28.2.14

Vão 19 à Madeira: Velikonja e Sandro Lima continuam de fora

Nuno 19 leva no avião:
Guarda-redes: Ventura e Ederson;
Defesas: Rodriguez, André Vilas Boas, Tiago Pinto, Nuno Lopes, Roderick, Edimar e Marcelo;
Médios: Luís Gustavo, Filipe Augusto, Tarantini, Diego Lopes e Júlio Alves;
Avançados: Hassan, Braga, Ukra, Pedro Santos e Joeano.

quem fica?
Além dos lesionados (Lionn, ainda a recuperar, Kriutchuk e Ronny), há quatro que não viajam por opção:
Ruben Ribeiro, Renato Santos, Velikonja e Sandro Lima.

"75 anos-75 fotos" (34): 3ª foto de 1965-66

 Em cima: João Andrade, Zé Domingos, Peixa, Arouca, Guizanda (jogador/treinador), Gerardo e Orlando.
Em baixo: Nairo, Já, Alberto, Gomes e Ilidio.

«Aptos para vencer na Choupana» (Nuno)

Para mim, foi a equipa que melhor jogou em Vila do Conde, esta época, o Nacional.

Volta o futsal

Já não vemos um jogo de futsal em Vila do Conde há mês e meio (18/1 frente ao Braga).
Desta vez temos o Modicus, que luta, como o Rio Ave, pelo apuramento para os 8 primeiros.

Ainda a primeira vez de Diego Lopes

Já vimos que Diego Lopes foi pela primeira vez o melhor da jornada (o rei da semana).
O que faltava dizer é que ganhou ao fim de 39 jogos pelo Rio Ave (6 completos, 19 como titular substituído, 14 como suplente utilizado). Curiosamente, ganhou com 34 pontos, mas a maior pontuação que já teve foram 36 pontos (na jornada 2 desta época).


Outros jogadores que fizeram mais de 25 jogos pelo Rio Ave, que estão ou estiveram no plantel de 13/14, e que nunca ganharam:
Lionn (3 épocas, 7+25+13 = 45 jogos)
Del Valle (2 épocas, 22+11 = 33 jogos)
Filipe Augusto (2 épocas, 26+2 = 28 jogos)

Ainda a derrota com o Sporting, vista pelo JVC

«Depois disso, o Sporting deu tudo por tudo, apostando no ataque com a entrada de Carlos Mané e Slimani. As características destes jogadores exigiam que o Rio Ave procedesse às adaptações convenientes, reforçando o meio-campo que havia baixado o ritmo, parecendo ser aconselhável o recurso a Roderik, cujo porte atlético era fundamental para disputar o jogo aéreo com Slimani. Nuno Espírito Santo não o fez,
mantendo o esquema inicial, o que foi fatal» (JVC  desta semana).

27.2.14

Agora a derrota frente ao Sporting, vista por Luís Freitas Lobo

Em O Jogo de hoje:
(na linha disto, parece-me)

"75 anos-75 fotos" (33): Mais uma de 1965-66

Em cima: João, Zé Domingos, Pereira, Arouca, Guizanda, Gerardo e Orlando.
Em baixo: Reis, Ilidio, Alberto, Gomes e Renato.

Tomás deixa Libolo

A minha regra é não falar de jogadores que deixaram de ser do Rio Ave (e muito menos daqueles que quiseram deixar de ser do Rio Ave). Mas há exceções: «O experiente avançado internacional português João Tomás, de 38 anos, contratado em Janeiro de 2013, e que tinha vínculo válido por duas épocas (até Dezembro de 2014), já chegou a acordo com o emblema do Kwanza Sul e deixa de fazer parte das opções do treinador Miller Gomes para esta temporada».

Filipe Augusto vai embora no final da época

É o meu palpite.

O pior desta época

As derrotas em casa?
As exibições pouco conseguidas?
Talvez não!
Como é possível que o melhor marcador tenha três golos (Ukra), seguido por Tarantini com dois????
É incrível.

PS - disparate, por disparate: Velikonja, que só fez um jogo e não marcou qualquer golo, tem quase tantos como Joeano e Hassan, um cada!

Juniores x 2

Sábado em Oliveira de Azemeis, terça de Carnaval, em Vila do Conde, com a Académica

26.2.14

A primeira vez de Diego Lopes

Como vimos ontem, Diego Lopes foi o jogador com mais pontos na jornada 20. Foi a 1ª vitória semanal do pequeno médio ofensivo brasileiro. Diego consolidou o seu 6º lugar na tabela que Ukra continua a liderar. Tarantini está agora bem mais próximo do extremo e com 552 pontos está a apenas 5 de Ukra. Braga deixou Edimar para trás e isolou-se no 3º lugar.

Entre os 11 mais pontuados registe-se a troca de guarda-redes. Ederson passou Salin ao fim de 10 jornadas como titular da nossa baliza.

Voltámos a perder um lugar

O Rio Ave caiu de 10º para 11º. A posição não é de todo desconfortável, mas a linha de água ficou mais próxima. Temos agora 6 pontos de vantagem sobre o 15º lugar. Já a Europa ficou mais longe, a uns muito grandes 11 pontos. 

"75 anos-75 fotos" (32): 1965-66

Em cima: João, Zé Domingos, Gerardo, Pereira, Guizanda, Arouca e Orlando.
Em baixo: Renato, Sá, Alberto, Gomes e Ilidio.

Quem é o melhor marcador do Rio Ave?

Continua a ser Ukra com 3 golos, ele que até nem jogou na jornada 20. E o 2º melhor marcador? Tarantini com 2, que marcou na 1ª volta ao Sporting mas que desta vez ficou em branco. Mas Tarantini foi igualado no 2º lugar. Agora os autogolos dos adversários também são 2. Reiner da Académica viu Maurício juntar-se-lhe na nossa lista de marcadores. E quando os autogolos assumem este destaque...

E Nuno ficou

Mais uma vez, não sei se Nuno esteve ou não nos planos de Salvador para o Braga, ainda esta época.
Sei que o presidente do Braga admira o trabalho do nosso treinador e tem-no 'debaixo de olho'. Mas ainda bem que imperou o bom-senso (com uma meia final da Taça de Portugal para disputar entre os dois clubes). E nem eu acredito que Nuno aceitasse essa proposta, neste contexto.

O Sporting viu um novo Rio Ave

Pelo menos no onze inicial. Nuno criou o 16º em 20 jornadas. Nuno Lopes e Filipe Augusto nunca tinham sido titulares ao mesmo tempo. Do jogo da 1ª volta Nuno repetiu 7 jogadores.


Igualadas as piores séries

Com a derrota de sábado, o Rio Ave igualou a pior de série de jogos sem ganhar para a Liga. São 4 como foram entre as jornadas 3 e 6. Igualada foi também a pior série de jogos sempre a sofrer golos. Mais uma vez 4 jogos seguidos sempre a sofrer e também como foi entre as jornadas 3 e 6.

Comparando os jogos da 1ª volta com os mesmos adversários que já defrontámos na 2ª, temos menos 3 pontos, menos 3 golos marcados e mais 3 sofridos. 

Já só sobra Braga

como jogador que esteve nos 20 jogos de 2013/2014 e sempre como titular. O nº 11 é também o jogador com mais tempo de utilização. Ukra que era 2º neste ranking caiu até 5º ao cumprir 1 jogo de castigo. Já Marcelo continua como sendo o único jogador que conta com 90 minutos em todos os jogos que foi utilizado.

De sábado vieram 2 cartões amarelos engrossando para 61 o total. Tarantini e Marcelo, os visados, têm ambos um total de 7.

25.2.14

"75 anos-75 fotos" (31): 1964-65



Ainda a vitória dos juniores frente ao Vizela

Jogaram: 
Maravalhas, André Gomes, Silvério, Monte, Murilo; Abalo, Tiago Esgaio, André Ceitil; Ernest, Bissourou e Bruno Sousa. 
Jogaram ainda Iuri, Kevin e Rafa.

Notas:
- O Rio Ave repetiu o onze da jornada anterior.
- Rafa voltou a jogar;
- Ernest marcou ao segundo jogo como titular

Leiria? Vamos a Leiria!

Tudo menos Braga...
«A Liga Portuguesa de Futebol Profissional confirmou esta segunda-feira à agência Lusa que o Estádio Municipal de Leiria será o palco da final da Taça da Liga, em detrimento de Coimbra e Braga que também estavam interessadas em receber o jogo que está marcado para 26 de abril, mas que pode vir a ser adiado»
(para mim são 10 bilhetes!)

Ronny está há seis meses parado

Não se sabe quando foi detetado o problema renal, mas sabe-se que deixou de ser convocado no final de agosto.
Já lá vão mais de seis meses, quase sete.
Em outubro começou a recuperação. Mas o ultimo boletim clínico continua a dizer «Ronny Silva - Intoxicação renal aguda curada. Paragem. Em reabilitação em ginásio».
Ainda teremos Ronny convocado nas últimas jornadas?
Fica aposta!

Diego Lopes, o melhor da jornada

Ganhou Diego Lopes - o rei da semana.
O médio conquistou 34 pontos, mais quatro do que Filipe Augusto.
Seguem-se Braga (28) e, com 27, Tarantini e Marcelo.
Hassan, com 21, e Nuno Lopes, com 22, foram os titulares menos pontuados.

