31.3.11

Cobrir apenas a bancada?

Pelos vistos o tempo estará bom no domingo à tarde, mas já imaginaram o que é distribuir cinco mil bilhetes para a bancada descoberta e estar mau tempo?
Enquanto não se fizer alguma coisa naquela bancada não vale a pena pensar em grandes planos.
Como me parece óbvio que nos próximos anos não teremos nem um estádio novo nem uma bancada nova,
porque não cobrir apenas a bancada nascente, com uma estrutura metálica, que a tornasse abrigada/protegida, estrutura essa que até poderiamos, depois amortizar numa futura obra?

À volta do estádio

Estão quase concluídas as obras no lado poente do Estádio.
Há duas coisas que gostaria de dizer:
Como rioavista, reconhecendo que a zona ficou mais bonita, acho que perdemos; perdemos espaço para estacionamento e perdemos terreno para potenciais aproveitamentos;
 E, como cidadão, não estando em causa que o espaço ficou bonito, parece-me que este é mais um exemplo de obras que, não sendo mesmo necessárias, mostram que vivemos acima das posses; havia necessidade de gastar dinheiro nesta obra? Quem a vai pagar? Nós todos.

30.3.11

Pedro Proença no domingo

Não, não é um árbitro de Setúbal!
É Pedro Proença, um árbitro que tem estado bem com o Rio Ave!

Jogo em Paços de Ferreira é domingo dia 10, (ACT)

às 4 da tarde.

ACTualizo: e o da jornada seguinte também. 17 de abril, Rio Ave - Naval

Luis F. Lobo atento a Ricardo Martins

«(...) tem também lucidez táctica para descair no momento certo sobre a faixa, cruzando muito bem. Intenso a recuar na transição defensiva, resistente fisicamente (1,81 metros e 70kg) e lutador com técnica na ofensiva, procurando jogar rápido, embora necessite  de decidir melhor algumas vezes», in A Bola de hoje.
Ricardo Martins no plantel 2011-12

Os números de João Tomás

«A verdade é que por mais que João Tomás faça, tal nunca parece ser suficiente para ser convocado para a Selecção Nacional. Na Europa, o artilheiro do Rio Ave é, por exemplo, o terceiro melhor marcador português, atrás de Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, com 27 golos, e de João Paulo, 14, no pouco expressivo campeonato cipriota. Mais: Tomás é o segundo jogador da Europa com maior percentagem de golos na equipa (59%), apenas atrás de Cakic, internacional sérvio dos ucranianos do Zorya, e em igualdade com o grego Gekas, do Eintracht Frankfurt»

Os golos de Tarantini

Na última época em que esteve no Portimonense, Tarantini marcou cinco golos.
Desde que veio para o Rio Ave Tarantini apenas marcou dois golos, e para a Taça da Liga (em 2008-2009), o que significa que não marca desde Janeiro de 2009 - já lá vão dois anos e poucos meses (para além de nunca se ter estreado na primeira liga).
(este não contou...)
O que é que significa esta constação?
Que esperava mais (quem tenta menos, marca menos) e que estou convencido de que Tarantini não vai terminar a época sem me obrigar a fazer outro texto, a corrigir este! Com todo o gosto!

Ironias (futsal)

Foi depois do jogo com o Vitória de Olivais em Lisboa que Paulo Morim se demitiu e Fernando Melo assumiu o comando - um jogo que Paulo Morim não dirigiu, por estar castigado. Curiosamente nesse jogo o Rio Ave até experimentou o guarda-redes avançado, pelos vistos com resultados desastrosos.
No sábado, voltámos a jogar com o Vitória de Olivais e voltámos a perder. Fernando Melo, tanto quanto é público, não entendeu tomar a mesma iniciativa do seu antecessor. E, depois de estar empatado a um golo, o Rio Ave optou por não recorrer a essa possibilidade do guarda-redes avançado, pura e simplesmente porque não a treinou durante a semana e disso não deu conta ao árbitro antes do jogo.
Já não sei qual é pior, se a derrota (e as suas consequências) se a demonstração de amadorismo.

Repudiar o comportamento da claque...

... sábado no Pavilhão (jogo de futsal) foi o que fizeram Vítor Carvalho e Carlos Costa, ontem no 12º jogador.
Nem podia ser de outra forma.

29.3.11

Bruno China, sim!

Há algum tempo perguntava se Bruno China não faria uns minutos esta época; Em face destas notícias, parece óbvio que ainda o vamos ver convocado até ao fim do campeonato.
Espectacular!

