30.6.11

Rio Ave - Braga na primeira jornada (CORR)

Última jornada: Rio Ave -FC Porto (esperemos que seja decisivo para eles mas não para nós!)
Todos os jogos do Rio Ave aqui.

Rio Ave - FC Porto a 21 de Julho

Será o jogo de apresentação aos sócios?
(Há muito tempo que não viamos um grande num jogo de preparação)

Vão ser três jogos em seis dias (FC Porto a 21, Penafiel a 23 e Marítimo a 26)!!

Saídas (e empréstimos)

«Há jovens que poderão rodar noutros clubes», diz o JVC, dando como exemplos os já conhecidos Geraldes e André Dias, mas também os três reforços: Rafinha, Gilmar e Feliz.

O jornal também fala em Saulo e Fábio Felício «que provavelmente não continuarão», além de Cícero, que já rescindiu. [são situações diferentes, as de Saulo e Felício, já que o primeiro não tem contrato, ao contrário do segundo que faz parte dos quadros do Clube]

Renato Santos fica no plantel?

É o que diz o JVC desta semana.
Além de Tomás e Mendes, Jorginho e Dinei são os outros nomes. Mais Renato Santos, «esperando-se mais dois ou três reforços para o ataque».

Cinco para um lugar (Ricardo Martins)

Tarantini, Braga, Vítor Gomes, Pateiro e Ricardo Martins.

Num primeiro cenário (em que China e Wires joguem ao mesmo tempo), sobra apenas um lugar para os cinco;
Noutro (em que Wires fique de fora), dois desses cinco podem jogar.
Mas a vida não estará - infelizmente - fácil para Ricardo Martins, em quem eu muito apostava e que, acredito, nos poderia valer uma boa transferência.
Brito continuará a preferir a experiência à irreverência?

PS - O JVC desta semana diz que o meio campo está fechado, com estes cinco mais China e Wires

Pateiro a médio, Jorginho a extremo?

É o que diz o JVC desta semana.
Pateiro está habituado a jogar a médio e a extremo (jogou várias vezes nessa posição no Leiria), mas Jorginho não estará tão familiarizado como extremo.
Mas se assim for estão erradas as minhas projecções.

Um só defesa-esquerdo? (ACT)

O JVC desta semana diz que o plantel está fechado excepto no ataque. Ou seja, na defesa teremos apenas Tiago Pinto?
É certo que Éder e Jeferson (também) são esquerdinos, mas será a mesma coisa?

Actualizo com o meu comentário: no ano passado só tinhamos um defesa-direito e foi o que se viu, situação corrigida a tempo com a entrada de Lionn. Um só defesa-esquerdo parece uma má opção. Ou Brito irá trabalhar outro jogador para esse lugar? À partida parece que estaremos mancos nessa posição...

Balanço final 2010/2011 - 38

Tudo o que aconteceu durante a época 2010-2011, foi sendo analisado ao longo dos últimos 37 dias.

Condensámos a informação num ficheiro único para facilitar a consulta.

Venha o futebol de 2011-2012 e depressa!

29.6.11

Christian (FC Porto) é o próximo? (ACTx3)

O jovem extremo ganês Christian Atsu, que jogou nos juniores portistas, poderá ser um dos últimos reforços a serem anunciados pelo Rio Ave (não sei se fará a pré-temporada com Vítor Pereira ou se vem já).
Christian, de quem dizem maravilhas, viria emprestado, porque o FC Porto aposta nele para o futuro (embora, neste momento, tenha excesso de jogadores para a posição e ainda por cima esquerdinos).

ACtualizo a 30/6: «Christian - que treinou várias vezes com o plantel principal na época passada - tem legítimas ambições de conquistar espaço no grupo. Iturbe e James só vão estar disponíveis no final de Agosto e o outro Cristian, o Rodríguez, estará mesmo de saída do FC Porto»

ACTualizo a 3/7: «a Académica ainda tem, pelo menos, dois lugares em aberto no plantel. Um deles, como O JOGO apurou, é para um extremo e o alvo preferencial está perfeitamente identificado: Christian»
ACTualizo a 4/7: «Depois da Académica, eis mais um clube a juntar-se ao rol de interessados no portista Christian Atsu, extremo ganês que brilhou nos juniores na época passada e actualmente treina com o plantel principal. O Rio Ave aprecia as qualidades do esquerdino e deseja-o para concorrer com Pateiro e Feliz, também eles recém-contratados, mas ao Leiria e Ribeirão, respectivamente»

E Júlio Alves?

Já que se fala em Atlético de Madrid e em dinheiros que chegam ou vão chegar, faz sentido deixar meia dúzia de linhas sobre Júlio Alves - que hoje faz 20 anos (parabéns!) e está em estágio para o campeonato do mundo de sub 20.
A verdade é que desde Maio que Júlio Alves é dado como reforço do Atlético de Madrid, constando em Vila do Conde que estava tudo tratado e até se avançando valores.
Se o dinheiro de Sílvio não chegou, o Rio Ave ainda não fez uma venda, pelo que, provavelmente, estará a faltar dinheiro na tesouraria e não me admiraria que o presidente da Direcção tivesse sido chamado novamente a resolver o problema.
De uma forma oficial, apenas se sabe que Júlio Alves não está nos planos para a próxima época, mas parece haver qualquer coisa a emperrar o negócio.
Jorge Mendes tem a palavra!

Jeferson quer ficar no Rio Ave

Jeferson diz que não deu muita importãncia à notícia do alegado interesse do Fluminense e diz que tem vontade de ficar em Portugal. Estou grato ao Rio Ave porque me abriu as portas da Europa e só penso em fazer uma boa época para depois dar o salto para um clube de outra dimensão».

(e nós queremos que ele fique!)

Beira Mar com dois milhões de euros (ACT)

Continuo atento aos orçamentos da concorrência, porque me parece que é preciso gastar menos do que gastámos em 2010/11.
Agora é o Beira Mar que anuncia que fará a próxima época com cerca de dois milhões de euros.

PS - se não estou enganado, devemos ter AG proximamente para conhecer o próximo orçamento.

ACTualizo a 30/6: em contrapartida o VdGuimarães vai ter orçamento recorde: «Emílio Macedo resolveu abrir os cordões à bolsa e vai propor aos sócios em Assembleia Geral marcada para 8 de Julho a aprovação de um orçamento de quase 15 milhões de euros (14,8 milhões), dos quais só 9,1 milhões se destinam ao futebol profissional. Significará o maior orçamento de sempre do clube e um crescimento de praticamente 34 por cento em relação ao orçamento da época passada: 11,6 milhões, com quase seis milhões a serem canalizados para o futebol profissional. Ou seja, há uma aposta ainda mais forte na equipa sénior que se traduz num aumento efectivo de três milhões»

Sílvio oficial no Atlético de Madrid; quanto ganhámos?

Sílvio foi apresentado ontem no Atlético de Madrid.
Falta agora saber quanto é o Rio Ave ganhou com os 20% que ficaram da venda de Sílvio ao Braga.
Tudo depende de quanto o Atlético pagou ao Braga e as informações não têm sido coincidentes. Entre cinco e oito milhões, o que daria pelo menos um milhão.

Balanço final 2010/2011 - 37


Substituições.

106 em 108 possíveis.


Destaca-se o período entre o minuto 76 e 85 com 30 mudanças na equipa.

28.6.11

Será Rafa o terceiro guarda-redes? (ACT)

O que já se esperava, ficou hoje confirmado: «O guarda-redes Rafa viu hoje ser oficializado o vínculo contratual com o Rio Ave Futebol Clube para a temporada 2011/2012, (...). O ex-guardião dos Juniores rioavistas já havia treinado com o Plantel Sénior no decorrer da época passada, fase que permitiu ao atleta uma adaptação às exigências do futebol profissional»

ACT a 29/6: O Record e A Bola de hoje dizem que sim, que Rafa será o 3º guarda-redes.

A pergunta que por estes dias mais vezes me fazem...

... é: como vai ser o Rio Ave na próxima época?

A minha resposta é simples: igual ao ano passado.

Digo isto com base em duas evidências:
- se a classificação se repetir isso significa que nos mantemos na primeira divisão e que pela primeira vez na nossa história faremos cinco temporadas seguidas no escalão máximo;
- a equipa, pelo menos o onze, não andará muito longe do do campeonato passado. Para além da questão do defesa-direito, só os extremos serão novos, se Bruno Gama sempre sair. Ou seja, qualquer outra mudança que não nessas duas posições,será sempre para melhor, acho. Há também China, que volta em força.