24.2.14

Del Valle "despede" Calisto

A meio da semana passada, Calisto entendeu que Del Valle não estava a treinar como ele gostaria e recriminou-o. Em defesa do nosso jogador, veio o capitão Filipe Anunciação. E Calisto mandou Anunciação para o balneário, com um processo disciplinar. Nos dias seguintes ficou a saber-se que no plantel havia descontentamento com a forma como Calisto tratava alguns jogadores, durante os treinos (abertos).
Ontem o Paços levou quatro em Setúbal e Calisto foi hoje despedido.

Hassan melhor do que Montero

É o que nos diz este pedaço do Record de ontem.
Há outras informações interessantes.

Ainda a derrota com o Sporting

Em complemento a isto, será correto dizer que o Sporting ganhou porque tinha melhores opções no banco de suplentes?

"75 anos-75 fotos" (30): 1963-64 Campeão do Campeonato Distrital Reservas II Divisão (CORR.)

Em cima: Manuel Laranjeira (diretor), Coimbra, Estrela, Aníbal, Costa, Polinário, Pedro
Seia, Afonso e Vareiro.
Em baixo: Sineiro, Octávio, Macedo, Carlos Manuel, Albino e Barreto.

Final da Taça da Liga a 7 de maio?

Finalmente aparece uma data!
A meia-final seria a 26 de abril (data da final) e a final a 7 de maio. A 21 começa a concentração da seleção para o Mundial.
(mas tudo depende, também, do FC Porto ou Benfica continuarem na Liga Europa)

Eu não queria que Nuno saísse

Há mês e meio, quando Jesualdo esteve para sair de Braga, foi forte o rumor de que Nuno era a escolha de Salvador para o substituir.
Não sei se havia algum fundo de verdade, mas Jesualdo ficou e nada aconteceu.
Agora que Jesualdo partiu, desconheço se Nuno volta a ser opção.
Mas sei que não gostava de perder o míster nesta altura - a meio de um percurso, com várias coisas pendentes (uma final para ganhar, uma meia final para ultrapassar, precisamente contra o Braga, e a manutenção para garantir).
Não seria bom para o Rio Ave nem para Nuno (acredito).

23.2.14

(20j Sporting) Positivo/negativo:

Negativo:
- a intervenção da PSP que se lembrou que a claque tinha bombos e, se bem percebi, os mandou retirar;
- o ecrã gigante - voltou a apagar-se;
- corredores limpos; a indicação está lá, mas nunca tinha sido cumprida; ontem foi. Ficaram 'vazios'...
- a contestação a Nuno no final: uma duzia de adeptos, sobretudo mais velhos, descarregaram em Nuno a frustração pela derrota; não compreendo.

Positivo:
- o ambiente de festa, saudável, que se viveu, com os adeptos de cada equipa a apoiarem a sua;
- a raça da nossa equipa;
- a intervenção no relvado: os 'remendos' aguentaram-se impecavelmente, só houve 'leivas' nos sítios de relva velha;
(e permitam-me uma exceção para falar de um jogador adversário, mas há muitos anos que não via no nosso relvado um jogador tão dotado - eu não paguei bilhete, mas para ver William Carvalho teria valido a pena. Lindo!)

"75 anos-75 fotos" (29): 1963-64


(20j Sporting) Um-a-um: destacou-se Edimar (e Diego Lopes)

Ederson: 2 (fez uma defesa que ia para golo, mas largou duas vezes a bola na pequena área). Continuo à espera de ver mais para ter uma ideia do real valor de Ederson;
Nuno Lopes: 2 (ontem atacou melhor do que defendeu; mas também não se mostrou muito no ataque; falhou o posicionamento no lance do primeiro golo do Sporting?)
Marcelo: 3 (muito ativo; e sem braços...)
Rodriguez: 3 (em bom nível - no lance do segundo golo do Sporting não consegui perceber quem tinha de fazer o quê)
Edimar: 4 (claramente dos melhores. Muito dinâmico no ataque, ficou uma ou outra vez aflito na defesa, mas safou-se bem)
Filipe Augusto: 3 (não esteve muito em jogo, no sentido em que o jogo não passou muito por ele, mas quando interveio fê-lo sempre bem. Na segunda parte, com as mexidas do Sporting, veio quase para central).
Tarantini: 3 (não brilhou mas foi mais uma vez o exemplo, a raça e o querer da equipa).
Diego Lopes: 3 (um 3-quase-4 de um jogador que até começou a partida com vários lances errados, mas que cresceu e foi um problema para a defesa do Sporting; está, com todo o mérito, no lance do golo do Rio Ave; [muitas vezes aqui se criticou Diego Lopes; é um grande prazer quando vemos os nossos jogadores surpreenderem-nos]).
Braga: 3 (ao contrário dos colegas, esteve melhor na primeira do que na segunda, onde parece ter acusado o cansaço; sobretudo na primeira parte foi a gazua que a equipa precisava para abrir o meio campo do Sporting)
Hassan: 2 (muito mais dinâmico, cheio de força. Acordou! Mas não criou o perigo na área adversária, até porque a bola não lhe chegou)
Pedro Santos: 2 (não fez aquilo que se lhe conhece, que são os desequilibrios e a qualidade do passe, mas teve grande garra; sem força para Jeferson, no primeiro golo do Sporting?)
Joeano, Renato Santos e Roderick: 1 (destoaram da restante equipa, mas a culpa talvez tenha sido do facto  de terem entrado quando o Rio Ave já estava 'em queda', física e psicológica)

Nuno no final do jogo.

Bem:
«Hoje, as indicações da minha equipa são ótimas. O nosso sucesso está claramente no futuro. Temos jovens e bons valores a despontar. Mas claro que também temos sempre coisas a melhorar.»
Mais ou menos:
«Não penso que fosse a modificação do Sporting a garantir o resultado. Não faz parte das nossas caraterísticas colocar jogadores para baixar linhas» [também penso que neste caso não foi pelas mudanças táticas que o Sporting ganhou mas pela qualidade dos jogadores e felicidade nos lances, mas se todas as equipas o fazem, não me parece que o Rio Ave possa ser a única equipa que não mete mais defesas se o adversário tiver mais avançados]

22.2.14

(20j Sporting) Rio Ave perde 2-1. O nosso melhor jogo em casa (ATUALizado)

Que pena! 20 minutos bons do Sporting deitaram tudo a perder. Foi o nosso melhor jogo em casa. Gostei.
ATualizo o comentário a 23/2:
Onde (em Guimarães) faltou força, ontem tivemos durante quase todo o jogo esse 'power'; onde (em Guimarães - e comparo com Guimarães por ter sido o penúltimo jogo) faltou raça e determinação, ontem tivemos, até, mais do que o Sporting; onde, finalmente, faltou qualidade de jogo (em Guimarães), ontem fomos a equipa que melhor jogou.
Insisto, foi o melhor jogo em casa e provavelmente o melhor jogo do Rio Ave em todo o campeonato (rivalizando com a segunda parte em Alvalade).
O Rio Ave, assim, lutaria pelos lugares da Europa. Um Rio Ave esclarecido, com bom passe, velocidade e antecipação. E em que a principal limitação é não construir jogadas de perigo - ontem, as que tivemos foram, não só mas, basicamente remates fora dá área.
Fomos a melhor equipa em 70 minutos mas baqueámos nos últimos 20. Por culpa própria? No Estádio ouvi (e se calhar Nuno também ouviu) uma minoria responsabilizá-lo pelas substituições (que deveria ter defendido mais, com defesas e médios em lugar de atacantes, já que o Sporting passou a jogar em 4-2-4 com Slimani e Mané). Não me parece que sejam observações disparatas, mas por mim o Rio Ave perdeu porque o Sporting se superiorizou nesses minutos finais e os seus jogadores são mais 'determinantes' (têm mais características para fazer a diferença).
Erros na defesa dos dois golos, sobretudo no segundo?Sim, mas a defesa esteve bem durante todo o jogo.
Nuno leva nota 3, pela esperança que este Rio Ave me deixou para o último terço do campeonato (pela capacidade de ter acordado a equipa - ontem já não havia 'zombies' no onze inicial, todos com uma grande garra).


Empate ao intervalo com o Sporting

Muito bom jogo do Rio Ave que foi melhor em tudo: mais qualidade no futebol,  mais dinâmica atacante,  melhores jogadas. So faltou marcar. De longe ainda se tentou mas sem criar perigo. A segunda parte promete se continuarmos a jogar assim

Juniores: segunda vitória

1-0 ao Vizela

"75 anos-75 fotos" (28): 1962-63

Foto da equipa de reservas, cedida por Zé dos Anjos, mais conhecido por Zé Tuta (em cima o 3º a contar da esquerda). na foto aparece também o seu cunhado, Andrés Saura (em baixo, o 1º à esquerda), pai do Paquito, Luis Saura e André Saura.

21.2.14

(20j Sporting) Velikonja e Sandro Lima na bancada

Nuno chamou 19 para amanhã:
Guarda-redes: Ventura e Ederson;
Defesas: Rodriguez, André Vilas Boas, Tiago Pinto, Nuno Lopes, Roderick, Edimar e Marcelo;
Médios: Luís Gustavo, Filipe Augusto, Tarantini, Diego, Ruben Ribeiro;
Avançados: Hassan, Braga, Pedro Santos, Joeano, Renato Santos.

Notas:
sem Ukra (castigado), Lionn, Ronny e Kritciuk, Nuno deixa na bancada: Julio Alves, Sandro Lima e Velikonja. No caso deste último, trata-se de um percurso surpreendente, na medida em que foi convocado logo após chegar, foi titular frente ao Arouca (não correspondeu) e desapareceu da convocatória, quer para Guimarães quer para amanhã.