Sobre os directores desportivos

Do Record de hoje: «A JaPlurivents organiza (...) um seminário (...) o tema da acção é 'Director-desportivo: que funções?', estando já confirmadas as presenças de José Pereira (V Guimarães), Mário Jorge (Estoril), Rodolfo Vaz (U Leiria), Marco Couto (Olhanense), Marco Paulo (Belenenses), José Aparício (Setúbal), Nuno Cardoso (Naval) e Carlos Janela».

Vai alguém de Vila do Conde, para aprender?

PS - Já agora, sobre os directores desportivos, aqui fica informação que pode ser útil.

Ricardo Martins mais uma vez titular

da selecção de sub21, ontem.

Setúbal diz que o jogo de domingo é o mais importante!

«O jogo de domingo em Vila do Conde é o mais importante até ao final da época. "A grande final é com o Rio Ave. Uma vitória pode deixar-nos muito próximos da manutenção e mais tranquilos", afirmou Diego»

Ainda o que aconteceu sábado no Pavilhão

Passaram dois dias e a Direcção do Rio Ave não repudiou, pelo menos, publicamente o que se passou.

Lamento e registo.

Tomás volta a falar da selecção

Ainda fará sentido Tomás falar do assunto?
«Sobre uma possível chamada à Seleção Nacional, João Tomás salienta que "desde 2007 que não tenho esse privilégio" e acredita que tem feito "trabalho acima da média". Ainda assim, relembrou que a decisão não é sua e que "são questões que me ultrapassam"»

PS - a não chamada de João Tomás é uma injustiça, mas muito maior seria se isto acontecesse!

28.3.11

Uma oportunidade para Vítor Gomes!

A ausência de Tarantini obriga Brito a mexer (mais uma vez...).
E parece-me que a oportunidade se abre para Vítor Gomes - que merece uma oportunidade de voltar a ser titular.
Wires, Vítor Gomes e Braga?
Ou Brito vai manter Júlio Alves na equipa, apesar da fraca exibição em Braga?
Com Lionn recuperado, parece-me que Wires regressa ao meio campo e assim teremos duas alterações neste sector, o que não é nada normal em Brito.

Gaspar, Wires, Braga, Bruno Gama e João Tomás

... são os jogadores prioritários para renovar, diz o Record de ontem.

O jornal tambem diz que alguns deles têm clubes interessados e que isso pode dificultar a continuidade (tanto quanto julgo saber, estaremos a falar de Braga, Wires e Bruno Gama)
(alguns comentários: mais uma razão para tratar cedo do assunto; se alguns deles não vão continuar temos de procurar alternativas o mais cedo possível; tratando-se de jogadores-chave, não serve qualquer um; a saída de Wires, que não fez nem de perto nem de longe a sua melhor época em Vila do Conde, será talvez a grande surpresa; o jornal não fala mas temos de tentar a renovação do empréstimo de Lionn)

Brito e a renovação (hesitações?) (CORRIGIDO)

«Se for é, se não for não é»... disse à Linear na sexta-feira (a entrevista, julgo, repete hoje)

O Record de ontem diz que Brito já foi sondado, mas que preferiu adiar uma resposta.

(O meu comentário: penso que não vale a pena especular sobre estas hesitações, enquanto não houver mais dados; o mais provável é Brito renovar, por isso, mais semana menos semana, vamos ter Brito pela 4ª época consecutiva e 9 11ª ao todo, como treinador, em Vila do Conde)

PS - Brito também diz que a época está dentro dos objectivos, que não há uma meta de pontos até final e que tem sido uma época das mais conseguidas ao nível da qualidade das exibições (há, diz quatro ou cinco exibições menos conseguidas)

O nosso João Tomás do futsal...

... é Ricardo Santos.
Tal como no futebol, a equipa está excessivamente dependente dos seus golos (até parece que não há outro 'goleador').
(foto AVL)
Quando as coisas não lhe correm bem, o Rio Ave não ganha!

Ainda os 30 pontos (e as dispensas)

Não duvido que alguém do Rio Ave tenha dito que vamos esperar pelos 30 pontos para preparar a próxima época, mas parece-me uma medida um pouco arriscada. Quanto mais tempo passar menores serão as 'boas' oportunidades no mercado. Quanto mais tempo passar mais difícil será preparar bem a próxima época. E se o Rio Ave não ganha no domingo? Vamos esperar mais uma semana? E se os 30 pontos apenas se conseguem na última jornada?
Por isso, quero acreditar que além do trabalho que já está a ser feito, na próxima semana, ganhando ou não ao Setúbal, será dado um novo impulso ao processo.

PS - em particular, os jogadores que não vão renovar ou podem ser dispensados devem sabê-lo com antecedência. Há duas épocas correu muito mal (lembram-se de Niquinha?) e no ano passado, embora mais cedo, também foi na semana em que o campeonato terminou que esses jogadores souberam (Evandro e Bruno Mendes, tanto quanto julgo saber, dizem ter alguma razão de queixa, por exemplo). Se há jogadores que não vão continuar, então que os informemos a tempo de poderem encontrar um clube para continuarem a sua carreira.