De acordo com as contas que fiz (ver página 2), há, neste momento, 23 jogadores para Brito treinar a partir de segunda-feira, com duas vagas (baliza e defesa-esquerdo) e duas dúvidas: Renato Santos e Gilmar (ficarão três avançados?)

Cinco renovações (Tiago P, Mendes, Geraldes, Renato Santos e André D) (ACT)

Eis uma excelente notícia, em O Jogo de hoje: «A Direcção do Rio Ave decidiu prolongar os vínculos com Tiago Pinto e Mendes, que tinham contrato vigente por mais um ano. (...) A pensar no futuro, os responsáveis vila-condenses accionaram as cláusulas de opção, segurando Geraldes e Renato Santos, jovens talentos que estiveram a rodar na época passada (Chaves e Moreirense), mas que são considerados valores importantes a ter em conta. O nome de André Dias, internacional sub-20, entrou também nestas contas». O Jogo não diz até quando ficam ligados ao Rio Ave mas é muito bem visto.

ACtualizo: ... mas A Bola diz, mais dois anos para cada um. E além de revelar que Geraldes vai para o Aves, diz que Renato Santos ficará à espera do veredicto de Carlos Brito.

Cícero no Paços de Ferreira

Contrato de dois anos, diz A Bola.

(desejando que nunca marque ao Rio Ave, os nossos votos são de que seja muito feliz e que consiga mostrar o seu valor - votos que se alargam a todos os que saem, sairam ou vão sair do Rio Ave)

Geraldes à espera? (ACT)

De Geraldes apenas se sabe que fará a pré-época, mas não há garantias de que continuará no plantel. O Record de hoje diz que ele é um dos que espera notícias. E com Tiago Costa e Zé Gomes (mais Wires) no plantel, o espaço é apertado.
Ir para o Ribeirão não será a opção que mais deseja, e a mais natural para evoluir, sobretudo para quem, via Chaves, conseguiu chegar à selecção.

ACTualizo, depois de ler A Bola: Geraldes vai para o Aves.

Balanço final 2010/2011 - 36


Golos por competição.

Tomás lidera no total, mas só marcou golos na Liga Zon Sagres. Yazalde chegou aos 10 golos e foi o melhor da Taça de Portugal. Braga, o 3º melhor, foi porém o único jogador a conseguir marcar golos nas 3 competições.

27.6.11

Ricardo Martins e a selecção da Venezuela

O seleccionador da Venezuela referiu-se recentemente a Ricardo Martins. E tanto quanto se sabe, é pela selecação do país onde nasceu que 'Kuki' quer jogar.
Que tenha oportunidade para mostrar o seu valor é o que desejo, o resto virá depois.

Apresentação da equipa no sábado de manhã? Não (ACT)

Já é conhecido o plano de preparação; sábado ficaremos a conhecer a equipa para a próxima época e só falta saber quando e com que equipa jogaremos o jogo de apresentação.

(parece-me que as coisas estão a ser bem preparadas)

ACTualizo a 28/6: o «site» tirou a referência à eventual apresentação de sábado e o Record diz que a conferência de imprensa prevista para esse dia foi desmarcada, tendo sido adiada para a data da apresentação da equipa aos sócios, ainda por definir. Ou seja, ao contrário do que tem vindo a ser tradição, em que há uma apresentação dos jogadores, sobretudo dos novos, no próximo sábado não há nada. Amanhã deve haver uma declaração sobre o arranque da época, também segundo o Record. Já O jogo continua a falar em sábado de manhã.

E dos que não se fala?

Via «site» ainda não ficámos a saber o que vai acontecer a Renato Santos ou a Geraldes, mas há outros nomes que não têm sido falados: Molina, lembram-se dele (tinha contrato até ao fim da época que acabou; acabou?)? 
Se não estou enganado, Filipe Cunha, da nossa formação, também continuava ligado ao Rio Ave.

Futebol de praia: 5º lugar

Não sabemos quem são os jogadores que nos representam e nem quem (n)os treina, mas ficámos a saber que o Rio Ave ficou em 5º lugar campeonato de elite de futebol de praia, que se disputou em Matosinhos.
Agora segue-se o Circuito Nacional de Futebol de Praia, cuja série Norte se disputa a partir de sexta nas Caxinas.

ACtualizo: há fotos.

Balanço final 2010/2011 - 35


Os golos por intervalos de tempo.

O início dos jogos e das segundas partes foram maus para a equipa. No entanto, foi também no mesmo período das segundas partes que mostrámos maior veia goleadora. Globalmente, vimos mais golos, contra ou a favor, durante a segunda metade dos jogos.

26.6.11

Balanço final 2010/2011 - 34

Golos.

Paulo Santos o que mais golos sofreu, João Tomás o que mais marcou.

André Dias para Ribeirão

André Dias não vai jogar em Vila do Conde na próxima época, sendo um dos cinco jogadores que o Rio Ave vai colocar em Ribeirão. «Tiago Silva (que também treinou com o plantel profissional em 2010/11) e João Vítor, seniores de primeiro ano, acompanham André Dias neste estágio».
Já Feliz espera ficar.
(O meu breve comentário: gostaria que André Dias ficasse, que tivesse a sua oportunidade de competir e evoluir ao mais alto nível. Mas temos que confiar que os responsáveis pelo Rio Ave saberão tomar as melhores decisões no interesse da equipa e do Clube).

Assim sendo falta (mais) um defesa-esquerdo.

Michel (Penafiel) é reforço?

A Bola diz que isso pode acontecer, que o Rio Ave já apresentou uma proposta de compra, mas que os dirigentes penafidelenses não terão gostado dos valores propostos.
Sobre Michel há imensos elogios e o nosso amigo João Ricardo Pateiro escreveu mesmo no nosso Facebook que «Se a noticia do Michel, avançado do Penafiel, corresponder à verdade... e se o Rio-Ave tiver capacidade financeira p trazer este jogador... contratam um craque. Na minha opinião, o Michel não é jogador de 1a Liga... É jogador de equipa grande!!!».
A questão é outra: de acordo com as últimas informações, o Penafiel teria começado por pedir aos eventuais interessados meio milhão de euros e agora terá baixado para 300 mil. Ora o Rio Ave, parece-me, não terá dinheiro para investimentos desses. A Bola continua a falar em meio milhão! e O Jogo de hoje diz que que «o valor pedido é demasiado alto»
Além disso Michel é avançado e há jogadores a mais nesse sector (embora para os bons haja sempre espaço...).

PS - por falar em jogadores que entram ou que saem; Trigueira pode ir para o Aves (A Bola) e Cícero vai rescindir nos próximos dias, tendo em vista outro clube da Liga (Record). O Jogo de ontem dizia que o Rio Ave está interessado em «Rúben Ribeiro. Aos 23 anos, o centrocampista é um jogador livre e quererá ter uma nova oportunidade no primeiro escalão»

25.6.11

O primeiro esboço da equipa para a nova época (ACT)

Com diversas reservas, aqui fica:

Baliza: Paulo Santos/Huanderson
Defesa: Wires/Tiago Costa/Zé Gomes (1); Gaspar e Jeferson; Tiago Pinto;
Meio campo: China; Wires/Tarantini/Braga/Vítor Gomes (2); Jorginho (3);
Ataque: Pateiro, Tomás e ? (4)

(1) ACredito que Tiago Costa será o titular, mas a herança que traz da época passada vai atrasar a sua entrada; Zè Gomes será a opção inicial? Há sempre Wires;
(2) Vai depender do adversário (dar mais ou menos gás ao ataque) e do momento de forma de cada um deles, mas tanto pode ser um meio campo com China e Wires, como com China e Braga, para dar apenas dois dos quatro exemplos possíveis;
(3) Fábio Felício também alimentou a nossa esperança e desiludiu; Braga também era aposta para titular e só entrou mais tarde, mas se Jorginho não desaprendeu, será ele o médio mais adiantado;
4) Os jornais continuam a falar na hipótese de Bruno Gama continuar, mas sinceramente não acredito; Mendes ou Feliz serão os seus sucessores? Ou ainda virá alguém?

