30.4.11

Brito convocou todos os disponíveis para Aveiro

Vão 22:
Guarda-redes: Trigueira, Mário Felgueiras e Paulo Santos.

Defesas: Gaspar, Jeferson, Tiago Pinto, Zé Gomes, Milhazes, Éder e Lionn.
Médios: Ricardo Chaves, Júlio Alves, Tarantini, Vitor Gomes, Braga, Wires e Fábio Felício.
Avançados: Bruno Gama, João Tomás, Sidnei, Cícero e Yazalde.

Notas:
- só não vão os três lesionados (China, Mendes e Ricardo Fernandes) e Saulo, castigado.
- quatro vão ficar na bancada, mas Brito está a dar um sinal de união para o grupo;

Hora do jogo com o Benfica?

Só saberemos na próxima semana.
Mas como o Benfica joga na quinta-feira, é provável que seja na segunda à noite. Ou mais tarde?

Vamos jogar com o Benfica

... depois da segunda mão das meias finais da Liga Europa.
Fisicamente não podia ser melhor!
Esperemos que ajude.
Mas primeiro temos de ganhar amanhã em Aveiro

29.4.11

Wires já renovou! (ACT)

diz o JVC desta semana.
(foto A Bola)

ACtualizo a 30/4: A Bola de hoje não o confirma: «Éder Monteiro, Wires e Saulo poderão ser os próximos a resolver o seu futuro. O trio está bem colocado para permanecer em Vila do Conde, ainda que o princípio de acordo não se traduza na oficialização do vínculo»


PS - por falar em JVC: «embora com convites diversos, vindos mesmo do estrangeiro, está praticamente acordado que [Carlos Brito] continuará como treinador da equipa vilacondense na próxima época».
Se o JVC o diz...

Brito e a Europa

«Temos a consciência de que se fizermos um bom resultado [em Aveiro] estamos nessa discussão [Taça da Liga].

PS: «O Rio Ave FC é a terceira equipa com menos golos sofridos, só tem o FC Porto e SL Benfica em melhor lugar. Claro que quem defende melhor tem menos probabilidade de perder, no entanto este não é o único factor que dita bons resultados. Obviamente é sempre um dado benéfico perceber que em nove jogos sofremos dois golos, um em Braga e outro em Paços de Ferreira. Não foi a defesa que melhorou, o que eu entendo é que a equipa melhorou defensivamente, são questões distintas»

Ordenados - uma realidade tão distante

Não há nenhum jogador de equipas portuguesas nos 100 mais bem pagos do mundo, mas, se pensarmos que Sálvio ganha 2,5 milhões por ano (uma parte paga pelo Atlético de Madrid), que Hulk recebe 1,2 milhões, Maniche 960 mil euros e Alan 540 por época no Braga (para referir os mais bem pagos dos quatro maiores clubes portugueses, fonte JN) vemos como estamos noutro planeta e como a competição, por vezes, parece desigual.
Num Clube como o Rio Ave o que ganha Salvio pagava toda a época de salários aos jogadores.
Num Clube como o Rio Ave, 5 mil euros é um bom ordenado, embora haja dois ou três jogadores a ganhar bastante mais (e vários, mesmo dos titulares, a ganhar menos!).
Os bons jogadores são, por regra mais caros, mas os seus ordenados não são o único critério para vencer mais vezes.
E por isso o futebol é um desporto emocionante.

Onze sem alterações para domingo?

O Record diz que sim, que serão os mesmos, com o regresso de Gaspar (e o 24º onze diferente esta época).
Eu acho que não.

João Tomás ou Bruno Gama...

... qual deles vai ganhar o Rei do Ave?
Não.
Qual deles vai ver primeiro o amarelo que o deixará de fora no próximo jogo?
(e, provavelmente, isso será suficiente para decidir o Rei do Ave!)

PS - espero que nenhum veja esse amarelo e que a coisa se decida com os dois em campo, até ao fim!

A sorte de Ricardo Chaves (ACT)

... é não se chamar Bruno China!
«Ricardo Chaves, que em Janeiro foi sujeito a cirurgia, trabalhou integrado, mostrando que a recuperação está quase concluída»

(ACTualizo: A Bola corrigiu, como era normal, mas apenas cerca de duas horas depois; e sem qualquer referência à própria correcção, como fazemos por exemplo aqui no Reis do Ave, quando nos enganamos, por respeito aos leitores;  

Mobilização para Aveiro

É impressão minha ou a Direcção não quis apostar numa mobilização geral para Aveiro?

28.4.11

O Clube dos 20% (Sílvio) (ACT)

Depois dos 20% de Fábio Coentrão, que renderam milhares e podiam valer milhões, há agora os 20% de Sílvio (o Rio Ave tem direito a 20% da venda do jogador).

A dúvida é se desse dinheiro não teremos de indemnizar empresário ou Odivelas, pelo que uma coisa é pensar em 20% de, por exemplo, seis ou oito milhões de euros, outra é pensar em 200 ou 300 mil euros (ainda assim, será provável que o Rio Ave receba mais pelos 20% do que pelos restantes 80%...).

(ACT) PS - se o negócio se concretizar, é mais uma verba que entra no Rio Ave com algum mérito para João Eusébio. Como treinador não teve resultados aceitáveis, mas soube - e já o disse mais do que uma vez - lançar jogadores cujas vendas fizeram o Rio Ave viver nestes anos (Brito tem resultados, mas para lançar um jogador novo pensa primeiro cinco vezes; as duas coisas não são conciliáveis?).

Ricardo Nascimento logo na Linear

Aquele que é, para mim, um dos ídolos da história recente do Rio Ave, Ricardo Nascimento, está hoje na Linear, para mais uma entrevista (18-19h).
(Eis a pergunta que eu gostaria de fazer ao Ricardo Nascimento: ainda há possibilidade de voltar a jogar pelo Rio Ave?????)

«um projecto ainda mais credível e que promova de melhor forma a sustentação»

Além da notícia da renovação, penso que faz sentido perguntar o que significa isto :«(...) para sustentar um projecto ainda mais credível e que promova de melhor forma a sustentação do clube no principal patamar do futebol português»?
- que o Rio Ave continuará a lutar apenas pela manutenção?
- que irá rever os seus objectivos, com mais ambição?
- Brito assina por dois anos, porque lhe vão dar mais condições ao nível do plantel?

Brito 'fechado'

Se mais cedo perguntava...
«Carlos Brito já não foge ao Rio Ave. O acordo com o presidente António Silva Campos já está alcançado, estando consagrado um vínculo do treinador ao emblema de Vila do Conde válido por duas épocas».

O meu comentário:
- é o desfecho lógico e esperado pela maior parte dos rioavistas; por mim também;
- sinto que Brito, apesar dos 20 anos de ligação ao Rio Ave, não é um treinador muito popular; muito por culpa do sua maneira de ser. Mas como ele dizia recentemente não está interessado em deixar de ser como é para agradar; respeitemo-lo portanto;
- apesar de ser um desfecho natural, não foi 'pacífico'; Brito começou por negar as negociações, quando elas já decorriam, depois apareceu o Cluj e só agora se fecharam os detalhes;
- o Cluj oferecia mais dinheiro a Brito, que poderia lutar por um título de campeão pela primeira vez na sua vida; outras questões fizeram-no ficar, ainda por cima numa altura em que há necessidade, pelo menos por cá, de fazer alguns cortes, apostando mais em objectivos;
- para terminar: com Brito sabemos o que podemos esperar, já o conhecemos bem e não há surpresas. Nem boas nem más. É um treinador consistente, coerente e competente. Há quem não goste, mas os números falam por si.
-ACTualizo com uma pergunta: se forem realmente dois anos, é a primeira vez, em tantos contratos, que Brito o faz?

O símbolo mudou de lugar

(é por causa do elevador...)

27.4.11

Não há notícias sobre a renovação de Brito?

(O Record de hoje diz que Brito vai dar uma resposta no início da próxima semana e que será positiva para o Rio Ave, depois de uma longa reunião entre Brito e ASC ontem)

Não havia futebol no fim de semana?

Ai é? Não é isso que deita abaixo um rioavista
Rio Ave sempre! (mesmo entornado...)

Sílvio no Atlético de Madrid

Ainda temos alguma coisa para ganhar com este negócio?

Terroso assina pelo Benfica (ACT)

está confirmada a notícia.

Alguns comentários:
- Terroso merece, é sem dúvida bom jogador;
- provavelmente não jogará, pelo menos para já, no Benfica, mas sai muito valorizado desta contratação;
- Carlos Brito errou em nunca ter dado a oportunidade que Terroso merecia (não se acerta sempre e Brito, neste capítulo falhou; e é não agora que o digo, como sabem)
- um dia escrevi que Terroso voltará ao Rio Ave e será o nosso capitão;
Um abraço Tiago!

(ACT: o Rio Ave tem certamente a receber [muito pouco] pelos direitos de formação do jogador)

E ninguém se magoou?