27.3.11

V.Olivais - futsal: falta de qualidade = derrota

Quando alguma coisa me incomoda a ver o Rio Ave opto por não escrever logo.
Foi o que aconteceu ontem no jogo de futsal entre o Rio Ave e o Vitória de Olivais, a equipa que estava imediatamente atrás na classificação.
O Rio Ave perdeu e esta derrota não deixará de ter consequências (pelo menos desportivas).
O que é que me incomodou?
Desde logo queria dizer que não faltou empenho aos jogadores. Faltou discernimento, alguma concentração, também sorte, mas empenho não. Alguns correram até caírem para o lado.
Enquanto o V. Olivais é uma equipa muito bem orientada, com jogadores pouco mais do que medianos, a equipa do Rio Ave é tecnicamente um 'barco à deriva', que atacou muito mas sempre em força e com base na insistência ('fé em Deus...' que a bola há-de entrar!). Cada vez que o V. Olivais contra-atacava, em jogadas estudadas, perfeitamente ensaiadas nos treinos, nós ficávamos a ver. E a esperar que Alex defendesse. Um lição táctica, foi aquilo que o V. Olivais veio dar a Vila do Conde.
Como se isto não bastasse, quando os de Lisboa empataram o Rio Ave foi incapaz de responder com o guarda-redes avançado, como se o empate fosse um bom resultado (ouvi o treinador-adjunto do Rio Ave dizer à Linear que não recorreram a essa solução porque não a treinaram, mas nem quero crer que seja possível, porque então seria mau de mais!).
Para além da falta de qualidade táctica, houve ainda outro factor que muito contribuiu para a derrota: parece-me que a equipa não recuperou da derrota em Gaia, na última jornada, e - destacando mais uma vez a entrega dos atletas - a verdade é que os jogadores pareciam estar um pouco apáticos, mais lentos do que o costume, aqui e ali como que desnorteados.
Resultado injusto? Talvez o empate fosse mais justo (se contarmos as oportunidades de golo), mas o V. Olivais teve mais alma, mais cabeça e mais qualidade. Nós só tivemos mais coração!
(foto AVL)
PS - jogadores que se tenham destacado na nossa equipa? Bem, Alex voltou a ser o melhor; Ricardo Santos esteve muito abaixo; Jaime nem se fala. Libório idem aspas; Camarão ou Pontes quase não se viram; Ramada fez o pior jogo dos últimos meses, Teixeira continua sem mostrar as qualidades que o trouxeram para Vila do Conde. Exibições positivas? Talvez Lipa e Bruno Miguel, que marcou o (bonito) golo do Rio Ave.

V.Olivais - futsal: incomodado com o comportamento da claque

... E também saí incomodado do Pavilhão com o comportamento da mini-claque que, verdade seja dita, apoiou sempre a equipa.
Mas, mal o V.Olivais empatou, começaram a ouvir-se os primeiros insultos aos jogadores adversários. Foi uma coisa rápida, mas como se não bastasse foram repetidos no final do jogo.
Inadmissível no meu Rio Ave.
Se há na Direcção gente que pensa como eu e como todos aqueles que estão no desporto com educação, com desportivismo, só podemos esperar que esse comportamento seja repudiado (e há várias formas de o fazer).

PS - por falar em apoio: como é evidente, uma frase como esta só podia ser um disparate (há cada vez menos gente a acompanhar a equipa no Pavilhão).

26.3.11

João Tomás não marca há 351 minutos

e este 'ramadão' deixa os rioavistas com muita fome!

Do treino de ontem em Freamunde

... que terminou sem golos.
Pelos vistos jogaram duas equipas distintas em cada parte (Equipa da primeira parte: Pedro Trigueira; Zé Gomes, Gaspar, Éder e Tiago Pinto; Wires, Vítor Gomes e Júlio Alves; Mendes, João Tomás e Saulo. Equipa da segunda parte: Paulo Santos, Lionn, Ricardo Fernandes, Jefferson, Milhazes, Ricardo Chaves, Tarantini, Braga, Sidnei, Bruno Gama e Yazalde);
- faltam Cícero, Felgueiras e os lesionados Felicio e China. Mas o «site» diz que Pedro Trigueira fez trabalho condicionado.
- Yazalde voltou a ponta de lança!
- Ricardo Fernandes 'estreou-se';

25.3.11

O número de rioavistas nos jogos

Há certamente muitos factores que contribuem para isso, mas penso não estar errado se disser que esta não está a ser uma boa época ao nível de assistências no estádio.
Se tivermos em conta, por exemplo, que o Gil Vicente tem uma média de quase 3000 adeptos por jogo, sendo que o número total de espectadores desta época já bateu o da época passada, quando ainda faltam cinco jogos em casa, só nos podemos surpreender!
Aplaudo a ideia de distribuir cinco mil ingressos pelas escolas do concelho de Vila do Conde, para o jogo com o Setúbal, mas penso que valeria a pena, no final da época, a Direcção promover uma reunião com especialistas (que os existem), no sentido de se fazer um diagnóstico e, sobretudo, criar uma estratégia para próxima época!