Guimarães-Rio Ave: jogo com mais faltas

51 faltas (29 para eles, 22 para nós)

Já que se fala em estatísticas (Record): o Rio Ave éa quinta equipa mais apanhada em fora de jogo e a equipa que menos fora de jogo provocou (só 15, até agora)

Luís Freitas Lobo intrigado com Hassan

«(...) o facto individual que mais me intriga no onze: a não evolução de Hassan, que, quando apareceu, deu a ideia de estar ali um grande nº 9, com físico, talento e movimentação» (em O jogo de ontem).

Hassan não desaprendeu. Mas está a desiludir.

Objetivos

Nuno tem dito, repetidamente, que o objetivo do Rio Ave é o campeonato.
Mas quando fez poupanças em jogos do campeonato (Setúbal, Arouca), mostrou que, pelo menos naquela fase, chegar à final da Taça da Liga era prioritário.
Agora Filipe Augusto diz que quer ganhar as duas taças (pelo meio, é preciso ganhar a meia-final da Taça de Portugal).
Confusão de objetivos?
Não me parece -as coisas não são contraditórias.
Mas não se consegue fazer tudo ao mesmo tempo e bem.
Agora é preciso garantir a manutenção - e deve ser esse o objetivo essencial.

"75 anos-75 fotos" (27): 1959/60

Em cima: Sardinha, Pacheco, Guizanda, Pinheiro, Gerardo, Pereira e Leitão.
Em baixo: Renato, Sá, Alberto, Gomes, Adérito, Jorge e Paulo.
Rio Ave campeão da II distrital

20.2.14

O jogo com o Sporting já mexe

Grande elogio de Leonardo Jardim: «Rio Ave é a equipa com mais qualidade técnica a seguir aos três grandes» (nem me atrevo a discordar...);

«O relvado do Estádio dos Arcos estará em boas condições», diz ASC

O relvado e a classificação

«Nuno Espírito Santo levou o seu grupo para Fão, situação que volta hoje a repetir-se. Os jogadores submetem-se a essa deslocação, que altera as rotinas desejadas pelo técnico (...) sendo essa uma explicação para as dificuldades  em manter-se perto do pelotão europeu no campeonato» (no Record de hoje).

Ainda a arbitragem do jogo da Taça da Liga

Gostava de ver o que diz o relatório sobre os erros de que se queixa o Rio Ave.

"75 anos-75 fotos" (26): 1956-57

Jogo Beira Mar 2-1 Rio Ave FC realizado em Aveiro em 03.02.1957

Diálogos imaginários 68

... E da próxima vez que falares do Rio Ave...
... levas mesmo!

19.2.14

Machu Picchu!

Rodriguez foi o mais pontuado da jornada, algo que aconteceu pela primeira vez.

O central peruano manteve o seu 8º lugar na tabela que continua a ser liderada por Ukra. Tarantini é 2º e agora Edimar foi igualado por Braga no 3º lugar. Essa foi de resto a única alteração que aconteceu entre os onze jogadores com mais pontos.

Adeus metade superior

Caímos até ao 10º lugar da classificação. É a 3ª vez em 2013\2014 que estamos nesta posição. A linha de despromoção continua 9 pontos abaixo de nós. Tal como o João Paulo nos lembrava ontem, a Europa via Liga ficou muito mais longe. São agora 10 pontos e nunca até agora estivemos tão distantes do 5º lugar.

E nos jogos da Liga, quando os médios e os extremos não marcam...

os avançados também não. Joeano foi o último avançado a fazer o gosto ao pé na 15ª jornada. Tudo somado, há 20 golos sofridos contra apenas 14 marcados.

Em Guimarães sofremos o 3ª golo mais madrugador da Liga, o 7º das primeiras partes. No entanto, tanto a sofrer como a marcar, as segundas partes dos nossos jogos já renderam 23 golos contra 11 das primeiras.

3ª derrota fora

O Guimarães infligiu-nos mais uma derrota fora, a 2ª seguida. Estávamos mal habituados? Não...

Há 3 jogos seguidos que sofremos golos, a segunda pior sequência da temporada.

Tínhamos pontuado contra todos os adversários que tínhamos já defrontado nas duas voltas da Liga, o Guimarães passa a ser a excepção.


Não vamos correr riscos nos próximos jogos

(Consta que nos treinos Marcelo já está a treinar de modo a poder jogar sem braços...)

Novo onze

A estreia de Filipe Augusto na Liga e a titular trouxe mais uma novidade à já longa lista de onzes iniciais usados pelo nosso jogador. Em 19 partidas Nuno já utilizou 15 combinações iniciais diferentes.

No que toca a substituições, sempre que Nuno as faz estando o Rio Ave a perder o nosso clube não consegue pontuar. Por outro lado, Lionn voltou a ser substituído antes do intervalo. Já o tinha sido na jornada 7. É o único jogador do Rio Ave a quem tal situação aconteceu e sempre por lesão.

"75 anos-75 fotos" (25): 1955-56

Em cima: Rodrigo Almeida, Aparicio Barros, Guizanda, Manuel Fonseca, Velhinha, Ramos, Amaro.
Em baixo: Horácio Moura, Adérito Veiga, Brioso, Augusto Vieira, Fernando, Manuel Teixeira.

Críticas do presidente do Braga a Olegário vale multa de 77 euros

Não será engano?

«Entrei no Rio Ave porque o Jorge Mendes me ajudou a entrar» (ATUAL.)

«Fala-se muito de eu ter entrado no Rio Ave por ser próximo do Jorge Mendes... É verdade. Entrei no Rio Ave porque o Jorge Mendes me ajudou a entrar. O que é que ele faz? Ele representa-me, portanto isso é lógico acontecer».

ATUalizo: «O Rio Ave está na final da Taça da Liga, mas ainda longe de saber quem vai defrontar, também por causa da controvérsia jurídica do chamado "caso do atraso". O treinador dos vilacondenses, Nuno Espírito Santo assume que quer saber quanto antes contra quem vai jogar.». Neste mesmo video pode ver-se Nuno fazer um balanço da época, dizendo que «assim está bem», apesar dos menos 7 pontos. Eu também acho.

PS - naquilo que me parece ser a primeira vez que acontece, o site promoveu a entrevista.

E com Filipe Augusto são 26

os jogadores que Nuno já utilizou na Liga 13\14. O jovem brasileiro recuperou da sua longa lesão, já tinha jogado na Taça da Liga, e agora estreou-se contra o Guimarães e logo como titular.

Ukra que era um dos dois totalistas de presenças viu o 5º amarelo na competição. Vai falhar a recepção ao Sporting. Se Braga jogar, passa a ser o único jogador a marcar presença em todos os jogos do campeonato. O nosso nº 11 é de resto o único titular nas 19 jornadas já disputadas.

18.2.14

"75 anos-75 fotos" (24): mais uma de 1954-55

Em cima: António Estrela (cap.), Paulo Silva, João Caldeira, Alberto Santos, Albino Silva, José Sarmento.
Em baixo: António Meira Vale, António Ribeiro, Manuel Teixeira, Joaquim Ventura, Avelino Ramos.

D. Rodriguez, el rey

Vitória apertada de Rodriguez na última jornada: o defesa foi o melhor em campo
Rodriguez somou 30 pontos, mais uma do que Ukra e Braga.
Seguem-se Edimar e Tarantini (27).
Ederson foi altamente penalizado, somando apenas 17 pontos (os mesmos de Rubén Ribeiro, por exemplo). Diego Lopes, com 21, não ficou muito longe.

Lionn operado

Rápido regresso, é o que se deseja!

Camarão e Lipa campeões

Parabéns aos nossos antigos atletas - e que deixaram saudades em Vila do Conde

E das comemorações dos 75 anos?

Se não me escapou nada, já tivemos o símbolo dos 75 anos na camisola, as bandeiras no estádio, o painel na sede e o concurso de fotografia - só não temos conhecimento do que serão as comemorações.
Faltam três meses.

PS - parece que sempre se confirma o livro, escrito por José Maria Almeida.

Europa via Liga

Será correto dizer que, com a derrota em Guimarães, o Rio Ave perdeu a luta pelo hipotético apuramento europeu? Resta a final da Taça de Portugal.
O Record de hoje lembra que Há um ano, por esta altura, o emblema de Vila do Conde somava 29 pontos nas mesmas 19 jornadas, mais 7 dos que já averbou nesta temporada.
Mas para Ukra diz que ainda há muito campeonato.

17.2.14

Colombo & Zappa - 77

Ainda não digeri a derrota ontem em Guimarães!

Uma das equipas mais fracas do campeonato, com um plantel para-não-descer (quantos jogadores do Guimarães seriam titulares no Rio Ave? Por mim, apenas um, o guarda-redes) e não conseguimos ganhar????
Apenas por os jogadores estarem cansados?

