio Ave já garantiram um lugar na fase final.
A mesma 'sorte' não tiveram os juvenis, já afastados desse objetivo.
Têm a palavra os juniores - com uma vitória já amanhã.

O que une Hassan e Pedro Moreira?

Golos e vitórias fora de casa. Sempre que os dois marcaram num mesmo encontro o Rio Ave ganhou e ambos foram fora de casa, a primeira no Estoril e agora com o Paços.

Hassan reforçou a liderança como melhor marcador da equipa com 7 golos e Pedro Moreira isolou-se no 3º posto com 3. Foram dois golos de bola corrida, mas as bolas paradas continuam a ser 1\3 do total já conseguido. De penalty ainda não marcámos nenhum, já sofremos 2 e Cássio defendeu em Paços o 3º assinalado contra nós.

Interrupção das séries mais longas

Vínhamos de:

- 3 empates seguidos (igualada a maior série de jogos com mesma tendência final que era de 3 vitórias nas 3 primeiras jornadas da Liga);
- 4 jogos seguidos sem marcar;
- 3 jogos seguidos sem sofrer.


Conselho Geral do Rio Ave F. C.

Ao rever uma parte do, glorioso, passado Rio Ave F.C, deparei-me com esta preciosidade:

O Jornal de Vila do Conde de 23 de maio de 2002 noticia que o Rio Ave F.C., fruto de uma alteração estatutária, tinha um novo órgão social: o Conselho Geral.
Os primeiros conselheiros foram: José Oliveira, José Maria Pinho, Engº Mário Almeida, Dr. Carlos Costa, António Ramos, António Ferreira, António Costa e Silva, José Morais, Engº Santos Ferreira, José Ramos Maia, Eduardo Miranda, Rui Pinto, Engº Paulo Carvalho e José Félix.

As 13 escolhas de Pedro Martins

Em Paços de Ferreira Pedro Martins escolheu o seu 13º onze inicial diferente de 2104\2015. Desta vez escolheu uma defesa e um meio-campo inéditos na Liga. 

Já os 3 homens mais avançados tinham sido o trio de ataque na jornada 6 quando perdemos com o Arouca.

Estreias de Ukra e Hassan

Ukra é o 2º jogador com mais minutos esta temporada e Hassan o 11º. Ukra esteve nos 15 jogos, sendo titular em 13 e Hassan leva 11 presenças, 5 como titular. Em que se estrearam então? Nunca tinham sido substituídos. No polo oposto, Diego Lopes leva 12 presenças como titular e foi substituído em 8 ocasiões.

Paixão Rioavista 17 (e 14!)

"Dois Sencadas" é mais um barco com o emblema do Rio Ave:
(são portanto três os barcos com o emblema do Rio Ave que costumam ancorar na doca de Vila do Conde)

8.1.15

Dois vilacondenses em campo, dois anos depois

Nos dois jogos que Monte fez a titular (em Chaves e em Coimbrões) teve sempre a seu lado André Vilas Boas.
Na terça-feira, foi a terceira vez que isso aconteceu, a primeira em Vila do Conde.
Além da coincidência, são dois jogadores vilacondenses.
Perguntei ao Gil quando é que tínhamos tido dois vilacondenses no nosso Estádio e ele enviou esta informação:
- 19/12/2012 (época 2012/2013, derrota em casa com o Paços por 2-3 para a Taça da Liga): V. Gomes titular e Vilas Boas suplente utilizado.
- Última vez com dois vilacondenses titulares foi a 26/09/2012 para a Taça da Liga na vitória fora em Freamunde por 3-2, os titulares foram V. Gomes e Vilas Boas.
- Em 2011/2012, houve quatro vilacondenses titulares a 04/02/2012 na derrota fora por 1-0 com o Moreirense para a Taça da Liga. Vitor Gomes, Zé Gomes, Vilas Boas e Fábio Faria. (foi a única utilização da época para Fabio Faria no fatidico jogo em que se sentiu mal).

Ou seja, há dois anos e alguns dias que não tinhamos dois vilacondenses no nosso Estádio!

Prince e Monte no domingo

O Record diz que as dores de Prince não serão suficientes para impedir o jogador de jogar frente ao Marítimo.
Mas é obvio que o Rio Ave não pode ter apenas dois centrais, até porque continuará a haver jogos a meio da semana. E Tarantini não pode fazer essa posição, porque não a faz bem e, mais importante, porque deixa de fazer o lugar onde é bom.
Parece claro que o Clube comprará um jogador nos próximos dias (embora O Jogo fale apenas em «contratação que está a ser equacionada») [apesar dos 33 anos, o Gil Vicente fez uma boa contratação, parece-me].
PS - eu aproveitava para resgatar Silvério, mas isso sou eu... [estou errado? provavelmente sim, mas uso o mesmo argumento para Monte: esteve bem frente ao Gil Vicente, só precisava de uma oportunidade]

Taça de Portugal: 4 de março e 8 de abril

As datas das meias finais da Taça de Portugal.
Em Braga a 2 de março e em Vila do Conde a 8 de abril.
(duas quarta-feiras)

25 + quantos pontos?

Pedro Martins definiu o objetivo de fazer 25 pontos nesta primeira volta.
Temos 23, vamos ganhar ao Marítimo, no domingo, e está feito (e ainda há o jogo em Alvalade a fechar as contas).
A dúvida é de quantos pontos precisamos para chegar ao 5º lugar na segunda volta.
Braga e Guimarães parecem estar fortes e temos de fazer ainda melhor.

Sporting-Rio Ave é domingo à noite

20:15
(O Rio Ave joga na quarta em Coimbra, para a Taça da Liga; o jogo no sábado teria feito mais sentido, mas manda quem paga...)