Por que não apostar no futebol de praia?

Já houve algumas experiências, não muito felizes, mas parece-me que o futebol de praia tem potencial de valorização.

Dinamizar o futsal (ACT)

Ao longo da época várias vezes abordei aquilo que me parece ser, ao mesmo tempo, o grande potencial que o futsal tem e, por outro lado, alguma abandono/desinteresse por parte dos sócios/rioavistas.
Várias vezes falei aqui no sentido de se dinamizarem os jogos e cheguei mesmo a sugerir que a equipa de futebol (ou alguns elementos) assistisse, sobretudo quando está em estágio, aos jogos de futsal.
Esta imagem, tirada de A Bola de ontem, mostra Jorge Jesus e Luisão a assistirem a um jogo de basquetebol do Benfica.
São eles que estão errados?

(PS - há dúvidas de que a presença de elementos conhecidos ajuda a dinamizar a vinda de outros adeptos?)

ACTualizo:  lê-se em A Bola de hoje (diz apenas isto): «Vila do Conde parece estar mobilizada para o apoio à equipa no duelo de amanhã com o V. Olivais».

Surpresa: o jogador mais faltoso do Rio Ave...

é Wires?
Não.
É Vítor Gomes?
Não.
É Tarantini?
Sim!
Não só é o que dá mais pau como é o terceiro jogador do campeonato português mais faltoso (57, contra as 60 de Diogo Melo, da Académica, e as 58 de Edgar, Guimarães - fonte Record).

Devo confessar que fiquei surpreendido com estes dados. Claro que, tendo feito muitos jogos, Tarantini é mais candidato do que outros que jogaram menos, mas penso que todos associamos ao jogador um estilo mais elegante, mais suave, menos 'raçudo' e menos impetuoso.
Estaremos enganados?

24.3.11

Há novidades da próxima época? (ACT)

A propósito disto, lembrei-me disto;

nada de novo?

(ACTualizo a 25/3): quando fiz a pergunta ainda não tinha lido O Jogo de ontem; uma pequena notícia diz que as renovações e as contratações, por esta ordem, estão à espera dos 30 pontos; «o clube não quer facilitar», diz o jornal.

Lúcio brasileiro

A renovação com a equipa técnica pode não estar acertada, mas a presença de Lúcio no Brasil é sinal de que a próxima época já está em marcha

Quem vai ganhar o Rei do Ave?

Os 12 pontos que separam actualmente Tomás de Bruno Gama prometem fazer levar até ao limite a decisão do Rei do Ave 2010-11 (basta um deles falhar um jogo e tudo se pode alterar...).

Curioso é que, na tabela de regularidade do Record, Gama ultrapassou Tomás. Gama é o 11º mais pontuado de todo o campeonato (141 pontos) e Tomás o 16º, com 138.
Quer dizer alguma coisa?

PS - sim, vamos, novamente, promover uma sessão para entrega do 'prémio'; oportunamente haverá novidades

Ganhar, ganhar, ganhar!

É isto que os nossos jogadores devem dizer aos seus adversários em cada jogo! Intimidar e mostrar quem manda! (e 2 jogos seguidos sem vencer é demais! Convençam-se que é mesmo assim!)

Uma mobilização especial para o jogo de sábado (futsal)

O Rio Ave tem um jogo muito importante no sábado à tarde, frente ao Vitória dos Olivais, a equipa que está imediatamente abaixo de nós (é um jogo que temos de ganhar, para somar mais pontos).

Não seria de promover algum tipo de mobilização especial junto dos rioavistas, até porque não há futebol este fim de semana?

Um Clube muito machista!

Seja no futebol seja no futsal, seja em seniores sejam nos jovens, há apenas homens a jogar pelo Rio Ave!
Se a Direcção do Rio Ave nunca teve tantas mulheres, então chegou a hora de dar oportunidade ás raparigas de Vila do Conde que gostam de futebol (ou de futsal). [pessoalmente nem sou um entusiasta do futebol feminino, mas a verdade que é que há cada vez mais jovens a gostar de jogar à bola e, existindo campeonatos, o Rio Ave não lhes deve fechar as portas, como referência do futebol no nosso concelho).

