30.11.13

(13j Futsal) Finalmente uma grande exibição!

A equipa do Vila Verde pareceu-me fraca, física e tecnicamente, mas o Rio Ave não facilitou nem ficou a contar que o golo aparecesse.
Uma exibição de grande qualidade, nomeadamente na primeira parte em que dominámos integralmente (o golo do Vila Verde foi autogolo de Vítor Hugo, um dos lances mais anedóticos dos últimos tempos). Na segunda parte a nossa equipa entrou adormecida, lenta a partir para o ataque e a recuperar (os maus sinais de jogos recentes), e o adversário reduziu. Mas imediatamente Israel assumiu os comandos, levou a equipa aos ombros e chegámos aos 8-3.
Já tinhamos saudades de ver um placard assim...
Apesar de Formiga ter feito uma grande exibição -está outra vez em forma? - Israel foi o melhor para mim. Fez o trabalho mais difícil, mais arriscado e mais discreto.  Cada uma das suas arrancadas valeu um golo!
E se Israel e Formiga estão bem,  o Rio Ae também está!
Vi finalmente Fábio Marafona na quadra e Fábio Lima já esteve no banco, mas sem alinhar.

PS - muito pouco público.

Futsal : finalmente um bom jogo

O Rio Ave vence 3-1 ao intervalo e tem jogado muito bem

Juniores perdem 1 - 0 com Braga

Não temos direito a ver a nova camisola?

Os jornalistas já a viram esta manhã, vamos ter de esperar pelos jornais de amanhã?

(11j Benfica) Luís Gustavo não foi convocado

Os 18 de amanhã:
Guarda-Redes: Salin, Ederson;
Defesa: Lionn, Edimar, Tiago Pinto, Marcelo, Rodriguez, Vilas Boas;
Médios: Wakaso, Roderick, Tarantini, Diego;
Avançados: Del Valle, Braga, Ukra, Renato Santos, Joeano e Hassan.

Os que pensavam que Luís Gustavo poderia fazer a diferença enganaram-se. Ficou de fora.
Com ele vão para a bancada Nuno Lopes, Jeferson, Júlio Alves e Sandro Lima (além de Filipe Augusto, Ronny e Nivaldo). Regressam Roderick e Renato Santos. 

(Dos nossos emprestados no CNS 10ªj) Tiago reapareceu

No Ribeirão, João Paulo manteve a titularidade no centro da defesa, juntando-se a Mendes. Já Igor foi suplente utilizado.
No Tirsense, André Dias, a médio, viu Gilmar entrar ainda na primeira parte. Neiva não jogou.
Finalmente o Gondomar, com Paulo Jorge, Baldaia e André Costa no onze. Tiago Mansilha reapareceu ao entrar nos últimos minutos.

Filipe, esperança para logo?

«Preto espera "um bom espetáculo, que prevaleça o fair play, que venha muita gente assistir ao jogo e que, no final deste, a vitória nos sorria"».

29.11.13

Nova camisola em estreia no domingo

É a camisola dos 75 anos, diz A Bola de hoje.
Amanhã, na foto do plantel, já vai ser possível observá-la

Bruno, paixão pelo abismo

Regressa o melhor árbitro do mundo!
Continuo a dizer o mesmo: teme-se o pior.

Nuno: a convicção absoluta em pontuar

"Todos os jogos que vamos ter em casa, até à nossa vitória, terão dois objectivos: ganhar ou conseguir pontos. Temos a convicção absoluta que o vamos conseguir, porque temos qualidade para isso", observou, em conferência de imprensa.

Joeano a titular.

Pede a imprensa.
Com Hassan ou sem Hassan?

Lourival, lembram-se?

Jogou duas épocas em Vila do Conde e ainda hoje é recordado por muitos (já aqui falámos dele várias vezes).
Quem quiser matar saudades, pode fazê-lo via Facebook.
Um abraço para o Lourival.
(obrigado RM)

«Será que os outros avançados não têm capacidade para jogar?»

Esta é a pergunta do JVC desta semana. «Não se aceita a estratégia do treinador Nuno Espírito Santos, ao manter sistematicamente um ataque que vem revelando preocupantes carências na concretização. (...) Ukra, Hassan, Del Valle e Braga não estão em forma e a insistência neles, em bloco, é errada. Será que os outros avançados não têm capacidade para jogar? Então não deviam ser contratados...»

28.11.13

(Juniores 14j) Ainda o empate em Aveiro

O Rio Ave jogou em Aveiro com: Ruben Alfaiate, Neiva, Silvério, Monte, Raúl Tavares, Abalo, Bruno Sousa (Fernando 68), Jean (Diogo Pereira 63), Rafa, Bissourou Touré e Iuri Gomes (Sérgio 79).
- Estreou-se a titular Bruno Sousa;
- Se as minhas contas não falham, estreou-se a jogar (e a marcar) Sérgio Cardoso.
Golos rioavistas pelos suplentes: Diogo Pereira (89 minutos) e Sérgio (85 minutos).

Defender com 11 nos cantos

Era para ter falado disto no final do jogo, mas não deu para tudo...
Sempre que o Estoril marcou um canto, o Rio Ave meteu onze jogadores na sua área. Na primeira e na segunda parte (mesmo com um-zero).
Resultado: quando era para sair em contra-ataque ou pelo menos construir jogo, não havia ninguém para pegar na bola, a não ser quatro ou cinco jogadores do Estoril que desarmavam facilmente as nossas tentativas.

ASC: «total apoio» a Nuno

No Record de hoje, ASC revela que «demonstrei total apoio [ao treinador] para ultrapassarmos esta situação», acrescentando que «o jogo contra o Benfica vai ser o ponto de viragem».
O Presidente refere-se ainda a alguma contestação que Nuno tem visto, dizendo que «Os sócios também ajudam a que a equipa fique intranquila, embora não os critique, dado que a maior parte deles não se pode deslocar aos jogos fora e praticamente só veem o Rio Ave perder».

Nuno: fazer o que ainda não foi feito

Nuno já mudou todos os jogadores que era possível e desejável mudar (excluo a defesa, Tarantini e Ukra), já trocou posições no terreno, só lhe falta fazer uma coisa para contrariar este 'fatalismo' das derrotas caseiras: mudar o sistema tático. O míster já afastou essa hipótese, mas - sinceramente - não vejo razão para essa irredutibilidade.
Estará o Rio Ave refém de um sistema tático?
Como podemos dizer que que não, sem o termos experimentado?
Estaremos em condições de recusar esse cenário?
Não deve o míster tentar tudo o que está ao seu alcance para inverter uma realidade que - ainda por cima - parece não ter antídotos?
Não sei se com o Benfica (o jogo tem determinadas características que o distinguem dos outros) se com outro adversário, mas Nuno deveria fazer o que ainda não fez...

Luís Gustavo

Será Nuno homem para surpreender no domingo, com Luís Gustavo no onze?
É óbvio que o jogador precisa de uma chance a titular para poder mostrar mais do que aquilo que vimos frente ao Sertanense (muito pouco).
E também me parece óbvio que Wakaso está longe de fazer esquecer Wires.

27.11.13

O regresso do Rei

Já vimos hoje que o mais pontuado da jornada foi Tarantini. Foi a 2ª vitória semanal do jogador que é o Rei em título.

Consequências: Tarantini desalojou Ukra do topo da pontuação. Tem agora 303 pontos, mais 3 que o anterior líder e mais 8 que Marcelo que mantém o 3º posto. Nos 11 mais pontuados, Edimar perdeu 2 lugares fruto do castigo que cumpriu e caiu até 6º, sendo passado por Salin e Diego Lopes. Lionn subiu 1 lugar até 8º por troca com Wakaso.

A derrota não abalou muito a classificação

O Rio Ave mantem a 8ª posição na tabela e tem 5 pontos de vantagem sobre os lugares de despromoção, menos 1 que tinha na 9ª jornada. Não nos descansa, mas dá algum conforto.

Continua a greve de golos

em casa. E porque sofremos 2 do Estoril, temos agora 8 marcados contra 9 sofridos.

O 1º golo dos canarinhos foi o 3º que sofremos de fora da área e o 2º na sequência de uma jogada de bola parada.

Mexida forçada

Nuno fez duas alterações no onze habitual, uma forçada e outra por opção. Edimar tinha de cumprir um jogo de castigo e Tiago Pinto estreou-se a titular. Já Diego Lopes perdeu o lugar na equipa inicial por opção técnica. Braga deslocou-se da ala esquerda para o meio-campo ofensivo e Del Valle foi extremo. O avançado venezuelano repetiu a titularidade, ele que tinha jogado a ponta-de-lança na jornada anterior, relegando Hassan para o banco. O jovem egípcio recuperou um lugar no onze, ele que já foi titular por 8 vezes.

Tudo somado resultou no 6º onze inicial diferente de 2013/2014.

Aquilo que não nos sai da cabeça

e do coração são as derrotas em casa. O Estoril infligiu-nos a 4ª seguida em casa, em 5 no total da época. São 7 golos sofridos em casa e apenas 2 fora. A marcar são 6 fora e apenas 2 em casa, os que marcámos ao Setúbal na 2ª jornada. E por isso se repetiu uma norma nos nossos jogos: quando não marcamos, perdemos os jogos. 

Nuno não vai tirar Vilas Boas do onze

O Record de ontem dava a entender que Vilas Boas poderá sair do onze para entrar Rodriguez, justificando a troca com a falha no segundo golo (no primeiro golo Vilas Boas provoca um livre, com a mão, mas é um lance involuntário).
Rodriguez tem todo o direito de jogar - e estava a fazê-lo bem quando se lesionou - mas tirar Vilas Boas neste contexto em concreto seria muito penalizador.
Embora esteja provado que nada sei sobre Nuno, acredito que não o fará. Até pode fazê-lo no jogo seguinte, mas neste não.

Estreias à 10ª jornada

Não foi só Joeano que se estreou pelo Rio Ave, somando os seus primeiros 18 minutos. Diego Lopes também se estreou no banco, ele que contava todas as presenças como titular. Mas também a estreia dos castigos que obrigaram Edimar a ficar de fora. E com estas mudanças, passam a ser apenas 5 os jogadores que foram titulares nos 10 jogos já disputados.

Joeano tornou-se no 24º jogador a ser convocado por Nuno e no 22º a ser utilizado.

