28.2.15

Rio Ave perde 2-0 (ATUAL.)

Mais um mau jogo do Rio Ave que não criou perigo e falhou dezenas de passes.
Atualizo com o resto do comentário:
É indisfarçável o mau momento psicológico da equipa.
Não sei explicar nem entendo porquê [do site: «Castigada por lesões sucessivas, que por sua vez subtraem soluções para um plantel já com praticamente “uma temporada realizada”], mas os jogadores parece que deixaram de acreditar neles mesmos.
A quantidade de passes falhados é assustadora; a falta de confiança no um-para-um (exceto Tiago Pinto) é arrepiante.
Claro que a isto se junta um problema tático no meio campo.
Tarantini é um excelente '8' mas não faz bem um '10' e sem Bressan e Diego Lopes ficámos sem um médio que ajudasse a 'armar' o jogo, Não havia outras alternativas?
O Braga, sem jogar por aí além, teve mais oportunidades e mereceu ganhar.
Nós andámos perdidos em campo e perdemos!
É verdade que o Braga marcou o primeiro numa asneira de Lionn, mas seria muito fácil cruficicar o jogador e dizer que perdemos por causa dele. Não é verdade.
O que dizer mais?
Que Pedro Martins tem pela frente um enorme desafio, um dos maiores da sua carreira profissional: conseguir reanimar esta equipa, que não está morta e mas, reconheçamos, está mais do que ferida! 

PS - quem foi o primeiro a reagir à desnecessária provocação do varzinista Salvador Agra? O enorme Marcelo!

Futsal- vitória por 4-0

Show Simas!

Juniores - derrota com o FC Porto por 3-1

O Porto venceu mas não convenceu (apesar de alguma desinspiraçao da nossa equipa no ataque)
Grande golo de Sena.

Marcelo de volta aos convocados?

Mesmo que não jogue, é uma excelente notícia,
O ultimo jogo? 11ª jornada, no Dragão!
Que saudades!!!!

Juniores perdem 2-0 - Mara... falhas!

O Rio Ave está a jogar bem, mas pouco operacional e inspirado no ataque.
Mas controla e teve boa boas jogadas.
O FC porto marcou o primeiro numa falha de Maravalhas e no segundo o nosso guarda-reds tambem podia ter feito melhor,.

Quem joga no lugar de Del Valle?

Del Valle, apesar de muito irregular, conseguiu impor-se no onze principal do Rio Ave, sobretudo pelos golos decisivos que marcou.
Logo vai falhar o jogo, por castigo, pelo que se abre uma vaga.
Dois nomes parecem óbvios (até porque não faz sentido voltar a colocar Diego Lopes naquele lugar sem Bressan - da última vez correu bastante mal...): Marvin ou Boateng.
Boateng merece uma oportunidade!

Não repetir Arouca

Para já, o Arouca pode afirmar que é a única equipa que não permitiu que o Rio Ave pontuasse nos dois jogos entre as duas equipas a contar para a Liga. O Arouca acabou também com o 'amuleto' de Vilas Boas. Sempre que o nosso capitão tinha sido titular o Rio Ave não tinha perdido.


Hoje com o Braga é importante, por todos os motivos, não deixar engrossar o rol das equipas que nos venceram os dois jogos do campeonato. Eu não vou poder assistir, estou muito longe, mas como estou em terras de internet conto poder acompanhar o relato do Paulo Vidal.

27.2.15

Um sábado cheio!

15h: FC Porto - Rio Ave (nacional de juniores, direto no Porto Canal)
18h: Rio Ave - Burinhosa (futsal)
20h15: - Rio Ave- Braga

«A equipa está ferida mas não está morta»

«A equipa está ferida mas não está morta, ciente que vai encontrar um Sporting de Braga moralizado e se assume candidato à Europa, mas nós sabemos o que fazer».
«Só pedimos isenção nos nossos jogos. Mesmo sabendo que erros existem sempre, queremos que os critérios da arbitragem sejam iguais para ambas as equipas»

(frase forte do nosso míster, reconhecendo aquilo que é evidente, o momento menos bom da equipa. E vamos apanhar um Braga muito moralizado).

O míster pede o apoio do público.

Recordar 3

Perante um jogo que se prevê de dificuldade elevada, quer pelo potencial das duas equipas, quer pela rivalidade que existe, quer pela luta por um lugar europeu, não há nada como recordar os bons momentos do passado.
Por isso, e como força motivadora para amanhã, esta imagem é elucidativa

Foto de António Venda Lopes

Vêem-se Gaúcho, Miguelito, Zé Gomes, Idalécio, Evandro e Mozer a festejar um golo do Rio Ave.
Quantas vezes amanhã  se irão repetir imagens iguais a esta a favor do Rio Ave SDUQ?

Arbitragem: «chegou a um momento em que tivemos de dizer basta» (ATUAL.)

«Não queremos de modo algum criar polémica na arbitragem, somos um clube série e com muita dignidade e no mínimo merecemos respeito», começou por dizer António Silva Campos, completando :«Temos respeitado a arbitragem, mas chegou a um momento em que tivemos de dizer basta. Queremos isenção e não que se verifique a dualidade critérios». «Não estivemos a debater os documentos que levámos, mas sabemos que a exposição foi bem aceite. Sabemos que vão analisar com respeito que merecemos e que depois tomariam um posição», afirmou.

O meu comentário: não só acho que ASC fez muito bem, como acho que já o devia ter feito antes (nomeadamente a seguir ao jogo com o FC Porto, aquele em que mais casos existiram e, inexplicavelmente, menos nos queixámos).

ATUALizo: «Sérgio Conceição prosseguiu o seu discurso, dizendo esperar que a reunião de António Silva Campos, presidente do Rio Ave, com Vítor Pereira «não interfira no rendimento da equipa de arbitragem» no jogo deste sábado. Contudo, o treinador do Sp. Braga desabafou afirmando que já viu «de quase tudo no futebol português», 

26.2.15

Dois podem ganhar o Reis do Ave?

dois jogadores claramente destacados, nesta altura, na tabela do Reis do Ave: Ukra e Diego Lopes têm cerca de 100 pontos sobre o terceiro classificado que é Tarantini.
Ainda é muito cedo, muita coisa pode acontecer, mas a distância é considerável.
Depois de Tarantini vem Tiago Pinto, que esta semana foi pela 4ª vez, esta época, o melhor.
(Ukra, com cinco citações, lidera também nesse domínio).

A sinceridade do JVC...

«Ukra é o valioso ala direito do Rio Ave FC que tão bem tem estado na equipa (...) Tem 26 anos e 'mercado' no estrangeiro, que desejamos não tenha sucesso, para que o continuemos a ter no nosso Clube».

Recordar 2

Foto António Venda Lopes
Eis uma preciosidade do Rio Ave/Braga da época 2004/2005, jogo da 26ª jornada.
Augusto Gama, que atualmente faz parte da equipa técnica do Rio Ave, SDUQ, foi um dos mais emblemáticos extremos que passou pelo clube. Trabalhador, jogava com raça e velocidade, era dotado de uma capacidade técnica muito acima da média.
Grande capitão.
Ajudou muito à conquista dos quarenta e sete pontos obtidos nessa época.

25.2.15

Hassan: «queremos vencer»

Hassan fala ao site do Rio Ave para dizer que «Queremos vencer e regressar às vitórias porque merecemos ficar nos lugares de cima da tabela. Este jogo vai ser muito difícil mas temos o objectivo de ficar na parte cimeira da tabela. Já perdemos muitos pontos e temos de ganhar».
(algumas notas: os jogadores sempre quiseram vencer; todos os jogadores querem vencer; querer, ajuda mas não é determinante [se o querer fosse o mais importante, juntava-se uma equipa de Rioavistas malucos e estávamos sempre a golear os adversários...]. A recuperação tem de ser psicológica, porque a quebra- para mim - é psicológica. E não física. Nuns jogos fazemos boas primeiras partes e morremos nas segundas, em Arouca podiamos e deviamos ter marcado na segunda e na primeira andámos a dormir...)

Ainda a expulsão de Del Valle

Só ontem pude ver as imagens.
Concordo - é exagerado o vermelho.
A forma como o banco do Arouca reagiu pode ter pressionado o árbitro (mas, atenção, nós teriamos feito o mesmo).

Recordar 1

Em 2004/2005 o Rio Ave defrontou o Braga em Vila do Conde à 26º jornada.
Foto de António Venda Lopes
O Rio Ave era então treinado por Carlos Brito e o campeonato era disputado, como agora, entre 18 equipas.
Gaúcho era o nosso avançado de referência.
Nessa época o Rio Ave realizou trinta e quatro jogos e conquistou quarenta e sete pontos.
O Rio Ave conquistou, então, o oitavo lugar, a três pontos do sexto (Boavista).