PS - para que isso seja possível, é preciso o tal sintético prometido?

Brito logo na Linear

Carlos Brito é o entrevistado de programa de hoje da Linear (Memórias vivas); o nosso treinador fala do seu passado no Rio Ave.

Duas ideias para abrir o apetite:
- «o meu abandono como jogador profissional foi precoce, o Rio Ave perdeu uma referência como capitão de equipa»;
- «recebi convites do Guimarães e da União de Leiria, mas o Mário Reis foi responsável pela minha opção pelo Rio Ave»

23.3.11

Estatística x24

Após Braga, fica que:

- Tarantini viu o 9º amarelo e vai ser castigado;
- a vantagem para os lugares de descida baixou para 8 pontos;
- estivemos 606 minutos sem sofrer golos;
- foi mesmo o 20º conjunto diferente de jogadores que entrou em campo no início do jogo;
- Júlio Alves, 2 vezes titular, foi 2 vezes substituído por Vítor Gomes;
- Paulo Santos foi o Rei da jornada pela 4ª vez;
- Tomás alarga a vantagem sobre Gama para 12 pontos;
- Tiago Pinto sobe ao 8º lugar por troca com Zé Gomes;

- foi o nosso 30º jogo da temporada: 10V, 8E, 12D, 34 GM, 32 GS, 85 CA, 7 CV.

O director desportivo 'ilegal'?

O 12º jogador levou ontem uma questão interessante: os nossos estatutos não permitem a figura de um director-geral ou desportivo, mesmo não sendo eleito?
Tanto quanto percebi há mesmo a ameaça de impugnação se isso for para frente; será por isso que a coisa não avança?

Este Fábio Coentrão terá jeito para a bola?

«Fábio Coentrão é manequim da agência Glam e vai desfilar hoje no primeiro dia do Portugal Fashion. O homónimo do jogador dos encarnados é craque das passerelles e nasceu em Vila do Conde, terra natal do jogador do Benfica»

A metáfora do elevador

Anunciado para a terceira e depois para a quinta jornadas, o elevador já sobe mas ainda não está pronto.
Ficará a tempo do Benfica, na penúltima jornada (a última grande confusão da época, até para ser testado)?
 
(a nossa vida é como um elevador, umas vezes para cima outras para baixo e às vezes avaria; de alguma forma, também acho que a história deste elevador simboliza algum amadorismo que [ainda?] caracteriza o nosso Clube e que provavelmente será inevitável)

Fumo branco?

Estando Lúcio no Brasil a ver jogadores, significa isso que a renovação da equipa técnica já está acordada?

Quatro do Rio Ave nas 11 Promessas do Futebol Português...

... diz o Mais Futebol.
Bruno Gama, Tiago Pinto, Júlio Alves e Yazalde (embora este seja do Braga...)

(melhor era difícil; é certo que, tirando o caso especial de Júlio Alves, nenhum é da nossa formação, mas são jogadores que o Rio Ave pode e deve potenciar; falta Trigueira nesta lista, ele que veio para Vila do Conde com tão boas recomendações e se perdeu...)

Para evitar recaídas como a de Lionn

O próximo jogador do Rio Ave que estiver com gripe e recuperar a tempo do jogo seguinte deve ficar fechado no estádio, para evitar recaídas!

(Agora a sério: Lionn fez falta na segunda e foi pena ficar de fora por uma razão tão parva!)

Vítor Gomes no lugar de Tarantini?

Tarantini viu o 9º amarelo e vai ficar de fora.
Vítor Gomes é o candidato natural.
(e Wires no lugar de Júlio Alves?)
Ou seja, um novo meio campo na próxima jornada?

PS - jogadores em perigo de exclusão, depois da 'hugomiguelice' de ontem: Gaspar (8 amarelos), Tiago Pinto, Saulo e Braga (4 amarelos)

Paulo Santos é o rei da semana

Vitória clara de Paulo Santos, com 38 pontos, mais três do que Jeferson.
João Tomás é terceiro com 32.
O quarto lugar é de Tiago Pinto, com 31.
O titular menos pontuado, sem surpresa, é Júlio Alves, com apenas 22 pontos, menos 8 do que o seu suplente Vítor Gomes. Aliás, Vítor consegue pontuar mais do que Wires, Braga e Yazalde, os três com 27!

(Tomás ganhou quatro pontos a Gama...)

22.3.11

Augusto Gama no banco (ACT)

Braço direito de Carlos Brito no jogo de ontem. O habitual Lúcio não esteve. Um presente para o nosso ex-capitão ou Lúcio anda noutras tarefas?

(ACTualizo [JPM]: ao que ouvi, Lúcio está no Brasil a ver jogadores; terá sido a estreia de Gama no banco?)