ACtualizo a 26/6: no mesmo dia em que eu escrevia isto, o Record dizia que Pateiro iria lutar pelo lugar que é habitualmente de Tarantini. Desde o princípio que me parece que Pateiro virá como extremo, mas posso estar enganado. Mais um no meio campo? Só se Brito jogar em 3-5-2 (estou a brincar...)

Os nossos 10 melhores golos na Liga Zon Sagres - 1º lugar

O melhor golo. O de Milhazes em casa contra a Naval.


JPM: irónico, como muitas coisas na vida - o único golo que marcou, nos pouco jogos que fez, e foi logo o mais bonito; fica a memória positiva de uma época negativa em Vila do Conde.

Balanço final 2010/2011 - 33


Disciplina.

Gaspar foi o mais admoestado, 12 amarelos, a única cor que viu. Nenhum jogador dos 7 expulsos o foi mais que uma vez.

24.6.11

Os nossos 10 melhores golos na Liga Zon Sagres - 2º lugar

Saulo em Paços de Ferreira.



Balanço final 2010/2011 - 32

Fora de jogo.

Uns porque convocados não saíram do banco, outros porque foram convocados, mas não foram ao banco, outros porque não foram mesmo convocados.


O líder dos suplentes não utilizados é Felgueiras que sendo guarda-redes explica tudo. Depois temos Cícero que passou o grosso da temporada sentado a ouvir os ensinamentos do treinador no banco. Já Sidnei lidera destacado entre os que sendo convocados, acabaram por ficar na bancada. Já nos que ficaram fora da convocatória, com a excepção de Felipe Alberto, todos com um total com 2 dígitos, ficaram de fora sobretudo devido às lesões que sofreram.

Pateiro anunciado hoje? (ACT: sim)

A Bola e o Jogo de ontem garantem que o Rio Ave e Pateiro já chegaram a acordo.
Pateiro, ex-Leiria, assinou por duas épocas, dizem, e já formalizou o acordo, garante A Bola. Já o Record diz Ricardo Pateiro (ex-União de Leiria) chegou a acordo para assinar por duas temporadas, e esta tarde coloca o preto no branco.
(uma curiosa foto de A Bola, que provavelmente não voltará a repetir-se...)

PS - foi uma pequena novela de verão, que demorou mais de um mês a chegar ao fim!

ACtualização: ao fim da tarde chegou a confirmação oficial.

Mais da relação privilegiada com o Ribeirão (ACT)

Estas notícias nunca mais tiveram desenvolvimentos, mas parece haver uma relação privilegiada com o Ribeirão (Gilmar, Feliz e Marcelo).
A Bola de ontem diz que o Ribeirão espera a cedência de jogadores do Rio Ave e que o presidente do clube famalicense estava em negociações (é a palavra usada pelo jornal) com um clube da 1ª Liga para vender Marcelo (como se soube depois, ao Rio Ave).
Por falar em negociações, o mesmo jornal dá conta que o Ribeirão vendeu um jogador ao Benfica (um extremo chamado Eliseu) e que é a maior transferência de sempre do clube, «superando os valores envolvidos nas saídas de Pedro Mesquita (...) para o Aves e do ponta-de-lança Gilmar, recentemente oficializado pelo Rio Ave». É isto?

PS - não me parece nada mal que o Rio Ave invista algum dinheiro, dentro das suas posses, em jogadores jovens, muito mais se existe a convicção de que «certamente serão mais valias nas competições nacionais e europeias».

ACtualizo a 25/6: A BOla de ontem diz que o Rio Ave vai ceder cinco jogadores ao Ribeirão por empréstimo. Serão alguns dos que contratou? Outros, da formação? Sobretudo para estes será uma boa forma de os ver evoluir.

Sobre Feliz (um novo Rui Barros?)

Dizem-me em Guimarães (também temos o nosso departamento de prospecção...) que Feliz tem condições para vir a ser o novo Rui Barros. E que o Vitória ainda se vai arrepender de o ter dispensado.
Feliz Edgar Neto Vaz nasceu em Vizela mas fez a formação no FC Porto e no Vitória de Guimarães. A passagem para o futebol sénior não aconteceu da forma que Feliz mais gostaria, uma vez que foi colocado no Serzedelo, até chegar na época passada ao Ribeirão (ainda prestou provas no Moreirense mas não convenceu).
Eis a oportunidade que Feliz esperava para mostrar o seu valor.

PS - O site não nos dá essa informação, mas o Record diz que Feliz assinou por quatro épocas.

23.6.11

Feliz (avançado) e Marcelo (defesa) reforços (ex-Ribeirão) (ACTx2)

O site anuncia hoje mais dois reforços, que têm como curiosidade terem sido jogadores do Ribeirão e serem jovens (entre os 21 e os 22 anos).
Feliz não é propriamente uma novidade, uma vez que o seu nome já tinha sido avançado [ACTualizo: e é notícia no Record da manhã de ontem]. É extremo e tenho as melhores referências, que me chegam da formação do VdGuimarães.
Marcelo, defesa, é uma novidade absoluta [até por se admitir que a vir do Ribeirão, o central fosse o jovem internacional João Faria]: «21 anos, o jovem atleta, natural do Brasil, encara um novo desafio profissional após ter chegado a Portugal somente em 2010, vindo de uma temporada ao serviço da equipa de Rio Preto. Marcelo conta ainda com passagens pelas equipas brasileiras Gama (de 2007 a 2010) e Astral (de 2006 a 2007)»
Relativamente ao ponto da situação feito há dois dias, há menos dois lugares para preencher, se Marcelo for o quarto defesa-central de que necessitamos e Feliz um dos extremos em falta.
Agora só falta sabermos do terceiro guarda-redes, do desfesa-esquerdo e de mais um ou dois extremos (além das dispensas)

ACTualizo a 25/6/11, via A Bola de ontem: Feliz assinou por três anos e Marcelo por quatro.

Os nossos 10 melhores golos na Liga Zon Sagres - 3º lugar

João Tomás em casa com o Braga.



Balanço final 2010/2011 - 31


As diversas formas de participar no jogo.


Gaspar nunca foi substituído nas suas 31 presenças. Já Gama, que foi líder de número de jogos, não chegou ao fim dos encontros em 22 ocasiões. O jogador que mais vezes jogou entrando vindo do banco foi Cícero. No entanto, como vimos ontem, não foi além de 395 minutos de utilização.

Iniciados chegam ao nacional por outra via? (ACT)

Pela via administrativa? Pelos vistos sim.
É uma notícia que deixa os rioavistas satisfeitos e que compensa uma 'injustiça'.

ACTualizo a 24/6: está confirmado.

22.6.11

Vinicius, mais um jovem contratado?

A Bola diz que sim.
Jogava no Limianos e pode continuar por lá.
Mas como jogador do Rio Ave (emprestado, portanto).
Quem é Vinicius? Foi um dos melhores marcadores do Limianos, que subiu à 2ª B, apesar de ser médio (é brasileiro e tem 21 anos).

Os nossos 10 melhores golos na Liga Zon Sagres - 4º lugar

Tomás em casa contra a Académica.




JPM: execução perfeita, movimento notável, precisão suiça. Este Tomás está melhor do que nunca!

Balanço final 2010/2011 - 30 (ACT)

Presenças.


Gama apenas falhou um jogo em 2010-2011. No entanto, foi apenas 5º no total de minutos da temporada. João Tomás foi o jogador com mais tempo de jogo, ficando a pouco mais de 50 minutos de ultrapassar os 3000.

Com base no tempo de utilização, a equipa-tipo da temporada seria: P. Santos, Tiago Pinto, Jeferson, Gaspar, Zé Gomes; Wires, Tarantini, Braga; Yazalde, Gama e J. Tomás.

ACTualizo (JPM) com uma nota que me parece relevante: seja em número de jogos seja em minutos jogados Tarantini está sempre no pódio. Impressionanente, sem dúvida. Ele é um dos indiscutíveis para Brito. O que aumenta a minha curiosidade para ver como será o meio campo do Rio Ave na próxima época: China vai jogar, Tarantini, pelo que acabei de dizer, é grande candidato. E o outro lugar? Braga? Jorginho? E Vítor Gomes? Wires, se ficar, também vai ter menos hipóteses? Uma coisa é certa: temos um meio campo de grande qualidade se estes nomes (mais Ricardo Martins) ficarem.