Era isto que precisávamos na bancada coberta?

Uma proteção, como esta (no Estádio do Paços de Ferreira), era capaz de resolver, pelo menos parcialmente, a ventania e a chuva na bancada coberta.

Indefinições no futebol


 Numa altura em que todos estavamos a pensar quem sairia nesta abertura de mercado, eis que o destino nos pregou uma grande partida.

De repente os centrais do Rio Ave tiveram lesões, umas mais graves do que outras, mas todas impeditivas de os limitarem ou impossibilitarem de representar o clube.

Roderick, o mais azarado (só regressará no início da próxima época?), seguido de Marcelo (quanto tempo mais estará ausente?), André Vilas Boas e Prince apresentam mazelas e, pelo menos, os dois primeiros, estarão ausentes nos próximos jogos.


Agora, além da preocupação de se ter de transferir jogadores, poderá haver necessidade de se ter de contratar algum jogador. 

Contudo, e esta é a lei da vida, o azar de uns, também pode ser a sorte de outros. 

Nelson Monte tem agora uma possibilidade ímpar de mostrar todo o seu valor e conquistar definitivamente um lugar na equipa.

7.1.15

Pouco público em Vila do Conde?

Fui um dos que não marquei presença física no Estádio do Rio Ave.
A razão é simples: fui ver o jogo a Paços de Ferreira. Fiquei adoentado e como as temperaturas aconselham a cautelas, por mera precaução, optei por ver o jogo em casa via televisão.
Aproveitei e ouvi a rádio linear, relato do Paulo Vidal, e os comentários do Dr. Duarte Sá.
É certo que se não desse na televisão, estaria no Estádio do Rio Ave (já lá estive em condições de saúde bem piores).
Pela minha ausência penitencio-me. 
O que me aconteceu, porventura terá acontecido a muitos outros.
Mas a questão que se coloca é outra. É saber qual a razão porque os SÓCIOS não comparecem em massa, pelo menos, aos jogos em Vila do Conde?
E a esta pergunta, infelizmente, não sei responder. Mas que é um caso para estudo, é.
Não é virgem no futebol português. O mesmo já aconteceu com outros emblemas num passado recente.

Meias finais? É normal...

Desta vez dou alguma razão a Pedro Martins quando, no final do jogo de ontem, se 'queixou' da falta de adesão dos adeptos ao jogo com o Gil Vicente.
Estava frio, pagava-se cinco euros, mas, porra!, era um jogo importante e estava muito pouca gente.
Como se explica?
Da mesma forma que a equipa no final, ainda no relvado, assinalou a passagem às meias finais: como se tivesse vencido o Marítimo para o campeonato! Nada de muito especial...
O que é que quero dizer com isto?
Que o paradigma do Clube subiu bastante, que já achamos normal as meias finais (quinta vez na nossa história, primeira vez consecutiva), que, sem ser banal, pensamos sempre em mais.
(mas quem diria há a um ano que seria assim??)

Arbitragem: Tiago Martins estreia-se

A vitória frente ao Marítimo vai ser apitada por um novo árbitro que nunca nos apitou, nem em Vila do Conde nem fora.
Que corra tudo bem a Tiago Martins!

As meias já cá cantam

Jogo épico no Estádio do Rio Ave . A equipa enfrentou as adversidades que se lhe colocaram, mesmo antes do iníco do jogo (lesão de Prince), e durante o jogo (lesões de Roderick e de André Vilas Boas), para conquistar uma vitória justa e que peca por escassa.
Perante um adversário que não conseguiu incomodar o guarda-redes Ederson durante a primeira parte, o Rio Ave foi fazendo o futebol ao seu belo prazer e criando oportunidades de golo.
É certo que na segunda parte apanhou um pequeno susto, com o empate a duas bolas, mas Ukra abriu a defesa gilista e rapidamente o desafio foi finalmente decidido a favor do Rio Ave.
Jogos como este, com muitos golos, alterações no marcador, alguma incerteza (momentânea) no resultado final, várias oportunidades de golo, chamam público. Cativam.
Na verdade existe uma grande diferença entre os dois conjuntos, sendo o Rio Ave muito superior ao Gil Vicente e isso ficou refletido neste jogo.
Agora temos que olhar para o futuro. E aí é preciso ter em atenção as lesões dos defesas centrais: Marcelo, Prince, Roderick e Vilas Boas. No meio de tanto azar, alguma sorte, pois se houver necessidade de ir ao mercado, ele está aberto durante este mês. Mas o ideal seria a recuperação de todos eles.

Lesão grave de Roderick (e um problema muito 'central') (ATUAL.)

Segundo A Bola de hoje, Roderick tem uma lesão no tendão de Aquiles (a TSF acaba de avançar que perde o resto da época e que deverá ser operado ainda esta semana; ATUALizo: o Rio Ave acaba de confirmar a rotura no tendão de Aquiles). Eu, que não percebo nada, sei que há vários tipos de lesões neste tendão, umas muito graves e outras menos. Mas, mesmo fazendo votos para que seja das mais leves, é forçoso esperar que vá parar alguns meses.
Que volte em forma, ele que estava a atravessar um bom momento, ainda por cima.
Muito menos grave será a lesão de Vilas Boas ('apenas' problemas musculares na coxa? mais grave?) - veremos se dá para estar domingo em campo.
Mas se juntarmos Roderick e Vilas Boas, à mialgia de Prince (que o deixou de fora da convocatória) e à lesão de Marcelo, sobra Monte!

Parece óbvio que o Rio Ave tem de ir às compras, e com urgência - até porque não podemos 'dispensar' Tarantini do meio campo...).
Teremos um junior domingo frente ao Marítimo? O regresso de Silvério? Por sorte, estamos em janeiro!