Jogadores não (co)responderam ao desafio europeu do míster

Pedro Martins quis agitar a equipa anunciando o objetivo europeu a seguir ao empate no Bessa e antes do jogo com o Moreirense.
Espero não estar a ser injusto, mas acho que os jogadores não corresponderam ao desafio que foi bem lançado.
Empate com o Moreirense e derrota com o Arouca não eram o que a equipa precisava depois do repto.
Ainda vamos a tempo?

24.2.15

Ukra és o nosso Ronaldo!

De acordo com o meu filho és mesmo!
Em duas penadas: fui buscar hoje o meu filho à escola e não tinha raparado que Ukra estava estacionado frente ao portão principal. O meu filho chegou ao pé de mim completamente eufórico: "Está ali o Ukra e eu quero um autógrafo!". O carro do nosso jogador já estava rodeado de crianças de cadernos e canetas em punho e Ukra não se fazia rogado em dar autógrafos a todos. Nisto, o meu filho saca da pasta uma caderneta do Mundial. "Mas aí não está o Ukra", lá disse eu, contando que ele trocasse a caderneta por um outro papel. " Não faz mal, disse o meu filho, ele assina no cromo do Ronaldo! O Ukra é o Ronaldo do Rio Ave!"


E pronto! Nunca um cromo do Ronaldo valeu tanto!

(entre sorrisos e apertos de mão, Ukra lá me disse que sábado é pra ganhar! Palavra do nosso Ronaldo! Já estou mais confiante! Ukra, és o maior!)

Tiago Pinto volta a ser o rei

Tiago Pinto foi o mais pontuado do jogo em Arouca.
O defesa conseguiu 27 pontos, mais um do que Diego Lopes.
Seguem-se Hassan com 25 e vários jogadores com 23 (Ederson, Lionn, Prince  e Vilas Boas).
Del Valle foi o titular menos pontuado com apenas 19, menos um do que o suplente Luis Gustavo.
(Del Valle é pela segunda vez consecutiva o menos pontuado)

Roderick já 'anda'

sem apoios!
(operado em janeiro, a recuperação está a correr muito bem!)

A lista das queixas do Rio Ave esta época

(via Record de hoje)
(clicar para aumentar; a lista está incompleta, por exemplo relativamente ao jogo com o FC Porto - falta sobre Marcelo deu o primeiro golo do Porto)
«O líder vila-condense [Pedro Martins] está agastado com as arbitragens, concretamente a sequência de lances com influência decisiva nos resultados e chegou mesmo a comentar que nunca passou por uma situação idêntica na carreira, até mesmo durante o tempo em que foi jogador profissional»

PS - haverá uma posição formal do Rio Ave sobre este assunto?

A clínica do nosso 'presidente'

Vão adiantadas as obras que Fábio Coentrão está a promover junto ao mar em Vila do Conde, para ali instalar uma clínica médica (de luxo, dizem).
Estamos sempre atentos aos nossos ex-jogadores, muito mais aos que gostariam de ser presidentes do Rio Ave!




23.2.15

O bicho que me mordeu era mentiroso

A unica coisa que me deixou foi um incomodativo prurido que persiste e que ficou mais intenso depois da derrota. Jebor até jogou uns minutinhos, mas não conseguiu marcar... O que fomos a Arouca fazer? Comprar carne  arouquesa e ver as pedras parideiras na serra da Freita, mas esquecemo-nos de trazer os 3 pontos.

Precisamos de dia de sol.

Futsal: equipa volta às vitórias

Outra vez fora, em Belém.
3-1, já com Simas recuperado.
Começou ontem a recuperação?
Continuamos nos lugares de descida (os Unidos Pinheirense estão a fazer uma segunda volta notável) e é preciso fazer 20 pontos!
Sábado é contra o Burinhosa (18h).

Expulsão exagerada de Del Valle

É a opinião dos jornalistas de A Bola e do Record na análise ao lance que deu a expulsão de Del Valle (um carrinho)

Ainda o jogo de Arouca

É ou não verdade que o Rio Ave fez uma péssima primeira parte (com 11) e uma boa segunda parte (com 10)?

Pedro Martins e os tomates de Rui Costa

«Rui Costa não teve 'tomates' para este jogo».
Penso que o mister se está a referir à expulsão de Del Valle, embora as noticias sejam omissas: "Quem pressiona é que tem resultados e permite que sejam nomeados árbitros que não têm `tomates" para estes jogos. As coisas ficaram mais difíceis. Fizemos uma boa segunda parte, com três grandes oportunidades da nossa parte. Não houve oportunidades do Arouca. Saímos daqui tristes, mas quero dizer ao meu grupo de trabalho que estamos vivos e vamos continuar a perseguir o que queremos."

22.2.15

Pedro Martins responsabiliza árbitro

Pela expulsão de Del Valle.

Rio Ave perde em Arouca (1-0)

Quem esperava ver a recuperação da equipa nesta jornada vai ter de esperar.
Derrota por 1-0, o que significa que 90 minutos não foram suficientes paramarcar pelo menos um golo.
Del Valle foi expulso ao intervalo.

Tarantini é o 19 em Arouca . lesionado

Meio campo com Habib, Wakaso e Diego Lopes.

Wakaso ou Luís Gustavo?

A imprensa faz a mesma pergunta por estes dias: qual dos dois Pedro Martins vai escolher?
A resposta é fácil, por um lado, e difícil por outro, para quem está na bancada.
Fácil, porque são dois jogadores muito diferentes e Pedro Martins costuma preferir a agressividade de Wakaso à subtileza de Luís Gustavo.
Difícil porque poderá ter a ver com o que o míster pensa do adversário e com o próprio momento da nossa equipa.
PS - é impressão minha ou Luís Gustavo ainda não conquistou os adeptos Rioavistas?

Fui mordido por um bicho qualquer esta noite

E acordei convencido que Jebor vai marcar hoje o seu primeiro golo com a camisola do Rio Ave. (Preferia ter sonhado com a combinação vencedora do Euromilhões, mas sonha-se com o que se pode e não com o que se quer...)

Pedro Martins e os árbitros

O nosso míster disse ontem que que espera que o árbitro [de logo] não ceda a pressões numa semana em que, considerou, o Arouca falou muito de arbitragem, numa alusão às críticas proferidas após a derrota em Braga. "Esta semana foi conturbada por parte dos dirigentes do Arouca. Espero que não faça mossas na equipa de arbitragem; confio plenamente no senhor Rui Costa. Espero também que não ceda às pressões. Já fomos prejudicados e não pressionámos ninguém", disse Pedro Martins em conferência de Imprensa.

Afinal continuamos a treinar em Fão!

Precipitei-me quando disse que a equipa já treinava no Estádio.
Afinal, continuamos a ir para Fão!
(saiu a sorte grande ao Fão com o que lhes estamos a pagar...);

21.2.15

Juniores: 5-0 final (atualizado com vídeo)

Brilhante!
Sim, foi um jogo perfeito do Rio Ave, que não deixou o VdG respirar, tirando excelente partido do vento (equipa senior, aprendam!).
Tudo correu bem, mas não houve só isso: desde os primeiros minutos que o Rio Ave entrou pressionante, ganhando todas as bolas e demonstrando ambição e acerto.
Grande exibição de Ernest e Jardel, mas toda a equipa esteve bem, sobretudo do meio campo para a frente (os de Guimarães atacaram pouco..).
(Vitó faz de penalti o 2-0; o vento...)

PS - muito público, mas a bancada não estava cheia; eles mereciam mais.
(Vários elementos da equipa principal assistiram ao jogo)

Juniores -4-0 ao intervalo

Exibição de sonho do Rio Ave. Quatro golos. Grande exibição de Ernest e de toda a equipa.

Prince e Wakaso voltam aos convocados

Ainda sem Marcelo e com Pedro Moreira castigado.

(alguém se enganou na data...)

Para Arouca e para vencer

A esta hora ainda não saiu ( pelo menos ainda não está no site) a convocatória para Arouca. Ainda assim acredito que a equipa que perdeu em casa não se repetirá de certeza. Marcelo continua entregue ao Departamento médico, Bressan tem estado fora das convocatórias e Ederson tem sido titular na baliza.
O treinador já apostou em 19 onzes iniciais distintos, a nossa esperança é que amanhã aposte naqueles onze que sejam capazes de trazer 3 pontos para Vila do Conde, sejam eles quem forem.

Pedro Martins e as substituições

Ao ler este texto (impressiona perceber que sofremos 5 golos nas primeiras partes e 22 nas segundas!), lembrei-me de outro dado que  é confirmado estatisticamente (ver página 8): as substituições feitas por Pedro Martins por regra não resultam.
em 124 situações, só em 10 é que os resultados melhoraram após a substituição.
Azar?
Más escolhas?
Tarde demais?

20.2.15

Amanhã recomeça o campeonato de juniores

Eu vou lá estar.
15 horas.

Sandro Lima reencontrado com os golos

Confesso que não ia atrás dele, mas tropecei no nome dele numa ficha de jogo (eu queria era ver se Renato Santos tem jogado no Tondela, líder da 2ª Liga). Espreitei o desempenho que tem tido e encontrei 10 golos em 26 jogos na Segunda Liga pelo Académico de Viseu. Vai regressar no próximo ano a Vila do Conde?