(19j Guimarães) Um-a-um: Rodriguez destacou-se

Ederson: 1 (mal batido no único lance);
Lionn: 3 (estava a jogar a bem, nomeadamente a atacar, até se lesionar)
Marcelo: 2 (irregular; falhou um golo 'de baliza aberta');
Rodriguez: 4 (o melhor; ontem fez de Marcelo, defendendo com agressividade e exemplarmente)
Edimar: 2 (foi dos que acusou mais o desgaste dos últimos jogos)
Filipe Augusto: 2 (nunca pegou no jogo. Não fez a diferença);
Tarantini: 3 (não foi 'aquele' Tarantini mas foi dos jogadores com nota positiva; no lance mais perigoso, viu um adversário negar sob a linha)
Diego Lopes: 1 (ainda fez um remate à baliza, mas esteve ausente- muito cansado?)
Braga: 3 (foi o melhor do ataque, apesar de inconsequente)
Hassan: 1 (não entrou em campo)
Ukra: 2 (tentar não chega)
Nuno Lopes: 2 (nunca pegou verdadeiramente no jogo)
Pedro Santos e Ruben Ribeiro: 1 (com mais ou menos minutos em campo, não se mostraram)

Nivaldo rescindiu

Diz A Bola de ontem, que acrescenta que o jogador deve regressar ao Brasil.

«Clube está na melhor fase dos últimos 30 anos»

A frase é de ASC, numa entrevista de página ontem a A Bola.
O nosso presidente fala das contas (finanças estáveis), do plantel valioso, do apuramento para a final da Taça e lembra que «temos quatro meias-finais em cinco épocas».
Três ideias que destaco:
(Sòcios e equipa): «Viu-se no ultimo jogo o impacto que o nosso percurso tem tido nos sócios. Eu próprio fiquei surpreendido com o apoio que tivemos na bancada. Sentimos que estão connosco, o que é muito importante»;
(Renovação de Nuno) «A renovação está em cima da mesa. Sei que vai ser difícil, pois é um treinador cobiçado»;
(Final da Taça da Liga não se realizar) «Isso nunca pode acontecer! Seria uma irresponsabilidade de quem decide. É um imbróglio muito grande, que pode ter repercussões muito fortes e que tem de ser resolvido o mais rapidamente possível»

Em complemento ao comentário do jogo: o mesmo onze

Em complemento a isto:
Não é absurda a opção de Nuno pelo mesmo onze (Rodriguez por Roderick): a equipa vinha motivada e Nuno pensou que isso podia fazer a diferença.
Não fez e pelos vistos até prejudicou.
Agora é fácil criticar?
Sinto que não sou oportunista em fazê-lo.
Defendi, nestas semanas, a rotatividade no plantel, pelo que esta cedência de Nuno, ontem, me parece incoerente.
Foi por isso que o Rio Ave perdeu?
O Rio Ave perdeu porque não marcou nenhum golo (em três boas oportunidades) e porque não foi agressivo nem 'mandão' (ao intervalo já escrevia que o Rio Ave estava muito macio, pouco acutilante - na primeira parte apenas uma oportunidade).
Se Nuno tivesse refrescado a equipa teria sido diferente? Ninguém poderá dizer. Pelo menos teria sido coerente. E não seria possível dizer no final que a equipa estava muito cansada. Ainda por cima, para mim, Rodriguez (o único 'fresco') até foi o melhor em campo.
Nota 1 para Nuno.

PS - ontem, em Guimarães, lá tivemos a velhinha claque. Apenas essa. A de sempre.

Lionn partiu a mão

Lesão para algumas semanas, a confirmar-se.

"75 anos-75 fotos" (23): outra de 1954-55

Em cima: Celso Montero, Rodrigo Almeida, Palmeira, Augusto Vieira, Quim e Moreira.
Em baixo: Jorge, Andrés Saura, Mário, Horácio Moura e Francisco Vilacova.

16.2.14

Rio Ave perde em Guimarães 1-0. Fraco e injusto.

Perante um Vitoria fraquinho, o Rio ave nao conseguiu impor-se. Melhoramos na segunda parte, até dominámos na ocupação do espaço, mas nao conseguimos ter caudal atacante. Tivemos em todo o jogo quatro oportunidades de golo e nao fizemos nenhum. Já o Vitoria teve o que teve na primeira parte e nada fez de relevante na segunda.
Continuo a pensar que o problema esta no meio campo. Hoje só Tarantini deu um ar da sua graça e esteve um pouco abaixo. Filipe Augusto nunca pegou no jogo e Diego Lopes passou ao lado.
Mais uma vez: que nao se confunda querer com qualidade. Nao faltou querer mas faltou qualidade.

(19 jornada Guimarães) Rio Ave perde1-0 ao intervalo

Um Rio Ave muito macio, pouco acutilante, nao conseguiu controlar o jogo nem superiorar-se. Tivemos uma oportunidade de golo, que o bi-André tirou sob a linha, e o Guimarães teve uma e meia. Conseguiu marcar num lance fraco em que me parece que Ederson foi mal batido (apesar de ter sido rente ao poste).
Nuno fez alinhar a mesma equipa que ganhou ao Braga (Roderick saiu e entrou Rodriguez) mas está a faltar-nos alguma coisa. Filipe Augusto nao pegou no jogo, Diego Lopes nao está a fazer a diferença, Ukra e Braga desinspirados.
Lionn, lesionado num ombro numa mão, saiu e entrou Nuno Lopes.

"75 anos-75 fotos" (22): 1954/55


Nuno e o jogo de logo

«Estamos motivados e felizes e, de certa forma, com maior descompressão para encarar este jogo. Ainda assim, jogar três dias depois é complicado. Os jogadores recuperaram bem, mas sabemos que será um jogo muito exigente.Compreendemos e respeitamos os motivos da decisão do Vitória em manter o jogo domingo, tanto na vertente desportiva como social, mas consideramos que os clubes deviam ser mais solidários entre si»,

15.2.14

Ainda o jogo de quinta: Há uma reação mais enérgica do Rio Ave

O Clube terá entendido que a reação ontem protagonizada por Miguel Ribeiro não teve o eco desejado sobretudo na imprensa desportiva, até porque a narrativa bracarense teve hoje grande destaque nos vários jornais.
Daí que, via site, o Rio Ave apresente um novo comunicado, em que se fala de arbitragem («Assim, nunca ouviram da nossa parte qualquer reparo ao castigo imposto ao nosso treinador, ou ao golo que nos foi anulado aos 3 minutos por pretenso fora de jogo, ou mesmo, á falta que precedeu o golo do adversário no encontro supra mencionado…») e pela primeira vez se responde ao Braga: «Ninguém “roubou” nada a ninguém e não é com prepotências verbais que se ganham jogos. Os jogos ganham-se da forma que o Rio Ave o fez, com qualidade futebolística, atitude, garra, táctica, técnica, força, físico, mentalidade, entreajuda, solidariedade e lealdade

PS - por curiosidade, este foi o texto que publiquei às oito da manhã de ontem.

(Futsal) Vitória por 5-1 em Coimbra


E o Rio Ave apresentou um novo jogador, 3º reforço 'de inverno': Daniel Borges; o guarda-redes Babas saiu.
ATualizo com a ficha do jogo. Golos do Rio Ave: Fábio Lima (2), Coelho (2) e Renato Pontes.

(Juniores) Vitória em Chaves por 3-1

Rio Ave com Maravalhas, André Gomes, Silvério, Monte, Murilo, Abalo, Tiago Esgaio, André Ceitil, Ernest, Bissourou e Bruno Sousa. Alinharam ainda Jean (91', Abalo), Sérgio (76', Ernest) e Kevin (89', Bruno Sousa.

(Guimarães) Sandro Lima e Velikonja não foram convocados

Nuno chamou 20 para amanhã:
Guarda-redes: Ventura e Ederson
Defesas: Rodriguez, Lionn, André Vilas Boas, Tiago Pinto, Nuno Lopes, Roderick, Edimar e Marcelo;
Médios: Luís Gustavo, Filipe Augusto, Tarantini, Diego Lopes e Ruben Ribeiro;
Avançados: Hassan, Braga, Ukra, Pedro Santos e Joeano.

notas:
- ficam em 'casa' por opção quatro jogadores ( Julio Alves, Renato Santos, Sandro Lima e Velikonja) mais os dois lesionados (Kritchuk e Ronny). Dos não convocados, três são do ataque.

Câmara de Braga quer organizar final da Taça da Liga em Braga

Penso que o Rio Ave se deveria opor - seria de esperar animosidade (não apenas pela eliminação/arbitragem mas sobretudo pelos incidentes entre adeptos, antes e durante o jogo; aliás, ir a Braga para a meia-final da Taça não será muito aconselhável, digo eu - mas posso [e quero] estar enganado)

"75 anos-75 fotos" (21): 1954/55

Em cima: António Guimarães, Jacinto Costa (dirigentes); Rodrigo (cap.), Montero, Adérito Veiga, José Teixeira da Silva (presidente), Moreira, Vieira, Palmeiro, Valongo (treinador), Mário Armandito de Almeida, José Domingues Fernandes da Silva e António Ferraz (dirigentes).

Em baixo: Joaquim Oliveira, Jorge, Andrés Saura, Mário, Horácio Moura e Francisco Vilacova.

A nova claque

Sugerem-me que fale sobre a nova claque que apareceu no jogo da Taça da Liga
Sinceramente, prefiro esperar mais alguns jogos. Do que vi não gostei, mas posso estar a ver mal.
Ainda assim, prefiro a velhinha claque:
(fotos da galeria do Rio Ave)

14.2.14

Nuno renova?

O presidente do clube revela a intenção de renovar contrato com a equipa técnica comandada por Nuno Espírito Santo. "Pelos resultados, pelo carácter e pela postura [do Nuno], gostaria de continuar com esta equipa técnica", disse António Silva Campos, em declarações a Bola Branca.