«O Rio Ave saiu vencedor esta quarta-feira de manhã em jogo particular disputado em Santo Tirso, por 3-2, com contributos de Júlio Alves e Cícero, tendo este bisado. O triunfo vilacondense selou-se na primeira parte com vantagem de 3-1, período no qual a equipa de Carlos Brito mostrou futebol mais envolvente e veloz»

Brito no Expresso

de sábado passado:
«A [recuperação] de [1996-]1997 tornou-se um 'mito urbano' em Vila do Conde. De último, condenado ao fim da primeira volta, à salvação no final. Esta época não será tão épica, mas a forma como voltou a superar as derrotas iniciais para acabar na luta pela Europa, diz muito de como é feito o 'barro tático' das equipas pequenas. Mesclando luta com fintas, Gaspar, o central nas alturas, os dribles de Gama e os golos do balzaquiano João Tomás, o onze de Brito voltou a desenhar a recuperação da época» (Luís Freitas Lobo, 24/4/11)

Lionn valia bem 80 mil euros

Se não temos dinheiro, não podemos pensar nisso, mas Lionn - acho eu - valia bem o investimento.
«O V.Guimarães tem um acordo para a transferência do lateral-direito Lionn para o Cluj. O brasileiro vai jogar no campeão da Roménia, num negócio que permite ao clube encaixar 80 mil euros, valor reduzido mas que ganha algum relevo pelo facto de se tratar de um jogador que em três anos no Minho foi utilizado apenas em 13 desafios»
Assim sendo:
- precisamos de um defesa-direito (ou, melhor, de dois, se Zé Gomes não continuar, mas Geraldes pode ser esse jogador);
- Lionn foi um bom elemento, que valorizou a equipa e que ajudou a dar mais qualidade (só foi pena aquela gripe);
- não vai ser fácil encontrar um tão bom como ele (e com um ordenado tão acessível)

Gaspar viu longe?

«O central foi dos primeiros a prever o envolvimento da equipa na discussão dos lugares de acesso às provas da UEFA... Ainda que se tenha limitado a estar atento a um detalhe que está habituado a respeitar na assinatura dos vários contratos da sua carreira: a inclusão de uma cláusula referente à qualificação para este nível de competições»

Um final de campeonato mais fácil para o Nacional? (ACT)

«Ao Nacional, falta defrontar Naval 1.º de Maio (fora), Olhanense (casa) e Beira Mar (fora). Já o Rio Ave, defronta, sucessivamente, Beira Mar (fora), Benfica (casa) e Olhanense (fora). Parece, pois, de acessível concretização o objectivo dos alvinegros».

ACtualizado a 28/4: «À entrada para a ronda, os alvinegros estão no 7.º lugar, em parceria com o Rio Ave (6.º), cada qual com 34 pontos, e apenas dependem de si próprios para preencherem a vaga em aberto no acesso na Liga Europa. Refira-se que embora nesta fase o Nacional surja em desvantagem com o Rio Ave, tal se explica porque no decorrer da prova o “goal-average” constitui o primeiro factor de desempate, sendo superior o vilacondense: 31-28 contra 24-29. Todavia, quando a prova termina, o desemapte faz-se pelos resultados entre as duas equipas e aí o Nacional está na frente: duas vitórias, ambas por 1-0»

Paulo Santos, um dos cinco

«Rui Patrício (Sporting), Paulo Santos (Rio Ave), Rui Rego (Beira-Mar), Bruno Veríssimo (Olhanense) e Ventura (Portimonense) são os guarda-redes portugueses titulares na Liga. Cinco num total de 16 equipas»

26.4.11

Ricardo Fernandes: azar, azar, azar...

Primeiro foi o certificado internacional, que lhe fez perder metade da segunda volta.
Depois Brito deixou-o ficar de fora e só foi convocado uma vez (para Braga).
Agora lesionou-se («a lesão muscular na coxa» de que fala o site não costuma ser coisa para se resolver numa ou duas semanas).
Como faltam três jornadas, não teremos oportunidade de ver Ricardo Fernandes em acção?

PS - o futuro é uma incógnita. Haverá lugar para ele? Não está minimamente em causa o valor do jogador (e Brito, justamente, elogia-o muito), mas com Jeferson, Gaspar e Éder, mais João Faria, Fernandes terá lugar?

Gaspar operacional para Aveiro

Está recuperado.
E havia dúvidas???

FC Porto pede 7 milhões pelo passe de Miguel Lopes

... diz A Bola.
O Miguel está em Espanha, onde tem feito uma boa época. O Bétis quereria comprar o seu passe, mas sete milhões???? (o jogador valorizou-se mais em Vila do Conde do que no Dragão; vendemos muito barato, é o que é...).

PS - ainda temos 50% do passe de Miguel Lopes?

Mais uma vez, João Ferreira «muito cobiçado»

O nosso João Ferreira, no Fão, volta a ser notícia, basicamente a mesma notícia de há 20 dias (também em A Bola...)

Ricardo Martins e André Dias no plantel da próxima época

A Bola de ontem garante que Ricardo Martins fará parte do plantel para a próxima época enquanto O Jogo diz que André Dias assinará contrato  profissional, ficando a ideia de que poderá estar na equipa principal (e não nos juniores ou ser emprestado).

O meu comentário: para mim não é surpresa, mas fico muito satisfeito. Relativamente ao defesa-esquerdo, apesar de fazer parte da equipa, nesta época, apenas treinou. Na próxima temporada será diferente? Será ele o segundo defesa-esquerdo? Gostaria que assim fosse, mas parece-me muita fruta para os gostos de Brito.

PS - segunda versão do plantel para 2011-12

Futsal: balanço da primeira fase

26 jogos, apenas sete vitórias (e, destas, quatro têm um 'valor' diferente, porque foram contra Alpendorada e Mogadouro, que perderam todos os jogos). Ou seja, APENAS três vitórias 'a sério', conseguidas no tempo de Fernando Melo;
- Paulo Morim fez nove jogos, Melo 19 [o jogo nº 9, o último, nos Olivais, foi feito com Morim castigado e Melo a comandar a equipa];
- O Rio Ave não ganhou uma única vez fora (se tirarmos Alpendorada e Mogadouro) nem sequer empatou; os dois empates (com o Modicus e o Belenenses) foram em Vila do Conde.
- Morim, em nove jogos, fez cinco fora e quatro em casa (derrotas com o Instituto D. João V, Sporting, Fundão e Freixeiro). Apenas ganhou em Mogadouro; nos quatro jogos em casa, empatou com o Modicus, perdeu com o Instituto e com o Sporting e foi a Mogadouro;
- Melo, em 19, tem as tais seis vitórias (três mais três);
O que é que estes números significam? Que foi uma primeira fase de grande desilusão, em que podiamos e deviamos ter feito mais (perdemos os quatro jogos com os nossos adversários mais directos, AMSAC e Vitória de Oliveias);
- O Modicus, que subiu connosco, fez um campeonato brilhante;
(foto AVL)
Agora é preciso ganhar todos os jogos (sobretudo ao AMSAC, que nos venceu duas vezes, mas isso não chega, se não ganharmos ao Vitória de Olivais e ao Freixieiro) e andar de calculadora na mão, até ao fim.

Um tiro no escuro...

(ampliar para ver melhor o detalhe; foto AVL)

No bom caminho para repetir 2003-2004

O Rio Ave é nesta altura umas das 5 equipas com goal average positivo.

Faltam 3 jogos e a possibilidade de voltar a terminar uma época com mais golos marcados que sofridos é alta. Isso aconteceu apenas uma vez, em 2003-2004. Carlos Brito era treinador e Evandro marcou 15 golos. Actualmente o treinador é o mesmo e João Tomás, o melhor marcador, também tem 15 golos.

Aprender com os erros dos outros?

Sobre a segunda participação do Paços de Ferreira na UEFA (2009/2010) e esta opinião:
«Não tínhamos ideia do que nos poderia calhar em sorteio, mas queríamos gastar o menos possível. Do mal o menos, pois os 70.000 euros que vamos gastar com a ida à Moldávia é cerca de metade do que gastaríamos se fôssemos ao Cazaquistão», conformou-se Fernando Sequeira, em declarações à Agência Lusa»; "Fernando Sequeira levanta ainda outras questões financeiras caso o Paços elimine os moldavos. «O interesse da competição em termos financeiros será a fase de grupos, mas isso é tudo relativo, pois ninguém nos garante que em caso de vitória na eliminatória não tenhamos de jogar ainda mais longe e gastar ainda mais», disse. O Paços de Ferreira espera ser ressarcido parcialmente pela participação europeia, contando nomeadamente com uma boa receita na segunda mão frente ao Zimbru Chisinau, que será em casa do V. Guimarães, para «minimizar os gastos»" (...) Lamentamos que assim seja, pois não há contrapartidas e isso pode ser um desastre para o Paços. Vamos tentar minorar a situação e fazer o melhor possível»

Esmiuçando uma "informação"...

... que passou despercebida.
«ASC não confirmou a hipótese de João Tomás assinar por dois anos e ficar, no segundo, como director desportivo do Rio Ave»

O meu comentário:
- a ser verdade, isto está confirmado;
- continuaremos mais um ano sem essa função;
- acredito que JT seria capaz de desempenhar bem a função;
- o mais importante é que João Tomás continue a jogar e a marcar!