Tarantini volta a reinar

Tarantini voltou a ser o melhor da jornada.
O nosso Rei somou 31 pontos, mais 3 do que Marcelo.
Seguem-se Salin, Tiago Pinto e Lionn com 27, e só depois Ukra com 26.
Sem surpresa, Vilas Boas foi o menos pontuado (17), menos do que os 25 de Diego Lopes (suplente)

26.11.13

(12j Futsal) Da derrota em Cascais

- Fábio Lima continua ausente (Emerson entrou de início);
- se não estou enganado, Fábio Marafona estreou-se depois de tres passagens pelo banco (houve uma lesão, mas o jogador tarda em afirmar o seu valor no cinco-base do Rio Ave);
- Coelho continua a marcar;

Menos quatro pontos, um ano depois

Um terço do campeonato já lá vai.
São menos quatro pontos (obrigado JB).
comparemos, via O Jogo de hoje:

O 15 do Estoril, domingo

Já falei, várias vezes, das lacunas no plantel - a começar pelo médio mais criativo ou avançado.
Quem esteve domingo no Estádio pôde ver Evandro, nº 15, que é tudo aquilo de que precisamos e não temos.
Um jogador que joga e faz jogar, que pega na bola e a leva para a frente, que defende e ataca. Com classe.
Desde Ricardo Nascimento que...

PS - o mais parecido que temos é Tarantini. Porque não colocá-lo a '10', com Wakaso e Luís Gustavo mais recuados? É uma experiência. Mas alguma coisa tem de ser feita.

Colombo & Zappa - 72

Quantos sócios somos?

A Direção não esclarece quantos sócios a pagar quotas regularmente há no Rio Ave, por isso procurei saber por outras formas.
Fui ler os últimos relatórios e contas e tentar perceber como evoluiu a quotização (sem camarotes) nestes nove anos:
Notas a tirar:
- a chegada de ASC ao Rio Ave (e a manutenção da equipa na primeira divisão) tiveram um forte impacto. 2007/08 foi o último ano de Paulo de Carvalho.
- Já em plena crise (2010/11), o Rio Ave registou a maior receita de sempre, com cerca de 240 mil euros;
- nos últimos dois anos, a quotização tem vindo a descer significativamente; 2012/13 foi o pior dos últimos cinco anos.
- ainda assim, longe do melhor ano de Paulo de Carvalho (dos consultados por mim), que foi 2004/05, em que chegámos aos quase 170 mil euros de pagamento de quotas.
- Parece claro que está a verificar-se uma perda de sócios face a 2010/11, que não está tão longe como isso; recuperar esses sócios (se possível) poderia ser prioritário;

25.11.13

Vox Pop

Intrigado pelas derrotas caseiras e vitórias fora de casa, hoje decidi fazer uma consulta de opinião pelas ruas de Vila do Conde. Como explicam os vilacondenses estes resultados do Rio Ave? Eis algumas das respostas:

- Maria, 32 anos, camionista
"Isso só acontece porque os jogadores do Rio Ave jogam de calções. Toda a gente sabe que quem manda em casa tem de usar calças"

- Lurdes, 58 anos, mal-amada
"A galinha da vizinha é melhor que a minha, é por isso!"

- Joaquim, 46 anos, cozinheiro
"Fora fazem-se extravagâncias de lagosta e caviar, em casa é sopa e pão duro. Só que o telhado não tem telhas e vê-se tudo."

- Fernando, 39 anos, político na oposição
"A culpa é do governo. De que servem os elogios dos estrangeiros se em nossa casa a crise se sente cada vez mais?"

Eu gosto de Del Valle

Será problema meu? Acho que não é jogador para 4-3-3 e que se calhar é mais útil quando sai do banco pra enervar defesas já cansados. Gosto daquele estilo de cobra enervante a quem não se adivinha os movimentos. Gosto de o ver a jogar mais ao centro e mais perto da área adversária. Gosto. Será problema meu?

Algo está muito mal.

Comigo.

Quando após um jogo de futebol, deixo de ouvir rádio e ver televisão. Ler os jornais de hoje, bem, isso talvez o faça amanhã. É uma atitude de fanático. Eu não era assim. Isto de se gostar de um clube de futebol tem muito que se lhe diga, sobretudo quando no 5º andar o comandante adormeceu. Mas que é isto? Futebol!

E que tal seguir em frente? Broken hearts are for assholes!

Da AG de ontem

- o que fizemos em vendas e empréstimos (Vítor Gomes, Fabinho, Ivo Pinto, Esmael e?);
- Os números grandes do orçamento (e 400 mil euros pagos em transferências!);
- a questão (importante) dos documentos que NUNCA estão disponíveis a tempo antes das Assembleia Gerais;

Quando é o treinador a (tentar) dar a 'chicotada psicológica'...

É uma foto para a história desta época, por tudo o que aqui escrevi...
(foto: Record)
... mas sobretudo pelo que pode significar; que este gesto tenha sido um ponto de viragem, é o que desejam todos os Rioavistas.

Nuno a dar confiança

«Estes jogadores têm qualidade para ganhar a qualquer equipa em casa»
O que Nuno pode estar a querer dizer é que não é pelos jogadores que não ganhamos em casa.
Mas também não é justo dizer/concluir que - em alternativa- é pelo treinador que isso acontece.
Mais de metade dos jogadores está a render menos do que pode e deve mas também saltam à vista lacunas no plantel.

"A equipa produz"

Começa a ser cada vez mais difícil estar de acordo com as leituras que Nuno faz no final dos jogos.
Disse ele que «a equipa produz».
Pois esse é o problema.
A equipa não produz jogadas de ataque que possam resultar em golo.
Nuno: diga-me por favor quantas defesas o guarda-redes do Estoril fez? Na primeira parte, zero. Na segunda, uma? duas?
Produz?
Das duas, uma hipótese é verdadeira: ou Nuno está convencido que assim é, e vou mudar de óculos na primeira ocasião; ou Nuno está a ler muito mal o que se passa em campo* e talvez encontremos aí uma das explicações para o problema 'caseiro'.

* não me quero alongar sobre as duas últimas substituições feitas ontem, mas parece-me que foi altamente conservador, pouco ou nada arriscando.

(10j Estoril) Um-a-um: apenas Tarantini (e que pena, Vilas Boas)

Salin: 2 (mais um jogo em que não me convenceu; parece atrapalhar-se fora dos postes; no livre do golo não podia ter feito melhot?)
Lionn: 2 (bem na primeira parte, desapareceu na segunda)
Marcelo: 2 (intranquilo; não foi o 'Marcelo' que nos habituamos a admirar)
Vilas Boas: 1 (estava a ser dos melhores mas a exibição fica marcada pelo disparate que deu origem ao segundo golo)
Tiago Pinto: 2 (viu-se mais a atacar do que a defender, mas a atacar não deixou a sua marca; não conseguiu fazer as diagonais para dentro da grande área adversária ou os cruzamentos que já lhe vimos)
Wakaso: 1 (um dos jogadores mais em baixo;)
Tarantini: 3 (ele tenta fazer tudo, atacar, defender, trinco, médio de ataque...e nunca faz mal; não deslumbrou, até porque apareceu menos no ataque do que o normal)
Braga: 1 (quase zero enquanto esteve a '10'; completamente perdido; depois passou para a extremo e ainda mostrou que está vivo. Uma desilusão, em suma)
Hassan: 1 (indisfarçável a crise de confiança; talvez precise de ir alguns jogos ao banco e de aparecer como 'arma secreta' para mostrar que não desaprendeu)
Ukra: 2 (tentar, tentou; conseguir? raramente conseguiu. Quando Ukra não está bem, a equipa também não está bem)
Del Valle 1 (seria um zero, caso isso fosse possível; um desespero e uma ineficácia totais. Devia ter saído à meia hora, para defesa do próprio jogador, da equipa e dos sócios.)
Diego Lopes: 2 (entrou com garra, tentou fazer o que melhor sabe, que é transportar a bola para o ataque, mas durou 30 minutos)
Joeano: 1 (prá semana há mais)
Sandro Lima: 1 (sem tempo)

24.11.13

(10j Estoril)O mais pequeno comentário do mundo...

Lances de golo do Rio Ave na primeira parte: zero!
Lances de golo do Rio Ave, apenas após sofrer o primeiro golo: 56', Ukra falha de cabeça a passe de Braga; 62' DLopes remata para fora dentro da área; 65' Hassan à meia volta chuta para defesa do guarda-redes.
2-0 numa falha individual de Vilas Boas.
Acrescento: Nuno experimentou (e bem) Braga a 10, mas foi um desastre (sim, pior do Diego Lopes); Nuno não corrigiu e só mexeu quando o Estoril marcou o 1-0. Tirou Del Valle (mais uma exibição péssima) e meteu Diego Lopes na posição de Braga. Foi o único momento do Rio Ave.
Num jogo muito mau, em que pouco fizemos para ganhar, nota 1 para o míster - pelo imobilismo e inação durante a primeira parte e logo após o regresso do intervalo.
E fico por aqui, que isto está a custar muito! 

«Vamos conseguir»

Ao contrário do que pensavam os meus colegas de bancada, saí do Estádio com o palpite de que Nuno tinha comunicado aos jogadores, quando os mandou reunir no centro do terreno no final, que iria abandonar o comando da equipa.
Em que é que baseio isto: por um lado, nunca Nuno tinha feito uma coisa destas (lembram-se do último jogo em casa?) e, por outro, é por demais evidente a dificuldade em dar a volta.
Não considero que Nuno não tenha condições para continuar. É evidente que tem, porque a equipa está dentro dos objetivos.
Mas, sinceramente, pensei isso.
Está visto que estou muito longe de conhecer o pensamento de Nuno.

PS - o que é que Nuno disse, então? Segundo revelou na conferência final, transmitiu aos jogadores que «vamos conseguir». E o que é que eu acho disso? Como sempre achei que o problema era sobretudo psicológico, só posso aplaudir a intenção do mister.

Mais uma derrota em casa.

Não me vou alongar muito em comentários agora, porque pode sair asneira. A derrota adequa-se ao que vi, um Rio Ave sem chama e amorfo, pouco criativo e sem capacidade para contrariar o jogo mais prático do Estoril. Há uma crise evidente e profunda entre portas. A equipa em casa está de costas voltadas para os seus adeptos, os mesmos adeptos que são chamados a treinos de portas fechadas e que depois nos jogos ao apoiarem a equipa até assustam os jogadores. Quando é o próximo jogo fora? 8 de Dezembro em Olhão? Estou lá! Em casa já não tenho vontade de ver.

Estoril - Fim do jogo. Perdemos.

derrota por 0-2 é exagerada, mas que mais queríamos nós?

Estamos no tempo adicional de jogo

o árbitro adicionou 3 minutos aos 90.

Sandro Lima viu amarelo aos 87 minutos

Nuno tem muito que explicar

e o que será que tem para nos dizer? Que vai à bruxa na próxima semana?
Talvez tente fazer uma conferência de imprensa  à porta fechada. 