21.6.11

Sobre Dinei

O que se pode saber?
Que jogava no Clube Recreativo e Atlético Catalano por empréstimo do Grémio Esportivo Anápolis e que é a segunda experiência fora do Brasil, depois de ter jogado na Liga do Vietname, em 2008.
Outras informações aqui. Aqui pode ver-se um golo de Dinei (é o 5º):

Plantel 2011-2012: ponto da situação

Eis o que se pode dizer até agora:
- temos dois guarda-redes confirmados (Paulo Santos e Huanderson) e uma vaga (Rafael, ex.juniores, João, regressado ou Trigueira?);
- temos seis defesas confirmados (Zé Gomes, Tiago Costa, Gaspar, Jeferson, Éder e Tiago Pinto), o que significa duas vagas: um central e um defesa-esquerdo (André Dias?);
- no meio campo, China, Vitor Gomes, Tarantini, Braga, Rafinha e Jorginho estão confirmados, embora Rafinha possa sair; Wires é uma dúvida; Ricardo Martins ainda não foi confirmado mas deve ficar; Se Wires sair, falta o substituto; caso contrário, acredito que o meio campo esteja fechado;
- no ataque temos Tomás, Cícero, Dinei e Gilmar no centro e Mendes e Pateiro nas alas. Renato Santos regressa? Um dos avançados deverá sair (Cícero).

Em resumo:
- falta definir/contratar um guarda-redes;
- virá um central e um defesa-esquerdo?
- Wires é a dúvida no meio campo;
- Faltam dois (ou três?) extremos para a frente;
É provável, portanto, que ainda saibamos quatro ou cinco nomes anos próximos dias;

Pateiro assina amanhã

diz A Bola de hoje, que há muito vem dando o jogador como perto do Rio Ave.
O acordo, diz o jornal, foi obtido ontem à noite e só falta definir a duração do contrato: duas épocas, como quer o Rio Ave, ou três, como prefere o jogador.

(A Bola refere Pateiro, 31 anos, como médio-esquerdo, mas estou convencido que Brito o quer para extremo, até porque é uma posição que Pateiro já fez diversas vezes; o que penso de Pateiro é isto)

Mais dois reforços: Jorginho e Dinei

O Rio Ave acaba de anunciar mais dois reforços:
Um é bem conhecido, porque jogou no FC Porto, Setúbal e Braga (tem 34 anos): Jorginho.
O outro é desconhecido, vem do Grémio Anápolis e é avançado (26 anos): Dinei.

Os meus comentários:
- sobre Dinei nada sei e nada posso dizer; é avançado (centro?) e junta-se a Tomás, Cícero e Gilmar. Ficarão no máximo três, pelo que um deles terá de sair. Cícero tem sido apontado nesse sentido;
- sobre Jorginho, sabemos todos que é bom jogador. Não teve uma época cem por cento positiva na Turquia, mas não desaprendeu, certamente. Parece-me que poderá ser um reforço, mas para que posição? Vértice do meio campo? Jorginho gosta de jogar na direita, mas o 4-3-3 de Brito não dá muita margem. Disputará o lugar com Braga? [a saída de Fábio Felício parece inevitável; também Rafinha fica com menos margem num meio campo onde já estão China, Vitor Gomes, Braga, Tarantini e Jorginho, para além da dúvida-Wires; poderá Jorginho fazer de extremo direito?]

Os nossos 10 melhores golos na Liga Zon Sagres - 5º lugar

Tomás em Setúbal.


Balanço final 2010/2011 - 29


Os números totais que os jogadores acumularam esta temporada.


Neste quadro apresentam-se os valores individuais de cada atleta. A partir de amanhã vamos analisá-los com mais pormenor.

20.6.11

Dois jovens angolanos a caminho do Rio Ave? (ACT)

«Os futebolistas Paizo e Das Fá, da Escola Académica e Desportiva Norberto de Castro, vão representar, na próxima época, o Rio Ave da primeira divisão de Portugal, oitavo classificado da edição 2010/2011 da “Liga Sagres”, soube esta segunda-feira a Angop. De acordo com o proprietário da instituição, Norberto de Castro, a inscrição dos médios no clube português devia concretizar-se no arranque desta época, período em que realizaram os testes médicos, mas a chegada tardia dos mesmos a Portugal adiou o acto para o mês de Julho. Sem avançar pormenores sobre as cláusulas contratuais, o responsável disse que o ingresso dos atletas no Rio Ave será possível graças a um convénio existente entre a sua escola e o clube da Vila do Conde»

ACTualizo a 21/6: vêm à experiência, fazer testes, como diz o Record de hoje ou para jogar, como esta notícia deixa entender?

Wires e a Roménia: agora é o Brasov?

Desta vez é o Brasov quem assume a dianteira, equipa que na próxima temporada voltará a ser orientada pelo português António Conceição

Pateiro mais perto do Rio Ave (ACT)

... volta a dizer A Bola de ontem. O Rio Ave «apresentou uma proposta mais próxima do que o médio pretende, pelo que os vila-condenses estão mais perto de ganhar a corrida a V. de Setúbal e Académica».
ACTualizo: ... mas O Jogo diz que o negócio está dificil. E, em alternativa, fala nestes dois jogadores:  Luís Carlos, do Belenenses, e José Luís, do Fão, constam da lista de potenciais reforços para as alas.

Paulo Bento e João Tomás

Em A Bola de ontem: «O João fez uma temporada de grande eficácia no Rio Ave, mas há mais critérios para ser convocado, além dos golos que marcam ou não marcam».

(o meu comentário: no caso de Postiga é mais o critério que «não marcam»...)

Rafinha e Gilmar confirmados

O médio Rafinha e o avançado Gilmar são oficialmente jogadores do Rio Ave.

A dúvida, agora, é se vão ficar no plantel ou se vão rodar.

PS - Gilmar custou 50 mil euros ao Rio Ave?

(plantel actualizado)

Os nossos 10 melhores golos na Liga Zon Sagres - 6º lugar

João Tomás em Paços de Ferreira.


JPM: execução perfeita, em posição já de alguma dificuldade.

Balanço final 2010/2011 - 28

As vitórias, os empates, as derrotas.


Igual número de vitórias e derrotas, 13 e 10 empates. O que mais vimos acontecer foram vitórias em casa, 9.






19.6.11

Rafinha é jogador do Rio Ave

... e já assinou, diz O Jogo de hoje, depois de na semana passada todos os jornais terem confirmado o nome (até o JVC).

PS - falta a divulgação oficial, mas neste caso parece-me atrasada.

Os nossos 10 melhores golos na Liga Zon Sagres - 7º lugar

Bruno Gama, contra a Naval na Figueira.




JPM: este é um daqueles golos que um jogador põe no portfolio dos melhores da sua carreira. Bruno Gama ainda vai marcar muitos, mas este é um daqueles que não esquecerá.

Balanço final 2010/2011 - 27

Todos os jogos da temporada 2010-2011.

36 no total das 3 competições em que estivemos envolvidos. 20 em casa, 16 fora.

Jeferson e Fábio Faria

Jeferson: lembram-se desta notícia? O Record de ontem diz que o jogador deve ficar em Vila do Conde.
Fábio Faria deixa a porta aberta a um regresso a Vila do Conde, já que jogar no Benfica está difícil.

(com Jeferson, Gaspar, Fábio Faria e Eder teríamos um centro da defesa de grande qualidade; há apenas um detalhe que não é desportivo: a vinda de Faria poderia atrasar a progressão pública de Jeferson, um jogador em que o Rio Ave muito apostou para uma venda, provavelmente, na próxima época). 

Quem quer uma camisola roxa do Rio Ave???

A partir de 20 euros.

18.6.11

Os nossos 10 melhores golos na Liga Zon Sagres - 8º lugar

Zé Gomes ao Braga em casa.


JPM: o que mais gosto neste golo é perceber que o Zé não desaprendeu. E que uma das suas principais características como jogador, a coragem a atacar, não desapareceu!

Balanço final 2010/2011 - 26

A Taça da Liga

Foi uma participação muito curta, apenas 2 jogos. Apesar do prometedor empate a zero no Estoril, empatámos em casa com golos, atirando-nos para fora da competição. Braga fez o nosso único golo, Wires viu um vermelho directo.