(já agora Renato Santos leva 102 minutos em 2 jogos pelo Tondela).

Assim é que é, Ukra!

Ukra 'responde' (da melhor maneira possível) ao desafio feito pelo Reis do Ave.
«Tem sido muito bom e até estou a conseguir fazer melhor do que na época anterior. Sinto-me muito bem física e psicologicamente, mas essencialmente é o reflexo da boa campanha que o Rio Ave está a realizar. Também ajuda muito o caudal ofensivo da equipa ser agora muito maior»,

O que se passa connosco nas segundas partes?

O destaque estatístico desta semana vai para o mau desempenho do Rio Ave nas segundas partes.
Se compararmos os pontos que teríamos ao intervalo com os que temos no final dos jogos, a relação é de 36-29 (ver página 2). De 8 vitórias, 12 empates e 1 derrota ao intervalo passamos para 7 vitórias, 8 empates e 6 derrotas no final dos jogos. Esses 36 pontos dariam para estarmos em igualdade com o Guimarães no 5º lugar.

Se olharmos para os golos: 15 marcados nas primeiras partes e 13 nas segundas, mas nos golos sofridos a diferença impressiona e assusta, 5 para 22. Sofremos golos em 13 jogos e em todos eles sofremos golos nas segundas partes, excepto no último quando recebemos o Moreirense.

Como se explica? Mistério ou caso sério?

O problema da equipa é cansaço?

O JVC desta semana justifica as recentes más exibições da equipa com  «um certo cansaço que
inibe os jogadores de atuar ao nível das suas capacidades», «o que é natural face aos muitos jogos
realizados».
Respeito, mas desconfio desta explicação.
No jogo com o Sporting, a equipa jogou bem.
Em Paços de Ferreira não faltou entrega e frente ao Estoril a equipa jogou bem, mereceu a vitória e o adversário era valoroso.
Estes foram os últimos jogos antes do Boavista e do Moreirense.
Além do mais, a equipa principal tem sido poupada nos jogos da Taça da Liga.
Humm...

Ganhar pelo prazer de ganhar, mas...

Não sou pessoa que se alimente de sentimentos de vingança para fazer o que quer que seja, mas este reencontro com o Arouca traz-me memórias tão azedas, que se lá fossemos ganhar a jogar feio e mal, a praticar anti-jogo e outras artimanhas eu não ia ficar muito incomodado!

19.2.15

Ederson foi o melhor pela primeira vez

Já ontem o João Paulo nos dizia que Ederson foi o melhor da jornada. Foi a primeira vez que o guarda-redes ganhou o prémio semanal. Ederson leva 4 jogos na Liga.

Na pontuação acumulada Ukra está mais líder. Nas últimas 4 jornadas o extremo somou mais 19 pontos que Diego Lopes que é segundo e com isso destaca-se com 24 pontos de vantagem. Os dois primeiros são para já os únicos atletas com mais de 600 pontos. No terceiro lugar do pódio encontramos o bi-rei Tarantini. Entre os 11 mais pontuados, Wakaso foi penalizado pela lesão e caiu dois lugares, enquanto Hassan capitalizou o seu golo com uma subida de 2 postos até 7º.

Diálogos imaginários 76

A fazer um ponto de cada vez...
... nunca mais chegamos aos 30!

Braga-Rio Ave é só a 7 de abril

o Rio Ave e o Braga combinaram marcar a primeira mão da meia final da Taça de Portugal para 7 de abril. Um mês antes será a outra meia final entre Nacional e Sporting.
(No atual contexto, quando mais tarde melhor, recuperamos mais jogadores, física e psicologicamente)

Antes ainda há o Rio Ave -Braga da 23J, dia 28/2 (sábado) às 20h15 (sporttv)

"Menor capacidade para fazer pressão alta"

Rui Rodrigues, no Vilacondense desta semana, faz uma análise ao momento da equipa principal, juntando argumentos já tratados (quebra de rendimento de alguns elementos, problemas na defesa) a um dado que ainda não ví equacionado: o Rui acha que a equipa revela menor capacidade para exercer pressão alta, o que facilita o trabalho dos adversários, limitando o Rio Ave quando se trata de recuperar a bola.

O que se passa Ukra?

Ukra não está num bom momento - falta-lhe confiança.
Mas queria recordar aqui alguns factos que tornam mais inesperada essa quebra de forma - se calhar normal,. mas nós queremos sempre mais!
Ukra é o quinto jogador mais pontuado de todo o campeonato segundo O Jogo.
Ukra é o quarto jogador com mais citações de melhor em campo, segundo a Renascença.
Ukra é o segundo jogador com mais assistências para golo (8, 9 para Gaitan).
Ukra está a fazer uma excelente época - provavelmente a melhor de sempre.
E precisamos dele em grande forma!

18.2.15

Ederson, o rei careca

É dos carecas que eles (os que pontuam no Reis do Ave...) gostam mais!
Ederson ganhou com 36 pontos, mais dois do que Hassan.
Seguem-se Tiago Pinto com 32 e Ukra com 30.
Tarantini e Del Valle, ambos com 23 pontos, foram os titulares menos pontuados, mas não foram ultrapassados por nenhum suplente (Luis Gustavo conseguiu 20).

Hassan vai bater o recorde de João Tomás

Hassan queria marcar 15 golos esta época.
Já marcou 14.
Parece claro que vai ultrapassar o seu próprio objetivo.
João Tomás, na sua melhor época em Vila do Conde, marcou 16 (no campeonato), diz o Record.
Vai ser o ano de Hassan!
PS - e se ainda não foi vendido vai valer muito mais!

Iniciados estão a fazer grande campeonato

Mais uma vitória ontem e já são 9 os pontos somados.
(fonte: Rio Ave FC)

17.2.15

Apesar de tudo

No passado domingo o Rio Ave, SDUQ, esteve ausente do jogo durante um bom período do segundo tempo. Renasceu nos últimos dez minutos e ainda alimentou-nos a ideia de que era possível ganhar o jogo. Infelizmente tal não aconteceu.
Pelo que ambos os conjuntos fizeram o resultado aceita-se, saindo o Moreirense de Vila do Conde com um precioso empate, que era, parece-me, o seu objetivo inicial.
Nós, adeptos vilacondenses, saímos um pouco desanimados.
Contudo a jornada até nem foi má de todo para o Rio Ave, SDUQ. Aproximámo-nos do 5º lugar (fruto da derrota do Vitória de Guimarães com o Porto). E, assim, os objetivos traçados a meio da semana, Liga Europa, não estão colocados de parte, antes pelo contrário. 

A equipa perdeu ambição?

Penso que todos nós desejávamos que o jogo com o Boavista tivesse sido apenas um dia mau (houve a derrota por 4-1 em Setúbal mas poucos puderam ver esse jogo). Que o pior jogo do Rio Ave tivesse sido apenas um 'momento' infeliz.
O que o jogo mostrou, sobretudo a segunda parte, frente ao Moreirense é que há há mais qualquer coisa que não bate bem.
Já procurei algumas explicações aqui, mas gostava de acrescentar outra: será que a equipa perdeu ambição?
De certa forma os sintomas batem certo, mas as causas não.
O Rio Ave está na parte de cima da tabela e nas meias finais da Taça de Portugal.
Quantas equipas podem dizer o mesmo?
Os jogadores não acreditam?
Tem a palavra o míster - não apenas para os recuperar psicologicamente como, também, para apostar naquelas que mostrarem ter o sangue mais quente e mais garra, nesta altura.
Não pode haver titulares neste contexto!
Que joguem os mais capazes.

Del Valle de regresso à seleção venezuelana?

É o que deixa entender esta notícia.

16.2.15

Um-a-um: Ederson (e Habib)

Ederson: 3 (foi o único que não falhou; duas intervenções seguraram o resultado)
Lionn, Tiago Pinto e Vilas Boas: 2 (esforçados, mas não é suficiente)
Habib: 3 (Habib lutou até ao limite, ás vezes passando mesmo esse limite, e foi o mais batalhador. Mas também teve os seus erros e cometeu os seus deslizes. Tecnicamente deixou algumas dúvidas se é o jogador de que necessitamos; a ver com mais atenção, mas, ainda assim, com nota positiva)
Pedro Moreira e Tarantini: 2 (medo de falhar, desacerto nos passes, muita luta)
Diego Lopes: 1 (onde está o Diego Lopes da primeira volta?)
Del Valle: 1 (um remate à baliza enquanto esteve em campo é muito pouco)
Ukra: 2 (é dos jogadores em que se nota mais a quebra; está sem confiança e não 'parte' para cima dos adversários, não arrisca tentar o desequilibrio)
Hassan: 2 (dois lances de golo, marcou um)
Boateng, Luis Gustavo e Zeegelar: 1 (nada de especial no pouco tempo)

Pedro Martins no final do jogo

Muito lúcido o míster no final do jogo: Hoje era um bom jogo para dar esse 'click' e fazermos uma boa segunda volta» e «Empate é um resultado justo».
Faltou um puxão de orelhas ao coletivo, mas esse será dado internamente, estou certo.