Foi assim: - ACT

Marcelo (ACT, peço desculpa pelo erro):Vilas Boas sai da área a fintar e perde para um adversário que entrega a Luis Leal. Já sem Salin na baliza, o avançado tranquilamente faz a bola passar rasteira entre 3 jogadores do Rio Ave e faz o 0-2.

Reacção? Agora nem com todos os Santos da cidade juntos!

0-2

Como é possível?

82 minutos, amarelo para Ukra

Faltam 10 minutos

o Rio Ave voltou a baixar muito, perdeu de novo o controlo de jogo e deixou de criar perigo.

Saiu Wakaso, 77 minutos

o médio defensivo andou o jogo todo perdido, uma tarde para esquecer

Vai entrar Sandro Lima

Faltam 15 minutos

a perder... que santinho nos ajuda?

Estreia de Joeano

Entrou aos 71 minutos para o lugar de Hassan

Estamos melhor

A equipa melhorou após a substituição, só é pena que mais uma vez estejamos a ser uma equipa reactiva e apenas isso.

65 minutos, Hassan

à meia-volta após assistência de cabeça de Braga. Saiu fácil para o redes contrário.

Apesar das minhas críticas,

escritas com o fígado em cima do teclado, o Rio Ave já criou duas oportunidades. Falta o golo.

62 minutos, que perdida!!!

Corte de um defesa do Estoril a deixar a bola para Diego Lopes disparar sem oposição por cima da trave. Já podíamos estar a vencer!

57 minutos, primeira oportunidade do Rio Ave

Braga cruza da esquerda e Ukra finaliza de cabeça ao lado. O redes do Estoril estava batido.

54 minutos, saiu Del Valle

e entrou Diego Lopes. Volta Braga a jogar na esquerda do ataque. Fórmula repetida e que não tem dado resultados. Não há outra mister?

Vai entrar Diego Lopes

Estoril - É de facto melhor não jogar em casa

Golo a frio na segunda parte e agora vamos ver a reacção do Rio Ave. Acho que nesta altura nenhum rioavista está muito confiante, a começar por mim.

Estoril - o golo foi de Luis Leal

ESTORIL - 47 MINUTOS - Amarelo para Vilas Boas e golo do Estoril

e livre frontal  perigoso para o Estoril. Golo do Estoril. O remate passou a barreira e Salin não o conseguiu parar

Estoril - Segunda parte começa sem alterações em ambas as equipas

Penalty?

A Sporttv mostra em pormenor o canto que deu muito perigo aos 37 minutos. Parece haver braço de Tiago Pinto num pontapé à queima-roupa ao qual o nosso defesa ofereceu o corpo de carrinho.

Del Valle no onze.

Diego Lopes no banco.  A 10 joga Braga ou del Valle?

0- 0 ao intervalo

Mais um mau jogo do Rio Ave. Não houve uma verdadeira oportunidade de golo em 45 minutos. Braga a 10 e Del Valle a extremo não resultam. São necessárias mudanças na equipa

Os mais e os menos ao intervalo

Mais: os 4 defesas (sem brilhar, mas a cumprir na missão essencial de não sofrer golos)
Menos: Del Valle, Ukra, Braga (a equipa não consegue ganhar domínio sobre o meio-campo adversário nem desequilibrar quando tem a bola)

Estoril - Intervalo com empate a zero.

Mau jogo entre duas boas equipas. O Estoril está melhor que nós. O domínio tem alternado entre as duas equipas, mas os canarinhos têm mais oportunidades e globalmente um melhor desempenho. Ainda não houve um remate nosso que obrigasse o guarda-redes do Estoril a intervir.

Hassan viu amarelo aos 44 minutos.

Estoril - 40 minutos

O Estoril está por cima do jogo, já criou mais perigo  e tem mais cantos. O Rio Ave está receoso.

Estoril - 38 minutos, primeiro remate com relativo perigo de Del Valle

O venezuelano recuperou uma bola, passou por dois adversários e rematou ao poste mais distante, mas errou bastante o alvo.

Estoril - 37 minutos, Estoril com perigo

Após canto sobre a esquerda da nossa defesa, muita confusão na área com vários "tiros ao boneco". Alguma sorte para nós.

Estoril - 32 minutos, remate perigoso do Estoril

rasteiro e cruzado, Salin a defender com a ponta dos dedos para canto. 1ª ocasião de golo do jogo.

Estoril - 30 minutos

O jogo continua sem pontos de interesse. O Rio Ave beneficiou de 3 livres perto da área do Estoril mas não criou perigo em nenhum deles.

Estoril - 20 minutos

O Rio Ave ganhou o controlo do jogo, mas continua a não criar perigo.

10 minutos de jogo

Há equilíbrio no jogo até esta altura. O Estoril é rápido a sair para para o contra-ataque, mas ainda não houve perigo em nenhuma das balizas.

Estoril - temos mais mudanças no onze inicial

Nuno fez mais mudanças do que seria de esperar:

Salin
Tiago Pinto, Marcelo, Vilas Boas e Lionn
Wakaso, Tarantini e Braga
Del Valle, Hassan e Ukra

Se Tiago Pinto era visto como substituto natural de Edimar, a troca de Diego Lopes por Del Valle não deixa de ser surpreendente. Braga faz o lugar do brasileiro na ponta ofensiva do triângulo de meio-campo.

Da AG ainda: os documentos a tempo

Destaco, da AG desta manhã, um assunto suscitado pelo sócio Manuel Quintela, que, muito bem, continua a tentar ajudar, à sua maneira, a melhorar o Clube.
Quintela protestou por os documentos relativos à época passada não terem sido disponibilizados a tempo, conforme dizem os estatutos e a convocatória. No caso da AG desta manhã, o texto deveria estar na secretaria para consulta desde o dia 15. Mas segundo Manuel Quintela, nem na sexta (22) estava.
Quintela só "falhou" numa coisa: limitou o caso a esta AG, quando na verdade os documentos NUNCA estão disponíveis dentro dos prazos. Às vezes só na véspera. Como é que eu sei? Porque em muitas das anteriores assembleias procurei-os alguns dias antes sem sucesso. Com outros, como eu, que também o faziam, aconteceu o mesmo. E desisti. Nesta já nem o fiz.
Pode ser que alguma coisa mude a partir daqui, até porque o presidente da AG disse que as explicações dadas não colhiam. Se isso acontecer, a minha admiração por Manuel Quintela aumentará e o Clube estará mais perto dos sócios.

PS - a questão pode ser grave, se algum sócio, um dia, decidir impugnar a AG por causa do não cumprimento desses prazos.

Outras notas da AG desta manhã

Em complemento a isto, mais algumas notas:
- as contas foram aprovadas apenas com uma abstenção (ver texto);
- por causa dos dinheiros dos empresários, o volume de negócios na época passada atinge os 6,655 milhões de euros, o que será um recorde absoluto;
- relativamente às contas relativas a essa época que nos foram apresentadas em julho do ano passado há alterações significativas. A começar pelo aumento da massa salarial com jogadores e treinadores, não se confirmando esta previsão; dos 145 mil previstos para treinadores, aparecem agora 379 mil efetivados; os gastos com ordenados da equipa de futebol também passam de 1 milhão e meio para dois milhões.
- Fui um dos aprovei estas contas, embora estes números grandes me assustem. Aprovei porque ASC tem dado provas de que sabe o que está a fazer e o facto serem cinco exercícios positivos seguidos dá-lhe credibilidade e, para nós, confiança. Pode ser parvo, mas tenho receio de que estejamos a crescer muito rapidamente.
- o Rio Ave pagou em 2012/13 428 mil euros em transferências. Hassan?
- Além dos resultados positivos, duas notas felizes: foi dito pela vice-presidente Alexandrina Cruz que além de não haver dívidas a fisco, segurança social e banca, também não devemos a particulares; o Clube está a recuperar os seus capitais próprios, que estavam muito negativos há poucos anos e já se encontram positivos;
- foi apresentada a Comissão de Honra para acompanhamento das comemorações dos 75 anos: além dos presidentes da AG e da Direção, será integrada também pelo capitão Duarte Sá, pelo dr. Teófilo Bernardes e pelo sócio nº1. Aprovado por unanimidade.
- pouco mais de dez sócios presentes;

Da AG desta manhã

O Rio Ave fez na época passada três milhões e meio em vendas e cedência de jogadores (mas há aqui uma percentagem muito grande que é dos empresários).
Confirma-se que a época fechou com um pouco mais de 100 mil euros positivos. Pelo quinto ano consecutivo.

23.11.13

(Futsal) Derrota em Cascais por 3-1

Ainda não foi o jogo da viragem que se desejava.
Derrota por 3-1 em Cascais.

(juniores) Empate a dois em Aveiro

2-2, com golos dos suplentes.
O Rio Ave mantém-se na luta pelo apuramento.
Terceira jornada a pontuar, segundo empate seguido

(10j Estoril) Joeano chamado; Luís Gustavo também

São 18 os de amanhã:
Guarda Redes: Salin, Ederson;
Defesa: Lionn, Nuno Lopes, Tiago Pinto, Marcelo, Rodriguez, Vilas Boas;
Médios: Wakaso, Luís Gustavo, Tarantini, Diego;
Avançados: Ukra, Del Valle, Braga, Sandro Lima, Hassan e Joeano.
_ Notas: entra Luis Gustavo e sai Roderick;
- Julio Alves continua ausente
-Renato Santos também fora. Há seis avançados.
Joeano é a grande novidade

De Braga espera-se sempre mais

Braga, Bruno Braga, tem sido destaque pela negativa. Porque joga mal, porque não produz, porque isto ou porque aquilo. Baseando-me apenas em números, Braga é dos 7 titulares em todos os jogos da Liga aquele que menor pontuação tem no prémio Rei do Ave. No entanto, é a par com Tarantini o jogador que mais contribui para os golos do Rio Ave e, seja com assistências, seja com o remate final, está em 3 dos nossos golos. Andamos a ser injustos com Braga? Eu acho que não. De Braga espera-se sempre mais, que seja mais decisivo e que tenha desempenhos mais agradáveis.

Que poderá dizer Braga em sua defesa? Que rende mais no centro do terreno onde Diego Lopes tem jogado? O treinador não parece convencido disso. 

Colombo & Zappa - 71

«Olha o rio Ave»

... na Póvoa!
(não, não é um jogo do fim de semana...)

Enquanto não chega a fotografia oficial da época

... ficamos com esta
(que também é oficial, da coleção de cromos da Panini/Sindicato dos Jogadores)

Sabem quem está entre Nuno Lopes e Ederson? É ele mesmo!