24.4.11

João Faria, ex-Ribeirão, reforço?

O Jogo diz que sim. «Representado pela Gestifute, do empresário FIFA Jorge Mendes, que esta época ajudou o Rio Ave a elevar significativamente a qualidade do seu plantel; João Faria já não escapa, até porque o próprio jogador de 20 anos encara a equipa vila-condense como uma excelente montra para se exibir no escalão máximo, rumo a futuros voos mais elevados. Um contrato de longa duração é o que está previsto para o defesa»
(a noticia já não é completamente nova)
 
PS - Ricardo Fernandes não continua (com Gaspar, Jeferson e Éder não sobra mais ninguém)?

«Brito para fechar esta semana»

... diz A Bola.
A direcção não pretende adiar por muito tempo esta decisão, diz também o jornal.

PS - que acrescenta: o Rio Ave tem de baixo de olho um guarda-redes e um lateral direito «com elevada experiência de Liga principal». Isso significa que Lionn não fica?

(Futsal) E depois do adeus?

acabou a fase regular (com uma esperada derrota frente ao Benfica, ainda assim por números menos pesados).
agora é em busca do milagre... além dos esperados Vitória de Olivais e AMSAC, juntou-se na última jornada o Freixieiro (sempre é mais perto para ir ver os jogos).
O Rio Ave precisa de ganhar os jogos todos. Mas, não sendo possível, de ganhar o máximo de jogos!

PS - O Benfica pode ser grande, mas se ser grande é isto, então mais vale ser pequeno

A revista do Rio Ave

É - e muito bem - uma instituição e já está disponível aos sócios mais uma edição da Rio Ave Magazine (desta vez com o subtítulo «A vontade de vencer»), respeitante à época 2009/2010. Para guardar e reler sempre, porque tem dados e curiosidades que qualquer rioavista gosta de ler.

PS - a revista sai com muito atraso e sobre isso não me pronuncio; já se compreende menos bem que, saindo agora, haja coisas como por exemplo esta, na entrevista a ASC: «Apesar de estarmos ainda a alguns meses de distância, em Novembro terão lugar eleições directivas. Já reflectiu sobre uma possível recandidatura?» Entretanto passou quase meio ano (e seria desejável eliminar questões como esta)

23.4.11

Trigueira renova? (ACT: mas é emprestado)

A notícia não é propriamente nova, mas agora tem mais pormenores: «A proposta de renovação por duas épocas foi apresentada e, ao que tudo indica, o guarda-redes deverá aceitar». A notícia anterior dizia que assinaria e seria emprestado, esta nada refere.

O meu comentário:
- se é para ser emprestado já será menos surpreendente. Mas a verdade é que Brito não fará uma avaliação positiva do guarda-redes (duas épocas na 1ª Liga e zero minutos). E para ele o melhor seria recomeçar a carreira (quase) do zero. Por isso será sempre surpreendente esta notícia.

Actualizo com a notícia de A bola de hoje: renova por dois anos, mas no próximo deve jogar na Liga Orangina.

Ainda a renovação de Brito.

Não foi apenas A Bola de ontem que revelou o interesse do campeão da Roménia em contratar Brito. O Jogo também de ontem escrevia que «o presidente e o director-desportivo do clube romeno, Luliu Muresan e Razvan Zamfin, respectivamente, deslocaram-se a Portugal para fazer uma abordagem personalizada ao treinador do Rio Ave» e que Brito é o preferido, aparecendo depois Paulo Sérgio, ex-Sporting.

O meu comentário:
- duas notícias, no mesmo sentido, no mesmo dia, não podem ser coincidência. E mostram que alguma coisa se passa ou existe. Que Brito está de partida? Teremos de aguardar. Até porque, também ontem, o Record dizia que Brito e o Rio Ave tinham tudo tratado para renovar. Agitações de mercado??? Provavelmente, não deixem é atrasar o processo.

Gaspar é o próximo

a renovar, diz o Record de ontem.

(Gaspar está totalmente identificado com o Rio Ave - os seus filhos jogam nas camadas jovens do nosso Clube - fez mais uma época muito positiva e a única é se por uma ou duas épocas!)

Yazalde de regresso a Braga?

Terá sido uma boa época para Yazalde?
Uma época suficiente para regressar a Braga?
A esta última pergunta não sou eu que sei responder.
Mas é legítimo pensar que Yazalde desejaria ter feito mais e melhor.
Foi quase sempre titular, é verdade, mas raramente no lugar de que gosta.
Brito adaptou-o a extremo e, longe de desiludir, não foi - ao longo da temporada - aquele jogador que desejaríamos.
Ainda assim esteve globalmente melhor do que Bruno Gama, que é um extremo-nato, e em alguns jogos até foi decisivo.
E é justo reconhecer que Yazalde evoluiu bastante. Já começa a parecer um extremo, a fazer bons cruzamentos.
Mas talvez voltar a ser ponta de lança seja o objectivo de Yazalde.
E em Vila do Conde...

22.4.11

Rio Ave perde 2-0 em Santa Maria da Feira

«O Feirense venceu esta manhã o primo-divisionário Rio Ave por duas bolas a zero com um bis do avançado Carlos Fonseca»

O fim de semana alargado começou mais cedo?

É por isto que Brito ainda não renovou?

À espera de um contrato melhor?
«O campeão e actual 9.º classificado do campeonato da Roménia até já sondou o técnico sobre a sua disponibilidade para assumir um novo projecto, aquele que seria o seu primeiro desafio fora de Portugal»

O meu comentário:
1) Brito tem todo o direito de procurar mais e melhor;
2) O Rio Ave quer renovar com Brito mas não pode esperar indefinidamente;
3) Deve ser dado um prazo, até para evitar surpresas;
4) E espero que a Direcção saiba manter a cabeça fria, sem entrar em loucuras...

21.4.11

1 de Maio, 9h, campo de treinos do Rio Ave FC

Começa nesse momento e nesse local a fase de apuramento de subida de divisão dos iniciados.
Jogo frente ao Freamunde.
O resto do calendário já está definido:
08/05/2011-Paços de Ferreira/Rio Ave 10h (Sintético/Campo de Treinos do Paços de Ferreira)

15/05/2011-Porto/ Rio Ave
22/05/2011-Freamunde / Rio Ave
29/05/2011-Rio Ave / Paços de Ferreira
05/06/2011-Rio Ave / Porto
(foto: Rumo à subida)

Ou seja, começamos e terminamos em Vila do Conde; Só o primeiro lugar interessa, ou o segundo, se o primeiro for do FC Porto (que não pode subir, por já ter uma equipa nos nacionais).
Eu vou lá estar!

Steua de Bucareste e Júlio Alves?

A Bola de hoje diz que um olheiro do Steaua de Bucareste esteve domingo no Estádio para observar Júlio Alves.
O que é que isto tem de anormal, para além de não ter tido quase nada para ver?
É que, se não estou enganado, Júlio Alves já está comprometido para as próximas épocas... e não é com o Rio Ave!
Das três, uma:
- ou estou enganado;
- ou os de Bucareste estão enganados;
- ou  A Bola está enganada

Jogo amanhã em Santa Maria da Feira

O Rio Ave volta a encontrar o Feirense, desta vez em jogo-treino.

PS 1 - vai dar para Brito ver Bamba, o médio que esteve para vir para Vila do Conde e que nos trocou pelo Feirense (e que é o melhor jogador deles)
PS 2 - é o regresso três anos depois?

Sobre o trabalho da formação

Parabéns Rio Ave, parabéns Francisco Costa
«O Rio Ave Futebol Clube vai integrar a "Visita de Estudo", evento organizado pela UEFA que vai decorrer entre os dias 25 e 28 de Abril, na Ucrânia, um dos paises organizadores do Campeonato da Europa de 2012. A iniciativa envolve aqueles que foram considerados os oito melhores Clubes ao nível da formação. A escolha das equipas englobadas no projecto foi realizada pela Federação Portuguesa de Futebol. (...) "Quando iniciei o trabalho faltavam três equipas no patamar máximo e neste momento somente os Iniciados ainda não o conseguiram. A verdade é que subiram primeiros os Infantis e depois os Juvenis. Os Iniciados estão agora muito perto de chegar ao nível máximo. Após os Iniciados subirem ao Campeonato Nacional julgo ser importante avançar para a meta seguinte: melhorar as infra-estruturas. A Direcção está sensibilizada e empenhada em atingir melhores níveis no que diz respeito às condições físicas. Estamos no caminho do sucesso»

(Mais) um espaço onde se escreve sobre o Rio Ave

Nunca são demais os espaços onde se fala do nosso Clube e por isso saudamos os jovens vilacondenses que escrevem sobre o Rio Ave no Lusofans.