Não vale a pena fazer análise ao jogo

Sim, não penso que valha muito a pena estar a referir questões táticas, opções de Pedro Martins ou mesmo arbitragem (Bruno Paixão não sabe apitar bem, mas não  foi por aí...).
Importante, dentro daquilo que podemos fazer como adeptos, é concluir que a segunda parte com o Boavista não foi um dia mau.
O Rio Ave repetiu ontem, na segunda parte, os erros que vimos frente ao Boavista: desinspiração, desânimo, falta de confiança. Isso refletiu-se em desacerto, lentidão, medo.
A equipa tem medo de falhar, porque não tem confiança.
A equipa perde as disputas com os adversários porque tem medo de falhar.
Acho que a esmagadora maioria dos Rioavistas, com estas ou outras palavras, concordará no diagnóstico.
Difícil é perceber porque é que  jogadores como Ukra, Tarantini, Diego Lopes, Del Valle, Pedro Moreira, Tiago Pinto, etc parecem ter sido afetados por um vírus (uns mais do que outros).
Como isto está a acontecer a seguir ao 'mercado de janeiro' podemos especular que alguns jogadores estavam a contar sair e ficaram desiludidos. Injusto?
Ou que a sua cabeça está noutra... (na Taça de Portugal?)
Será?
Ganhámos um jogo nas últimas seis jornadas!

15.2.15

Contra o Moreirense, um a um

Ederson, 4. Sem hipóteses no golo e com mais duas intervenções de grande nível.
Tiago Pinto, 3. Sem rasgos ofensivos, mas bem a defender.
Vilas Boas, 3. Discreto, mas bem.
Habib, 4. Um erro que já assinalei numa saída para o ataque, mas no seu trabalho defensivo foi uma muralha intransponível. Mostrou ainda um empenho e uma atitude que devia ter contagiado a equipa. Com um Habib no meio-campo e outro no ataque, tínhamos dado 4 ao Moreirense.
Lionn, 3 um pouco melhor que Tiago Pinto, sobretudo no apoio ao ataque.
Tarantini, 2. É ele quem perde a bola no golo do Moreirense. Teve uma tarde má, apanhado na confusão de papeis que teve com Pedro Moreira. O seu jogo perde quando passa tantas vezes pela posição 6.
Pedro Moreira, 2. Também ele pareceu confundido na parelha que fez com Tarantini no meio-campo mais defensivo.
Diego Lopes, 2. Não lhe faltou empenho nem capacidade de luta. Mas essas foram as únicas qualidades que mostrou.
Del Valle, 1. Viu-se uma única vez, quando teve um potente remate que o guarda-redes do adversário defendeu como pôde. Depois desapareceu. E com isso o Rio Ave foi um pássaro sem asa esquerda.
Hassan, 3. O que pode fazer um jogador como Hassan quando depende em larga escala do serviço que lhe é feito pelos colegas? Tem de aproveitar o pouco que lhe chega para marcar. Hoje teve 50% de eficácia.
Ukra, 2. É daqueles jogadores que faz a diferença e nota-se muito quando está em baixo de forma, como é o caso. Fez a assistência para golo, mas depois andou muito desinspirado.

Luis Gustavo, Boateng e Marvin, 1. Nada a destacar.

Moreirense: Positivo e negativo

Positivo:
Habib. Teve uma asneira ao tentar levar jogo para o ataque que podia ter dado golo do adversário, cometida junto da linha do meio-campo, mas os homens do Moreirense não souberam aproveitar. No entanto, no espaço defensivo, quando se tratou de cortar, cabecear, destruir não teve par. Temos reforço. Daqui em diante na defesa é Habib e mais 3.
Hassan. Pode querer ir para o Sporting, mas tem cumprido com as suas obrigações no Rio Ave. Golo pleno de oportunidade e mais uma boa situação parada pelo guarda-redes adversário. Foram as únicas oportunidades que teve.
O relvado. Parece que finalmente começa a assentar e a aguentar-se durante o jogo todo.

Negativo
Um mau jogo de futebol a confirmar um mau momento. Em dois jogos perdemos 4 pontos. Em 3 jogos fazemos 5 pontos e, curiosamente, até vencemos aquela que considero, de longe, a melhor das 3 equipas adversárias.

21j - Moreirense: Psicólogo com a equipa

Deixa-me frustrado ver que a equipa até teve oportunidades, mas que não foi capaz de ganhar. E se ganhasse íamos todos dizer que a recuperação estava a chegar. Mas não chegou a vitoria da regeneração, nem a exibição que atenuasse um pouco o sabor azedo de só somar um ponto. E então, o que terá falhado desta vez? De todos os sectores o menos mau foi a defesa: Habib é reforço, pode não ser um jogador elegante a jogar, mas no seu trabalho defensivo foi intransponível; os seus colegas de sector não fizeram uma exibição de encher o olho, mas cumpriram. O mal estava daí para a frente. O meio-campo parecia uma manta de retalhos feita à pressa e mal cosida, Tarantini não parecia ele, Pedro Moreira não teve rasgo criativo e Diego Lopes nunca foi capaz de construir nem de criar desequilíbrios. No ataque, Hassan nunca teve bola porque Del Valle pouco esteve em jogo e porque Ukra está longe da melhor forma. Quando estes dois conseguiram fazer alguma coisa o Rio Ave marcou. E até tivemos mais oportunidades, mas a descrença é tão grande que tudo emperra na hora de fazer a diferença. 
Quando conseguimos empatar antes do intervalo, acreditei que a equipa ia dar uma boa resposta na segunda parte. Mas a verdade é que a tendência de fazermos más segundas partes se manteve e não houve mais golos nem alegria. E assim voaram mais dois pontos.

Sobre o Moreirense: acho que perante um Rio Ave tão tristonho e desalinhado perdeu uma boa ocasião de vencer em Vila do Conde. É pena que as equipas  de futebol às vezes percam mais energia a inventar lesões e formas de parar o jogo e gastar tempo do que em marcar golos.

Vou dar nota 1 ao nosso jogo, a mesma que dou ao mister.

Mais um empate. E mais uma má segunda parte

Ha  uma crise de confiança na equipa que começa a ser preocupante.
Péssima segunda parte
1-1 final

Levantar a cabeça

A propósito do que diz o João Paulo, veio-me de novo Bressan à cabeça, ele que  volta a ficar de fora de uma convocatória.

Acho que não me escapou nenhuma notícia sobre lesões, logo presumo que o jogador está de fora por opção técnica. Eu sou dos que depositava grandes expectativas no jogador, pelo que este progressivo apagamento me deixa desapontado. Não sei o que se passa com Bressan, reconheço-lhe grande valor, mas se a mensagem do treinador é pra contar, é hora de todos darem um passo em frente e dizer 'presente'. Se Bressan está psicologicamente em baixo, está na hora de reagir.

Foi em Moreira de Cónegos a primeira desilusão

Reencontramos o Moreirense, esta época e não esqueci o jogo da primeira volta.
Foi o primeiro jogo em que não estivemos bem, em que podiamos ter feito mais, em que - admito - se percebeu que o primeiro lugar era (naturalmente) uma ilusão.
O Moreirense é uma boa equipa mas ainda não esqueci que deviamos ter saido de Moreira de Cónegos com outro resultado, se tivesse havido outra exibição.
(vinhamos das goleadas ao Estoril e Boavista e do apuramento para a fase de grupos da Liga Europa...)

A chicotada tem de resultar!

Associamos chicotada (psicológica, não confundir com as das 50 sombras de...) à mudança de treinador mas são muito mais (felizmente) as situações em que se pode usar argumentos psicológicos para atingir determinados objetivos.
O problema das chicotadas é que elas deixam... dor (consequências).
Veja-se o que aconteceu com o Sporting.
Marco Silva sabia que o Sporting perderia (teoricamente) as hipóteses de chegar ao título se não vencesse em Belém. E disse uma coisa daquelas que marcam: «Uma equipa grande com homens a sério dá resposta no dia seguinte». O que é que aconteceu? O Sporting empatou e o treinador reconheceu no final que foi um jogo muito mau da sua equipa. Uma equipa onde faltam homens a sério, portanto.
Vem isto a propósito do que disse Pedro Martins ontem, ao assumir a entrada directa na Liga Europa, pela primeira vez.
Já o elogiei por ter escolhido o momento certo para o fazer, mas a equipa tem de responder logo. Tem de dizer ao treinador que ele tem razão.

14.2.15

Pedro Martins assume entrada directa na Liga Europa

O objetivo já existia mas Pedro Martins nunca o tinha assumido (sempre os oito primeiros).
Hoje, na confereência de imprensa, o míster teve a iniciativa de dizer que o Rio Ave quer entrar na Liga Europa diretamente esta época - os seis primeiros, portanto.
Acredito que Pedro Martins tenha sentido de o dizer, de elevar psicologicamente a fasquia, depois do que se passou no Bessa.
Digamos que agora está a responsabilizar mais os jogadores e um eventual falhanço!