22.11.13

Nuno afasta qualquer mudança no sistema tático

Eu bem tentei...
mas Nuno é claro: «Nuno Espírito Santo recordou esta sexta-feira que em tempos mais distantes era difícil qualquer adversário vencer em Vila do Conde e por isso apelou "à história do Rio Ave para inverter a recente situação", considerando o jogo de domingo "ideal para mudar a tendência negativa dos jogos em casa". O técnico adiantou ainda na conferência de imprensa para o lançamento do embate nos “Arcos”: “Temos de mudar comportamentos nos jogos em casa, mas nunca se irá mudar o sistema de jogo”.

PS - percebi bem? apelou à história?

Nuno confirma titularidade de Tiago Pinto

... na conferência de imprensa desta manhã.
André Vilas Boas já treinou (deverá jogar portanto).
Falta saber se Joeano será convocado (não o ser seria surpreendente, mas aguardemos).

Cinco jogos seguidos em casa!!

Rio Ave - P.Ferreira (29 ou 30 dez.) Taça da Liga
Rio Ave - Setúbal (5 jan. )= taça de portugal
Rio Ave - Marítimo (12 jan. 15ª jornada da liga)
Rio Ave - Setúbal (15/16 jan.) taça da liga
Rio Ave - Belenenses (19 jan.) 16º jornada da liga

    Outra vez: é bom ou mau?
    Noutro contexto, noutro clube, seria uma ótima notícia (menos para o relvado...).
    Já para o Rio Ave...
    Embarque rumo à vitória!

Taça de Portugal: Rio Ave-Setúbal

Mais um jogo em casa.
É bom?

A loucura por Nelson Monte!

«Fulham are locked in a four-way battle with AC Milan, Benfica and Real Betis to snap up Rio Ave starlet Nelson Monte, according to sources in Portugal»

Parece claro que a dupla Silvério-Monte não se concretizará (pelo menos nos próximos anos), mas gerará certamente uma boa receita (o empresário é Carlos Gonçalves, o mesmo do treinador André Vilas Boas, segundo o zerozero).

Jogo com o Estoril: vale a pena abrir a bancada descoberta?

O Rio Ave está a anunciar bilhetes para a bancada descoberta (10 euros).
Sabendo-se dos custos (segurança e policia) de abrir a bancada e, por outro lado, dos poucos adeptos que virão de Cascais, não seria melhor fechar a bancada?
Vejam o que aconteceu na época passada!

Reis do Ave corrige JVC...

A hora é inesperada, muito mais com transmissão televisiva em direto, mas o jogo de domingo é mesmo às 15h e não às 17h45, como diz o JVC desta semana. Às 17h45 é o da semana seguinte, com o Benfica.

21.11.13

Vilas Boas lesionado; Ukra e Diego recuperados

Vilas Boas aparece no boletim clínico de hoje com um «traumatismo no joelho esquerdo. A fazer recuperação no ginásio». A três dias do jogo com o Estoril, pode ser baixa.
Boas notícias, em alternativa, são o regresso de Ukra e a recuperação de Diego.

Diálogos imaginários 61

(as fotos aqui)

E que tal duas vitórias em casa?

Não é pedir muito, certo?

(Dos nossos emprestados no CNS 9ªj) A regularidade de Baldaia

Três jogos, três empates:
- a super-desilusão Ribeirão, com João Paulo, Mendes e Igor, empatou a 1 golo em Felgueiras;
- o Tirsense, que começa a ficar para trás, empatou na Póvoa, com André Dias e Gilmar a suplente (Zé Diogo não jogou);
- o Gondomar é a melhor das três, mas com o apuramento para a fase seguinte um pouco difícil.Paulo Jorge, Baldaia e André Costa foram titulares. Empate a 1 frente ao Freamunde.
Além da estreia de João Paulo a titular, destaca-se a grande regularidade do defesa-direito Baldaia.

20.11.13

Está explicado o sucesso nos jogos fora

«(...) vou-me lembrar sempre do primeiro jogo fora de casa em que representei o Rio Ave. Foi a famosa goleada em Paços, onde o Rio Ave venceu por 6-1. A partir daí nunca mais falhei um jogo fora de casa. Aliás, os meus colegas de Direção acham que a minha presença deu sorte e não me deixam falhar um jogo

Ainda do sorteio da Taça da Liga

Já viram bem isto?
Dois jogos em casa, com adversários a que temos de ganhar, e uma saída até à Covilhã.
Ou lançamos uma petição para fazer os três jogos fora?????

Foi obra do Espírito Santo????

Taça da Liga: sorteio MUITO favorável (ATUALizado)

No grupo A, Paços de Ferreira, Rio Ave, Setúbal e Covilhã vão disputar o apuramento entre si.
O Benfica fica no grupo D, com Nacional, Gil Vicente e e Leixões.
No grupo C estão Braga, Estoril, Belenenses e Beira Mar.
Finalmente, o grupo B, do FC Porto e Sporting, junta também  Marítimo e Penafiel

Lista de jogos: 29/30 de dezembro
Rio Ave-P. Ferreira

V. Setúbal-Sp. Covilhã
2ª jornada: 15 e 16 de janeiro de 2014
P. Ferreira-Sp. Covilhã
Rio Ave-V. Setúbal
3ª jornada: 25 e 26 de janeiro de 2014
P. Ferreira-V. Setúbal
Sp. Covilhã-Rio Ave



Vamos em frente?
O vencedor do grupo A (Rio Ave) joga nas meias finais com o vencedor do grupo C (Braga?).
Melhor era impossível.
Agora a equipa que faça o resto!

No próximo Rio Ave- Benfica

... não haverá o já famoso duelo- Espírito Santo-Jesus!

Juniores: campeonato volta sábado

Depois de mais uma semana de paragem, volta este sábado o campeonato de juniores com o Rio Ave em Aveiro.
Se a equipa demonstrar a atitude que teve frente à Oliveirense, não falhar tantos golos e não tiver uma arbitragem miserável, vai somar três pontos.
É a minha palavra!

PS - Alfaiate foi castigado?

19.11.13

João Tomás no Paços de Ferreira? (ATUAL.)

A Bola de hoje diz que o Paços de Ferreira vai tentar contratar João Tomás em janeiro, se o nosso antigo jogador sair do clube angolano, onde as coisas parecem não lhe estar a correr bem.
(reservo um comentário para o momento em que haja alguma confirmação)

ATUALizo a 21/11: O Paços de Ferreira diz que JT é muito caro e descartou a hipótese

Viram o passe de Luís Gustavo na seleção?

É um passe do outro mundo!!!!!

Queremos ver mais disto nos Arcos!

Alex vai hoje a enterrar

O estandarte do Rio Ave Futebol Clube não deixará, certamente, de estar em Belinho, esta tarde.
Domingo faz sentido um minuto de silêncio - mas avisem primeiro a quem é dedicado o minuto de silêncio para todos sabermos o que está em causa (no jogo da Taça nem me levantei, não sabia o que era).

Agora é que Hassan não vai ao mundial

O Egito disputou um play off de acesso ao mundial e perdeu 6-1 (em casa...) com o Gana.
Hassan não tem sido convocado para os últimos jogos, mas poderia ser opção para o Brasil, caso o Egito lá chegasse.
Daqui a quatro anos?

18.11.13

Nelson Monti?

Segundo apurou A BOLA, o promissor defesa internacional português tem vindo a ser seguido pelos olheiros do Milan, observações que têm tido nota bastante positiva, pelo que o futuro poderá passar por Itália, embora não esteja excluída a possibilidade de voltar à Luz.

Luis Gustavo titular na seleção de sub21 (ATUAL.)

Em termos de seleção, nada mudou antes e depois de sair do Barcelona B.

ATUAlizo: cruzamento de Luís Gustavo e golo de Portugal (1-1) frente a Israel, marcado por Ivan Cavaleiro.

Auxílio à imigração ilegal - primeira sessão hoje

Lembram-se de um processo, movido pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, de alegado auxílio à imigração ilegal envolvendo o Rio Ave? A primeira sessão foi hoje.
«A defesa de Paulo Carvalho apresentou à juíza um pedido que visa a prescrição do processo, situação que agora irá ser analisada pelo Ministério Público. Está marcada nova sessão para o próximo dia 12 de dezembro, tendo a juíza alertado os arguidos para a possibilidade de não ser necessário o julgamento» (mais aqui)

Jogos com o Varzim: vitória, empate e derrota

Do fim de semana:
Derrota muito pesada dos sub10 em Vila do Conde frente ao Varzim (4-0).
Neste mesmo fim de semana, empate nos sub13 (1-1) e vitória dos sub11 na Póvoa (3-4)

E se o treino à porta-fechada serviu para...

... treinar um novo esquema com Hassan e Joeano?
Não são incompatíveis e - de certa forma - seria um desperdício ter um deles no banco.E há duas opções: um 4-4-2, que apesar de tudo seria surpreendente para os hábitos de Nuno; ou Ukra num lado, Hassan e/ou Joeano mais descaído na esquerda.
(também há o cenário de Joeano não estar em forma para fazer 90 minutos)


17.11.13

Alex, ex-junior do Rio Ave, faleceu hoje

Fez duas épocas no Rio Ave, ate aos sub19 e disputou alguns jogos a titular.
Estava no Tourizense e faleceu hoje durante o jogo.
Não deixamos de o evocar.

Juniores: 3 guarda-redes lesionados!!!!!!!!!! É galo

Não há duas sem três?
Depois de Alfaiate e Maravalhas, também Edu se lesionou.
Resultado: Pedro Cunha teve de recorrer a um guarda-redes dos juvenis para o jogo-treino de ontem com o Gil Vicente.
É galo!
(Alfaiate recuperado a tempo do próximo jogo, é a esperança!)

16.11.13

Futsal : Rio Ave perde 1 - 4

Diz quem viu que foi dos melhores jogos do Rio Ave. Sem Fábio Lima (lesionado), a equipa deu tudo e teve o jogo sempre equilibrado. A perder 1-2 a poucos minutos do fim, Raul Moreira tentou o 5-4 mas foi o adversário quem tirou partido, marcando mais dois

3-0 ao Gil Vicente? Era fora...

Marcaram Roderick (dois!) e Sandro Lima.

ASC na festa da Escola

ASC teria certamente mais do que fazer e facilmente poderia ter delegado no seu vice-presidente.
Mas esteve presente no encerramento da festa do 9º aniversário da Escola e todos (eram mais de 200 miudos, mais os pais...) certamente terão gostado de o ouvir.

Pouco fiúza

O presidente do Gil Vicente protestou por haver poucos jogos em Barcelos até ao fim do ano.
Resultado: faz um jogo-treino com o Rio Ave à porta fechada.
Parece-me que foi pouco fiúza, o presidente dos galos!