Exigir mais

Quando se fala em acabar o campeonato com dignidade, nós adeptos temos uma palavra a dizer. Temos de cobrar mais da equipa. Estar no estádio, incentivar, reclamar quando alguém aparentar estar de braços em baixo. Exigir mais do que o 12º lugar porque o presidente até falou nos 10 primeiros.
Vencemos 4 jogos seguidos, empatámos com um Sporting que devia ter saído de Vila do Conde derrotado e ontem perdemos com o Braga. Eu fiquei desapontado porque quero mais. Ir ao estádio nas últimas jornadas para ver a equipa fazer o frete de jogar porque tem de ser não é coisa que me apeteça. É bom que a equipa se habitue a ter de nos satisfazer.

Brito quis dar a prenda a Mendes...

... mas Mendes não arranjou, ontem em Braga, motivos-extra para festejar hoje.

Júlio Alves, o novo Sansão?

Dalila insistiu e Júlio Alves acabou por dizer :
- " Se me cortares o cabelo, eu fico sem forças!"
Então, quando Dalila apanhou Júlio Alves a dormir, chamou um homem para lhe cortar o cabelo...

Acabou o campeonato?

O jogo de ontem tinha uma importância acrescida: em caso de vitória, os jogadores iriam assumirm formal ou informalmente a candidatura à Europa (por outras palavras, iriam assumir a ambição de chegar ao 5º lugar)!
A derrota acabou com esse 'sonho' (Braga, Guimarães e Sporting são fortes candidatos, com Marítimo e Nacional à espreita) e coloca o final da época em 'banho-maria'.
Qual será agora a motivação até final?
O Rio Ave tem a manutenção praticamente assegurada e mal corre se não faz, em seis jogos, mais três pontos.
Todos os riaovistas esperam que a equipa se apresente com profissionalismo até final (até porque alguns dos nossos adversários têm situações indefinidas), honrando a camisola que vestem. Já no próximo jogo.

PS - candidatura à Europa depois disto? Há quem me garanta que o Rio Ave afinal se inscreveu para as provas da UEFA e que Brito se 'baralhou'!

Sobre a arbitragem de ontem

Hugo Miguel ajudou o Braga, é a minha opinião.
De João Tomás retive isto: «O lance sobre mim? É penalty claríssimo. Nem preciso falar muito. As imagens documentam claramente a infracção. Teria com certeza influência no jogo. Se tivéssemos a ganhar 1-0 no final da primeira parte, o Braga teria de fazer muito mais e nós ficaríamos mais confortáveis»

PS - mas o Braga foi melhor ao longo dos 90 minutos e a vitória é justa.

(Braga) Aceito a derrota

1) O Rio Ave jogou menos do que com o Sporting e o Braga jogou mais do que os verdes de Lisboa;
2) O Rio Ave jogou menos, também, porque o nosso meio campo esteve abaixo do que tem feito. Júlio Alves desapareceu e Braga não foi a gazua a que nos habituámos. Só Tarantini esteve ao seu nível, mas o que conhecemos de Tarantini não serve para ganhar jogos. Ajuda, mas não é um jogador que faça a diferença.
3) O Rio Ave teve algumas oportunidades para marcar (Braga estava mesmo fora de jogo?  parece-me que estava em linha e nesse caso não é dar o benefício ao ataque?) mas o Braga teve mais (Paulo Santos foi um dos dois melhores em campo, do nosso lado, e quando é assim...).
4) Por outro lado cedo se viu que o não seria pelo árbitro que o Braga não ganharia; na dúvida foi sempre a favor dos da casa;
5) A Brito dou nota 3. Apresentou o melhor onze (se pensarmos que Zé Gomes vem de uma lesão, Wires era a solução óbvia) e mudou a equipa (talvez o pudesse ter feito mais cedo). Não teve sorte com as substituições.
6) Uma nota apenas: Yazalde não está bem e ontem Bruno Gama também não. Assim não é possível fazer mais. Espero alguma mudança para domingo.

21.3.11

24j - Braga - 6 jogos depois perdemos

O Braga foi melhor, mais atacante, mais pressionante, mais perigoso, mais rematador. Ganhou bem.
O Rio Ave teve em Júlio Alves e Bruno Braga 2 elementos a menos no onze inicial. Julinho porque é inexperiente e terá ficado inibido com o ambiente e o adversário, Bruno Braga porque andou sumido sem ajudar nem a atacar nem a defender. O meio-campo esteve sempre em dificuldades e nunca produziu coisa nenhuma que se visse até Vítor Gomes entrar. A defender foi a ala direita que esteve mais aflita, mas também pelo centro a bola circulava entre os jogadores do Braga com grande à-vontade e fluída como se os nossos jogadores quase estivessem a fazer figura de corpo presente. Mas deu para aguentar. Brito leu bem o jogo, cedo trocou Julinho por Vítor Gomes, as forças reequilibraram-se mais um pouco mas aí o Braga marcou. E depois o Rio Ave não teve arte nem engenho para empatar.
Concluo: depois da colorida exibição contra o Sporting, hoje estivemos em tons mais de cinzento. Apesar de algumas boas iniciativas, eu fiquei desapontado.
Dou 2 a Brito.