Iuri e Abalo convocados; Wakaso não

Iuri (terá a ver com isto?) e Abalo são novidades numa lista de convocados para amanhã onde não estão Prince (castigado) e Wakaso (não recuperou totalmente).
Bressan tem problemas físicos, tal como Marcelo e Roderick.
a lista

Arouca-Rio Ave, domingo 16h

22 de fevereiro, jornada 22

13.2.15

A equipa de sub14 em destaque (iniciados de 1º ano)

(imagem retirada do JVC desta semana)

Novo rumo

O Rio Ave celebrou com a sociedade Polaris Sport um acordo/contrato/parceria, ao que tudo indica, por dois anos e meio, visando a renovação e promoção da sua imagem.
É uma ideia bem vinda. Todos sabemos que é muito dificil a clubes da dimensão do Rio Ave conseguirem projetar-se nos media nacionais e internacionais. Também é-lhe dificil de chegar junto de eventuais parceiros comerciais. Por isso a "parceria" com a referida empresa pode trazer vantagens significativas para o universo do Rio Ave.
Com esta "parceria" existem condições para dar um novo rumo. Até que ponto? O futuro nos dirá.  

Ainda sobre a parceria com a Polaris - e o que me parece importante

Mais do que esperar patrocínios ou retorno comercial desta parceria (cá estarei para dizer que me enganei), o que me parece mais importante é o reforço da ligação com Jorge Mendes - e é sinal de que as coisas entre o Rio Ave e o empresário estão no bom caminho.
O Rio Ave com Jorge Mendes é um Rio Ave mais forte.

Marco Ferreira, toma lá!

«Peço desculpa pelas minhas manifestações mas realmente tenho um terceiro braço», escreveu Ukra.

Monte não volta a jogar?

O raciocínio do Gil não só não é ilógico como é, até, o mais provável.
Mas tem uma consequência negativa: quando é que Nelson Monte volta a ter a sua oportunidade?
Quando foi chamado cumpriu e mereceu elogios.
Agora é 'arrumado'?
Monte não é (ainda?) o melhor central do Rio Ave, mas também não é o pior - nem merece ficar esquecido

Tiago Pinto, talento desconhecido


(fonte: Maisfutebol)

Wakaso apto para domingo

A Bola faz hoje eco da recuperação de Wakaso, notícia que o site oficial ontem já tinha avançado.

Pedro Martins poderá assim manter o jogador no onze inicial e Habib que o substituiu no Bessa poderá ocupar o lugar de Prince que foi expulso com duplo amarelo. Vamos voltar a ter Wakaso, Tarantini e Pedro Moreira no meio?

12.2.15

Marketing: Parceria com a Polaris (finalmente) anunciada

Falámos dela aqui em agosto (!), mas só agora se concretizou: «A Polaris Sports, empresa do universo Gestifute, e o Rio Ave FC assinaram uma parceria para os próximos dois anos e meio. No âmbito desta parceria a Polaris Sports irá desenvolver e implementar toda a estratégia comercial e de marketing da marca Rio Ave FC».
A expetativas são grandes, face a um gigante como esta Polaris, mas teremos de aguardar, a partir de agora, para fazer um balanço daqui a alguns meses.

Braga faz aproximação a Diego Lopes?

É notícia hoje em O Jogo [está relacionada com isto]: O Braga já contactou («abordagem») Diego Lopes no sentido de o contratar na próxima época (para o lugar de Ruben Micael?).
O jornal diz que o Rio Ave não gostou dessa aproximação, muito mais porque se aproximam jogos importantes entre as duas equipas.
Diego Lopes tem contrato até 2018 com o Rio Ave e é representado por Jorge Mendes.

Ainda a 'contratação' de Sami

O Jogo de hoje volta ao assunto: António Salvador não deixou que Sami viesse para o Rio Ave por causa da rivalidade entre os dois clubes.
Os jornalistas sabem, de certeza, o que estão a escrever, mas há algumas coisas que me parecem que não batem certo:
- desde quando é que o Braga manda num jogador do FC Porto e que o Braga até nem quer?
- desde quando é que o Rio Ave pode suportar um ordenado de 30 mil euros (ou até 20 mil)?
- Pedro Martins disse, na unica vez que falou sobre o assunto, que essa hipótese não fazia sentido.

(o Braga tem medo do Rio Ave? Só lhes fica bem...)

11.2.15

O que é que você vai fazer domingo à tarde?

Eu vou ao estádio ver o jogo com o Moreirense. Os rapazes andam abatidos e precisam que eu lhes bata palmas e lhes diga que acredito neles. Já me passou a azia que me deu na segunda à noite.

Você vai ficar em casa ou vai ficar a entupir as ruas de Vila do Conde no seu carro a andar para trás e para a frente? O seu lugar é no estádio. Traga a patroa e a canalha!

Hassan foi o faraó da jornada

Vitória clara de Hassan na 20 jornada.
O avançado somou 34 pontos, mais 3 do que Vilas Boas.
Seguem-se três jogadores com 30 pontos (Ederson, Tiago Pinto e Lionn).
Habib, que entrou com a lesão de Wakaso, conseguiu 27 pontos, mais  um do que Ukra, por exemplo.

«Treinador deixou recado ao grupo»

O Jogo de hoje faz uma leitura curiosa do que se passou no final do jogo do Bessa: ao evitar falar de arbitragem, Pedro Martins «preferiu incidir o discurso nos erros cometidos pela equipa, que não soube gerir a vantagem de um golo e a superioridade numérica durante quase todo o jogo», classificando-o como «um importante recado ao grupo»

A culpa foi de Sérgio Serrão?

Parece que os esforços do Rio Ave estão virados contra o árbitro assistente no Bessa. A história está no Record de hoje. O árbitro assistente estaria condicionado

O novo site do Rio Ave

Era uma necessidade, tais as limitações do anterior, e estreou-se ontem ao fim da tarde.
Obviamente que está melhor.
Vamos ver agora se há capacidade (ao nível de conteúdos) de tirar partido das novas potencialidades, confirmando a nova dinâmica que vem do verão passado.

PS - ter uma mini-versão em inglês é importante. A funcionalidade está lá, mas é preciso traduzir alguns conteúdos

ATUAlizo: segundo o jogo, a plataforma informática do novo site é gerida pela Brandit, empresa que gere também a página de Cristiano Ronaldo.

Um reflexão que tem de ser feita internamente

Penso que a maior parte dos Rioavistas concorda: empatámos por causa do árbitro, mas, contra a pior equipa do campeonato, custa reconhecer que o resultado acaba por ser justo.
E isso é que tem de merecer uma reflexão interna.
Não critico Miguel Ribeiro por ter vindo dizer o que disse no final («Hoje não levamos três pontos para Vila do Conde porque, no último minuto, uma bola que bateu na barriga foi transformada em penalti. Vamos levar um ponto. Mas estamos na luta. Temos como objetivo ir à final da Taça de Portugal e um lugar entre os seis primeiros. Não vamos permitir que ninguém nos desvie desse rumo»), mas esta não é a questão mais importante.
Mais importante é tentar perceber porque é que fizemos uma segunda parte tão má, porque é que a equipa não teve força, porque é que faltou ambição.
Essa reflexão tem de ser feita internamente, sem margem para dúvidas.

10.2.15

(20j Boavista) Um-a-um: Vilas Boas (e Habib)

Ederson 3 (sem trabalho)
Lionn: 3 (muito ativo)
Vilas Boas 3 (o melhor em campo, pela segurança e capacidade de abrir o ataque)
Prince 3 (fez um corte que valeu o jogo)
Tiago Pinto: 2 (muito abaixo do que tem feito)
Wakaso: 1 (pouco tempo, por causa da lesão)
Tarantini: 2 (pareceu-me perdido, entre a necessidade de defender e de atacar)
Pedro Moreira: 2 (lutador, sem fazer a diferença)
Ukra: 2 (está no pior momento da forma desta época)
Hassan: 2 (marcou mas quase não teve bola)
Del Valle: 1 (quase não esteve em campo)
Habib: 3 (entrou muito bem)
Diego Lopes: 1 (que se passa com Diego Lopes, que não acerta?)
Luis Gustavo: 1 sem tempo para mais

Era só o que nos faltava, o regresso de Bruno Paixão

vai ser o árbitro do Rio Ave - Moreirense!

Duas coisas que não percebi ontem:

- Com Bressan fora dos convocados, Diego Lopes foi suplente.Aparentemente não bate certo. Estão os dois 'fora de forma'?
- Com Esmael longe, Jebor é o único ponta de lança além de Hassan. Jebor foi 19º e não havia ninguém no banco para fazer o lugar. Ou Pedro Martins está a assumir que Boateng faz mais e melhor do que Jebor?

Triste

O que vimos ontem deixou-nos tristes.
Triste pela exibição.
Triste pela arbitragem.
Triste pelo resultado.
Triste por cairmos para o 8º lugar.