Bruno Gama: sim, mas? (ACT)

Bruno Gama em O Jogo de hoje: «"O Rio Ave exerceu o direito de opção, mas ainda não assinei", disse, sem revelar o nome dos clubes interessados no seu concurso. "Vou esperar para ver"»


Penso que isto significa que, accionado o direito de opção, se Gama sair, o Rio Ave terá de receber uma indemnização (o que não é rigorosamente a mesma coisa que escrevi em tempos)

ACTualizo a 19/6/2011: «O extremo, um dos craques em evidência na excelente campanha protagonizada pela equipa de Vila do Conde, figura na lista de potenciais reforços do Panathinaikos, formação orientada por Jesualdo Ferreira»

Análise à Direcção

Fechamos o balanço nominal da época 2010-2011 com uma referência aos responsáveis pelas decisões (depois de termos analisado jogadores e equipa técnica)

JPM: o que é que se pede aos responsáveis por uma equipa profissional de futebol? Que criem condições para a equipa ganhar mais vezes do que perder e que tomem boas decisões. Se o balanço da época é positivo, naturalmente que a Direcção também contribuiu para isso. Dotou a equipa de bons jogadores (aqueles que, dentro do possível, o treinador foi pedindo), garantiu os ordenados e os prémios, manteve a serenidade quando as coisas estavam mais complicadas e até acompanhou a equipa quando esta pediu estágios (despesa-extra). O único elemento negativo numa época, ao nível do dirigismo do futebol, positiva, foi a questão da UEFA.
GIL: Olhando em redor, o Rio Ave Futebol Clube parece quase um oásis. As notícias de problemas com salários em atraso, rescisões, indefinições, passam-nos ao lado. O Rio Ave é um clube apetecível para qualquer jogador. Cumpre e promove os seus atletas, dá-lhes estabilidade. O mérito deste mar tranquilo tem um rosto e um nome, o do actual presidente. Não há direcções perfeitas e esta não o é. Mas é a nossa e no plano desportivo tem procurado não falhar com quem tem de apresentar os resultados. O balanço é assim positivo.

Balanço final: positivo.

17.6.11

Mais do plantel para a próxima época

O JVC é o jornal melhor informado sobre o futebol do Rio Ave (é o que dá mais notícias).
Da edição desta semana, destaco isto:
- regressa Ricardo Martins;
- poderão ser contratados um ou dois jogadores para o meio campo;
- Fábio Felício poderá sair;
- Cícero poderá sair «se entrarem dois novos pontas de lança»;
- O mesmo (a saída) poderá acontecer com Saulo;
- «sendo possivel a contratação de Renato (ex-Sporting, ex-Moreirense);
- há outros contratados mas que sendo jovens poderão ser emprestados: Rafael (ex-Mirandela) e Gilmar (ex-Ribeirão), os quais foram indicados pelos olheiros do Clube, Quim Vitorino e Hermógenes;

Alguns comentários:
- excelente notícia, a do regresso de RM; espero que seja para ficar;
- dois novos pontas de lança??? Surpreendente!
- Saulo já saiu, porque acabou o contrato; poderá renovar?
- Renato é Renato Santos! Mas já é nosso jogador...
- Rafael é o tal Rafinha, ex-Chaves?
- Gilmar sempre está contratado;

A descida do futsal - análise final (ACT)

Analisados os vários factores que nos dizem respeito (treinadores, jogadores antigos reforços e directores), aqui fica uma análise final: a segunda participação do Rio Ave na primeira divisão voltou a resultar mal. Uma época marcada por erros e várias lesões (mas as lesões não explicam tudo o que aconteceu e não me parece que consigamos tirar ilações para o futuro, de modo a não repetir os mesmos erros, se pensarmos que foi só azar).
(precisamos de jogadores como Jaime para dar raça e combatividade à próxima época)

O que desejo, como grande adepto do futsal, é que a equipa se apresente forte para subir de divisão. Uma equipa necessariamente diferente da que tivemos este ano, treinada por Raul Moreira, a quem dei nota positiva pelo trabalho realizado.
Na primeira ou na segunda, lá estarei no Pavilhão, para apoiar a nossa equipa.

ACTualizo com o que li no JVC desta semana: «A saída do treinador Paulo Morim, numa altura em que tudo ainda estava ao alcance da equipa, não deveria ter tido sequência com a entrega da liderança àqueles que eram os seus adjuntos. A contratação de Raul Moreira peca por tardia (...) a equipa melhorou, mostrou-se mais coesa na defesa e mais forte no ataque». Na mesma linha do que foi a minha análise.

O caso Wesllem e o futuro

Wesllem foi um jogador que veio para o Rio Ave depois de uma época cheia de golos no Leça, da terceira divisão.
As expectativas, baseadas nesses créditos, eram muitas, mas em Vila do Conde pouco ou nada fez porque também poucas ou nenhumas oportunidades teve.
Por isso, baseado nesse caso, fico um pouco de pé atrás quando ouço falar de contratações em divisões inferiores (Rafinha, Gilmar, Tiago Costa, etc).
Não é mais do que isto, uma certa dúvida, mas sabemos que Brito (ao contrário de Eusébio, por exemplo) não é homem para 'apostar no escuro' - e um jogador de uma divisão inferior, mesmo da Orangina, representa sempre, em doses mais ou menos variáveis, um tiro incerto.
Daí esperar para ver - se esses jogadores sempre vêm, se vão ficar no plantel e se vão ter oportunidades.

PS - como se percebe não estou a pôr em causa o valor dos atletas citados, apenas - se se confirmar - algum divórcio entre contratar e não aproveitar.

As férias estão a acabar

Entre as equipas não comprometidas com as competições internacionais, o Beira-mar e o Marítimo são as primeiras a arrancar (27 de Junho), seguidas por Rio Ave (02 de Julho), União de Leiria, Paços de Ferreira, Gil Vicente e Olhanense (04) e Vitória de Setúbal (07).

Os nossos 10 melhores golos na Liga Zon Sagres - 9º lugar

Tomás ao Benfica na Luz.
(por limitações técnicas não o conseguimos mostrar em ecrã completo)

Um contra-ataque perfeito conduzido por Mendes na direita a assistir Tomás que finaliza no coração da área.


(JPM: Eis um bom exemplo do que Mendes pode e sabe fazer; só precisa de mais oportunidades para o mostrar)

Bruno Gama pode ficar?

Seria uma boa notícia (é o mais forte candidato a ganhar o o 3º Rei do Ave...) mas não acredito - ficará suficientemente motivado?

Balanço final 2010/2011 - 25


Taça de Portugal - substituições


Carlos Brito esgotou sempre as substituições. Com excepção de uma ao intervalo, foram sempre feitas na segunda parte, a maioria entre o minuto 76 e 85.


Análise a Carlos Brito

JPM: como aspectos negativos registo, por um lado, que alguns dos reforços não trouxeram à equipa aquilo que míster esperava e todos desejávamos (Felício, Saulo, Milhazes) e, por outro, a dificuldade em aposta em Braga (quando Braga entrou tivemos outro Rio Ave!). Como aspectos positivos, destaco a consistência, a maturidade e a tranquilidade que o nosso treinador sempre apresentou, mesmo quando estava em 'dificuldades'. E os resultados finais, apesar da eliminação precoce da Taça da Liga. Claro que gostava que houvesse mais aposta em jovens (sobretudo da nossa formação) ou que o Rio Ave se apresentasse na casa dos 'grandes' com outra capacidade para discutir os resultados, mas no essencial o balanço é positivo: conseguimos a manutenção e até sonhámos com a Europa...

Gil: a pergunta surgiu muitas vezes na cabeça de muita gente durante a época: está Carlos Brito acomodado ao lugar de treinador do Rio Ave? Lutar pela permanência, ter uma época tranquila parece contentar o nosso timoneiro. Mas não!, e isso disse-o Gaspar na nossa tertúlia deste ano: Brito quis a Europa, quis 43 pontos no final da época. O calculismo de quem é o treinador com mais jogos de 1ª Liga impõe dois discursos, um para a equipa outro para fora. Não foram tudo rosas este ano, tivemos uma primeira volta sofrível, houve quem pedisse a cabeça do treinador, mas tudo terminou serenamente e com a Europa no horizonte até à última jornada. E como tal o balanço é francamente positivo.

Balanço final: positivo.

16.6.11

A descida do futsal: a Direcção

Já analisámos os treinadores e os jogadores (reforços e os que continuaram da época anterior), falta falar de quem toma as decisões.
E a análise não pode ser positiva.
Da escolha do plantel às mudanças dos treinadores várias coisas correram mal - ou seja, houve decisões erradas ao longo da época que ajudaram ao desfecho que ninguém desejava (e que é injusto face aos meios que foram dados à equipa, como o presidente da Direcção várias vezes referiu).