20.4.11

Próximas renovações (Wires)

Com Tomás e Braga ok, haverá outras novidades em breve.
Paulo Santos e Gaspar deverão continuar.
Bruno Gama é outro caso que me parece pacífico.
Já relativamente a Wires José de Sousa é possíevl dizer duas ou três coisas:
- sem ser má, esta não foi a época que Wires, individualmente desejaria (a anterior foi melhor);
- Wires é um jogador em que Brito aposta e com o qual conta (sobretudo pela polivalência);
- Wires, ao longo das quatro épocas em que está em Vila do Conde, tem dignificado a nossa camisola e tem sido um elemento de valor;
- Wires desejará mais para a sua carreira do que o Rio Ave?; é normal;
Eu gostava de o ver pelo menos mais uma época por cá! (muito mais se Zé e Vítor Gomes não continuarem; Wires será o mais antigo no plantel!)

Milhazes = 24º onze diferente?

Se Brito concordar com Milhazes, isso terá imediatamente uma consequência: frente ao Beira Mar será o 24º onze diferente (Milhazes nunca jogou com Braga e Braga vai jogar)

6º ou 7º?

Na página da Liga, o Rio Ave é sexto, em A Bola também, mas no MaisFutebol e no Record é 7º.

A explicação é esta: se o critério for o número de golos marcados e sofridos, estamos em 6º; se forem os jogos entre Nacional e o Rio Ave, passamos para 7º (o Nacional ganhou os dois jogos).

Segundo os regulamentos da LPFP, e para efeitos de desempate entre equipas com o mesmo número de pontos, o confronto directo apenas será tido em conta no final da competição. Até lá, os critérios de desempate são os seguintes: melhor diferença de golos, mais vitórias e mais golos marcados na competição»; qualquer duvida, esclarecer aqui. Mas a ideia é esta: no final, se o Nacional ficar com os mesmos pontos do Rio Ave, ficaremos sempre atrás deles)

Os mais velhos não têm direito a descansar!

Eu já tinha dito que eles são como o vinho do Porto - quanto mais velho, melhor (e mais valioso).
E eles provam-no em campo.
Qual é o jogador com mais minutos jogados na Liga?
Tomás, 2303.
A seguir?
Algum jovem de vinte e poucos anos?
Não.
Gaspar, 2160
Só depois aparece o jovem Tarantini, com 2072!

(assistimos nesta equipa do Rio Ave a uma mudança de paradigma: habitualmente os jogadores mais velhos iam sendo libertados, a pouco e pouco, dos principais compromissos, tipo Nuno Gomes e muitos outros; no Rio Ave quanto mais velho mais se trabalha!)

Tomás não confirma renovação?

Ao Record, Tomás não dá a renovação como adquirida.

(se ASC falou não temos razões para duvidar, até porque, algumas horas depois, a mesma notícia foi repetida via Lusa, mas seria bom pôr preto no branco...)

Wesllem

Se não estou enganado, Wesllem já não é jogador do Rio Ave, depois da saída para o Penafiel [não tenho a certeza, e corrigirei se for caso disso].
Não está a ser uma época muito feliz, com apenas um golo no campeonato, depois da má experiência em Vila do Conde (foi o jogador que mais vezes ficou como 19º, a que se juntam mais cinco vezes em que não foi convocado. Em 30 jornadas, 13 não foi à relva e só uma vez foi titular).
Seja ou não jogador do Rio Ave, um regresso estará fora de hipótese.
Como sempre, desejo-lhe as maiores felicidades.

Houve futebol ontem à tarde em Vila do Conde????

«A seleção nacional de sub-19 estreou-se com um empate 1-1 frente à Espanha, no jogo inaugural do 29.º Torneio Internacional do Porto em futebol, disputado no estádio do Rio Ave». André Dias foi titular.

PS - tenho evitado falar no «site» (nomeadamente porque a maior parte das vezes essas opiniões são mal interpretadas e porque ele tem melhorado na informação regular), mas agora tenho de dizer duas coisas: se há uma selecção portuguesa que joga no nosso Estádio, os rioavistas devem ser informados previamente pelo «site» do Clube. Até como forma, se puderem, de irem apoiar essa selecção, onde, ainda por cima, há um jogador do seu Clube. Este é outro exemplo; tirei o panfleto do estádio para o reproduzir aqui.

10 de Maio de 2011

72º aniversário
(será muito cedo para anunciar uma comissão que prepare convenientemente as comemorações do 75º aniversário?)

A estatística depois da 27ª

- Tomás leva 19 pontos de vantagem sobre Bruno Gama; um deles vai ser o (segundo) Rei do Ave. 19 pontos ainda está dentro daquilo que é a pontuação normal de um jogo (entre 25 e 30 pontos), pelo que tudo pode acontecer; Tomás ganhou em sete jornadas, Gama em cinco; Curiosamente, Tomás está em primeiro desde a quinta jornada e Gama foi o primeiro a comandar, mas só por uma semana [só outro jogador comandou, Saulo, entre as terceira e quarta;
- aumentou a diferença entre golos marcados e sofridos:
- Gama fez 27 jogos e soma 1991 minutos; Tarantini, Tomás e Gaspar têm menos jogos mas estão acima dos dois mil minutos
(estes e outros números actualizados aqui)

19.4.11

Braga assina por duas épocas (ACT)

Já que entrámos (e bem) na fase das renovações, aqui vai mais uma que todos os rioavistas aplaudem fortemente: Braga.
E por duas épocas.

(ACTualizado: a notícia foi confirmada pela Lusa, através de uma fonte próxima do clube»

Gaspar não cai

Como o próximo jogo é só dia 1, teremos Gaspar!

Ainda temos 20% do passe de Sílvio?

Notícias como esta reavivam uma eventual ligação de Sílvio ao Rio Ave.
Vendemos tudo ou ainda há qualquer coisa para negociar?

ASC: UEFA e Brito

Além da novidade sobre João Tomás, ASC falou em mais dois assuntos na TSF:
- se a equipa chegar aos lugares da Liga Europa, o Rio Ave assumirá a presença nessa prova;
- a renovação com Brito está apenas dependente de detalhes;

(o meu comentário:
- sobre a UEFA: o que eu penso é isto; a Direcção pensa de forma diferente; Vamos em frente Rio Ave!
- sobre Brito:  como é óbvio, o que Brito vem dizendo não faz sentido; assim tem mais lógica)

João Tomás renova por mais uma época (ACT)

... acaba de anunciar ASC na TSF!
É uma excelente notícia!
Com mais uma época, lá se vai o recorde de Armando Fati...

ACtualizo: ASC não confirmou a hipótese de João Tomás assinar por dois anos e ficar, no segundo, como director desportivo do Rio Ave. Apenas um e como jogador.

Miguel Ribeiro, o ex-director desportivo

Se é verdade, como consta, que Miguel Ribeiro já estava a preparar a próxima época do Rio Ave, alguma coisa se passou para deitar tudo por água abaixo. E não foi a notícia, a notícia apenas precipitou, neste caso negativamente, esse divórcio.

Sobre a equipa de iniciados

A equipa de iniciados do Rio Ave fez um campeonato brilhante e terminou a primeira fase do seu campeonato em primeiro lugar («Devo lembrar aos nossos guerreiros que ainda não ganhámos nada, apenas demos continuidade a uma boa série de vitórias, mas são estas vitórias que dão moral, transmitem confiança e consolidam o grupo enquanto tal em todos os aspectos temos que ser humildes, disciplinados, inteligentes, sempre prontos para ultrapassar barreiras. Por tudo isto só posso dizer que temos muito orgulho nos nossos "GUERREIROS").

Agora vem aí a segunda fase, com mais três adversários.
Espero poder assistir a alguns jogos, para os apoiar, que merecem (e também merecem o nosso aplauso, que poderia ser dado no intervalo do jogo com o Benfica).

PS - fiz esta sugestão no 12º jogador da Linear, onde substituí, esta semana, Carlos Costa.

Outro Braga

Há um ano já andávamos aqui no blogue a pedir a contratação de um médio criativo. Vieram Braga e Felício mas Brito apostou em Tarantini. Infelizmente, Vítor Gomes também não foi a alternativa que se desejava. Com Braga tudo mudou, mas sem Braga o Rio Ave é muito mais fraco.
Precisamos de renovar com Braga mas precisamos de outro elemento com as mesmas características na equipa da próxima época, outro Ricardo Nascimento.

PS - Felício é uma carta fora do baralho, certo?

Mendes lá para Outubro?

Era mesmo grave a lesão de Mendes.
Provavelmente vai perder a pré-época, mas estará em forma quando o Rio Ave precisar dele.

Yazalde é o rei da semana

Ganhou por um ponto a Milhazes.
39 contra 38 do defesa.
Em terceiro, o rei e o seu princípe, com os mesmos 35 pontos.
Depois aparecem Paulo Santos  e Wires, com 33.
Gama, com 27, perdeu cinco pontos para Tomás.
Sem surpresa, Vítor Gomes é o titular menos pontuado, mas os seus 25 pontos são mais do que os 21 de Saulo.

PS - é a terceira vez, em 27 jornadas, que Yazalde é o melhor.

José Luís, médio, Fão, é reforço?