Ainda o empate de ontem (preocupante)

Algumas ideias, mais a frio:
- A segunda parte do Rio Ave foi preocupante; o Boavista é a pior equipa da primeira divisão, não joga nada (luta muito...) e nós, com mais um em campo, pusemo-nos a jeito para o empate.
- Pela primeira vez esta época digo: não me revejo neste Rio Ave da segunda parte, uma equipa apática, sem chama, sem ambição, sem personalidade;
- Preocupante: os jogadores não acreditam no objetivo de chegar aos seis primeiros lugares, que o Rio Ave ontem formalizou? Não vi o jogo em Setúbal, mas o de ontem faz-me pensar que, no íntimo, os jogadores não acreditam nesse objetivo.
- E o próprio Pedro Martins não teve capacidade para reagir, quando se via um Rio Ave anémico, frouxo. Por falta de opções?
- Sobre o penalti do Boavista: escrevi mal o jogo acabou que foi mentiroso. É a palavra que alguns jornais hoje usam. Tarantini tem alguma razão.

Positivo e negativo no Bessa

Negativo:
o resultado
a exibição
a arbitragem
a azia que me estão a fazer sentir

Positivo:
a única coisa que me ocorre foi a estreia de Habib, que entrou com vontade e mesmo não estando entrosado com a equipa se esforçou para fazer tudo bem.

9.2.15

Contra o Boavista, um a um

Por notas:
3 - Ederson, Vilas Boas, Habib, Del Valle, Hassan
2 - Lionn, Tiago Pinto, Pedro Moreira, Tarantini
1 - Prince, Wakaso, Ukra, Diego Lopes, Luis Gustavo


20j - Boavista: Vergonha

Acho vergonha a palavra certa. Fizemos um jogo vergonhoso contra 10 durante 80 minutos. Nunca fomos capazes de virar este fraco Boavista do avesso, fomos sobranceiros esse tempo todo, acreditámos no passar do tempo e acabámos por sofrer um golo num penalty vergonhoso que, para mim, acaba no entanto por reflectir no resultado o que a segunda parte deu. Estou muito aborrecido com o que vi, acho que o Rio Ave a jogar assim não vai conseguir o objectivo de ficar nos 8 lugares mais altos da tabela. Entre atitude, vontade, inteligência, moral, acho que nos faltou tudo.

Jogo de nota 1, a mesma que dou ao treinador.

Hoje estou muito chateado.

Rio Ave empata no Bessa. Justo mas fomos prejudicados

O Rio Ave jogou quase todo o jogo com mais um mas fez uma segunda parte muito má. Uma equipa desinspirada e sem chama mesmo a ganhar.
No final o árbitro inventou uma grande penalidade para o Boavista e os da casa empataram.
O resultado infelizmente é justo mas foi conseguido de forma mentirosa.

Onze inicial no Bessa:

Ederson
Tiago Pinto, Prince, Vilas Boas, Lionn
Wakaso, Pedro Moreira e Tarantini
Del Valle, Hassan e Ukra

No banco Cássio, Habib, Luis Gustavo, Diego Lopes, Boateng, Marvin e Nelson Monte. Jebor ficou fora dos 18.

PMartins opta por um meio-campo mais combativo com Pedro Moreira que relega Diego Lopes para o banco, Vilas Boas mantém-se a titular no centro da defesa e no ataque o trio mais usado é a escolha para furar a defesa de xadrez.

Libras d'ouro

Diz A Bola que o Everton poderá oferecer 3 milhões de libras por Ukra no final da temporada.
Perder um jogador da qualidade de Ukra nunca é boa notícia em termos desportivos. Financeiramente, mesmo que só parte do passe seja do Rio Ave, significará um encaixe de relevo. Até lá ainda há tempo para Ukra se valorizar mais. Podia começar já hoje com uma exibição em grande no Bessa, com duas assistências e um golo!

Mais sobre a equipa de juniores

Se Pedro Cunha utilizou 35 jogadores [insisto, os números não são oficiais e resultam do registo semanal que aqui fomos fazendo, mas anão andam muito longe da realidade] e 12* fizeram os jogos quase todos, cerca de 20 fizeram muito pouco jogos (Neiva fez quatro jogos, Edu dois, Sala quatro etc., etc).
Há diversos jogadores que só foram ao relvado uma vez e alguns deles nem sei se ainda estão no plantel.
Mas quero destacar um nome: Obata.
O nigeriano fez a segunda parte do jogo com o FC Porto (13ª), foi titular frente ao Boavista na jornada seguinte e não voltou a entrar.

* o 12º é Kevin, o médio que começou a época e desapareceu.
(o terceiro em cima, a contar da esquerda para a direita)

Sem Esmael e com Bressan fora da convocatória

dos 4 autores dos golos da vitória da 1ª volta contra o Boavista Diego Lopes e Boateng são os únicos com possibilidade de ir a jogo esta noite.

Quanto a Esmael e a Bressan: Esmael sempre me pareceu a prazo no clube. O jogador não se queixará de falta de oportunidades esta temporada, mas a sua passagem pelo Rio Ave tem sido pautada pela sempre aberta janela de transferência. Mais que uma mais-valia para o plantel, Esmael funciona como uma mais-valia de tesouraria.
Bressan pelo contrário, parecia chegar para ser titular de caras e dar outra dimensão ao nosso meio-campo ofensivo. Depois de um início muito prometedor, sobretudo nos jogos com o Estoril e o Boavista, agora desaparece das convocatórias. Quem sabe por que convoca ou não é o mister. A mim, opinador e às vezes observador, parece que Bressan desmoralizou e está com alguma dificuldade em se encaixar. Pena, digo eu, um Bressan empenhado e motivado tem qualidade para fazer toda a diferença.


A explicação para Habib jogar no meio campo?

Foi com grande surpresa que ouvi o míster dizer que poderia colocar logo Habib a trinco.
É certo que tem já vários centrais, mas ainda mais tem mais opções para o meio campo.
Terá a ver com a necessidade de gerir os amarelos de Tarantini, Diego Lopes e Pedro Moreira?
Neste caso teríamos, por exemplo, um meio campo com Habib, Tarantini e Diego Lopes, deixando Pedro Moreira para a próxima jornada?

PS - Prince ou Monte? Monte, por várias razões, mas isso sou eu que não percebo nada!

Importante

Hoje o Rio Ave, SDUQ, pode dar um passo importante, assumindo-se como um sério candidato à Liga Europa.
No caso de vencer o jogo, fica a seis pontos do 5º lugar, atualmente pertencente ao Vitória de Guimarães que está a atravessar uma fase menos boa, igualando o surpreendente Belenenses (quem diria?).
Não sendo um jogo fácil, é um jogo que poderá mostrar até que ponto o Rio Ave, SDUQ, se assume já não para os oito primeiros, mas para os cinco/seis primeiros.
A palavra é para a equipa técnica e jogadores.
Nós acreditamos.

JPMeneses: acrescento apenas isto, em complemento ao que escreveu o Vítor: Pedro Martins fala, e bem, nos oito primeiros. Temos de alcançar os objetivos passo a passo. Mas depois da derrota em Setúbal, a equipa tem de nos dar uma alegraia hoje! 

8.2.15

Habib convocado

E deve jogar no meio campo,  segundo deu a entender esta manhã Pedro Martins. Habib, Tarantini e Diego Lopes?  Surpresa!

baliza: Cássio e Ederson;
Defesa: Prince, Lionn, Vilas Boas, Nélson Monte, Marvin e Tiago Pinto
Médios: Habib,  Tarantini, Luís Gustavo, Diego Lopes, Wakaso e Pedro Moreira
Avançados: Hassan, Boateng, Ukra, Del Valle e Jebor

Os jovens (não) escolhidos por Pedro Martins

Pela avaliação que fez de cada elemento e pelas necessidades da própria equipa principal, Pedro Martins escolheu da equipa de juniores alguns elementos: Óscar, João Cunha, Bruno Sousa, Vitó, Iuri e Ernest (era era uma escolha óbvia, pois já treinava com o plantel principal).
Quem - do núcleo base - não foi escolhido? o guarda-redes Maravalhas, o central Pessanha, o defesa-esquerdo Virgílio, o trinco Bruno Pacheco e o avançado Jardel.
Quer isto dizer que estes cinco valem menos do que os outros seis?
Não me parece um juízo correto.
Pessanha, por exemplo, é um central de valor (já aqui o elogiei), para o lugar de Bruno Pacheco há, até, excesso de elementos no plantel e Jardel já mostrou que é um valor que vale a pena acompanhar.
Claro que todos gostariam de ser chamados.
Mas, mais importante, é ter mesmo a equipa B na próxima época para que vários deles possam realmente evoluir

Petit esteve ontem a 'espiar'... (e viu 3-0!)