Contra o Braga, os jogadores um a um (Jeferson foi grande)

(Os do Gil a preto, os do jpm a verde)
P. Santos - 4. Defendeu quase tudo, quase... (4 - só no golo fica alguma dúvida, embora se deva dar o benefício de ter sido enganado por Gaspar; foi dos melhores)
Tiago Pinto - 3. Muito certinho. (3; não foi por Tiago Pinto que perdeu; podia ter avançado um pouco mais no terreno?)
Jeferson - 4. Muito bem na sua posição e nas dobras. Para mim o melhor. (4; concordo. Jeferson tem qualidades raras num central com a sua idade - é destemido, tem uma leitura de jogo notável e não atira a bola para onde está virado; só em centrais muito experientes isto se costuma ver)
Gaspar - 3. Competente, mas a velocidade dos adversários às vezes deixou-o enrascado. (3; e há aquela infelicidade no golo do Braga, lance que marcou a partida; mas no resto, deu tudo)
Wires - 2. Algo permeável a defender e escondido a atacar. (2; dos mais fraquinhos; quase 1; alô Wires, acordado???)
Júlio Alves - 1. Desapontou-me. O Julinho esteve sempre a descer no encontro, confundido pelo futebol prático do adversário. (1; quando Brito tira um jogador logo a seguir ao intervalo sem estar a perder é porque esse jogar não está bem; no caso de Júlio Alves só pecou por não o tirar antes)
Tarantini - 2. Lá no seu jeito deu o que tinha. (2; sim, um jogo à Tarantini)
Braga - 1. Só apareceu quando Vítor Gomes entrou. O que eu esperava era que estivesse mais em jogo antes disso, a ajudar nas tarefas defensivas. (2; abaixo do que pode e se esperava que fizesse; ainda assim quase marcava e lutou muito)
Yazalde - 2. Esforçado e com algumas iniciativas interessantes. (2; fracote; a continuar assim vai terminar a época sem chama; continuo a pensar que, a jogar assim, ñão tem lugar na equipa inicial do Rio Ave)
Tomás - 2. Podia ter feito dois golos. Primeiro atira ao poste e é mérito seu, no segundo quis fintar, foi derrubado mas acabou por ver um amarelo. (3; correu a recuperar a bola, tentou varios passes e quase marcava; a verdade é que não o conseguiu, mas faço uma análise positiva)
Gama - 2. Foi mexido, mas sem grandes resultados. (2 Desiludiu; o pior jogo de Gama em muito tempo)
Vítor Gomes - 2. Entrou e deu outra dimensão ao jogo. (2; mas, Gil, não fez a diferença; a questão é que o meio campo esteve tão fracote que até meio Vítor Gomes dá sempre algum ânimo; mas quem esteve em campo ainda foi apenas meio Vítor Gomes!)
Mendes - 1. Sem resultados práticos. (1, podia e devia ter feito mais e melhor)
Saulo - 1. Quase só para fazer disparates. (1, nunca dou zeros, mas este podia ser um desses casos)

Braga: Intervalo com 0-0

Deu mais Braga que Rio Ave. O Rio Ave está lento a recuperar e há mais oportunidades para o adversário. Ainda assim, Tomás cabeceou ao poste após cruzamento de Yazalde na esquerda aos 33 minutos e já aos 45 o mesmo Tomás isolado não remata, tenta fintar o guarda-redes e leva um toque no pé. Em jogo corrido parece simulação, na repetição vê-se o toque. Tomás viu amarelo.
Paulo Santos tem estado muito bem, Tiago Pinto muito competente com Alan. O meio-campo parece-me à deriva com Braga quase inexistente, Júlio Alves pouco combativo e pouco assertivo e com Tarantini a ser o único razoável, mas já com um amarelo.

Daqui a pouco em Braga!

Se o Rio Ave repetir o jogo com o Sporting... vamos ganhar!
(temos de tirar partido do desgaste dos jogadores do Braga, que jogaram na quinta e passaram os dias seguintes a festejar; além disso só têm cabeça para Kiev e nem se querem magoar! vamos aguentar os primeiros 15 minutos e depois vamos para cima deles!)

Milhazes de saída?