Ukra e Diego Lopes lesionados

diz o boletim clínico.
Recuperam para o jogo com o Estoril?

Os 9 anos da Escola de Futebol do Rio Ave FC

O trabalho de António Barros à frente da Escola de Futebol do Rio Ave merece aplausos.
Ter uma escola de futebol é muito importante por várias razões - e criar futuros craques é apenas uma delas.

Declaração de interesses: o meu filho é uma das muitas crianças que duas vezes por semana integra essa Escola. Passei a conhecer muito melhor o projeto. Apesar de haver situações que me parecem erradas (a obrigatoriedade de comprar um equipamento muito caro, que muitos pais não poderão suportar, sobretudo nesta altura), ver aquele relvado cheio de miúdos é uma alegria.

15.11.13

José Ferreira recorda aquele jogo de Mourinho (entre outras memórias)

O «site» continua - e bem - a entrevistar figuras ligadas à história do Clube.
Desta vez é o antigo dirigente José Ferreira.
Do que diz, retiro este excerto: «O Rio Ave foi jogar ao Sporting no último jogo da temporada e perdemos 7-0. Fui diretor de campo nesse jogo e o treinador Félix Mourinho virou-se para mim e disse-me que o seu filho [José Mourinho] ia jogar, mas eu disse-lhe que não podia ser pois isso tinha ficado decidido em reunião de direção. Por causa dessa situação o treinador quis abandonar o Rio Ave, mas foi o filho José Mourinho que pediu para ele continuar»

PS - a passagem de José Mourinho pelo Rio Ave já mereceu vários textos e está bem documentada aqui.

Nova claque jovem em formação

Mais uma tentativa, obviamente bem vinda, de constituição de uma claque jovem de apoio ao Rio Ave.
Percebe-se que irá ter apoio da Direção do Rio Ave.
«O nome deste grupo será Green Zone, e a partir deste momento estão abertas as inscrições.Este grupo só irá aparecer na curva quando se conseguir 100 inscrições, com o objectivo de ter um inicio em grande, para solidificar as raízes do grupo

JVC propõe Tiago Pinto no ataque

Surpreendente leitura do JVC desta semana sobre a atuação de Tiago Pinto frente ao Sertanense. Elogia muito o jogador (ao contrário do que aqui fiz) e ainda sugere que possa jogar à frente de Edimar: «Positiva exibição de TP, muito bem a atacar, deixando a ideia de que, com Edimar na defesa, pode jogar à sua frente e tornar mais acutilante o ataque rioavista».
(Para Tiago Pinto jogar à frente de Edimar, seria como médio? Ou no lugar de Braga? Se é para jogar no lugar de Braga, acho muito bem!)

Nas duas competições que estamos a jogar

- 11 jogos com 6 vitórias (2C vs 4F), 1 empate (F), 4 derrotas (3C vs 1F);
- 7 onzes iniciais diferentes;
- 5 jogadores estiveram nas 11 partidas;
- Marcelo e Tarantini são totalistas de minutos;
- Edimar, Marcelo e Tarantini nunca foram substituídos;
- Diego Lopes, Marcelo e Tarantini foram titulares nos 11 jogos;
- Diego Lopes é o jogador mais vezes substituído;
- Del Valle é o suplente mais vezes utilizado;
- Nuno Lopes é entre os jogadores de campo o que mais vezes fica no banco sem ser utilizado;
- Luis Gustavo é o que mais vezes foi convocado e depois ficou fora dos 18 finais;
- marcámos 15 golos e sofremos 9;
- 9 jogadores já marcaram golos pelo Rio Ave, sendo um deles um autogolo de um jogador da Académica;
- Tarantini é o melhor marcador com 4 golos;
- 4 jogadores marcaram golos nas duas competições;
- marcámos em 7 jogos e sofremos em 6;
- Edimar já viu 5 amarelos e vai ter de cumprir um jogo de castigo;
- ainda nenhum dos nossos jogadores foi expulso;

Tudo a conferir nesta ligação.

Futsal: ainda as exibições da equipa

Conversei com Raul Moreira, sobre o jogo de sábado, o momento da equipa e o próprio texto que escrevi.
Como é público, sou fã do Raul e mais uma vez ele não me desiludiu: com grande serenidade e discernimento, deixou-me algumas ideias que tenho todo o gosto em partilhar com os nossos leitores:
- para começar sugere que se recorde o aqui nos disse na entrevista que publicamos na pré-época:
Marcar menos e sofrer também menos golos e Precisamos é de estabilizar e não sonhar.
-  Quanto ao "fator-Cardinal" e à sua importância, aqui ficam estes números:
Época passada
Sem Cardinal : 19 pontos em 14 jogos (1.35 por jogo)
Com Cardinal : 36 Pontos em 12 jogos (3 por jogo)
Esta época
12 pontos em 10 jogos (1.2 por jogo), mas num plantel curto e limitado, com lesões, o objetivo é igualar a média de pontos por jogo para 1.35;
- Os maus passes, os golos falhados de formas incríveis e erros infantis devem-se à ansiedade tremenda que cai nos ombros dos mais velhos (nomeadamente o Formiga e o Israel). Uma coisa é jogarmos tranquilos sem necessidade de pontuarmos para que os objetivos sejam cumpridos (como no ano passado), e outra é irmos para os jogos sabendo que é fundamental e imperioso ganhar. Todos nessa situação abanam. Mas o Raul faz questão de dizer que que se há alguém a quem não pode exigir mais é a estes dois jogadores, pois mesmo com as coisas a correr mal, sacrificam-se e expõem-se, enquanto os mais novos, muitas vezes por caráter e personalidade, "escondem-se".
- Finalmente: o Raul insiste que recusa passar a jogar como quase todas as equipas fazem, com linhas baixas, no aproveitamento dos erros do adversário, jogando em transição permanente. Se calhar poderíamos ter mais alguns pontos, ou não! Mas o Raul quer fazer um caminho sem receios e sem cobardias.

14.11.13

Ser ou não ser (europeu), eis a questão

É por demais evidente, nesta altura, que no balneário se fala a duas velocidades, quando se trata de traçar os objetivos da equipa.
Até acredito que no íntimo todos pensem da mesma forma, mas faria mais sentido haver apenas um discurso.
Depois deste desencontro, uma novo: Hassan na Europa, Tarantini na permanência: « O Rio Ave aparece com um objetivo de permanência,(...) Não estamos a pensar num posto europeu»

Sobre um jogador que o Sporting contratou ao Leixões e que treinou no Rio Ave

O Sporting contratou ao Leixões que na época passada chegou a treinar com a equipa de juniores.
Tanto quanto consegui saber, o Rio Ave nessa altura só tinha mais uma vaga para estrangeiros, que estava destinada a um ponta de lança.
Por outro lado, o lugar desse jogador já estava 'ocupado' por Daniel, que era a aposta da equipa.

Algumas notas sobre a gestão da equipa na Taça de Portugal

Nuno apostou em duas equipas distintas para a 3ª e 4ª eliminatória da Taça. De um jogo para outro manteve 7 jogadores: o guarda-redes, 3 defesas, 2 médios e 2 avançados.

Ao intervalo já vencíamos os dois jogos. Aliás, só marcámos golos nas primeiras partes dos encontros, num total de 7. Sofridos temos 2, os que o Sertanense nos marcou, na segunda parte da 4ª eliminatória. Tal como para a Liga, Tarantini é o melhor marcador, também com 2 golos marcados.

Aproveitando as vantagens robustas conseguidas nas primeiras partes das eliminatórias, Nuno tem mexido cedo na equipa. Na 3ª eliminatória aos 58 minutos e na 4ª ao intervalo. Luis Gustavo e Renato Santos foram usados nos 2 jogos como suplentes utilizados.

Esta informação pode ser toda consultada aqui.

O elogio à contratação de um diretor-geral

A vice-presidente Alexandrina Cruz deu uma entrevista ao 'site' do Clube.
Do que disse, destaco o elogio à contratação de um diretor-geral: « (...) que claramente contribuiu para os resultados que temos vindo a obter. A opção do Presidente Campos de contratar alguém com experiência e qualidade que reporte a todas as áreas do Clube e que se dedique ao Clube a tempo inteiro foi claramente uma opção vencedora».

(há dois anos e meio, quando Miguel Ribeiro foi contratado, escrevi isto; como diz Alexandrina Cruz não há razões para estar arrependido!)


A última Assembleia do Rio Ave FC

é dia 24, domingo de manhã.
É a última época antes da SDUQ.
Já se sabe que as contas serão mais uma vez positivas, em cerca de 100 mil euros.

PS - Mais um clube da primeira divisão (sociedade desportiva) que divulga no site as suas contas

Continuo sem saber...

se há treinos ou não, se são abertos aos sócios ou não. A última notícia sobre o assunto é de segunda-feira passada.
Poderá ser esquisitice minha que estou de férias, mas estando o Rio Ave a mais de uma semana do próximo jogo oficial, não seria de abrir completamente as portas para os adeptos verem os treinos?

Aquele apelo aos sócios para irem aos treinos mais parece que foi uma brincadeira de muito mau gosto. Sobre o site... Se quiser saber se posso ir ao treino tenho mesmo de passar no estádio, não é? Ou telefonar. O site... enfim...

Joeano assina hoje (ATUAL)

diz uma notícia da Agência Lusa.
Faz hoje exatamente uma semana que começou a treinar.

ATualizo: mas O Jogo diz que assinou ontem. Que comece a marcar é o que se deseja!

13.11.13

Jogo-treino em Barcelos no sábado

Durou pouco esta informação.
Afinal, o Rio Ave (grandes) vai a Barcelos (jogo-treino à porta fechada), enquanto o Rio Ave (juniores) recebe o Gil Vicente

Hassan: «queremos ir à Liga Europa»

Em O Jogo de ontem, Hassan diz que o objetivo da equipa é ir à Liga Europa.

(Sobre ter estado algumas semanas sem marcar, Hassan lembra que isso acontece com todos os grandes pontas de lança; confiar e trabalhar são as palavras-chave)

Luís Gustavo

Não foi titular, mas fez 45 minutos.
Mas não foram os 45 minutos que Luís Gustavo e os adeptos desejariam.
Não sei se foi vítima, se ele próprio contribuiu para aquela segunda parte miserável, mas Luís Gustavo não mostrou porque foi tantas vezes titular no Barcelona B e porque continua a ser opção para a seleção de sub21 (está neste momento convocado).
Não sei se voltará a ter uma oportunidade em breve, mas sei que ninguem ficou com água na boca para ver mais.