A Bola de ontem diz que sim, que o Rio Ave e o Leiria disputam o jogador, «figura de proa do Fão nesta temporada»

PS - em Fão estão Bruno Novo, o guarda-redes João e... Fábio Coentrão! (além de ex-juniores como Edu, Luís Marques ou Quim Ferreira, entre outros)

[a partir de agora não vão faltar nomes a circular nos jornais, a maior parte deles promovidos pelos próprios empresários; mas nem por isso devemos deixar de estar atentos]

18.4.11

Geraldes...

... decisivo ontem na vitória do Chaves;

Marcou o primeiro golo.

Milhazes não quer voltar ao banco

Em 27 jornadas, Milhazes fez oito a titular e 19 a suplente, na bancada ou não convocado. Já não jogava desde a 17ª jornada (suplente). O último jogo a titular foi na oitava jornada, frente ao Sporting.
Inspirado pelo golo de ontem, Milhazes cansou-se de ficar sentado: «Melhor regresso era impossível. O técnico pediu-me para aguardar, surgiu agora a oportunidade e creio que agarrei a titularidade. O meu golo foi bonito. Rematei com toda a confiança. Quem me conhece e vê os treinos sabe que não é novidade. Acho que ainda posso dar mais. Na segunda parte quebrei muito porque já não jogava há muito tempo».
PS - a minha aposta continua a ser Tiago Pinto, embora considere que Milhazes tem toda a legitimidade para querer mais. É menos audaz, remate menos, mas é mais consistente (são opiniões, portanto).

[gesto bonito, o de Milhazes, quando marcou o golo, abraçando Vítor Pimenta junto ao banco; são situações que escapam a quem está na bancada, mas que revelam muita coisa]

«Carlos Brito não sabe se fica»

Carlos Brito ontem no final do jogo:
«Seja eu o próximo treinador ou não, tenho a certeza de que Mendes será um elemento muito importante na equipa»

O meu comentário: um tabu? A manutenção está garantida, não se percebe este impasse; ou há coisas que nos escapam?

Números muito estranhos

Posse de bola: 34% (RA), 66% (Naval)
Toques na bola: 320; 624
Recuperações de bola: 61; 68
Passes: 187; 473
Passes certos: 63%; 79%
Cruzamentos: 18; 25
Cantos: 6;10

Só nos remates (13, contra 12 da Naval) e nas faltas cometidas (20 para nós, 9 para eles) tivemos números favoráveis
(fonte: A Bola)

João Tomás, segundo melhor marcador do campeonato?

Hulk é 'de outro mundo', mas ficar à frente de Falcão seria um prémio bonito - e merecido - para Tomás!

Nove jogos, uma derrota

«Nos últimos nove jogos ganhámos sete, empatámos com o Sporting e perdemos com o Braga»

Mendes, trabalhar já para a próxima época?

«Mendes poderá não voltar a jogar esta época pelo Rio Ave. De acordo com a explicação de Carlos Brito, o jovem extremo lesionou-se «com gravidade» no último treino antes da partida com a Naval»

Jogadores na bancada

Literalmente!
(Bruno China e Tiago Pinto, ontem; foto AVL)
Não tenho nada contra ver os nossos jogadores misturados com os rioavistas, quando assistem aos jogos, mas parece-me que, como regra, deveriam estar um pouco mais protegidos, e a bancada dos lugares cativos deveria servir para isso!

Carvalho ontem no Estádio

Carvalho, antigo médio do Rio Ave, esteve ontem no Estádio, para uma evocação.
A apresentação aos sócios, no intervalo, pareceu-me fraquinha (quando olhei para a tribuna, no momento em que se referiram a ele, não vi ninguém, mas pode ter sido falha minha), mas este trabalho está bom [só falta uma coisa, insisto: informação sobre o jogador: em que épocas jogou, quantos jogos fez pelo Rio Ave]

17.4.11

(Naval) Um filme já visto

Hoje, nos Arcos, assistiu-se à reposição de um filme várias vezes visto na primeira volta: um meio campo em grandes dificuldades para construir jogo e o ataque a surgir apenas pelos extremos [ainda por cima, hoje sem Gama, que esteve sempre desinspirado].
O Rio Ave da primeira volta, que tanto nos fez sofrer, sem Braga, é este. Com Braga é outro. Não havia necessidade de voltar a ver o filme, mas se havia dúvidas...
Não sei se Brito viu e se concorda, mas hoje ficou provado que a segunda volta do Rio Ave se deve muito a Braga (que é o único elemento do meio campo que explode, que joga para a frente, que arrisca e que chuta).
Por falar em Brito: não percebo como deixou ficar Vítor Gomes quase 90 minutos em campo, naquele que poderá muito ter sido o pior jogo da sua carreira! Dou nota 2 a Brito por isso, e por não ter apostado mais cedo em Saulo (Gama estava em baixo) e em Júlio Alves. [sem Braga, Felício ñão seria opção para o banco?].
O Rio Ave apenas esteve (muito) bem na defesa e beneficiou de uma Naval um pouco apática, que caiu muito na segunda parte.
Acho que, se pensarmos que o meio campo não teve arte e que o ataque se limitou a Yazalde, até tivemos sorte, no computo geral [Xistra é fraco, como se sabe, mas não teve influência no resultado].

(Naval; um-a-um) O rei e o seu princípe!

Paulo Santos: 3 (cumpriu sempre que chamado; sem sobressaltos)
Lionn: 3 (o amarelo, precoce, podia ter condicionado o resto do jogo e na primeira parte o jogador ainda acusou. Mas na segunda voltou cheio de força; não deu hípóteses a Carlitos)
Jeferson: 4 (grande qualidade em todo o jogo, por vezes, mesmo, algum brilhantismo nas intervenções de recurso; desarma sempre em qualidade; apenas um lapso sem consequências em 90m; o melhor em campo).
Gaspar: 4 (menos exuberante do que o colega, esteve sempre bem)
Milhazes: 3 (o velho Milhazes voltou nas qualidades e defeitos que lhe reconhecemos; nas qualidades o remate e a impetuosidade, que deu frutos em várias antecipações; nos defeitos, os seus cortes fazem-nos suster a respiração...; marcou um golo excelente, mas na primeira parte esteve desaparecido)
Wires: 3 (lutador como sempre, menos acertado, como tem acontecido ultimamente)
Tarantini: 3 (mais uma vez: muito bem a defender; fracote a construir)
Vítor Gomes: 1 (o pior jogo da carreira de Vítor Gomes? Como é possível ter jogado quase 90 minutos sem acertar um passe?)
Bruno Gama: 2 (quase nada saiu bem, só a entrega)
Tomás: 2 (uma ao poste e pouco mais; cansado?)
Yazalde: 4 (o melhor, da defesa para a frente; só ele criou perigo)
Saulo: 1 (desiludiu; o amarelo condicionou?)
Zé Gomes: 1 (sem tempo)
Júlio ALves; 1 (sem tempo)

27j - Naval: mais uma vitória

Mas se não tivéssemos ganho, mérito à Naval. Quando Milhazes marcou aquele excelente golo, pensei que o jogo podia resultar numa goleada a nosso favor ou num belo jogo. Não deu em nenhuma das coisas, mas pelo menos deu num jogo aguerrido e renhido. Mas o mérito é mais da Naval: precisava de ganhar e jogou contra nós com grande desinibição e sempre com a nossa baliza nos olhos, sobretudo na primeira parte. Na segunda mesmo tendo acertado na nossa trave foi uma equipa menos perigosa. Nós não marcámos o ritmo do jogo, nem aproveitámos o contra-ataque, excepção feita a Yazalde que foi sempre o nosso melhor avançado.
O Rio Ave teve um meio-campo completamente perdido, incapaz e improdutivo. Foi por aí que perdemos as rédeas do jogo. Wires esteve razoável, Tarantini esteve à Tarantini, Vítor Gomes uma sombra. E Carlos Brito não via o que era evidente: era preciso mudar o míolo. Vítor Gomes estava tão mal, desanimado e desinspirado que merecia que o treinador o protegesse tirando-o do jogo. Era elementar. O jogador já tinha dado mostras que não era o seu dia, havia que o tirar e dar mais minutos a Julinho, por exemplo. De resto Brito já afirmou que gostava de dar mais minutos a quem jogou menos. Era a oportunidade certa para o fazer. Exceptuando este facto, 3 a Brito. Vitória sem brilhar, mas vitória. Parabéns a Milhazes pelo golo e pelo bom regresso.

Os 3 pontos arrumam de vez com a questão matemática: é impossível descer. Sobre a Europa: somos 6º pelo menos até amanhã...