Faltam-me muitos dados e por isso não me vou alongar, mas se o presidente da Direcção reconhece que a saída de Paulo Morim foi precipitada, eu acrescento que a saída de Fernando Melo pecou por tardia. E quem sabe se Raul Moreira, entrando um mês antes, não tem conseguido evitar a descida?

Goba e Diaby vão continuar em Vila do Conde

Lembram-se deles?
«O ponta-de-lança Goba e o médio Diaby Mafla, marfinenses, ambos de 19 anos, vão assinar contrato de formação com o Rio Ave. Já está tudo acertado nesse sentido, faltando apenas a reunião final com o presidente António Silva Campos. Ambos pertencem aos juniores do clube e deixaram Carlos Brito agradado quando treinaram com os seniores»

Os nossos 10 melhores golos na Liga Zon Sagres - 10º lugar

Marcámos 35 golos na Liga Zon Sagres 2010-2011. Foram 35 momentos de alegria, uns mais que outros, uns decisivos, outros nem por isso. Desses 35 golos, destacámos 10 que foram para nós os melhores.
Começamos hoje em contagem decrescente com o 10º melhor, marcado por Yazalde em Olhão na última jornada do campeonato. É um bom passe de João Tomás que desmarca o colega para uma finalização perfeita


(além disso é o único golo de Yazalde nesta lista; é um momento de muito boa finalização, num jogador que ainda peca um pouco nessa questão [JPM])

Rafinha (Rafael), médio-ofensivo, é reforço... (ACT)

diz o Record de hoje (duas épocas).
«No emblema transmontano, Rafael Langiani apontou 2 golos em 23 jogos oficiais. Os azul-grenã pretendiam a sua continuidade, mas já foram informados da investida vila-condense e não têm forma de evitar a perda da grande figura do seu meio-campo, dado que Rafinha atuou pelo Chaves a título de empréstimo, tal como havia ocorrido na época anterior, quando alinhou pelo Maria da Fonte».
(a confirmar-se, Rafinha/Rafael vem para um lugar onde já estão Braga, Tarantini e Vítor Gomes. Ou seja, para a ponta mais adiantada do meio campo)

PS - O Record também diz que João Faria e Feliz, ex-Ribeirão, poderão ser reforços. De João Faria já se falou em tempos, é central e internacional sub20;  Feliz é extremo, tem 22 anos e formou-se no VdGuimarães. Com Gilmar, seriam três do Ribeirão. E mais Ricardo Martins...)

ACTualizo a 18/6: O Jogo confirma o nome; só falta a informação oficial. A Bola tambem refere a contratação

Balanço final 2010/2011 - 24


Os golos da Taça de Portugal.



11 marcados para 4 sofridos. Marcámos mais na 1ª parte, sofremos mais na 2ª.

Balanço final individual: 10 positivos e 11 negativos

De 19 de Maio a 15 de Junho, todos os jogadores do Rio Ave FC estiveram em análise individual.
Assim divididos (nos casos em que não há consenso, cada um dos editores do blogue escolheu a classificação entre positivo, neutro e negativo; os dois casos mais extremados são Éder e Zé Gomes):

Positivos:
Braga
Bruno Gama
Gaspar
Jeferson
João Tomás
Lionn
Paulo Santos
Tiago Pinto
Wires
Yazalde

Positivo/negativo:
Éder
Zé Gomes

Neutro/positivo:
Tarantini

Neutros:
André Dias
Bruno China
Felgueiras
Júlio Alves

Negativo/neutro:
Ricardo Chaves

Negativos:
Cícero
Felicio
Felipe Alberto
Mendes
Milhazes
Ricardo Fernandes
Saulo
Sidnei
Trigueira
Vítor Gomes

(há 13 jogadores que podemos considerar que tiveram uma época positiva, dez inequívocos e mais três. É pouco? É muito? Uma coisa é certa, 11 negativos parece-me bastante)

15.6.11

A descida do futsal: a restante equipa

Depois da análise dos treinadores e dos reforços, eis a restante equipa:
Marcelo e Luciano: estiveram sempre na sombra de Alex. Quando chamados nunca comprometeram.
Renato Pontes: não foi uma época muito positiva, sobretudo porque teve poucas oportunidades para jogar; Com Melo, sobretudo, nunca foi primeira opção.
Ricardo Santos: foi o que mais brilhou, pelos golos que marcou. Nota positiva; acabou a época de uma forma mais discreta;

Filipe Libório: foi, dos jogadores 'antigos', dos que mais jogou. Discreto quase toda a época, mas sempre esforçado . Comparo-o a Tarantini, no futebol.
Jaime: entre lesões e falta de confiança das equipas técnicas, passou quase toda a época sem jogar. E quando entrou acusou alguma falta de confiança. Do nosso capitão esperamos sempre mais, até porque ele já nos habituou a mais. Terá sido das épocas mais fracas de Jaime em Vila do Conde.
(dos restantes, César, Ivo, Bruno Miguel e Bruno 'Chumbada', não vi o suficiente para poder emitir uma opinião minimamente justa)
(em resumo: só Ricardo Santos esteve bem e só Filipe Libório foi aposta consistente; Jaime e Renato não tiveram a época que desejevam e que nós necessitávamos; os restantes pouco ou nada jogaram, nomeadamente Ivo)

Futsal: afinal o milagre... (ACT+CORR)

... será possível?
«O Instituto D. João V, semifinalista do playoff da 1.ª Divisão, vai abandonar o futsal. O estabelecimento de ensino do Louriçal tomou esta decisão, que inclui a formação, devido à falta de apoios (...) Recorde-se que há outros emblemas da 1.ª Divisão a equacionar o futuro, nomeadamente Freixieiro e FJ Antunes

(O Record diz que o Vitória dos SL Olivais pode ser beneficiado, mas se ficou atrás do Rio Ave, não seremos nós os beneficiados?)

ACTualizo com o que dizem os regulamentos das provas oficiais (futsal, ponto 5102.6): as vagas eventualmente existentes nos campeonatos nacionais da I e II divisões serão ocupadas, desde que comunicadas à FPF até à realização dos sorteios respectivos, pelas equipas melhor classificadas, da divisão imediatamente inferior, que não tenham sido automaticamente promovidas.
Ou seja, de acordo uma interpretação mais directa, poucas ou nenhumas hipóteses, para nós ou para os de Olivais. CORR: O Record fala no SL Olivais, também de Lisboa, que ficou em 3º lugar da série b da 2ª divisão (e que já esteve na 1ª divisão); o lapso foi meu e peço desculpa.

Pateiro, lembram-se?

Não assinou pelo Rio Ave (ainda?) e A Bola diz hoje que poderá ir para a Coimbra.

E por falar em movimentações do mercado que tenham alguma coisa a ver connosco, Terroso poderá ir para o Beira Mar (cedido pelo Benfica?) e Jorge Humberto jogará na próxima época no Varzim.

Júlio Alves no Mundial de Sub20

Aí está a notícia que se esperava/desejava: Júlio Alves vai estar por Portugal no Mundial de Sub20.

(Renato Santos não vai ter a mesma sorte)

Gilmar: apenas falta uma reunião (ACT)

O Record de hoje responde à nossa interrogação de ontem: afinal é apenas um problema de agenda que tem impedido que as partes (jogador, empresário, Rio Ave) se encontrem para pôr o contrato preto-no-branco. Portanto, dentro de dias teremos novidades.

ACtualizo: o zerozero, que está sempre bem informado, garante que é do Rio Ave!
(volto à mesma questão: Gilmar é avançado e não vamos ficar certamente com três; Gilmar ou Cícero saem? Como Gilmar não chega ao Rio Ave a custo zero, o que significa algum investimento, será Cícero o 'sacrificado'? Curiosamente são dois jogadores, tanto quanto me é dado observar, com as mesmas características físicas em campo; e já agora, por coincidência, se não estou enganado, com o mesmo empresário...)

Balanço final 2010/2011 - 23

Os números totais dos jogadores na Taça de Portugal.

Destaco:
- Jeferson e Tiago Pinto foram os únicos totalistas em minutos;
- Trigueira fez o seu único jogo completo;
- Yazalde foi o melhor marcador.