Sábado: seniores contra juniores (CORR)

Jogo Treino (Sub-19) – Rio Ave FC (Seniores) vs. Rio Ave F.C. SDUQ (Juniores) ( Sábado, 10:30H)

Corrigido

12.11.13

O placard eletrónico não trabalha apenas aos domingos

Seria um desperdício se aquele placard que foi instalado esta época no Estádio servisse apenas para informar durante os jogos.
Trata-se de um bom veículo de comunicação, que finalmente está a cumprir essa função.
Ainda por cima tem informações que se desconheciam.

Futsal: «esqueçam a época passada»

Ouvi ontem Raul Moreira na Linear, em declarações recolhidas após o jogo com o Póvoa Futsal.
O nosso treinador estava um pouco zangado com a pergunta, centrada nos erros da equipa e com a qualidade geral das últimas exibições.
Raul centra os seus argumentos no facto de ser importante não comparar com a época passada, lembrando que o que está a acontecer nesta altura é o normal do futsal do Rio Ave, que tem descido de divisão, depois da subida. O míster disse também esperar chegar ao final de março com o rio Ave entre o 5º e o 6º lugar.
E isso foi o que gostei mais de ouvir.
Ninguém está à espera de ver Cardinal na quadra e sabe-se que sem Cardinal qualquer equipa é (muito) mais fraca.
Mas - respeitando as opiniões de Raul Moreira, de quem sou admirador - há duas coisas que me parecem claras:
- a equipa falha mais passes, a ponto de parecer que jogadores como Israel ou Formiga desaprenderam;
- a equipa está mais lenta, reage mais devagar, parece 'desanimada', o que se reflete nos duelos individuais e na falta de inspiração quando é preciso decidir; só quando está a perder ou se vê em perigo é que acorda!
Caro Raul: isto só tem a ver com Cardinal, se for psicológico. E se for psicológico, então não será mais do que uma pseudo-crise, como tu lhe chamaste?


Joeano deve assinar hoje

... diz o Record
Perante uma proposta “indigna” para continuar em Arouca e gorada a possibilidade de se mudar para o estrangeiro, onde apontava a “outros horizontes” mais elevados, acabou por cair inesperadamente no desemprego até o Rio Ave lhe acenar com um contrato. “Se eu dissesse que não fiquei surpreendido, estaria a mentir”, atestou o atacante, determinado em “retribuir com profissionalismo” o reconhecimento do seu novo clube.

O relvado aguenta? - ACT

Ainda não estamos no inverno e o relvado já não aguenta, como se viu no domingo.
O míster já disse que está preocupado.
Há alguma coisa que se possa fazer?

ACTUALIZAÇÃO: para já o treino de hoje faz-se em Fão às 4 da tarde.

E nós?

Já sabíamos que no Gil Vicente mais de metade dos mais de 5 mil sócios não paga quotas e ficamos agora a saber, via O Jogo, que o Vitória de Guimarães tem 27500 sócios mas que apenas 15 mil são sócios pagantes.
Relativamente ao Rio Ave, sabe-se que a Direção recuperou 1500; falta saber, do total, quantos pagam as quotas regularmente

11.11.13

Filipe Augusto, volta rapidamente!

Tirando a defesa, que está estabilizada e dá confiança, mais Tarantini e Ukra, o resto da equipa não oferece ou não está a oferecer (o que é diferente, como se vê no caso de Hassan) as garantias que todos desejamos.
Não há equipas perfeitas, e sabemos das limitações, mas alguns jogadores tardam em mostrar as qualidades que são necessárias para jogar com a camisola do Rio Ave na primeira divisão - e não temos um dos orçamentos mais baixos.
O pior é que olha-se para o banco de suplentes e não se vêem alternativas válidas.
Por isso, se saúda a contratação de Joeano, por isso Ronny também pode ser útil, por isso Filipe Augusto está a fazer muita falta (sobretudo no lugar onde temos mais jogadores, a '6' mas onde falta um indiscutível). Pelo último boletim médico, Filipe Augusto ainda faz a recuperação entre o ginásio e o relvado, o que significa pelo menos mais um mês de recuperação, imagino.

PS - quantos mais maus jogos Diego Lopes terá de fazer para Nuno pensar numa alternativa (que nós não sabemos qual será, mas que o míster tem de ter, porque há lesões e castigos)? Acredito que Diego Lopes está a evoluir (notam-se diferenças face à época passada), mas não me parece que faça sentido jogar quando está bem e quando não está.

«o Rio Ave precisa é de uma equipa de "Tarantinis"!»

E ela aqui está!

Joeano já...

... já assistiu ao jogo de ontem, mas já assinou?

Ainda o jogo da Taça

Porque a minha análise está - infelizmente - mais perto da do treinador do Sertanense («Marcámos dois golos e podíamos ter marcado mais. Duas bolas que os defesas tiraram da linha de golo e uma bola na trave«) do que da de Nuno («foi um bom jogo de futebol»), não me vou alongar no comentário que fiz ontem no Estádio.
Correu tudo bem ao Rio Ave, que teve quatro oportunidades de golo na primeira parte e marcou quatro golos! Reconheça-se a entrada forte em campo.
Não quero tirar ilações do jogo e o que espero é que a vitória sirva para moralizar a equipa, a começar pelos do ataque que marcaram (Hassan, Del Valle e Braga), que há muito não o faziam.
Também não vou fazer análise individual, além do que já disse de Tiago Pinto e de Ederson. Mas quero fazer um único destaque: o que o Rio Ave precisa é de uma equipa de "Tarantinis"! Além de jogar e fazer jogar, marca (logo a seguir, mandou à barra) e dá a marcar. Joga sempre bem e está numa forma excelente. Cada vez temos mais orgulho do nosso Rei!

PS - pouco público nas bancadas.

Das entrevistas de ASC

Relendo o que disse ASC a O jogo e ao JN, deixo estas ideias:
- os resultados positivos relativos à época passada são uma excelente notícia (até porque não houve uma 'grande' venda);
- os planos para o Estádio também; pensar num estádio novo é utópico; melhorar este faz todo o sentido, até pelas potencialidades que tem (localização, espaço, etc);
- também gostei do realismo com que falou dos títulos, da Europa, etc (no JN); estou completamente sintonizado com esse discurso;
- mas a grande novidade é a disponibilidade para fazer um terceiro mandato (em O Jogo; mais 'cauteloso' no JN) que faz todo o sentido, havendo interesse do próprio;

Juvenis perdem com o último!

O míster bem pedia 'os pés na terra', mas o alerta pelos vistos não chegou ao balneário - a equipa de juvenis do Rio Ave perdeu ontem com o último, em Vila do Conde!
Foi o mau jogo a que todas as boas equipas têm direito?

10.11.13

Taça de Portugal : Rio Ave ganha 4 - 2

Um dos piores jogos de que me lembro por causa de uma segunda parte para a qual não encontro adjectivos. Tivemos de esperar até aos 82 minutos para ver um lance de perigo por parte do Rio Ave. Saio do estádio satisfeito pelo apuramento mas um pouco envergonhado pela prestação colectiva. E atenção,  o Rio Ave jogou com o onze principal,  tirando Ederson e Tiago Pinto,  duas desilusões

Taça de Portugal: 4-2 e podia ser pior

Um início de segunda parte absolutamente inqualificável por parte da nossa equipa resultou em dois golos por parte do Sertanense e mais dois lances que podiam ter dado o empate.  Não me lembro de uma coisa assim. Faltam 20 minutos

Taça de Portugal: Rio Ave ganha 4 - 0 ao intervalo

Um jogo muito fácil,  perante uma equipa muito fraca e com uma grande exibição de Tarantini. 4 remates à baliza do Sertanense,  4 golos. Eder não fez uma defesa e o Rio Ave só teve de aproveitar. Marcaram Tarantini,  Braga,  Hassan e Del Valle

ASC em entrevista ao JN

Afinal, a entrevista a O Jogo não era exclusiva (jornalistas...) e ASC também fala ao JN; só agora me foi possível ler para deixar aqui as ideias, do meu ponto de vista, essenciais (para uma perspetiva completa é preciso ler a entrevista na íntegra):
- «o Clube evoluiu imenso»;
- «Começa a faltar um título ou ida às competições europeias? Vamos ser realistas e responsáveis. O Rio Ave está estável mas temos consciência das nossas capacidades e limitações. Temos feito bons campeonatos mas não nos vamos iludir nem hipotecar o Clube (...)».
- (sobre o jogador que deu mais contratar e o que custou mais sair) «A que me deu mais gozo terá sido a do Ukra. (...) Custou-me muito a do João Tomás. Respeito-o muito mas saiu de uma maneira que nunca imaginei. Foi algo inesperado. (...) ele pensou na parte financeira»;
- «Continua a faltar mais atletas vilacondenses de referência na equipa principal? Neste momento infelizmente isso não acontece, porque estamos dependentes das fornadas que surgem. (...) Ainda assim temos fé e alguns jogadores como Monte e outros que que estão emprestados para ganharem experiência e maturidade»;
- Sobre a continuidade: «Sinto-me muito satisfeito com o que consegui no Clube, mas também sei que existem pessoas muito válidas no concelho para imprimirem uma boa gestão no Rio Ave. Todos temos um limite e é preciso saber quando sair. Já o poderia ter feito, pela porta grande, num momento de glória, mas o futuro dirá. Agora apenas digo: vamos ver».

9.11.13

(10j Futsal) Rio Ave vence por 3-1 (ATUAlizado com vídeo)

A segunda parte foi melhor e correu-nos tudo bem.
Ainda sofremos um pouco, mas a vitoria é justa.
ATualizo o comentário:
Pedia-se uma segunda parte diferente e isso aconteceu - logo no primeiro lance o Rio Ave marca. E a partir daí a nossa equipa acalmou. Continuou a tomar más decisões, a falhar mais passes do que o habitual e a chegar tarde às disputas de bola. Mas deu para controlar.
Quando o adversário avança o guarda-redes reduz de imediato e anteviam-se dois minutos finais muito intranquilos e difíceis para nós. Mas eis que no lance imediato um jogador do Póvoa é expulso. Ainda deu para marcar mais um.
Mantenho que Vítor Hugo foi o nosso melhor jogador.
E mantenho que esta equipa está a desiludir (Israel e Coelho - apesar dos golos - são os aqueles em que mais se nota a quebra).
O que se espera é que esta vitória seja o momento da reviravolta, mas sinceramente não acredito.
A equipa de Paulo Morim brilhou Cristiano. Nem parecia o mesmo Cristiano que jogou no Rio Ave!
Uma nota final: Raul Moreira fez alinhar apenas oito jogadores, os cinco do costume, mais Renato Pontes, Preto e Emerson; da cantera caxineira não jogou ninguém. E mesmo Fábio Marafona continua longe da quadra (esteve no banco)
PS - não faltou apoio à nossa equipa!