....mas não foi a equipa principal do Rio Ave, embora também tenha sido no sintético.

foi antes a de... sub13 que disputa o Campeonato Distrital Infantis (Sub-13) 1º Div. 1ª Fase - Serie 1
Houve um Rio Ave FC vs Boavista FC e segundo ouvi o filho de Petit joga no xadrez!)
(3-0 para o Rio Ave!)

7.2.15

Futsal- empate a 3 golos (ATUAL.)

Estivemos a ganhar 3-1.
Sem Simas na segunda parte foi mais complicado.
Falta competência a esta equipa.
(atualizo com comentário mais desenvolvido)
Acredito que a equipa deu o máximo.
Mas este máximo dificilmente será suficiente para manter a equipa na primeira divisão.
Antes ainda pensávamos que os Unidos Pinheirenses estavam condenados, mas com mais uma vitória ontem, na Póvoa, já nos igualaram.
Os dois reforços mais recentes pouco ou nada de novo trazem à equipa e, ao contrário do que se esperava, não fazem a diferença.
É possível ficar na primeira divisão, mas vai ser preciso um milagre?
(as camisolas do Rio Ave parecem ter um patrocínio; não se consegue é ler...)

Futsal: 1-1 ao intervalo

Jogo fraco.
Golo de Simas - que se lesionou.

Cássio e Ederson - a rotatividade

O único lugar no onze onde tem havido alguma rotatividade é na baliza.
Mas não parece haver um critério.
Cássio fez os 12 primerios jogos, entrou Ederson, Cássio mais 3, ederson, Cássio mais 3, Ederson, depois Ederson fez pela primeira dois jogos e a ultima sequência é  ECECCECEEC.
Ou seja, não parece haver um 'algoritmo' lógico.
Ederson e Cássio já defenderam nas várias competições.
Mas parece claro que depois dos 12 jogos iniciais, Ederson aparece agora muito mais
(Cássio é uma guarda-redes mais completo, mas Ederson é um dos principais ativos do Clube)
(conferir tudo aqui, página 6)

6.2.15

O campeonato de futsal 'começa' amanhã?

Se o Rio Ave quer ficar na primeira divisão tem de ganhar pelo menos três dos próximos seis jogos.
O tudo ou nada começa já amanhã com o Olivais.
Depois vamos ao Belenenses, recebemos o Burinhosa, vamos ao Boavista, recebemos o Porto Salvo e o Fundão.
Ou seja, quatro jogos em casa até ao jogo com o Benfica.
Vamos também ver se os dois recentes reforços (Tuca e Tathan) fazem a diferença.
Amanhã às 18h no Pavilhão.

Jardel e Iuri, os mais usados

Se as minhas contas não estão erradas (e podem estar...), Jardel e Iuri alinharam nos 22 jogos do campeonato de juniores (o primeiro em sete foi suplente e o segundo em três).
Seguem-se alguns jogadores com 21 jogos, a começar por Virgílio (2 a suplente), Bruno Sousa e Bruno Pacheco.
João Cunha, Maravalhas e Ernest estiveram em 20 jogos.
Restam, do tal lote-especial, Oscar com 18 jogos, Pessanha com 16 (esteve lesionado); Vitó fez 13 (Rafa fez 14, mas só 3 a titular).
(mais uma nota sobre o sucesso desta equipa: na época passada faltaram-nos referências de ataque; desta vez, como se vê pela aposta consolidada em Jardel e Iuri, tivemos quem fizesse golos[estes dois jogadores da frente, mais Ernest, marcaram metade dos golos da equipa]; o Rio Ave terminou a fase inicial com o segundo melhor ataque, 52 golos, só atrás do FC Porto)

Não queria estar na pele de PM

Com Prince, Vilas Boas, Habib e Monte operacionais, dois vão ter de ficar de fora.
Para o míster, Monte será o elo mais fraco.
Mas será que Habib entra direto ao onze?
Por tudo o que tem feito, não me parece que seja justo Vilas Boas sair...

Os melhores marcadores da equipa de juniores (fase de apuramento)

Iuri, 11 golos
Jardel, 10
Ernest e Pedro Matos, 5
Vitó 4
Pessanha, Bruno Sousa e Óscar, 3
Rafa, 2
Pacheco, Kevin, Sena, Zé Domingos e Sala, 1
(houve ainda um auto golo que nos beneficiou, frente Vitória de Guimarães)

4 amarelos para Diego Lopes e Tarantini

Ficar sem Tarantini e Diego Lopes ao mesmo tempo nunca pode ser uma coisa boa.
Algum cuidado no jogo com o Boavista pode fazer com que, cada um, na sua vez, cumpra a suspensão do quinto amarelo.
Além do mais, também Pedro Moreira tem quatro amarelos - mas não tem sido primeira opção.

Equipa já treina no Estádio!

Já merecemos ver uns treininhos, não????
(é preciso adaptar ao sintético do Bessa, por isso...)

5.2.15

A explicação para o sucesso da equipa de juniores

Pedro Cunha usou 35 jogadores em 22 jogos (se as contas não me falham).
É muito e pode dar ideia de indefinição.
Mas os números nem sempre são o que parecem.
Apesar dos 35 jogadores que vestiram a camisola do Rio Ave, a equipa teve uma enorme estabilidade: se compararmos o primeiro onze com as opções finais [os últimos onzes, já com a equipa apurada e vários jogadores ao serviço da equipa principal, foram diferentes], vemos que há duas alterações apenas! ÓScar entrou na segunda jornada e Vitó entrou à nona, para o lugar que antes estava a ser feito por Kevin.
Ou seja, Pedro Cunha teve 10 jogadores com quem sempre contou (Maravalhas, Óscar, Pessanha, Cunha e Virgilio, Bruno Pacheco, Kevin/Vitó e Bruno Sousa; Iuri, Jardel e Ernest) e que, em média, disputaram 20 jogos dos 22!
(amanhã há mais curiosidade)

Ainda a derrota frente ao Braga

Algumas notas, que resultam de várias leituras:
- Cássio esteve mesmo mal no primeiro golo. O vento pode ter prejudicado, mas o guarda-redes adiantou-se. Só que era um livre... O que passou pela cabeça de Cássio?
- Habib foi dos melhores em campo e até mereceu elogios de Pedro Martins no final. Mostrou acerto e concentração.
- mais um jogo desperdiçado por Jebor? As coisas não lhe estão a correr nada bem...
Balanço final: Pedro Mrtins fez o que tinha a fazer sobretudo depois da derrota frente ao FC Porto. Mas para que estas apostas não tenham sido em vão é preciso que estes jovens tenham mais oportunidades, se possível ainda esta época.

Ricardo Chaves abandona o futebol

Esteve duas épocas em Vila do Conde e, sem ser brilhante, foi um jogador que agarrou o lugar e que mostrou sempre seriedade em campo.
Aos 37 anos, e a jogar em Chaves, decidiu abandonar o futebol e tornar-se adjunto do Chaves.
Aqui fica um abraço para Ricardo Chaves - o homem que gelou a Luz quando marcou ao Benfica num jogo final é decisivo...

Não tinha o talento do pai?

Há vários anos que o antigo jogador do FC Porto Emerson tinha o filho na nossa formação.
Michel acaba de sair, rumo ao Fão, quase a fazer 19 anos e sem uma oportunidade na equipa princip

Ilações

Finda a participação na Taça da Liga 2014/2015 há que tirar conclusões.
Em termos de prestígio, de boa imagem, ficámos muito aquém do mínimo exigível para o finalista vencido da época transata.
Em termos de valorização dos ativos do clube, deu para dar oportunidade a jovens jogadores que participam em escalões inferiores e ver o seu potencial.
Em termos de competição, fez-me lembrar o extinto campeonato de reservas.
Quanto à presença de público, foi caindo com o desenrolar da competição e terminou com cerca de 300 espetadores (a maioria deu por mal empregue o seu tempo).
Concluíndo: serviços mínimos numa prova que a continuar a este ritmo, perderá qualquer valor competitivo.

4.2.15

Taça da Liga -Cássio sofre golo num livre, adiantado?

Vai ser preciso ver na televisão, porque lido não se acredita...
«Livre direto cobrado por Tiago Gomes ainda longe da área. Com Cássio adiantado, o lateral bracarense fez um chapéu e abriu o ativo»
Livre????

0-2 ao intervalo

Bruno Sousa saiu ao intervalo e entrou Ernest.
(ataque com Iuri, Jebor, Ernest e Boateng)
O Rio Ave perdeu 2-0.
(quatro jogos, quatro derrotas, um golo marcado, seis sofridos)

O jogo com o Braga para a Taça da Liga e um onze diferente

Onze inicial do Rio Ave:
Cássio, Óscar, Habib, Monte e Marvin; Abalo, Luis Gustavo e Bruno Sousa; Iuri, Jebor e Boateng
(no banco estão Ederson, Tarantini, Vilas Boas, Ukra., Ernest, Wakaso e João Cunha)
É a estreia de Bruno Sousa e de Iuri a titulares.