(Análise a todos os jogadores) - Zé Gomes

Gil: vontade e raça, entrega. Exemplar a forma como o Zé encara os jogos apesar de ser evidente que já lhe falta velocidade. Pode não ter sido a sua melhor época, mas até deu para marcar um golo ao Braga em casa. Ainda terá mais para dar? Pelos atributos mentais, sim.
JPM: Não foi nem de perto nem de longe a melhor época de Zé Gomes em Vila do Conde. Em alguns jogos esteve mesmo mal, o que não costumava acontecer. Faltou velocidade mas sobretudo força? Provavelmente. Quando Lionn entrou, viu-se a diferença. Ainda assim defendi a sua renovação, pelo simbolismo. E porque se o Zé mantiver a mesma atitude de sempre em campo, nas oportunidades que tiver, o Rio Ave pode beneficiar com isso.

Apreciação final: Negativo/Positivo.

14.6.11

A descida do futsal: os reforços

Depois da análise dos três treinadores, agora os reforços:
O Rio Ave apresentou-se na nova época com, basicamente, a mesma equipa que subiu, mais cinco reforços, todos ex-Alpendorada. Depois, em Janeiro, veio Hugo 'Ramada'.
Um a um:
- Alex: o melhor de todos, foi decisivo em vários que ganhámos e noutros que, mesmo assim, perdemos. Curiosamente, foi raro o jogo em que não teve de receber, pelo menos uma vez, assistência médica. Mas fez quase todos os jogos.
- Mide: a grande decepção. É certo que houve a lesão, mas antes e depois nunca foi o Mide de que tanto se esperava;
- Lipa: não fez a diferença; de um reforço esperava-se mais.
- Camarão: o melhor defesa do Rio Ave; podia ter sido mais aproveitado;
- Teixeira: passou quase toda a época lesionado, com mais do que um problema. Tanto azar só podia dar nisto: não se viu;
- Hugo Ramada: bom jogador, fez a diferença num ou noutro jogo. Nota positiva, apesar de não ter sido mais aproveitado (sobretudo já com Raul Moreira).
Em resumo: só um foi incontestável (Alex), dois mostraram valor (Hugo e Camarão) e três desiludiram (em menor ou maior grau, Lipa, Teixeira e Mide).
Em seis reforços, só ter três é pouco.

Futebol de praia - é agora? (ACT)

Os nossos amigos rioavistas já tinham dado por ela, mas continuamos sem saber alguma coisa do lado do Rio Ave. Via site do Varzim ficámos a saber que «a 2ª edição do Circuito Nacional de Futebol de Praia (...) passará a ser constituída por duas séries, Norte e Sul. O Varzim estará incluído na Série Norte, juntamente com o Rio Ave, a União de Leiria, a Naval 1º de Maio, o Vitória de Guimarães e o Leixões. Na Série Sul estarão incluídas as equipas do Sporting, Benfica, Setúbal, Belenenses, Estoril e Nacional da Madeira. Cada série será composta por seis equipas, das quais duas serão qualificadas para a Final-Four que apurará o Campeão Nacional. As restantes equipas disputarão a Taça Fair-Play. A 1ª fase da Série Norte decorrerá nos dias 1, 2 e 3 de Julho na Praia das Caxinas, sob organização do Rio Ave. No mesmo período terá também início a Série Sul, em Carcavelos. Quanto à Final-Four e a Taça Fair-Play, ambas as provas disputar-se-ão na Praia das Caxinas, nos dias 15, 16 e 17 de Julho».

Ou seja, muito futebol de praia em Jullho em Vila do Conde.
Com o Rio Ave?

(Acho que sendo nós o Rio Ave FUTEBOL Clube, deviamos ter todo o tipo de variantes do futebol, incluindo, claro, a de praia. Já houve algumas tentativas, que não correram bem. Veremos se é agora)

ACtualizo a 16 de Junho: a confirmação oficial chegou (mais vale tarde do que nunca)

O que se passa com Gilmar?

A propósito disto, lembrei-me que Bola continua a dar Gilmar, ex-Ribeirão, como reforço.
E O Jogo, há um mês, já anunciara quatro anos de contrato. Mais, o presidente da Direcção do Rio Ave já confirmara essa contratação em Fevereiro (!) e o próprio jogador, em A Bola, uns dias depois afirmou «Lutei muito para chegar aqui e será uma honra vestir aquela camisola» (a nossa).
Duas notas:
- ou Gilmar será anunciado em breve...;
- ou Brito não conta com ele e será emprestado [como o  presidente do Ribeirão disse que «é uma transferência rentável para o Ribeirão», o empréstimo pode, à partida, não ser o melhor negócio, mas cá estaremos para ver]

À procura de um avançado? (ACT)

O Record de hoje diz que o Rio Ave anda à procura de um avançado, de um nº 9, um homem de área.
A ser verdadeira a informação do Record, muito me admira.
É que além de João-Rei-Tomás, o Clube já confirmou Cícero. E se Cícero quase não jogou na época passada, que espaço haverá para mais um avançado de área, o terceiro?
Outra coisa diferente é procurar extremos!

ACtualizo com a informação de A Bola de hoje, e que pode explicar a perplexidade: Cícero pode sair (para algum clube da Liga Orangina?). Fábio Felício também é referido nessa notícia, mas essa informação tem mais de uma semana.

[Ainda em A Bola de hoje: Ricardo Chaves pode ir para Chipre]

Balanço final 2010/2011 - 22


A Taça de Portugal.

Quatro jogos com uma curiosidade: defrontámos 3 equipas que subiram de divisão. Vencemos as 3. A única que nos derrotou perdeu o título de campeão nacional. Ora toma!


(Análise a todos os jogadores) - Yazalde

Gil: uma época inteira a jogar nas alas. Defendo que Yazalde rende mais num esquema de 4-4-2 a jogar mais próximo do ponta de lança. A adaptação correu de forma razoável. Recordo um bom cruzamento de Yazalde para o golo do empate a 3 em Setúbal, por exemplo. A Yazalde às vezes parece que falta alguma coordenação e capacidade de arranque em velocidade, mas é um talento que ainda pode evoluir porque tem muito potencial.
JPM: Se o prisma da avalição for apenas o que fez nesta época, sem mais nada, temos que admitir que foi positivo mas sem deslumbrar. Mas não podemos esquecer que Yazalde não é extremo (nem tem características para tal?). Portanto, por ter sido uma adaptação, mais o valoriza. Marcou alguns golos, deu outros a marcar e com uma ou outra quebra esteve sempre motivado.

Apreciação final: Positivo.

13.6.11

A descida do futsal: três treinadores (o bom e o mau)

Como prometido, aqui fica o primeiro de vários textos sobre a descida da equipa de fusal.
Comecemos pelos três treinadores.
- Paulo Morim pareceu a escolha lógica no regresso à primeira divisão, mas saiu cedo de mais. Ainda  hoje não se conhecem todos os pormenores que ditaram a sua saída, mas é curioso que tenha acontecido depois de um jogo que não orientou (por estar castigado). Ainda assim, terá as suas responsabilidades, quer na escolha dos reforços quer pelos maus resultados nessas primeiras jornadas;
- Fernando Melo foi o treinador que fez mais jogos, mas isso não lhe permitiu fazer melhor do que o seu antecessor. Deixou o Rio Ave no mesmo lugar e saiu sem glória. Deveria ter saído antes, porque se é certo que houve um ou outro resultado bom, no geral esteve sempre abaixo.
- Raul Moreira é o menos culpado. Falhou o milagre, é verdade, mas não era legítimo pedir mais. A AMSAC era mesmo melhor e o Freixeiro tinha muito mais pontos. E a verdade é que conseguiu adiar a descida de divisão até ao limite do possível.
Assim sendo, nota negativa para Fernando Melo, nota neutra (mas a pender ligeiramente para o negativo) para Paulo Morim e nota positiva para Raul Moreira.