Futsal: Rio Ave vence Póvoa Futsal por 1-0 ao intervalo

A vitoria, conseguida no primeiro lance de perigo do jogo, não traduz o que se passou nestes primeiros 20 minutos. Basta dizer que Vítor Hugo foi o melhor jogador em campo, evitando três golos certos do Póvoa.
Continuamos com medo, inseguros, lentos e sem agressividade.
A melhorar na segunda parte, por favor.

ASC em entrevista exclusiva a O Jogo; a ler com atenção

O Jogo é o único jornal que não se esquece dos 5 anos de ASC no Rio Ave e publica uma entrevista de duas páginas com o nosso presidente.
Alguns destaques que me parecem importantes:
- as contas relativas à época 2012/13, a apresentar este mês aos sócios, vão ter resultados positivos de cerca de 100 mil euros; («vamos para o 5º ano a apresentar lucros» é, aliás, a manchete);
-reafirma que não devemos nada à Segurança Social, ao fisco ou à banca. E com ordenados em dia;
- ambições desportivas: aparecer a partir do quinto lugar; a inscrição na UEFA será feita; (apuramento europeu: «seria um marco histórico e obviamente gostaria de alcançá-lo durante a minha presidência»);
- recandidatura: «se sentir o apoio dos sócios, no momento oportuno pensarei numa recandidatura»;
- confirma o que já aqui se escreveu, que Paulo Fonseca esteve para ser treinador do Rio Ave, antes de Nuno;
- Jorge Mendes já 'deu' 9 milhões de euros ao Rio Ave em vendas;
- Sócios: «quando entrámos no Rio Ave havia cerca de 6500 sócios, mas verificámos que a diferença desse número para os pagantes era enorme. Conseguimos recuperar 1500, mas reconheço que o patamar que o Rio Ave atingiu não tem o devido acompanhamento no número de sócios. Deveríamos ser muitos mais»;
- há um projeto para construir bancadas nos topos, «para as quais já temos maquetes», que poderá resolver o problema das nortadas. «Se realizarmos negócios com um ou dois jogadores, temos como prioridade aproximar as bancadas do relvado e demolir a bancada nascente e construir uma nova»

(Taça de Portugal) Salin chamado para o Sertanense (Ukra descansa)

São 18 os escolhidos:
Guarda-Redes: Salin e Ederson;
Defesa: Lionn, Nuno Lopes, Tiago Pinto, Jeferson, Marcelo e Vilas Boas;
Médios: Wakaso, Roderick, Luís Gustavo, Tarantini e Diego Lopes;
Avançados: Braga, Del Valle, Sandro Lima, Renato Santos e Hassan.

Notas: 
- Não está Ukra nem Edimar. Também falta Júlio Alves (ainda consequência da pequena lesão?).
- o resto são lesionados (Nivaldo, Filipe Augusto, Ronny e Rodriguez)
-destaca-se a chamada de Luís Gustavo.
- Salin não está recuperado, mas para uma emergência...

Diálogos imaginários 60

... e telefonou-me o tipo do Reis do Ave a dizer que
... vos vai dar cabo do juízo [não foi exatamente assim que ele disse... ] se não ganharem hoje!

Diálogos imaginários 59

- Se volto a ler que sou primo do Artur...
-... dou-lhe um daqueles meus chutos!

ASC: 5 anos/5 textos - obrigado ASC

Análise por setores:
Desportivamente: 5 em 5
Património: 4 em 5
Formação: 3 em 5
Finanças: 4 em 5
Clube: 3 em 5
Perante isto, conclui-se que faço uma análise muita positiva destes cinco anos.
Acho que os Rioavistas devem estar agradecidos ao Presidente pelo que tem feito.

8.11.13

ASC: 5 anos/5 textos - o Clube (ATUAL.)

Neste texto pretendo abordar questões que não estão diretamente relacionadas com os resultados desportivos, a formação, o património ou as finanças.
Mas não é fácil fazer a separação.
O Clube é uma soma de tudo isto.
E ainda assim essa soma chamada Clube não cresceu - penso - proporcionalmente. Há menos sócios e, penso, menos gente a assistir aos jogos (por fatores exteriores ao Clube, mas também por 'culpa' própria?).
E há uma diminuição da identidade Rioavista (por vários fatores, incluindo haver menos jogadores de Vila do Conde nas principais equipas).
Veja-se esta ficha de um jogo da época 95/96 (jornal Record): cinco mil espetadores, frente ao Setúbal? Vale o que vale, e nem sei se é uma informação rigorosa, mas deve ser motivo de reflexão. Aliada a mais isto.
Nota: 3 (em 5).

(amanhã, dia em que ASC assinala cinco anos, texto final)
 
ATUAlizo a 11/11/2013: o nosso amigo e leitor Miguel Dias lembra-nos que este jogo com o Setúbal terá sido aquele em que se festejou a permanência nessa época, com portas abertas a todos.

Equipa de futsal ainda quer chegar «aos lugares cimeiros»

Garante Fábio Lima: «lutar por vencer já no próximo jogo, para começar a colocar o Rio Ave nos lugares cimeiros, invertendo esta lógica de resultados negativos», disse ao modalidades.com.pt».
Ganhar amanhã é o primeiro passo!

Nuno confirma Joeano

falta assinar.
E já poderá jogar contra o Estoril.

Fabinho a caminho do Arsenal?

O Daily Mail de hoje diz que é um cenário: «Gunners scouts are keeping tabs on Monaco right-back Fabinho»; quanto vale?

Maravalhas no banco?

A «lesão muscular ligeira no adutor esquerdo» de Salin, resulta em «tratamento no posto clínico, ginásio e treino individual com bola? (bolteim clínico de ontem).
Com Alfaiate lesionado, Maravalhas, o segundo guarda-redes dos juniores, será o suplente no jogo da Taça?
Ou Alfaiate recupera?

Posso pedir um jogador?

Míster, aceita um pedido para o onze de domingo?
Eu gostava muito de ver o Luís Gustavo jogar.
Ele precisa de uma oportunidade (caso contrário, até o deixam de chamar à seleção) e nós precisamos de o ver.
Para já só nos cromos...

JVC explica o fator-casa

«Se dúvidas ainda houvesse, elas teriam ficado agora dissipadas: a equipa do Rio Ave é mais forte a jogar fora do que no seu próprio estádio, o que se evidencia pelos pontos obtidos até ao momento atual (10 nos jogos fora e apenas 3 nos jogos em casa), mas também na qualidade das exibições. A explicação é para nós clara e assenta no facto do Rio Ave apresentar sempre um esquema tático e uma equipa talhada para deixar o adversário jogar num aparente domínio e explorar adequadamente o contra-ataque. Ora isto resulta em pleno quando se atua fora, ou mesmo em casa perante os grandes, mas não quando recebe no Estádio dos Arcos equipas do seu “campeonato”, onde entendemos que o Rio Ave deve alinhar com um conjunto mais atacante e não o fazer somente quando está em desvantagem e já em desespero», diz o JVC desta semana, para quem foi «grande exibição e vitória justa».

(parece haver um consenso sobre as causas; Nuno tem o mesmo diagnóstico?)

7.11.13

ASC: 5 anos/5 textos - as finanças

Outra área em que o Rio Ave beneficiou da liderança de ASC nestes cinco anos.
Já manifestei, por mais do que uma vez, o meu medo com orçamentos muito elevados, sobretudo em tempo de crise, mas a verdade é que ASC tem conseguido apresentar saldos positivos, ano após ano. Notável!
Também não acho possível dizer que 'o Rio Ave não deve nada a ninguém' (seria virtualmente impossível isso acontecer), mas não dever ordenados nem fisco é muito positivo, muito mais nos tempos em que vivemos.
Nota: 4 (em 5).
(amanhã: o Clube)

Sobre a contratação de Joeano

1) Parece-me uma iniciativa muito boa. Espero que seja apresentado em breve, para não corrermos o risco de o perder;
2) Hassan é o nosso ponta de lança (até por razões ex-desportivas), mas nenhum equipa pode ter só um jogador nessa posição. E se Joeano jogar melhor do que Hassan, não me escandaliza que este fique alguns jogos no banco.
3) A contratação de Joeano justifica-se também pela lesão de Ronny;
4) Posso estar a ver mal, mas a decisão de Nuno não será alheia a algum défice de rendimento de Del Valle;
5) Quanto a Sandro Lima: parece concluir-se que não será a opção de que o Rio Ave precisa;
6) Última nota: o Rio Ave tem dois avançados emprestados, Gilmar e, sobretudo, Igor. Não seria o contexto certo para chamar qualquer um deles.

Joeano pode assinar a qualquer momento

«A presença de Joeano foi a grande novidade do treino dos vila-condenses. O experiente avançado, que atualmente está sem clube, iniciou ontem os trabalhos às ordens de Nuno Espírito Santo e pode assinar a qualquer momento»

(Dos nossos emprestados no CNS 8ªj) Igor volta a marcar (4 em oito jogos)

O Ribeirão perdeu em casa com o Varzim e deitou a toalha ao chão quanto à subida. O golo foi marcado por Igor que jogou ao lado de Mendes.
Igor leva quatro golos e é o melhor marcador da equipa
No Tirsense, ao contrário do que tem acontecido, a tripla Rioavista não alinhou. Só André Dias foi titular. Zé Diogo e Gilmar entraram no empate frente ao Vizela.
Finalmente o Gondomar, que está a fazer um excelente campeonato (3º lugar) e é o único que disputa a fase final: Paulo Jorge, Baldaia e André Costa foram titulares.

6.11.13

Exclamativo Rei do Ave

Tarantini ainda não tinha vencido uma pontuação semanal do prémio Rei do Ave desta época. Ao recolher a maior pontuação em Braga isolou-se no 2º lugar que partilhava com Marcelo. Tarantini soma agora 272 pontos e o 1º lugar de Ukra está a apenas 2 pontos.

Nova entrada nos 11 mais pontuados com Del Valle a trocar de posição com Rodriguez que caiu 1 lugar para 12º. A lesão de Lionn fê-lo cair duas posições até 9º, sendo passado por Braga (7º) e Wakaso (8º).

Venham ao treino, queridos sócios, venham!