Juniores e futsal recomeçam este sábado

Juniores às 16h em Chaves; Futsal à mesma hora, mas em Coimbra

A resposta do Rio Ave às críticas do Braga

Miguel Ribeiro falou à Rádio Linear (e a outros órgãos de comunicação social, tanto quanto percebi), transmitindo estas duas ideias:
- O Rio Ave foi superior, ontem, no jogo, teve mais oportunidades, jogou melhor, foi mais equipa, a equipa mais forte e a que mais fez para ganhar o jogo;
- Quer que se defina com urgencia o que está em dúvida na Taça da Liga (datas, local da final) e «custa a acreditar» a ideia de que possa não haver jogo da final.
A ouvir, a partir das 18h, na Linear.

(breve comentário: eu não diria nem mais nem melhor.)

Ainda o comunicado de ontem

Volto ao assunto apenas porque a minha 'leitura' estava incorreta e justifica-se esclarecer que, segundo se lê no blogue Rioavistas, tudo terá começado com este texto. Que teve este desenvolvimento, ontem, antes do jogo. Mantenho o que escrevi, mas agora com os 'destinatários' certos.

Contra a narrativa bracarense

Remates à baliza:
Rio Ave - 13 (7+6)
Braga - 7 (2+5)
Primeiro remate do Braga aos 22 minutos!

Já agora, se alguém quiser ver o resumo do jogo.

Já se fala que poderá não haver final da Taça da Liga

Com o argumento de que não haverá datas.
O que se pede é que a nossa Direção fique o mais atenta possível!

Sem legenda


Elogio a Nuno

1º O que vou dizer não está dependente do resultado de ontem;
2º Ao longo das últimas semanas tenho dito que Nuno trabalhou bem a gestão do plantel nas três frentes;
3º Eu teria trocado um outro jogador (o estado do terreno agrava as dificuldades de Diego Lopes, penso) , mas isso é irrelevante no contexto global;
4º Perdemos cinco pontos nos dois últimos jogos do campeonato*? Quem se vai lembrar disso daqui a um mês. Fez-se história. E em parte isso deve-se à forma como Nuno geriu o plantel.

* «Voltaram a poupar-se jogadores para o jogo de hoje [ontem] (...) e acabou por se sofrer um empate e desperdiçarem-se dois pontos. Assim, nestas duas últimas jornadas só se conseguiu um ponto e perderam-se cinco que podem vir a fazer falta para se garantir a manutenção, antes dos últimos jogos da Liga,o que, a não acontecer, é duro para diretores, jogadores,. treinadores, associados e simpatizantes em geral» (JVC de ontem).

"75 anos-75 fotos" (20): 1952-53

Em cima: Ramos, Velhinha, Magalhães, Amaro, Rodrigo Almeida, Aparicio Barros.
Em baixo: Horácio Moura, Adérito Veiga, Brioso, Augusto Vieira, Manuel Teixeira.

Sobre a presença na Final: não nos deixemos enganar! (ATUAL)

1) O árbitro prejudicou o Braga (primeiro golo do Rio Ave inexistente e dois lances de mão involuntária na nossa área), mas também há erros graves contra nós:
- aos 3 minutos, Hassan marca e o árbitro anula (sem razão aparente - fora de jogo não há);
- o Braga empata com um livre que não existe;
(assinalei estes dois lances na hora).
2) Mas mais importante: com 10 ou com 11, do minuto 1 ao minuto 90, o Rio Ave dominou sempre o jogo, foi sempre mais perigoso, teve mais lances de golo.
Se fosse apenas pela questão da arbitragem, seria o primeiro a reconhecer que o Rio Ave, apesar de tudo, beneficiou o Rio Ave;
Mas com os argumentos do ponto 2) posso dizer que estou orgulhoso. O Rio Ave mereceu a final.
O Braga fará o seu discurso.
Nós temos de fazer o nosso.

ATualizo com o Jorge Coroado (foi o que se arranjou...) no Jogo de hoje:



13.2.14

Rio Ave na final da Taça da Liga

Vitoria por 2-1 frente ao Braga.
Este vai ser provavelmente o jogo em que Olegario Benquerença será o protagonista, mas mesmo com uma má arbitragem, nada pode retirar o mérito ao Rio Ave: foi sempre a melhor equipa, teve mais ataque e mais oportunidades e dominou os 90 minutos.
Mereceu a final.
E é isso que o Rio Ave deve dizer em sua defesa.
Parabéns equipa!

Taça da Liga: Golo do Rio Ave aos 40 minutos

Golo de Hassan que o arbitro anulou por fora se jogo do atacante. E nao estava. Falta saber se antes Diego Lopes toca ou nao na bola.
O Rio ave entrou muito bem.
(Confrontos na bancada entre adeptos das duas equipas)
Aos 15 minutos, Hassan agarrado na área. Nada assinalado.
Ederson quase nao tocou na bola.
23 minutos: mais uma mão de Marcelo na grande área (involuntária). Arbitro nada assinalou.
1-0 para o Rio Ave, marcado por Hassan de grande penalidade (Braga caiu na área mas parece ter tropeçado, sem falta. Um jogador do Braga foi expulso, o adversário vai jogar toda a segunda parte com menos um)
1-1 ao intervalo, na sequência de um livre, mal assinalado por olegario Benquerença (Roderick nao fez falta). Ederson ainda defendeu mas os nossos defesas foram muito lentos e deixaram que Custódio fizesse a recarga primeiro.
O Rio ave domina a segunda parte mas nao marca.
Aos 65 minutos mais uma bola no braço de Marcelo, à queima. Olegario nao marca (e bem, mas, caramba, os braços de Marcelo são mais perigosos do que os avançados do Braga!!!!)
2-1 por Braga, a passe de Ukra. Grande golo!!!
(Em atualizacao permanente)

As opiniões dos outros

Se este comunicado do Rio Ave tem a ver com este texto, gostava de dizer que tenho a certeza de que havia outra forma de esclarecer os sócios, sem ter de atacar o autor do texto em causa, respeitando os que têm opiniões diferentes, porque, além do mais, também são Rioavistas.

Dúvidas para logo

Não acredito que seja possível apresentar o mesmo onze hoje e domingo.
Isto é, não acredito que seja possível Nuno escolher os onze melhores para hoje e depois repetir os mesmos onze já no domingo, em Guimarães.
Se eu tiver alguma razão, Nuno terá de fazer opções - como aliás tem feito nos últimos jogos.
Uns para a meia final, outros para a Liga e quatro ou cinco mantendo-se.
Ederson, Marcelo, Edimar, Tarantini e Ukra são os indiscutíveis nesta altura.

Por na agenda: Rio Ave-Sporting dia 22/2

Sábado, 22 fev: Rio Ave -- Sporting, 20:15 (SportTV).

Eu, se pudesse, adiava o jogo logo.

Primeiro há o relvado (tem chovido bastante e bom não está, de certeza);
Depois há o jogo para a Liga já no domingo;
Há ainda o castigo de Nuno.
E, finalmente, o facto de a outra meia final não se realizar.
São razões suficientes?
Fazer o jogo daqui a um mês seria excelente.
Mas quem manda é o árbitro.
Ou seja, até pode interessar, mas não é o Rio Ave a mandar.
Aguardemos, portanto.
E se jogarmos hoje, jogaremos certamente com a mesma ambição/raça.

"75 anos-75 fotos" (19): 1951-52

Em cima: Ramos, “Lizarda”, Magalhães, Rodrigo, Aparício, Fonseca e Dr. Freitas (treinador).
Em baixo: António Leitão (massagista), Fernando, Horácio, Lapa, Vieira e Teixeira.

Vai ser Rui Silva o treinador logo

Gama?
Rui Silva, deduz-se do facto de ter sido ele a responder na conferência de imprensa de ontem.

12.2.14

O bi-andré não aprende!

Mais uma do bi-andré, depois desta.

O novo Rei

Ederson, como já vimos ontem, foi o jogador mais pontuado da jornada 18. Foi a primeira vez que venceu a pontuação semanal. Ainda assim o jovem guarda-redes ainda não está entre os 11 melhores, faltam-lhe 36 pontos para passar Salin.

No acumulado de pontos, a ausência de Marcelo custou-lhe o seu 3º lugar. O central caiu até 5º. Quem foi ocupar o seu lugar no pódio foi Edimar que teve uma espectacular subida de 3 lugares. Ukra continua líder (único jogador com mais de 500 pontos) e  D. Tarantini, o rei em título, é 2º.

Regressámos à metade superior da tabela

O empate de domingo fez-nos chegar aos 22 pontos, empatando com Setúbal e Académica. Com isso subimos ao 8º lugar da classificação. A Europa está 8 pontos acima de nós e os lugares de descida 9 pontos abaixo.

O Rio Ave é a 5ª melhor equipa fora de casa com 14 pontos, os mesmos que o campeão Porto. Em casa, pior que nós só o Arouca que fez 7 pontos, menos 1 que nós e Paços.

Ainda o castigo a Nuno - a reação do Rio Ave

O diretor-geral do Rio Ave esteve hoje na conferência de imprensa de lançamento do jogo, a desdramatizar o castigo de 3 dias a Nuno.
«Acatamos com confiança nos órgãos que decidem», disse Miguel Ribeiro, que admitiu: «sabiamos que teria de ser numa destas terças-feiras, ficamos com pena que não tenha saído na próxima».
O diretor-geral do Rio Ave também se referiu, criticamente, ao facto de a outra meia-final não se realizar em simultâneo.