(amanhã: os reforços)

Eusébio e os 10 milhões de euros (ACT)

«Se esta Direcção [do Rio Ave] entendeu que criar activos na formação não era a melhor estratégia, há que respeitar. Mas essa aposta também faz parte da saúde financeira actual: pelo que se escreveu são mais de 10 milhões de euros. Portanto, se quiserem dizer que o Eusébio deu milhões a ganhar ao Rio Ave ... é verdade», diz João Eusébio numa entrevista de duas páginas em A Bola de hoje (os nomes em causa são Fábio Coentrão, Fábio Faria, Vítor Gomes, Ricardo Martins, Alípio, Tiago Terroso e ainda Sílvio e Miguel Lopes)

(ACTualizo com o meu comentário: se os 20% de Coentrão ainda existissem, fossem na íntegra para o Rio Ave e valessem 6 milhões, podia chegar-se perto dos 9 ou 10, com Fábio Faria, Alipio, Sílvio e Miguel Lopes. Mas a realidade é bem diferente e estas cinco transferências ficam-se, tanto quanto se sabe, pela metade - o que continua a ser muito dinheiro. Isso não retira mérito a João Eusébio e à direcção de Paulo de Carvalho, que Eusébio também destaca na entrevista. Como treinador de campo não obteve os resultados desejados, mas como formador de jogadores merece o nosso respeito e admiração. E eu, tal como muitos outros rioavistas, tenho pena que essa sua capacidade não seja mais aproveitada pelo Rio Ave).

Sobre o trabalho de Miguel Ribeiro

A 1 de Junho perguntava quais as responsabilidades [de director-geral do Rio Ave] no departamento de futebol; estará a preparar a época futebolística? Ou será menos futebol e mais «a perspectiva executiva e operativa ligado ao Departamento Administrativo e Financeiro»?

Neste momento penso já ter mais dados para uma resposta: independentemente de poder envolver-se numa ou noutra contratação, num ou noutro contacto na área futebolística, não foi para tratar de futebol que Miguel Ribeiro foi contratado, mas para, como dizia o JVC desta semana, ser o «novo responsável do Clube no Departamento Administrativo e Financeiro, sector em que o Clube só tem três funcionários».
Tanto quanto se sabe, no Varzim e no Marítimo Miguel Ribeiro esteve sobretudo ligado ao futebol, mas em Vila do Conde será pelos vistos diferente. Até porque, justiça seja feita, a promessa eleitoral do presidente do Rio Ave não falava em director desportivo mas em «Delegação de competências [na área da gestão] num profissional com experiência e provas dadas que abranja todas as áreas e departamentos do Clube»


PS - uma nota curiosa e meramente informativa (ou seja, sem qualquer segunda intenção, até porque, como sabem, a diversidade de opiniões, de cores e de pensamentos é fundamental para mim): extra-actividade profissional, Miguel Ribeiro é o aguerrido líder do PSD em Joane, Famalicão.

Júlio Alves - alguma contrariedade?

As semanas passam e o negócio da venda de Júlio Alves ao Atlético de Madrid não é anunciado.
Terá havido alguma contrariedade?
Ou estão apenas à espera da convocatória para o próximo Campeonato do Mundo de Sub20?

Yazalde desejado, mas...

... tanto quanto tem vindo a público,o Braga tem outras ideias para Yazalde (que, até, nem passam por Braga, mas o envolver em algum negócio). Mesmo assim, pedir não custa....

Mais um clube a reduzir o orçamento.

E muito, em Leiria!
«o orçamento vai ser reduzido e que o tecto para todo o futebol é de dois milhões de euros»

Afinal não será Eusébio...

... o próximo treinador do Varzim.
Rui Quinta (ex- Penafiel e ex-GilVicente) vai tentar levar os nossos vizinhos ao lugar onde merecem estar...

(e por falar em treinadores de Vila do Conde, de treinadores que já treinaram ou vão treinar o Rio Ave, Daniel Ramos vai tentar subir a Naval).

Balanço final 2010/2011 - 21

Recolhemos todas as informações individuais dos jogadores durante a liga Zon Sagres 2010/2011 neste ficheiro.

Para visualizar ou mesmo guardar.

(Análise a todos os jogadores) - Wires Punjab-Maldisposto

Gil: do 'Punjab' espera-se sempre muito: luta, entrega, vontade, espírito de sacríficio, força, motivação. Resumindo, alma e coração e uns quantos amarelos. Wires foi um bocado de tudo isso, apesar de eu achar que esteve um pouco inconsistente. Mesmo assim, cumpriu.
JPM: Não foi a melhor época de Wires em Vila do Conde, porque, na verdade, nunca o vimos muito bem. Apenas bem (sinal disso, ganhou apenas uma vez o rei do ave semanal, no Nacional). É pouco? Queremos sempre mais de Wires e de todos os nossos jogadores. E Wires pode dar mais. Acho que acusou a companhia de Bruno China, um jogador muito diferente daqueles a que costuma estar habituado no miolo. E faltou a explosão do remate.
Apreciação final: Positivo.

12.6.11

Os 95 milhões do orçamento do FC Porto

Veremos em breve qual será o orçamento do Rio Ave para a próxima época, mas não ultrapassará, certamente, o que foi nesta (cerca de 4 milhões). Já o do FC Porto será de 95 milhões!
É certo que há a Liga dos Campeões, mas ao nível doméstico parece-me um grande desfasamento, uma desproporção gigantesca.
É isso que nos vai impedir de ganhar? Claro que não. Como a notícia diz, «Os números portistas espreitam os três dígitos, mas ficam muito aquém dos dos colossos europeus [Real Madrid: 450 milhões; Barcelona: 428 milhões; Manchester City: 370 milhões]». E isso não impediu o FC Porto de fazer uma carreira muito melhor do que clubes gastaram muito mais.

O Rio Ave na exposição sobre os anos 60

Abriu ontem no Centro de Memória uma curiosa exposição sobre os anos 60 em Vila do Conde.
E o Rio Ave, que nessa altura ganhava em fervor o que não tinha em projecção nacional, lá está em destaque:
Excelente iniciativa, que todos os vilacondenses deveriam ver.

Agora os extremos?

Resolvidos alguns dos problemas na parte mais recuada do terreno (ainda falta um guarda-redes, definir quem será o segundo defesa-esquerdo e o quarto central), em breve teremos notícias do sector ofensivo, onde faltam extremos. E se não está a ser fácil encontrar elementos de qualidade pelo dinheiro que o Rio Ave tem para oferecer, talvez Saulo volte a ser hipótese.

Futsal: a descida de divisão

Nos próximos dias farei análises mais detalhadas da época de futsal, mas para já fica o registo da descida de divisão (apesar da vitória ontem, frente à outra equipa que também desce)
Não houve surpresa, porque sempre se percebeu que só um milagre possibilitaria a manutenção, mas é preciso reconhecer que a equipa, no playoff, deu mais luta do que a que se esperaria. Conseguir adiar até à penúltima jornada o inevitável é meritório (recordo-me de que aqui ter dito que seriam provavelmente dois jogos).
A derrota no primeiro jogo frente à AMSAC foi decisivo, porque nos pôs a depender de outros - neste caso do Freixieiro, que teve alguns sustos mas acabou, por força dos pontos conquistados na primeira fase, por conseguir a manutenção.

O Rio Ave volta à segunda divisão, depois de uma experiência que se pode classificar como muito negativa a vários níveis (três treinadores, múltiplas e longas lesões) e que foi disfarçada porque desde o início duas equipas (Alpendurada e Mogadouro) ocuparam os lugares de descida.

Zé Gomes renova

Zé Gomes vai fazer mais uma época em Vila do Conde - provavelmente a última.
«Estou muito satisfeito com este acordo. Ficar no Rio Ave era a minha vontade expressa. O facto de termos chegado a um entendimento mostra que o meu trabalho em prol da equipa é reconhecido”, concluiu Zé Gomes»; «A continuidade do jogador Zé Gomes é vista como muito positiva para Rio Ave Futebol Clube, uma vez que se trata de um atleta natural de Vila do Conde e uma peça chave no equilíbrio do balneário vilacondense»

PS - como o Record lembra, o castigo de Tiago Costa é uma oportunidade para o Zé.

(Análise a todos os jogadores) - Vítor Gomes

Gil: muito condicionado por uma lesão grave, o Vítor debateu-se com dificuldades para se afirrmar e encontrar o seu espaço. É um jogador valoroso, apesar de tudo. Acho que precisa de ser motivado e de procurar em si mesmo força interior para finalmente assumir como certeza a promessa que ainda é.
JPM: Não foi nem de perto nem de longe a época que desejava e que os rioavistas perspectivavam (foi, mesmo, uma época pra esquecer). Além da lesão, raramente encontrou lugar no onze. Aliás, com Wires, Tarantini e Braga, Vítor Gomes vai continuar a ter dificuldades. Quando entrou, sobretudo como suplente, deu ar um da sua graça, mas pareceu acusar a situação.
Apreciação final: Negativo.