"Joeano treinou esta manhã com o plantel? Vou passar no estádio para ver se de tarde ainda lá está. Portas a poente fechadas, vou ver se está aberto do outro lado. Dois portões escancarados! Boa!, vou dar uma espreitadela."
Depois não sei o que me denunciou, se foi por estar a fumar, se foi o fato-e-gravata, mas a verdade é que um funcionário do Rio Ave sai do relvado em minha direcção e muito educadamente me pede para abandonar a bancada porque o treino é à porta fechada. 
"- Então e o apelo aos sócios pra cá virem aos treinos? 
- Bem, isso não sei, mas este treino é à porta fechada." 
Louvo-lhe a educação. Bem, eu podia ter perguntado na Secretaria... Chego a casa e consulto outra vez o site do Rio Ave. Não tinha visto mal, nem uma referência antecipada aos treinos de hoje. Noticia sim que houve dois treinos hoje e que amanhã à tarde o treino é à porta aberta, sendo que os adeptos "se deverão dirigir ao Espaço Verde (Loja do Clube) para assistirem ao treino." 

Ok. Vou esquecer o episódio de hoje, vou esquecer que ninguém avisou no site o que quer que fosse, vou esquecer aquele apelo do treinador porque afinal já ganhámos em Braga e tudo está de novo a correr bem e já não são precisos sócios nos treinos. Só não vou esquecer que devia ter perguntado na Secretaria\Loja Verde se podia assistir ao treino. Morcão!

Ah!, não consegui ver\perceber se o Joeano lá estava ou não. Mas vi um ensaio de uma nova táctica inovadora! Mas não vou revelar! Os adversários que se cuidem!

ASC: 5 anos/5 textos - formação

Em cinco anos apenas um jogador da formação chegou à primeira  equipa (Hassan) e há mais cinco ou seis emprestados no CNS (Paulo Jorge, Baldaia, Igor, João Paulo, Zé Diogo), além do 'mistério' Tiago Silva.
É pouco, penso, sobretudo se tivermos em conta que 'a melhor equipa de sempre' nos juniores foi a da época passada (e que ASC tem sempre dito, e bem, que temos de criar e vender ativos).
Mas isto não impede um balanço positivo nesta área: há mais equipas e mais jogadores em competição, desde as escolas, há uma aposta mais estruturada na formação.
E há a esperança de que mais cedo ou mais tarde veremos resultados.
Nota: 3 (até 5).
(amanhã: as questões financeiras)

Voltámos a subir na tabela.

Ao vencer o Braga, o Rio Ave também ultrapassou na tabela o seu adversário de domingo passado. Estamos agora no 8º lugar a 1 ponto dos lugares europeus. Quanto aos lugares de descida, estão agora 6 pontos abaixo de nós. Significa isso que igualámos a maior distância que já tivéramos entre a 2ª e a 4ª jornadas.

A um jogo de se completar 1\3 de campeonato, o Rio Ave já tem mais de metade dos pontos que no ano passado foram suficientes para não descer de divisão (25). Já para a Liga Europa temos menos de 1\3 dos que deram para lá chegar (45).

Joeano será reforço?

Treinou esta manhã com a equipa (é jogador livre, depois do Arouca, na época passada) e poderia assinar.
(é um excelente jogador - aliás, não é a primeira vez que nos últimos anos o Rio Ave tenta Joeano, segundo sei - e ainda recentemente foi falado para a Académica;) Tem 34 anos, mas desde quando isso foi problema para Tomás?

De novo positivos nos golos

Temos mais um golo marcado que sofrido (8 vs 7) e devemo-lo a Tarantini que assinou um magnifico golo na Pedreira. E mais natural não seria do que ter o nº 8 a marcar o 8º golo. E mais, a ser o primeiro jogador do clube a marcar mais que um golo na Liga. Alguém diria? Eu não seguramente.

Quem assistiu Tarantini foi Braga com túnel de Ukra a meio da viagem da bola até ao pontapé vitorioso. Braga somou a sua segunda assistência da temporada e igualou Ukra. Edimar tem duas assistências, mas uma delas é indirecta, porque um remate seu foi interceptado pelo braço de um jogador do Setúbal e daí resultou um penalty que Hassan converteu em golo. Destes 3 jogadores com 2 assistências, apenas Braga já marcou 1 golo. Olhando a golos e a assistências, Braga e Tarantini são os jogadores com mais influência na finalização. Braga assiste duas vezes e marca uma, Tarantini marca duas e assiste uma.

Fabinho elogia Nuno

«Estive menos de um mês, mas deixei lá muitos amigos. O Nuno Espírito Santo também me ajudou muito»

Álbum de memórias:

9 jogos, 5ª equipa inicial

Ao 9º encontro da temporada, Nuno estreou o 5º onze inicial diferente. Wakaso voltou a ser titular e Del Valle estreou-se nessa condição. O venezuelano tinha actuado em todos os encontros, mas sempre saído do banco. Em termos de minutos é apenas o 14º mais utilizado. Já Diego Lopes voltou a ser substítuído, 3 jogos depois da última vez.

Menos 1 ponto que em 2012/2013

O regresso às vitórias em Braga levou-nos até aos 13 pontos. Na época passada no mesmo número de jogos tínhamos 14. O Rio Ave fora de casa é a 2ª melhor equipa da Liga, soma 10 pontos, os mesmos que o Benfica e apenas menos 1 que o Porto.

A 9ª jornada confirmou duas tendências:
- se marcamos pontuamos (de resto, só em Alvalade marcando não vencemos);
- e se não sofremos golos pontuamos (e de novo Alvalade na berlinda, único jogo em que sofremos um golo e pontuámos).

Silvério-Monte, a futura dupla de centrais do Rio Ave

Até pode ser que algum deles faça um contrato excelente e/ou nunca cheguem a jogar no Rio Ave, mas - nesta altura - parece-me que temos ali os dois centrais de médio-prazo da nossa equipa.
São dois valores indiscutíveis, que fizeram a formação no Rio Ave (mais Silvério do que Monte...), que não podemos desperdiçar.
Contrato de profissional já em janeiro!

PS - Nuno sabe o que faz, como é evidente. E até já explicou que confia no responsável pelo departamento de formação. Mas se a coerência é um valor de que me orgulho e se critiquei Brito por não observar os jogos dos juniores, tenho de fazer a mesma coisa com Nuno. Se estiver a ser injusto, peço desculpa.

Ederson é o 21º

(por problemas no servidor onde alojamos a estatística, não nos é possível disponibilizar os habituais links)

Ederson entrou para o lugar do lesionado Salin e assim tornou-se no 21º jogador a ser utilizado por Nuno. O jovem guarda-redes somou os seus primeiros 65 minutos na Liga, ele que no ano passado completou 2 jogos.

Por outro lado, Edimar chegou aos 5 amarelos e vai ter de cumprir um jogo de castigo. Roderick também amarelado em Braga fica a um cartão da suspensão. E já que falamos de cartões, 7 jogadores do Rio Ave foram amarelados. Foi batido o anterior máximo que era de 6 amarelos contra a Académica na 7ª jornada.

Em discordância com Nuno

Nuno no final do jogo de Braga: «Esta equipa joga bom futebol»
Eu no jornal Terras do Ave desta semana: «(...) só vi um bom jogo do Rio Ave esta temporada: a segunda parte do jogo em Alvalade. Tirando esse jogo, em que estivemos realmente bem, o Rio Ave ganhou, empatou ou perdeu sem mostrar qualidade(s). Com exceção do empate com o Sporting, o Rio Ave esta época não fez aquilo que vulgarmente se chama uma boa exibição, ganhando inequivocamente».

5.11.13

Juniores só voltam a jogar dia 23

Afinal, os juniores não jogam este fim de semana - ainda bem, há mais tempo para recuperar as lesões.

Festejos feitos. E agora?

Vencemos o Braga, mas ainda precisamos de nos libertar da braga que é a falta de vitórias em casa. Jogar em casa e não vencer é um anti-climax muito grande: juntam-se os 1500 adeptos que o Rio Ave tem para irem de romaria à festa da terra e regressam aos seus lares como vindos de um funeral.

Nada de hipócrisias, vencer é sempre bom, independentemente das circunstâncias e do local. Mas o Rio Ave quase me lembra um emigrante saudoso da pátria que no estrangeiro come chouriço, broa e bebe vinho verde. Atenua a saudade, mas não é a mesma coisa, faltam a família, os amigos e a terra natal.

Contra o Estoril há que resolver isto de uma vez por todas.

ASC: 5 anos/5 textos - património

Segue a análise aos cinco anos de ASC na presidência do Rio Ave, que se assinalam sábado.
Agora, a questão do património:
ASC é presidente do Rio Ave desde 2008, o ano de início da crise!
Aumentar o património, neste contexto, seria sempre difícil.
Mas o Rio Ave tem hoje mais um relvado sintético e só isso já é positivo. Também houve melhoramentos no estádio, desde o elevador (que era uma necessidade, por causa da escada de acesso no interior) às condições de trabalho para a equipa. E o autocarro.
Obviamente que todos queríamos um estádio 'novo' e há ainda a recuperação da sede, que tem sido adiada. Também foi prometido um novo relvado natural, a nascente, que estará a ser 'vítima' da crise *.
Ou seja, foi feito mais do que aquilo que seria de esperar no contexto em que vivemos.
Nota 4 (até 5).
(amanhã: a formação)

* Se ASC disser aos sócios que não há dinheiro para nesta altura fazer as obras da sede ou mesmo o novo relvado todos compreenderemos

Um prémio para Vilas Boas

Vilas Boas está a conseguir finalmente a projeção desportiva que merece como jogador do Rio Ave e que tardava em chegar.
Hoje é um dos centrais nas equipas da semana do Record e da Bola (neste caso, juntamente com Marcelo).

Marcelo explica

«O nosso plano é sofrer até ao fim e depois aproveitar as oportunidades que conseguirmos lá na frente”(...) “Em casa não tem sido fácil para nós. Os adversários jogam muito fechados e fica mais complicado fazer o nosso jogo. Em alguma hora isso vai mudar e acredito que seja já no próximo encontro.»

O caso-Del Valle

Analisei o mais detalhadamente possível a prestação de Del Valle no domingo (66 minutos em jogo):
- Passes bons: 3
- perdas de bola e maus passes: 8
- remates para fora: 3
- remates à baliza: 0
- jogadas individuais: 1
- faltas sofridas 1
- faltas cometidas:1
- fora de jogo: 1
Mesmo dando um desconto aos números, que podem não ser confirmados em rigor pela estatística oficial, parece-me claro que estes números mostram que Del Valle foi uma aposta falhada (ainda que lógica, por parte de Nuno). E que no plantel haverá quem esteja com vontade de tentar fazer melhor - penso eu!

(esta avaliação da minha parte coincide com a generalidade das opiniões recolhidas na estatística do Rei do Ave: só Braga e Diego Lopes têm menos pontos acumulados)