PS - Miguel Ribeiro revelou que o Rio Ave preferia não jogar no domingo, mas que o Vitória não quis o jogo noutra data. Compete à Liga proteger os clubes intervenientes numa meia-final oficial e isso não acontece - digo eu!

Continua a pobreza goleadora

O Rio Ave marcou golos em 11 dos 18 jogos. Só uma vez marcou 3 golos, só uma vez marcou 2. Tem 14 no total, 0.7 golos por jogo. Sofridos são 19. Ukra, o extremo Ukra, isolou-se na liderança dos melhores marcadores com 3 golos. O que anda a falhar no nosso jogo ofensivo?

Nuno chama todos (24) para amanhã

Nuno chamou todos os disponíveis:
Guarda-redes: Ventura e Ederson;
Defesas: Rodriguez, Lionn, André Vilas Boas, Tiago Pinto, Nuno Lopes, Roderick, Edimar e Marcelo
Médios: Luís Gustavo, Filipe Augusto, Tarantini, Diego Lopes, Júlio Alves e Rúben Ribeiro;
Avançados: Hassan, Braga, Ukra, Sandro Lima, Velikonja, Pedro Santos, Joeano e Renato Santos.

Sobram apenas Kriutchk e Ronny.
Seis irão para a bancada.

14 equipas

Se há coisa de que não nos podemos queixar no Rio Ave é de monotonia na escolha das equipas iniciais. Nuno já escolheu 14 equipas para 18 jogos. Desta vez houve a novidade da estreia de Velikonja o que por si só já dava um onze inicial distinto, mas há ainda uma parelha de centrais inédita (Rodriguez e Vilas Boas) e Ukra e Pedro Santos que nunca tinham sido titulares em simultâneo.

Nuno castigado 3 dias (parece mal...)

Não dá para estar no banco amanhã.
Foi "à medida?"
(ainda Bruno Paixão...)

(não está em causa o 'tamanho' do castigo, mas o momento em que é aplicado; parece muito mal...)

O segundo empate em casa

Depois de termos empatado 1-1 com o Marítimo na 15ª jornada, voltámos a repetir o resultado com o Arouca. Em 10 jogos em casa o Rio Ave só não sofreu golos quando recebeu o Setúbal na jornada 2.

Este jogo marcou uma estreia nos nossos jogos. Sempre que tínhamos chegado a vencer ao intervalo os 3 pontos finais não nos tinham escapado. Aconteceu assim na ida a Belém e na recepção ao Setúbal, mas neste caso não houve duas sem três. Entre os pontos que potencialmente tínhamos ao intervalo e os que efectivamente conquistámos, os dos 90 minutos finais continuam a ser mais que os dos 45 minutos.

Pela 1ª vez em 2013\2014, o Rio Ave não viu qualquer cartão num jogo da Liga. 

"75 anos-75 fotos" (18): 1952-53

Em cima: Alberto Paulo, Luis Firmino Valeixo, Mário Almeida, António Guimarães (dirigentes), António Fernandes “Lizarda”, José Maria, José Lapa, Avelino Ramos, Fernando Moreira, Manuel Fonseca, Aparicio Barros, Dr. Manuel Freitas (treinador), José Teixeira da Silva (secretário da Câmara Municipal) e José Coutinho de Almeida (presidente).
Em baixo: António Leitão (enfermeiro), Rodrigo Almeida, Horácio Moura, João Magalhães, Augusto Vieira e Manuel Teixeira.

Já são 25

Velikonja é a mais recente estreia Liga. O avançado esloveno tornou-se no 25º jogador que Nuno utilizou esta temporada. Foram 57 minutos até ser substituído por Sandro Lima. O encontro de domingo foi o primeiro em que o treinador não contou com Hassan e Marcelo por opção técnica. O avançado egípcio tinha estado presente nas anteriores 17 partidas e Marcelo tinha falhado uma, mas por cumprir castigo. Com isto, sobram Braga e Ukra como os únicos a terem estado em todos os jogos. Braga, de resto, foi o único titular nas 18 jornadas. O nosso número 11 é ainda o jogador com mais minutos jogados. Já Marcelo é o único que cumpriu integralmente todos os jogos em que participou.

Em termos globais, nas 3 competições que o Rio Ave ainda disputa, em 25 jogos há 27 jogadores utilizados (aos da Liga acrescem Kritciuk e Filipe Augusto). Ukra e Braga são os que contam mais presenças (24) e Marcelo o que tem mais minutos (2070).

11.2.14

Esmael: de Chipre para a Grécia

Deixou o Apoel e passou para o Veria FC (1ª divisão grega).

Uma curiosidade: o zerozero não indica o empréstimo; engano do zerozero ou já não é jogador do Rio Ave?

"75 anos-75 fotos" (17): outra de 1950-51


Os 30 jogadores do Rio Ave (e uma surpresa)

O Rio Ave tem inscritos na Liga 30 jogadores.

São estes 26, mais Diogo, Silvério e Monte.
Quem é o 30º?
Surpresa!
Os nossos leitores já o conhecem.

PS - Nivaldo definitivamente não conta. Rescisão? Empréstimo? Meia época sem jogar?

Ambição em Ukra!

«sabemos o que queremos: queremos as duas finais e temos qualidade para isso»

(que esta ambição se revele em campo, já depois de amanhã, com raça e determinação, é o que todos desejamos e esperamos)

Ederson foi o rei

Ederson foi o mais pontuado da semana.
O guarda-redes somou 38 pontos, mais dois do que Tarantini  e mais quatro do que Ukra e Edimar (34).
Segue-se Nuno Lopes com 31.
Velikonja foi o titular menos pontuado (19), menos do que qualquer um dos suplentes - Sandro Lima somou 26, Renato Santos 24 (mais do que Pedro Santos, 22).


Rio Ave lança concurso de fotografia

O Rio Ave, no contexto do 75º aniversário, promove um concurso de fotografia sobre o tema “75 anos de Rio Ave”.

10.2.14

Painel na sede - já está

Fabinho brilha (ATUAL.)

Excelente exibição de Fabinho ontem frente ao PSG.
Se esta exibição não valer um grande contrato...

ATUALizo: parece que sou bruxo...

Da entrevista de Nuno, ontem ao Jogo

É sempre um acontecimento quando o nosso míster dá uma entrevista.
Ontem havia uma de duas páginas a O Jogo.
Algumas notas:
- só decide o seu futuro com a época acabada (o contrato acaba no final da época);
- reconhece que os «nossos avançados deviam ter mais golos»;
- Salin saiu da baliza por «decisão técnica»;
- sobre os golos que Del Valle está  a fazer no Paços:  «tem também a ver com o modelo de jogo»;
- fala sobre os vários modelos de jogo, da evolução do 4x2x3x1 para o 4x4x2, dos cinco jogos em casa e do modelo-base, com o duplo pivô no meio campo, com dois alas e um médio-ofensivo e um avançado;
- sobre o seu trabalho: «não quero ser falso modesto (...) Somos competentes e trabalhamos muito no estudo do jogo e na evolução do jogador».
- finalmente o assunto que é título: «A 1ª Liga será sempre prioridade».

(um comentário, apenas: quem deixou Tarantini e Ukra no banco em Setúbal não me parece que esteja a por o campeonato em primeiro lugar; eu elogiei essa opção, mas também disse que a minha opção seria uma final e não a 1ª Liga. A manutenção está a duas vitórias).

(18j Arouca) Positivo/negativo:

Positivo:
- A exibição de Renato Santos (tardava em confirmar qualidades; fiquei com vontade de ver mais)
- As substituições de Nuno (e até empatámos com essas substituições em campo, mas pareceu-me que interveio bem no jogo)
Negativo:
- os confrontos com adeptos do Arouca, quando estes marcaram o golo. Não sei o que se passou, mas preocupa-me - em abstrato - não saber receber os adeptos adversários.
- do relvado vale a pena dizer mais alguma coisa?
- e que tal tirar 'um curso' sobre como aproveitar para jogar a favor do vento????

(18j Arouca) Um-a-um: Renato Santos brilhou

Ederson: 4 (a primeira parte só apanhou frio, mas na segunda fez duas defesas que valeram pontos).
Nuno Lopes: 2 (uma das melhores jogadas do ataque foi protagonizada por ele; a defender, mostrou alguma dificuldades; pareceu dos jogadores mais afetados pelo relvado)
Vilas Boas: 3 (muito bem quer como defesa quer como trinco.)
Rodriguez: 3 (bom jogo, sempre acertado; fiquei com duvidas no golo do Arouca)
Edimar: 4 (excelente jogada, que deu o golo do Rio Ave, mais algumas iniciativas atacantes)
Luis Gustavo: 2 (discreto)
Tarantini: 4 (pulmões gigantescos, luta até cair e ainda apareceu no ataque)
Braga: 2 (lutar, lutou, muito; resultados, poucos ou nenhuns)
Pedro Santos: 1 (sempre inconsequente, apenas dos 90 minutos; relvado?)
Velikonja: 1 (não entrou em campo)
Ukra: 3 (durante 45 minutos foi o único elemento no ataque a produzir -e a marcar)
Roderick: 1 (posso estar a ser injusto, mas parece-me que sempre que Roderick toca a bola na nossa área tocam os alarmes; desacertado várias vezes)
Sandro Lima: 3 (o melhor jogo de Sandro Lima no Rio Ave)
Renato Santos: 4 (para mim, o melhor em campo; qualidade de drible, bons passes e ainda tentou o golo. Já não via um extremo tão acertado em Vila do Conde há muito. Se isto mostra o seu momento de forma, não podemos desaproveitar!)