O jogo 40

O Rio Ave disputa esta tarde o 40 jogo oficial da época com o Braga. Comparativamente, na época passada o jogo 40 foi a final da Taça da Liga com o Benfica e aconteceu a 7 de Maio de 2014.
O Rio Ave ainda tem mais 15 jogos da Liga por disputar, mais as duas mãos da meia-final da Taça. Ou seja, na pior das hipóteses vamos participar em 57 jogos oficiais, o que dá uma media superior a um jogo por semana. Impressionante!

Ainda a última vitória dos juniores

Em complemento a isto, aqui ficam, outros dados:

Pedro Cunha fez alinhar: Nesta partida Pedro Cunha fez alinhar: Maravalhas (Edu 78'), Neiva, Vitor Pessanha, Rodrigo e Virgílio; Ricardo Silva, Bruno Sousa (Vitó aos 46) e Sala; Pedro Matos (Iuri 46), Rafa e Jardel.

Notas:
O míster continua a dar oportunidades a outros jogadores, até porque tem de gerir a chamada de vários elementos à equipa principal;
Desta vez foi a estreia de Rodrigo, defesa central que cumpre a terceira época em Vila do Conde, vindo do Sporting.
Golos marcados  na segunda parte por Vitó e Jardel (2)

Sporting apresenta nova proposta por Hassan

(diz O Jogo de hoje)

Como ficamos?

Tarantini vai jogar até aos 36 anos no Rio Ave

E a partir dos 33 vai actuar como central. A aprendizagem já começou.
(foi um passarinho que me disse e é também o meu desejo, o nosso, e espero que o dele também!)

Tiago Pinto não foi o melhor - arrasou!

Vitória esmagadora de Tiago Pinto no jogo frente ao Estoril.
42 pontos para o defesa, mais quatro do que Hassan e mais cinco do Del Valle.
Segue-se, a grande distãncia, Vilas Boas, com 32.
Prince foi o titular menos pontuado (14) menos do que Zeegelar (23) e Pedro Moreira (29), suplentes.

3.2.15

Esmael muito correto na hora da saída

Na ressaca do seu golo de estreia no Chipre, Esmael fala hoje ao Jogo.
Reconhece que esperava ter jogador mais, mas são opções,diz. «Não tenho nada contra Pedro Martins, gosto muito dele».

Habib convocado para amanhã!

E vai jogar , disse Pedro Martins, na antevisão do jogo com o Braga.
O míster disse também que Bruno Sousa será titular no meio campo e que Iuri jogará no ataque.
(no meio campo estão convocados Luis Gustavo, Tarantini, Abalo e Bruno Sousa).
Vitó, na seleção, não fará o terceiro jogo pela equipa principal.
Lista de convocados:
Guarda-redes: Cássio e Ederson;
Defesas: Oscar, João Cunha, Nelson Monte, Marvin, André Vilas Boas, Habib Sow e Tiago Pinto
Médios: Luís Gustavo, Tarantini, Abalo, Bruno Sousa e Boateng
Avançados: Ukra, Ernest, Jebor e Iuri Gomes

Tudo normal

O Rio Ave, SDUQ, Lda foi das poucas equipas que praticamente não recorreu ao denominado mercado de inverno. Tirando a entrada de um jogador, fruto das várias lesões dos centrais do clube, entendeu por bem não reforçar o plantel. Antes pelo contrário emagreceu-o com a saída de alguns jogadores que não faziam parte das opções da equipa técnica. O que permitirá a jovens valores da formação mostrarem-se no plantel sénior.
Tal só aconteceu porque a época foi bem planeada e a equipa está a corresponder em pleno e, por isso, não houve necessidade de se procurarem "reforços".
Agora há que aproveitar, desfrutar e trabalhar para que se valorizem, ainda mais, os ativos, de modo a que no final da época hajam transferências com encaixes financeiros significativos.

Jony ficou

Confirma-se.
Estava tudo tratado pelo lado do Rio Ave, havia interesse do Freamunde, mas alguma coisa fez o jogador ficar.
Temos todos a lamentar!

Do mercado - notas finais

Foi, apesar de tudo, um janeiro muito tranquilo.
Entrou apenas Habib e saíram Esmael, Nuno Lopes e Renato Santos.
Jony sempre saiu? Na lista final da Liga o seu nome não aparece. A confirmar.
Júlio Alves ficou, o que poderá querer dizer muito sobre o interesse que o jogador desperta no mundo do futebol. Ou não.
A boa notícia é que não perdemos nenhum jogador fundamental, a má notícia é que se o dinheiro faz falta...
A boa notícia é que não chegaram emprestados, a má notícia é que não se corrigiu um ou outro ponto em concreto (o tal extremo).
A boa notícia é a renovação de Carlos Alves; já sobre a continuidade de Jebor, não sei o que diga...

PS - quem substituirá Lionn se este não puder? Óscar? Abalo?

Mercado sem mais novidades

A lista final publicada pela Liga
nao tem referencias nem a entradas nem a saidas do Rio Ave. Assim, Pedro Martins vai trabalhar com os actuais jogadores do plantel até ao fim da epoca.

Mercado de Inverno a fechar

Passa da meia-noite e não há novidades de entradas e saídas no Rio Ave. A Liga só promete a lista final para depois da 1 da manhã. Então boa noite transferências, amanhã conversamos.


2.2.15

20 minutos para o fecho do mercado

E do Rio Ave para já só se fala da renovação de Carlos Alves,

O melhor e o pior contra o Estoril

Negativo:
- a expulsão de Prince.
- não estive atento ao número de adeptos que costuma ser anunciado, mas fiquei com a ideia que havia pouca gente no estádio;

Positivo:
- o regresso às vitórias;
- a exibição de Tiago Pinto;
- a atitude da equipa que acreditou até ao fim, mesmo não tendo feito um jogo brilhante.

Contra o Estoril, um a um

Ederson: 3. Atento, sem culpas no golo e apenas com uma pequena falha num remate traiçoeiro que defendeu para a frente.
Tiago Pinto: 4. O melhor em campo, para ter sido uma tarde perfeita só lhe faltou o golo que ele bem merecia.
Vilas Boas: 3. Nada a apontar.
Prince: 1. Confesso alguma dificuldade para julgar a jogada da expulsão, mas não deixa de ser uma mancha desnecessária.
Lionn: 3. Sem brilhantismos, mas cumpridor.
Wakaso: 3. Esteve em todas as batalhas do meio-campo, até que o amarelo que viu o fez ficar mais comedido.
Tarantini: 3. Mais uma vez recuado para central por força da expulsão de Prince, jogou à Tarantini, o que significa que esteve bem.
Diego Lopes: 1. Muito pouco e desse pouco foi tudo ou quase tudo fraco.
Del Valle: 3. Outro que teve um desempenho digno de si mesmo: capaz do bom e da evaporação. Grande mérito na forma como ganhou o penalty.
Hassan: 3. Oportunidades reais de golo teve uma e marcou. De resto, achei-o mais integrado e assertivo no jogo colectivo.
Ukra: 2. Tarde não. Saiu quando começava a aparecer mais, mais ainda assim não era o "Ukra" que sabe ser.
Pedro Moreira: 3. Gostei, achei que entrou com a atitude certa e foi o "vai-a-todas" do meio-campo quando Wakaso por força do amarelo passou a ser menos inteventivo.
Luis Gustavo e Marvin: 1. Não retive nenhum detalhe digno de destaque.

Sami em Guimarães

Chegou a ser apontado como possível reforço do Rio Ave, mas parece que Sami vai parar a Guimarães.

Os dois proximos jogos

Quarta-feira, 16h, com o Braga para a Taça da Liga
Segunda-feira, diz 9, Boavista-Rio Ave (sporttv)

(19j Estoril) O vendaval Tiago 'Poste'

Ederson: 2 (pouco trabalho, uma defesa e um deslize com os pés)
Lionn: 4 (para mim, dos melhores; faz um trabalho silencioso,  mas esforçado ao máximo)
Vilas Boas: 3 (um lapso não mancha uma exibição positiva)
Prince: 1 (uma exibição manchada pela expulsão)
Tiago Pinto: 5 (se tivesse marcado seria diferente? Para mim não. Uma exibição soberba. Se tivesse marcado os dois golos, estava de  caras na seleção! Nem Fábio Coentrão...)
Wakaso: 3 (muita porrada, muita luta, o amarelo do costume mas menos presente no ataque)
Tarantini: 3 (exibição marcada pela necessidade de jogar mais de 45 minutos como central, onde não é tão bom)
Diego Lopes: 2 (um dos jogos mais fracos de Diego Lopes. Em crise de confiança?)
Ukra: 2 (tomou o mesmo remédio de Diego Lopes...)
Hassan: 4 (marcou e faz mais duas assistências que podiam ter dado golo)
Del Valle: 3 (marcou e apareceu mais uma ou duas vezes)
Pedro Moreira: 3 (entrou muito bem, mais uma vez, e quase marcava)
Luis Gustavo e Zeegelar: 1 (sendo que o segundo ainda teve a bola nos pés para tentar fazer a diferença)