Contra a Naval, um a um

Paulo Santos - 4, respondeu sempre à altura e evitou com uma defesa para a trave o golo do empate.
Milhazes - 4, que belo golo marcou Milhazes! Um regresso tímido no início do jogo, mas depois esteve intratável ganhando todos os lances defensivos na segunda parte. A atacar não existiu, mas ainda assim pelo belo golo marcado e pela confiança da segunda parte, dou-lhe o voto de melhor em campo.
Gaspar e Jeferson - 4, foram torres gémeas de grande eficácia. Por ali não passava nada.
Lionn- 3, já o vimos mais afoito. O cartão amarelo inibiu-o, mas esteve à altura dos acontecimentos.
Wires - 3, num meio-campo improdutivo foi o mais raçudo e o que melhor cumpriu com a sua missão de não deixar jogar o adversário.
Tarantini - 2, uma exibição à Tarantini, insonsa, com muita entrega mas com pouco sumo.
Vítor Gomes - 1, hoje foi um desastre completo o Vítor, incapaz de pautar o ritmo de jogo, de passar a bola com critério e muito complicativo. Notou-se que baixou demasiado os braços.
Yazalde - 3, no ataque só deu Yazalde. Foi o único capaz de passar pelos defesas adversários, de desequilibrar, de criar algum perigo. Não deu frutos, mas destacou-se claramente.
Tomás - 2, ele bem tentou, marcou até um golo em fora de jogo, acertou num poste, mas não foi uma tarde para Tomás brilhar.
Gama - 2, nada saía bem, foi pouco produtivo, parecia o Tarantini do ataque.
Saulo - 1, um amarelo escusado? Não sei. Saulo está em forma, mas hoje não deu um contributo digno de destaque.
Zé Gomes - 1, só entrou para proteger Lionn, o substituído.
Julinho Alves - 1, nada a assinalar.

Momento para nunca mais esquecer


Porque daqui a muito tempo ainda nos lembraremos do dia 10 de Abril de 2011, decidimos ajudar a perpetuar essa memória.
Além deste novo video, preparado pelo Reis do Ave, com o resumo dos golos e neste aqui há 'tudo o que precisa de saber' sobre a goleada histórica (imagens, artigos de jornal e as opiniões de alguns dos atletas e do treinador), que cada rioavista pode e deve descarregar e guardar.

Para que a memória não se apague.
(e para mais tarde recordar!)

PS - e que inspire os nossos jogadores para o jogo com a Naval!

O que é que Ribeirão tem?

Há uma estreita relação entre o Rio Ave e o Ribeirão, seja porque lhes emprestamos jogadores seja porque eles têm jogadores para nós.
A explicação é simples: eles lá têm a Avenida do Rio Ave.
Obrigado Ribeirão!

16.4.11

Futsal: agora só um milagre?

O Rio Ave, depois da vitória esperada de hoje, e o Vitória de Olivais estão nesta altura a sete pontos do lugar que lhes poderia garantir a manutenção no playout (e que é do AMSAC, com 31 pontos).
Ou seja, mesmo perdendo na próxima jornada (frente ao Sporting), o AMSAC contará com a nossa derrota (frente ao Benfica) e em princípio tudo se manterá na mesma - os tais sete pontos.
Como os pontos passam a metade no playout, vamos andar de calculadora na mão.
O milagre é possível - se os outros falharem e nós formos mesmo muito bons, o que não temos sido até agora.

(Convocados para a Naval) RFernandes continua à espera

Brito chama 19:
Guarda-redes: Mário Felgueiras e Paulo Santos.
Defesas: Gaspar, Jeferson, Zé Gomes, Milhazes, Éder e Lionn.
Médios: Ricardo Chaves, Júlio Alves, Tarantini, Vitor Gomes e Wires.
Avançados: Bruno Gama, João Tomás, Saulo, Sidnei, Cícero e Yazalde

Notas:
- Tiago Pinto e Braga estão de fora por castigo;
- China e Mendes lesionados;
- Sobram Trigueira, Ricardo Fernandes e Felicio (Brito não dá rotatividade, como se percebe).
- Mesmo sem Tiago Pinto, André Dias continua sem ter a sua chamada, como era prevísivel (infelizmente)

«Brito não pensa na renovação»... (ACT)

... diz A Bola de hoje, seguindo aquilo que o mister disse ontem na conferência de imprensa.
Mais estranha parece-me esta frase:
«Não há conversas sobre nada. E não é coisa que seja importante neste momento».
(Espero que seja mesmo assim, e que não outros problemas... [ACTUALIZO, para desenvolver] porque não é nada normal chegar a esta fase e dizer que 'não há conversas sobre nada'; há três ou quatro semanas isso compreendia-se; agora? É importante, claro que é, porque é com base no que Brito está a dizer que começou a ser feita a preparação da época)

Repetir um onze inicial

Pode Carlos Brito repetir amanhã um onze inicial que já tenha usado esta temporada?

Não.

China jogou os primeiros 14 jogos e não pode jogar. Milhazes foi titular da 1ª à 8ª jornada. Chaves e Jeferson alternaram entre si a lateral esquerda e o centro-esquerda da defesa na 9ª e 10ª jornadas. Tiago Pinto da 11ª jornada até à 26ª não falhou um único jogo. Por isso amanhã teremos a 23º equipa inicial diferente de 2010/2011.

E se a estratégia em Paços era limpar cartões, porque não se limpou o de Gama aproveitando o bom momento de Saulo? Sim, Gama até foi substituído por Saulo, mas já estavamos a ganhar 1-2.

15.4.11

«Contar com o ovo no dito cujo da galinha»

«Olhando sobretudo para a primeira volta, onde equipas consideradas como sensação lutam agora para não descer, a experiência diz que não se deve contar com o ovo no dito cujo da galinha».

PS - Europa? «O nosso objectivo é conseguir o maior número de pontos possíveis, mas tendo em conta as jornadas que faltam não se perspectiva facilidades».

E de Molina, lembram-se?

Lembram-se de Molina, jovem defesa-direito que assinou pelo Rio Ave até final da época, mas que está em Ribeirão?
A adaptação não tem sido fácil, como se imagina, e foi titular no passado fim de semana (pela primeira vez?).
O Rio Ave terá proximamente de dizer se quer activar a opção com o jovem jogador ou se passa à história.

Ainda a redução de orçamento para a próxima época

Para uma equipa que tem como objectivo principal a manutenção no campeonato principal, não podemos gastar tanto como temos vindo a gastar [e também não me parece sensato, nestes próximos anos, estar a mudar de objectivos, apontando para os 8 primeiros, por exemplo].
A redução do orçamento é uma medida de bom senso.
Mas problemática.
Essa redução pode fazer-se, na folha salarial, a dois níveis:
- substituição de jogadores que ganham mais por outros que ganhem um pouco menos [sobretudo aqueles que acabam contrato e cuja performance desportiva não esteve à altura];
- redução de salários em novos contratos de renovação. E, aqui, acredito, a porca pode torcer o rabo. Do treinador aos melhores jogadores, quais serão aqueles que estarão disponíveis para receber menos?
[uma coisa é certa e fundamental: a sustentabilidade financeira do Clube não pode ser posta em causa!]

Sobre a investigação do SEF

Porque se trata de um caso que transcende o fenómeno desportivo, não quis comentar de imediato. Eis algumas notas:
- todos nós já vimos grandes investigações que resultaram em nada; não é por o SEF ter aparecido de G3 no Estádio que isso o legitima (pelo contrário, até me parece demasiado aparato);
- tanto quanto percebi, a questão é se a mãe do jovem jogador da Dois Toques trabalhou mesmo para ASC ou se o SEF entendeu que o contrato era fictício (há o caso do ex-jogador do FC Porto, Anderson, muito parecido); [«Inscrevi a mãe no Centro de Emprego, a senhora foi entrevistada e admitida. O SEF não admitiu o pedido e o visto foi impedido e automaticamente a senhora não foi admitida e regressou ao Brasil», diz ASC]
- acredito que tudo se resolverá, mas é óbvio que isto prejudica um pouco a imagem do Clube; ainda assim, e nesse aspecto a minha solidariedade para com os dirigentes que são arguidos no processo, ninguém está livre de um equívoco da justiça, de uma denúncia mal intencionada ou de um erro processual;

PS - Já tenho mais dificuldades em aceitar a parte final do comunicado do Rio Ave: alguém acha que o SEF está atento aos resultados desportivos? O SEF será da Naval??? Não havia necessidade...

14.4.11

«António Silva Campos, presidente do Rio Ave, vai ser constituído arguido num processo de contratos, alegadamente, falsos, celebrados com mães de jogadores menores, oriundos do Brasil.» (ACTx3)

É uma notícia da Rádio Renascença, que nos limitamos para já a reproduzir:
«A sede do clube e da empresa de Silva Campos foram alvo de buscas, na manhã desta quinta-feira, por agentes do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), culminando uma investigação que teve início em 2008. Ouvido pela Renascença, António Silva Campos queixa-se da acção do SEF e explica que não cometeu qualquer ilegalidade.
"Eu na altura precisava de uma cozinheira. Inscrevi a mãe no Centro de Emprego, a senhora foi entrevistada e admitida. O SEF não admitiu o pedido e o visto foi impedido e automaticamente a senhora não foi admitida e regressou ao Brasil. Fico triste, porque o SEF abusou da autoridade que tem", explicou.
António Silva Campos será constituído arguido e só não o foi de imediato,porque não estava em Vila do Conde, esta manhã. Contudo, foram constituídos quatro arguidos no âmbito deste processo, um dos quais o tesoureiro do clube».