Sede/painel - o que ficou por dizer

Das duas uma: ou achamos que ninguém liga nada ao que se faz ou então é legítimo esperar que - como eu - algumas dezenas/centenas de sócios tenham passado durante o fim de semana pela sede, para ver o painel.
Mas o painel não estava lá (esta manhã).
Faltou - do meu ponto de vista, e por uma questão de respeito - dizer aos sócios, em complemento a isto que devido ao mau tempo não foi possível colocar o painel e que isso acontecerá oportunamente (hoje?). Todos compreenderiam e todos agradeceriam.
Já agora uma pequena amostra do que se viu na sexta à noite:



"75 anos-75 fotos" (16): 1950-51

Em cima: Manuel Correia (massagista), Rodrigo, Gavina, Pereira, Magalhães, Correia e Aparício.
Em baixo: Oliveira, Freitas, Fonseca, Lopes e “Lizarda”.
Jornal Renovação nº529, 07-Abril-1951

9.2.14

Contra o Arouca, um a um

Ederson - 4. Teve algumas intervenções a negar o golo aos visitantes e no que sofreu não podia fazer nada.
Edimar - 3. Excelente insistência que resultou no cruzamento do golo. A defender esteve bem.
Rodriguez - 3. Muito certeiro nas suas acções, mas o golo acontece na sua zona, porque se não fosse, a nota era melhor.
Vilas Boas - 4. Um leão! Exibição de grande raça.
Nuno Lopes - 2. Um pouco desastrado tanto a defender como a atacar.
Luis Gustavo - 3. O pequeno trinco aguentou-se e esteve por todo o lado.
Tarantini - 4. Não marcou golo, não assistiu para golo, mas esteve sempre na luta, no combate. O Rio Ave teve no capitão e no sub-capitão as suas mais-valias.
Braga - 3. Lutador e empenhado enquanto esteve em campo.
Pedro Santos - 1. Correu muito, mas este não era jogo nem dia para ele.
Velikonja -1, porque não dou zeros. Um corpo estranho à equipa.
Ukra - 3. Acho que está cansado e com isso não é tão desequilibrador como sabe ser. Ainda assim marcou um golo oportuno.
Roderick - 2. Entrou com vontade de impor respeito e foi sendo um elemento útil.
Sandro Lima - 2. Este é o avançado que não marca golos. Este é o avançado que por isso nos traz logo à memória Cícero e Dinei, por exemplo. Hoje gostei muito de o ver. Continua sem marcar golos, mas foi importante a reverter o controlo forte que o Arouca chegou a ter sobre o Rio Ave.
Renato Santos - 3. Nota inflacionada para quem só jogou 20 minutos? Talvez, mas Renato impressionou-me dessa forma. O flanco direito do nosso ataque ganhou vivacidade e qualidade. Espero que seja a primeira de muitas vezes em que tenha que o elogiar.

Arouca, positivo e negativo

Positivo:
Ukra. Marcou o nosso golo e isolou-se como nosso melhor marcador. Não tendo sido brilhante, fica na história do jogo.
Renato Santos. Substituir Ukra nunca é fácil, mas o jovem 87 cumpriu e trouxe dinâmica que ajudou a manter a defesa do Arouca em alerta.

Negativo:
Empate. O Arouca tem méritos no empate, mas o Rio Ave continua a desperdiçar o factor casa, o que é negativo.
Relvado. A culpa será dos rigores do Inverno, mas é muito difícil jogar assim. E se fosse sintético?

18ªj - Arouca: empate compreensível mas custoso

Aquilo que eu penso sobre o jogo de hoje é quase um decalque daquilo que o João Paulo já escreveu. Acho que o empate se justifica, mas custa muito ser assim. Quero ainda assim deixar, mais uma vez alguma incompreensão por ver os nossos adversários aproveitarem melhor o vento que nós. Quem joga tanta vez com estas condições em casa tem obrigação de as aproveitar melhor. Ainda assim, regra geral, acho que os jogadores foram muito valentes. As substituições trouxeram melhorias ao Rio Ave, mas o vento desequilibrava muito as contas da segunda parte. Apesar de achar que Nuno acertou em cheio nas mudanças, tenho de lhe dar um 2 como nota, porque este jogo tínhamos de ganhar.

(Arouca 18) Empate justo, mas...

Mais um jogo sobre o qual é dificil de falar - pelas condições atmosféricas (vento de sul muito forte), pelo relvado (que nao deixou jogar bem) e pelo azar de termos sofrido o golo já nos descontos.
Sem jogar bem, este foi um jogo razoavel do nosso lado.
Na primeira parte controlámos sempre o adversário, marcámos um golo (grande jogada de Edimar) e falhámos outro.
Na segunda, a favor do vento, o Arouca cresceu, mas Nuno - muito bem - fez entrar dois jogadores que mudaram as coisas a nosso favor, Renato Santos (o seu melhor jogo em Vila do  Conde) e Sandro Lima.
Infelizmente uma desatenção da defesa, já no final, deitou tudo a perder e lá se foram mais dois pontos.
Atenção que o Arouca, na segunda parte teve três ou quatro boas ocasiões para marcar, com duas excelentes defesas de Ederson e um falhanço incrível na pequena área.
Honestamente tenho de considerar o empate justo, mas custa perder pontos assim.
O Rio Ave apresentou-se com sete alterações face ao jogo de quinta e, mais uma vez, Nuno bem, fazendo rodar os elementos do plantel. Uns corresponderam (Rodriguez, Vilas Boas, Luís Gustavo), outros nem tanto (Pedro Santos e Velikonja desiludiram - inofensivos, ajudaram a que o Rio AVe tivesse pouca força no ataque, sobretudo na primeira parte).
Nota 3 para Nuno

PS - uma nota para o árbitro: quando é Xistra espera-se o pior, mas não foi por ele.

"75 anos-75 fotos" (15): 1949-50

Em cima: Paredes (massagista), Pereira, Barroso, Rodrigo, Faria, Né Correia e Aparício.
Em baixo: Joaquim Rodrigues, “Lizarda”, Fonseca, Lopes e Zé Maria.

8.2.14

Velikonja em destaque

O esloveno dá uma grande entrevista ao Record de hoje, que faz uma pagina do jornal.
Fala de Oblak, da sua experiência no Cardiff e do que quer fazer no futuro.
Mas o mais curioso, para mim, é uma referência que o jornalista faz a Nuno, que terá dito que a vinda de Velikonja era «como uma prenda», declaração que me passou na altura.
Se assim é, é porque Nuno conta a sério com o jogador.
Teremos o esloveno a titular já amanhã?

Agora são 22 os convocados (Lionn descansa)

Nuno passa de 21 para 22 convocados:
Guarda-redes: Ventura e Ederson;
Defesas: Rodriguez, Vilas Boas, Tiago Pinto, Nuno Lopes, Roderick, Edimar e Marcelo;
Médios: Luís Gustavo, Filipe Augusto, Tarantini, Diego Lopes, Júlio Alves e Ruben Ribeiro;
Avançados: Hassan, Braga, Ukra, Sandro Lima, Velikonja, Pedro Santos e Renato Santos

Notas:
- Regressam Edimar e Nuno Lopes, sai Lionn
- Sobram Ronny, Joeano e Kritchuk lesionados; e Nivaldo

Sobre o arranque das obras na sede

Segundo o site, houve ontem «o Lançamento da Requalificação da Sede Social do Clube. Numa cerimónia que inscreveu na fachada do edifício o nome de cada um dos sócios do Clube. (...) A cerimónia começou pelas 22H, e contou com a colocação de uma lona comemorativa dos 75 anos do Rio Ave FC onde é possível ver o logotipo alusivo à data inscrito sobre o nome dos sócios do Clube».
Como não pude estar presente, passei manhã cedo pelo local, mas foi isto que vi:
Depreende-se que a lona terá sido entretanto tirada. Por causa do mau tempo?
Sobre a compra da sede: ASC disse que foi "uma grande conquista para o clube" e apesar do clube se ter endividado por causa dessa compra, hoje essa dívida "está quase salva". António Silva Campos, presidente do clube, não quis avançar um prazo para a conclusão da empreitada, mas disse esperar «estar finalizada até ao término do mandato». António Silva Campos não tem uma estimativa do custo final da intervenção, mas garantiu que o clube «não vai entrar em loucuras» e disse que conta com o apoio «dos sócios e amigos do Rio Ave para ajudarem a direção a tornar realidade este sonho».

"75 anos-75 fotos" (14): 1948-49

Em cima: Durães (treinador), António Santos “Bijú”, Rodrigo, Santana, Pereira, Faria e Aparício.
Em baixo: “Lizarda”, Gavina, Fonseca, Lopes e Guimarães.

(recordo que esta iniciativa, "75 anos, 75 fotos", resulta da colaboração com Fernando Soares, a quem agradecemos)

7.2.14

Uma equipa diferente no domingo

Nuno vai apresentar no domingo uma equipa diferente da que jogou ontem - acredito.
Nuno Lopes e Edimar regressam.
Filipe Augusto descansará.
Diego Lopes dará lugar a Rúben Ribeiro?
E não acredito que Hassan, Ukra e Braga sejam os titulares do ataque.
Há outra 'final' na quinta-feira, que é preciso ganhar!