ACT: este é um daqueles casos em os sócios do Rio Ave precisam de ser esclarecidos o mais rapidamente possível; esperamos uma reacção atraves do site, nomeadamente.

ACTualizo novamente, já com a desejada reacção do Clube:
«(...) quando se trata de menores estrangeiros, é necessário para a sua inscrição que sejam acompanhados por um dos seus progenitores. Entre esses casos integraram – se os atletas brasileiros Hudson, Rodrigo e Paulo, que acabariam por não ficar no Clube. Mas, na altura em que estiveram, fizeram-se acompanhar pelas suas mães que pretenderam trabalhar numa empresa de António da Sliva Campos, também Presidente do Rio Ave FC. (...)»

ACTualizo: «De acordo com o que foi possível saber, a investigação começou em 2008 e tinha por base a situação laboral de três mães que acompanharam menores que representaram as camadas jovens do Rio Ave. Como se sabe, para um menor jogar na Europa precisa de ter um progenitor no país com contrato de trabalho»

O primeiro esboço da equipa da próxima época

Se contarmos apenas os jogadores do actual plantel com contrato para, pelo menos, a próxima época, e se eu não estou muito enganado, são menos de 10 [China, Cícero, Felício, Jeferson, Júlio Alves, Mendes, Tiago Pinto, Tarantini, Vítor Gomes].
Destes, alguns podem sair [Júlio Alves, Vítor Gomes?], mas devem juntar-se aqueles com quem, tanto quanto veio a público, o Rio Ave quer renovar [Gama, Éder, Gaspar, Tomás, Paulo Santos, Saulo, Wires]. Mais sete.
Finalmente, destes, alguns ainda podem sair [Gama é o mais óbvio, pois renovaria apenas para nos ajudar].
E por falar em sair: serão quantos os que deixam a equipa? [Lionn? Felgueiras, Milhazes? Trigueira? Sidnei? Zé Gomes? Yazalde]
Em resumo, há muito para decidir e para conhecer nas próximas semanas.

NOTA: estas reflexões resultam do que se vai sabendo, do que vem a público e da minha própria avaliação sobre cada jogador. Há erros, como é evidente, muitas dúvidas [Ricardo Fernandes, por exemplo, continua?] e a indefinição típica destes momentos. Há jogadores novos que vão entrar [Gilmar? Tiago Costa?], há jogadores que poderiam continuar mas acabam por sair, outros que regressam [Geraldes? Ricardo Martins?], há jogadores com contrato que podem sair [Felício?] etc, etc. Para quê isto? Para contar com a vossa compreensão e benevolência...

Bruno China completamente recuperado

Vamos lá, míster, convocar o Bruno China num dos quatro jogos que faltam!

PS - China assinou por dois anos; é nosso jogador pró ano.

Os admiráveis números de D. Gaspar e Bruno Gama

Da época passada para esta transitaram 11 jogadores. Dava para fazer uma equipa para Domingo: Trigueira; Chaves, Jeferson, Gaspar e Zé Gomes; Wires, Vítor Gomes e Tarantini; Sidnei, Tomás e Gama.

Juntando todas as competições de 2009/2010 e de 2010/2011, Gaspar participou em 67 jogos e Gama em 72. São os únicos acima dos 65 jogos. Gaspar jogou 6012 minutos (equivale a mais de 4 dias!) e Gama 5658. São os únicos com mais de 5000 minutos.

Bruno Gama foi Vice-Rei do Ave do ano passado e este ano lá continua a 4 jogos do fim do campeonato; Gaspar é o Rei em título e segue em 3º esta temporada. Prémios à parte, os seus números impressionam. São jogadores de uma qualidade e regularidade a toda a prova e têm de cá estar na próxima temporada.

P.S: Se o sheik El-Tomás não tivesse saído a meio do campeonato anterior, acredito que este duo seria antes um triunvirato de luxo!

UEFA = submarinos ou TGV

Agora que está claro que o Rio Ave tem algumas chances de chegar à Liga Europa (não depende de si próprio, porque o Nacional está à frente, mas tudo pode acontecer), acho que faz sentido voltar à questão essencial: temos ou não condições, desportivas mas sobretudo financeiras, para ir à Europa?
Claro que, emocionalmente, isso seria excelente, seria um marco histórico que nunca esqueceríamos, mas é preciso fazer bem as contas - dos gastos directos da deslocação e da própria aposta no plantel, que teria de ser 'reforçado', ou não? Ora isto surge no pior momento!

Até prova em contrário, acho que o Rio Ave ir à UEFA é como Portugal comprar submarinos ou querer o TGV; são espectaculares, mas não temos dinheiro para isso!

PS - imaginando eu que o apuramento para a Liga Europa não é automático e que os clubes têm, a seguir, junto da FPF, de formalizar essa vontade, seria despropositado, se a questão classificativa se vier a pôr, convocar uma Assembleia Geral para discutir prós e contras da opção?

Bilhetes para a Naval: já não me parece tão boa ideia

Não estando, como é óbvio, em causa a legitimidade da direcção para escolher as melhores formas de dinamizar o apoio aos sócios, quer-me parecer que a ideia anunciada para o próximo domingo («O nosso Clube distribuiu ingressos junto das Juntas de Freguesia do concelho de Vila do Conde de forma a que estas possam fazer chegar os bilhetes à população local») não é tão boa como a anterior.
Na do próximo domingo há uma distribuição simples de bilhetes (que se aproxima do 'abrir as portas'), na anterior estávamos a apostar nas crianças e nos jovens, que fariam 'campanha' junto dos pais e irmãos e estaríamos a deixar sementes para o futuro.

O futuro de Lionn no Rio Ave

De Lionn sabe-se que assinou em 2008 um contrato válido por cinco anos com o Vitória de Guimarães.

Também se sabe que Manuel Machado não gosta muito dele, imagina-se que por razões extra-desportivas; por isso, se depender do "Machadês", o Lionn será novamente emprestado (até porque há dois defesas-direitos com contrato para o ano, Alex e Tony).
Resta que ASC faça valer as suas boas relações em Guimarães para termos Lionn mais um ano em Vila do Conde

Evandro: «vou torcer sempre pelo Rio Ave pois é o clube do meu coração»

O nosso Evandro, o eterno Evandro de Santa Maria da Feira ou da super-goleada ao Sporting, é o entrevistado de hoje de Paulo Vidal, no Memórias Vivas da Linear.
Evandro fala do passado (da sua saída do Rio Ave), do presente e do futuro.
às 18h.

13.4.11

O orçamento para a próxima época: redução?

Se há área em que devemos confiar na Direcção é nas contas. Eu confio em que sabem o que estão a fazer.
Mas estou um pouco preocupado com a preparação da próxima época ao nível do orçamento.
A menos que seja feita uma grande venda (os 10 milhões do Vítor...) ou duas de média dimensão (1 milhão cada?), temos de contar com algum aperto em 2011/2012.
Não me admirava se a própria Câmara tivesse de reduzir o subsídio, que é importante, quer para a equipa profissional quer para a formação. E outras receitas, provavalmente, irão também ser reduzidas.
Conseguiremos gastar menos do que esta época?
Os nossos orçamentos têm crescido, mas o FMI também vai chegar ao futebol!

PS - e se se concretizasse essa 'loucura' da UEFA, então seriam ainda mais as despesas!

E se fosse André Dias no lugar de Tiago Pinto?

Pouco provável, eu sei.
Mas seria uma oportunidade para o jovem jogador, que deveria fazer parte do plantel na próxima época.
No lugar de Milhazes?

(como se sabe, Milhazes assinou por uma época quando saiu de Guimarães; é provável que haja, no contrato, a habitual cláusula de opção para renovar, mas não acredito que o Rio Ave a vá accionar. Nesse caso, podemos dar como certa a saída de Milhazes?)

Campeonato, prova de maratonistas,

de corredores de fundo como Carlos Brito que já foi muito contestado, mas que desde a jornada 12 nos colocou sempre a mais de um jogo de distância dos lugares de descida. E que apesar de alguns tropeções, nos deixa em pulgas para os 4 jogos finais: o 5º lugar só está a 2 pontos!

A imagem que se retém deste quadro é de uma linha ascendente. E que todos nós queremos ver subir ainda mais!

Xistra, de má memória, regressa

Xistra vai ser o árbitro do Rio Ave - Naval.
Um dos piores árbitros do futebol português
(não é por nos ter beneficiado neste jogo que eu penso de forma diferente)

Vítor Gomes no Chipre?

Todos os anos se fala na saída de Vítor Gomes.
E, mais cedo ou mais tarde, ele vai mesmo sair.
Mas para o Chipre?!!!

PS -algum clube de Chipre vai pagar 10 milhões de euros de cláusula de rescisão??

A 'porra' da Europa - desfeito o equívoco?

Parece finalmente haver algum consenso: Portugal terá quatro representantes na Liga Europa e o quinto lugar dá acesso (se o Guimarães ficar entre os cinco primeiros, a vaga é aberta para o sexto classificado, diz o JN de hoje).

PS - O Record de ontem estava certo.