Ainda a vitória de ontem

- Insisto: apesar da melhor oportunidade de golo ter sido da Académica, o Rio Ave foi mais consistente ao longo dos 90 minutos (o primeiro remate deles foi aos 55 minutos...);
- foi um jogo fraco, mas já nos começamos a habituar - até pelo relvado;
- Os braços de Marcelo têm ossos ou quê? Mais lances na área e pelo menos um deles podia ter dado penalti!
- Nuno no final: "Estamos entre os quatro melhores das duas taças e isso é um feito assinalável (...) Claro que alimentamos o sonho de ir ao Jamor, até porque temos um plantel equilibrado que vai dar para conjugar as três provas».

Poveiro amigo, o Rio Ave está contigo!

Obrigado Ricardo!

"75 anos-75 fotos" (13): 46-47

Em cima: Mestre Beires (treinador), Aparício, Gavina, Januário, Adário, Póvoas, “Lizarda”, Barroso, Zé Maria, António Santos “Bijú”, Ceia, Santana e António Anjos (massagista).

6.2.14

Rio Ave nas meias finais da Taça!

Vitoria sobre a Académica por 1-0, golo de Braga, depois de uma oferta do guarda-redes de Coimbra.
Vitoria justa da equipa que durante mais tempo procurou ganhar, teve mais domínio e mais oportunidades.
Venha o Aves?

Taça de Portugal: empate ao intervalo, mas...

Jogo de sentido único, com o Rio Ave instalado no meio campo da Académica. Infelizmente poucas oportunidades, como é normal, e nao marcamos. 
A jogar assim o Rio Ave vai passar.
Alguns destaques:
- Felipe Augusto estreia-se mas ainda muito fora de forma;
- Roderick muito bem na defesa;
- Ederson precisa de tomar banho ao intervalo, mas para aquecer, deve estar gelado...

"75 anos-75 fotos" (12): 1944-45

(artigo do Jornal Renovação nº 281, junho de 1945)

Derrota em Setúbal: JVC não perdoa a Nuno

«O Rio Ave voltou a sofrer uma derrota que se deve a ter ido a Setúbal para cumprir calendário e não para ganhar o jogo! (...) deixar Ukra e Tarantini no banco dos suplentes foi um erro crasso. (...) É bom relembrar que, sendo importante para o Rio Ave chegar à final de uma das taças, fundamental é garantir a manutenção da I Liga, o que ainda não se conseguiu. Desperdiçaram-se três pontos, animicamente sofreu-se o efeito de uma derrota e a gestão do esforço intentada pelo treinador não se verificou, já que os atletas, que ficaram no banco, tiveram depois de dar tudo de si na 2ª parte».

(Apenas quero reafirmar que não posso estar mais em desacordo com o JVC desta semana. Primeiro porque a manutenção na 1ª Liga, sem estar garantida, não fugirá; segundo, porque ganhar hoje é muito mais importante; terceiro, porque Nuno pôs a jogar jogadores do Rio Ave, que merecem oportunidades. Falharam? O míster não deixará de tirar as suas ilações... Por mim

Ex-Rio Ave, 3 - Olhanense, 1

Golos de Del valle (2) e Bebé, ontem pelo Paços, frente ao Olhanense.

(será que Del valle ainda se virá a revelar uma surpresa? Espero, sinceramente, que sim. Mas não critico Nuno pela dispensa; eu teria feito o mesmo...)

Por na agenda: Guimarães-Rio Ave

Vitória-Rio Ave (19ª jornada da Liga): 16 de fevereiro (domingo), às 16 horas

Hassan vai ser titular

Poupado nos onze de Setúbal, e sem Joeano, acredito que Hassan será o ponta de lança logo, frente à Académica.
Sandro Lima ainda tem de convencer.

5.2.14

Braga pela 2ª vez

Braga já tinha sido o jogador mais pontuado na 1ª jornada e agora repetiu o feito. Com isto subiu ao 4º lugar passando Edimar. O lateral esquerdo caiu dois lugares até 6º, sendo também passado por Diego Lopes.

No pódio Ukra continua líder seguido de Tarantini e de Marcelo. Nos 11 mais pontuados Rodriguez chegou aos 300 pontos e subiu até 9º passando Wakaso que entretanto já não faz parte do plantel, foi emprestado ao Portimonense da 2ª Liga.

Caímos um lugar na classificação.

A jornada só se completa hoje às 20 horas, mas o jogo em falta não afecta a nossa classificação. Somos agora 9º e estamos a 6 pontos dos lugares europeus. Quanto à linha de despromoção, vamos esperar para ver o que dá esse Paços - Olhanense às 8 da noite.

"75 anos-75 fotos" (11): Já chegámos a 43-44

(também com equipamento alternativo)

Crise de finalização

Há muitos avançados no plantel, mas isso não tem significado que há golos com fartura. Com a derrota por 2-0 do fim de semana, vamos com 18 sofridos para 13 marcados. 
Em Setúbal sofremos o nosso primeiro golo de penalty. Ederson tem agora tantos golos sofridos como Salin tinha, 9 para cada. Se mudar de guarda-redes significasse que só iamos sofrer 9 golos até ao fim da época eu arriscava! Mas como os meus palpites nunca me deram o Euromilhões...

(Taça de Portugal) Nuno chamou os 21 (Júlio Alves também)

21 disponíveis, Nuno chamou-os a todos:
Guarda-redes: Ventura e Ederson;
Defesas: Rodriguez, Lionn, Vilas Boas, Tiago Pinto, Roderick e Marcelo;
Médios: Luís Gustavo, Filipe Augusto, Tarantini, Diego Lopes, Júlio Alves e Ruben Ribeiro;
Avançados: Hassan, Braga, Ukra, Sandro Lima, Velikonja, Pedro Santos e Renato Santos.

Sobram:
- (CORReção) Edimar e Nuno Lopes, castigados; JOEANO, Ronny e Kritchuk lesionados; e Nivaldo... que de uma vez por todas parece estar de fora;
São 27, portanto, com Nivaldo; 26 sem ele.

Obras na sede arrancam na sexta

Ouvi ontem na Linear - as obras na sede arrancam (simbolicamente) na próxima sexta, pelas 22 horas, momento que será marcado pela colocação de um painel, em frente à sede (os andaimes já estão no local), com os nomes de todos os sócios (iniciativa relacionada com os 75 anos).
Na sexta se verá melhor, mas a ideia parece-me excelente.

Abundância

Quem tem tantos jogadores, com tantas mudanças na estrutura do plantel, não é de admirar que Nuno vá já no seu 13º onze inicial distinto. Desta vez o treinador estreou Ruben Ribeiro e Pedro Santos como titulares. Foi a 2ª vez esta época que o treinador fez as 3 substituições possíveis ao mesmo tempo. Na 11ª jornada contra o Benfica Nuno fez o mesmo, a diferença é que em Setúbal foi ao intervalo e na recepção ao Benfica as substituições aconteceram aos 82 minutos.

Apenas a 2ª derrota fora.

Em 8 jogos fora de Vila do Conde, apenas duas derrotas e 4 golos sofridos, o que não deixa de ser um feito assinalável. O paradigma fora de casa parece estar a inverter-se, dois jogos seguidos sem vencer. Se em casa se inverter também a tendência negativa da 1ª volta, não temos razões para preocupações.

Tiago Pinto apto?

Já treinou ontem com a equipa.

30 convocados

Nuno chamou os recém-chegados Ventura e Velikonja para Setúbal e com isso elevou para 30 o número de jogadores já convocados.
O estádio do Bonfim viu ainda o 3º e 4º duplo amarelo de jogadores nossos. Seguimos com o mesmo número de vermelhos, ou seja, ainda não houve ninguém com vermelho directo. Já vamos com 66 cartões.

4.2.14

O melhor onze?

Com lesões, castigos e reforços, o 'adepto que é adepto' fica confuso quando se trata de desenhar o melhor onze para derrotar a Académica depois de amanhã.
Ederson, Lionn, Marcelo, Vilas Boas, e Tiago Pinto( ?)
Luís Gustavo, Tarantini e Diego Lopes (Ruben Ribeiro?)
Ukra, Joeano e Pedro Santos
?


"75 anos-75 fotos" (10): Mais uma da equipa 42-43

Em cima: Rodrigo, “Lizarda”, Neca Freitas, Jorge Correia, Durães e Extermina.
Em baixo: António Santos “Bijú”, Barroso, Manuel “Bijá”, João Machado e Santana
(com equipamento alternativo)

Taça: fazer um pouco mais (ATUAL.)

Para fazer do jogo de quinta um momento especial, não basta isto, parece-me.
Um pouco mais de dinamismo, um pouco mais de mobilização, alguma 'festa' associada?

ATUAlizo: não sou grande cliente do Facebook e por isso escapou-me o que o Clube tem feito na sua página oficial, incluindo vários vídeos com jogadores, e uma entrevista na Linear, que passa amanhã, depois das 18h.
Peço desculpa pela falta de rigor do que escrevi antes e atualizo com gosto - mas é caso para dizer que o Facebook do Rio Ave é muito melhor do que o "site"...

3.2.14

Como está a ser a adaptação de Pedro Santos a Vila do Conde

Porque sei que o tema preocupa os nossos leitores, aqui fica a informação.
(clicar para aumentar... e ler)

PS - o prometido, aqui, não é de vidro...

"75 anos-75 fotos" (9): 1942-43

Em cima: António Santos “Bijú”, Rodrigo, Jorge Correia, João Machado, Santana e Néné.
Em baixo: “Lizarda”, Neca Freitas, Leites, Adelino e Durães.