(obrigado aos vários leitores que nos mandaram informação e comentários sobre este asusnto, todos no mesmo sentido; o 5º lugar é Europeu!)

A estatística da goleada

E por ser de goleada, destaque aos golos:
- Tomás lidera com 15 marcados, 3 de cabeça, 3 de pé esquerdo, 9 de pé direito. De livre, de penalty, de bola corrida, só falta 1 golo de cabeça em grande elevação na sequência de um canto! Contra a Naval! (desejo eu...)
- metade dos golos contra o Paços vieram do banco e elevam para 5 o número de golos obtidos por substitutos;
- Braga e Saulo deixaram Gama para trás;
- já temos mais golos marcados que sofridos;
- temos o mesmo número de golos marcados em casa e fora;
- se não sofrermos golos contra a Naval, será o 5º jogo consecutivo em casa sem sofrer golos.

Por outro lado, foi a primeira vez que transformámos em vitória uma derrota ao intervalo. E comparando os hipotéticos pontos ao intervalo com os conseguidos no fim dos jogos, já são mais os que temos aos 90 minutos.

Tiago Pinto e Braga vão cumprir 1 jogo de castigo contra a Naval por terem atingido 5 amarelos enquanto Gama continua com 4.

Pretendente Tomás mais longe dos restantes

Tomás venceu pela 7ª vez o prémio de Rei da jornada e dobrou a sua vantagem sobre Gama de 7 para 14 pontos.

Ainda assim, a faltarem 4 jogos para o fim do campeonato, mantém-se intensa e renhida a luta para encontrar o sucessor de D. Gaspar que é 3º nesta classificação a mais de 100 pontos de Tomás.

Jeferson passou Zé Gomes e entrou no top 10.

No dia em que um 'rei' faz anos (ACT)

Republicano, mas Rei. Arraial (tipo S. João d'Arga?) e foguetes no ar...

Feliz aniversário.

ACtualizo [JPM]: para agradecer e para partilhar, orgulhoso, convosco a minha prenda de aniversário, recebida esta manhã!
Parece-vos igual a esta?
Nada mais errado!

12.4.11

Júlio Alves, o jogador do quase

Júlio quase fez golo ao Porto e ontem quase fez aquele que seria o golo da época. O Júlio quase que está vendido. Continua a ser colocado na montra e quase que tem conseguido chamar a si os holofotes da ribalta. É uma promessa, um quase. Falta saber se vai dar o salto qualitativo e se o der, se esse salto será dado com a camisola do Rio Ave. Ele está quase "lá"!

Os jogadores não sabem o que pensar (UEFA) - ACTx2 +CORR

Vem um e diz uma coisa, vem outro e diz outra...
Depois de lerem esta notícia do Record devem ter ficado bem confusos.
(ampliar para ver melhor)

PS - A Linear contactou ontem a Liga de Clubes que confirmou que há três vagas na Liga da Europa; uma é do VdGuimarães, as outras deverão ser do Braga e do Sporting;

ACT (Gil): Entendam-se! Paulo Vidal acaba de dizer no 12 jogador da Linear que contactou o jornalista do Record e que este lhe garantiu que contactou alguém da Liga de Clubes e que essa pessoa assegurou que Portugal tem 6 vagas para as competições europeias da próxima temporada! Nem a Liga tem uma só voz! Afinal em que ficamos???

ACTualizo novamente (JPM), com duas informações: o Record assegura que as suas fontes estão correctas e que haverá quatro equipas portuguesas na Liga Europa, com base neste quadro, que reputa de muito credível; um amigo nosso, rioavista, contactou a Liga de Clubes que lhe mandou esta resposta, com um dado novo: «se o Vitória de Guimarães que já garantiu o acesso via Taça de Portugal, terminar entre o terceiro e o quinto classificado, isso abre o acesso ao sexto classificado da tabela». CORR: Ou seja, se o Guimarães terminar em sexto já não há nada para ninguém??? É que é esta mesma Liga que tem dado informações completamente contraditórias... [lamentamos não poder ser mais rigorosos, mas é a informação que existe]
Talvez o Rio Ave possa esclarecer de uma vez por todas, junto das fontes oficiais.

Sobre a nova época

A Bola diz que a Direcção espera resposta de Carlos Brito, Braga, Saulo, Wires, Éder e Trigueira.

(o meu comentário:
- Trigueira é surpreendente, mas o jornal diz que é para ser emprestado;
- Saulo, que estava a ser uma desilusão, é a revelação do final da época!
- Éder está emprestado, mas o Rio Ave quer que continue;
- Lionn, nas mesmas condições, não?
- a notícia não fala na renovação dos 'três velhotes'... )

'Derrubar' Armando Fati?

A Bola lembra hoje o mítico recorde de Armando Fati, N'Habola, que João Tomás poderá ultrapassar... na próxima época!
N'Habola somou 32 em duas épocas (82/83 e 83/84); Tomás leva 21 em época e meia, pelo que precisa de mais uma (a última???) para passar N'Habola para segundo lugar!

PS- não quero tirar mérito a Tomás, mas marcar 32 golos em duas épocas seguidas é um feito de que poucos se podem orgulhar; e dizem as más línguas que falhou outros tantos à boca da baliza.

O que é que Brito disse aos jogadores ao intervalo, na Mata Real?

JoãoTomás: «Depois do intervalo, fomos excepcionais»;

Saulo: «Entrámos apáticos, mas, na segunda parte, tudo mudou»

Braga: «Ao intervalo, conversámos: não estávamos a dar o máximo»

Tarantini: «Fomos espicaçados ao intervalo e conseguimos algo incrível»
(tudo aqui)

Eu sei o que é que Brito lhes disse ao intervalo, mas não posso contar.
Mas, como Tarantini conta, foi uma coisa que realmente os espicaçou!

Ainda a Europa????

«O desempenho de topo que o Rio Ave alcançou nas últimas oito jornadas, apenas suplantado pelo imaculado percurso do campeão FC Porto, não deixa outra alternativa ao treinador Carlos Brito que não alimentar a ambição do sonho europeu» - mesmo depois de Brito ter dito no final do jogo de Paços de Ferreira que isso era praticamente impossível????
Não compreendo a insistência dos jornalistas [nem por acaso falei esta manhã com o nosso míster, que voltou a dizer que não é viável chegar ao 4º lugar; o Rio Ave está a nove pontos do Sporting, em 12 possíveis, sendo que, pelo meio, ainda há Nacional e Guimarães, que não conta para este totobola].
PS - Tomás dizia no final do jogo de domingo que «como não sei se o 5º lugar dá acesso à Europa, estamos virados para outras metas»; antes tinham sido Braga e Yazalde a falar em sonho europeu. Ficar em 5º lugar é fazer história! Sobretudo, o que se deseja é que os jogadores não baixem os braços nestas quatro jornadas finais [porque, admitamos, há esse risco!].

JT: «uma época maravilhosa» (ACT)

Tomás fala, na Antena 1, dos golos que ainda quer/precisa de marcar, para bater os recordes do Benfica e do Qatar

(mais de JT na rádio)

Actualizo: a propósito desta foto de AVL, lembrei-me deste texto...
(e também me lembrei desta frase de Alexandre Herculano: A ingratidão é o mais horrendo de todos os pecados)

Os resultados que eu gostava de ver na próxima jornada

Rio Ave, 2 - Naval, 0 (bis de Tomás)
Nacional, 0 - Braga 1
Guimarães, 0 - Marítimo, 0

Tomás recupera tempo perdido (e é novamente o rei)

Tomás volta a ser o rei da semana.
36 de Tomás contra 33 de Saulo - e há muito que um suplente não estava nos primeiros lugares!
(foto AVL)
Com 32, Braga e 31, Vítor Gomes e Tiago Pinto [irónico: a pontuação mais alta de Tarantini foi obtida no jogo em que foi suplente...].
Há seis titulares (incluindo Gama) com menos de 30 pontos
Foi, em resumo, uma semana muito atípica!

11.4.11

Jorge Humberto

Este postal poderia entitular-se: Jorge Humberto, o ponta de lança descoberto tarde demais ou Humberto, o goleador ou Jorge Humberto descobre finalmente o seu talento ou ainda outra coisa qualquer que aludisse à sua veia goleadora agora em evidência. Jorge Humberto, defesa central, voltou ontem a marcar ao serviço do Vianense. A fazer fé nesta informação, o central é o melhor marcador da equipa que luta para ser promovida à 2ª divisão B. Que teria sido da carreira de Jorge se desde cedo se tivesse dedicado a tentar fazer golos e não a evitá-los?

O golo que seria histórico de Júlio Alves

Vejam a partir do 1'40''

(seria, provavelmente, o melhor golo desta época)

JT1 - antes e depois do 'puxão de orelhas'

O Rio Ave só perdeu em Braga (foi a seguir à derrota no Dragão e às várias derrotas!).
Alguém acha que é coincidência?
(foto AVL)

Eu não! Se não lhe tivesse agradecido na altura, fa-lo-ia agora!
(e alguns deveriam pedir-lhe desculpa no final da época)