Já várias vezes o disse, para Brito não há acasos ou deslizes: quando Brito deixa um jogador de fora por sistema é porque deixa de contar com ele. Milhazes é, nesse aspecto, um caso paradigmático.
Foi titular nos primeiros jogos, mas não esteve bem; depois, no final de Outubro, apareceu uma lesão e a partir daí nunca mais voltou em condições. Fez os oito primeiros jogos e desde essa altura só apareceu uma vez em campo na Liga (foi suplente na 17ª jornada). É um dos jogadores que há mais tempo não joga e um dos que há mais tempo não é titular. Mas, para além disto, o mais relevante é ser deixado de fora em quase todas as recentes convocatórias;
Isto quer dizer o quê?
Posso estar enganado (fui um dos que defendi o seu regresso, esta época a Vila do Conde!), mas acredito que esteja de partida. Futurologia à parte, Milhazes é uma das grandes desilusões da época!

O Braga não ganha ao Rio Ave...

...e não acontece nada!

(Braga-convocados) Lionn teve uma recaída (ACT)

Brito vai levar 20 a Braga:
Guarda-redes: Mário Felgueiras e Paulo Santos.
Defesas: Gaspar, Jeferson, Tiago Pinto, Zé Gomes, Ricardo Fernandes e Éder.
Médios: Júlio Alves, Tarantini, Vitor Gomes, Braga e Wires
Avançados: Bruno Gama, João Tomás, Mendes, Saulo, Sidnei, Cícero e Yazalde.

Notas:
- a grande ausência é Lionn, que depois de ter estado com gripe durante a semana, recuperou e pelos vistos recaiu!
- Levará ao 20º onze diferente (mantém-se a dúvida sobre Wires)? Logo se verá, mas Zé Gomes deve regressar, mais cedo do que se pensava;
- Ricardo Fernandes estreia-se e Brito leva quatro centrais - um luxo que não se via há meses!!!! (Ricardo Fernandes está tão confiante que disse que o Braga é favorito? Não percebi...)
- Além de Lionn, há ainda Bruno China, Trigueira e Felício lesionados;
- Milhazes e Ricardo Chaves ficam [depois podemos tirar a limpo, mas parece-me que é a primeira vez que, estando apto, Ricardo Chaves não é convocado - Brito só pode convocar um Ricardo?] por opção; ACT: Com o Sporting Chaves ainda não estava operacional;

20.3.11

Sílvio confunde Rio Ave com Kiev...

Então, Sílvio, isso faz-se?
«é muito importante ganhar ao Rio Ave»

A derrota ontem do futsal

Tanto quanto se percebe, o Rio Ave está melhor agora do que na primeira volta. O jogo, ontem, em Gaia, até nem correu mal mas acabou com uma derrota - por culpa própria?
O 'sonho' de chegar ao final na primeira metade desvaneceu-se, pelo que resta tentar somar o máximo de pontos até à última jornada.
A minha dúvida é se a equipa - que apostava muito neste jogo - vai acusar na próxima jornada uma quebra psicoológica.

19.3.11

Treinos à porta fechada hoje e amanhã!

três numa semana não é normal!
Brito esconde o jogo!

O Rio Ave que jogou contra o Sporting...

... não perde em Braga!
(e não acredito num Braga forte!)

Ricardo Martins de regresso (2011-2012)...

... é a única coisa que se pode, mais do que esperar ou desejar, exigir, depois do que o jovem tem feito esta época!

18.3.11

Director desportivo - faz sentido dizer...

... que o assunto está esquecido?
Não deveria ser o director-desportivo/geral a preparar a próxima época?

PS - O 'eleito' saiu do Marítimo há mais de três meses...

O jogo em Braga é à borla

«Ninguém vai pagar bilhete, seja ou não sócio do clube»

O presidente e o treinador... e Fábio Faria

Esta história, que aqui contei (e a que falta pôr os nomes, o que farei um dia), não só é verdadeira como não anda muito longe de uma outra passada no Rio Ave, com Carlos Brito, ASC e... Fábio Faria!
O empresário do jogador deixou claro que só conseguia vender o jogador se este fizesse pelo menos três jogos. Faria, que não tivera uma oportunidade na época anterior, começa 2009/2010 como titular e afirma-se como um dos melhores do Rio Ave, deixando Jeferson sem hipóteses. Em Novembro já estava vendido...

Zé Gomes quase

Com Lionn em grande forma, Zé Gomes tem um dos grandes desafios da sua carreira pela frente - ele que tem sido o titular indiscutível (a ponto de, nesta época, não ter havido segundo defesa-direito...).
E o desafio não é apenas o de recuperar o lugar que era seu, é sobretudo o da renovação. Temos de nos preparar para o adeus a Vila do Conde?

Ainda a renovação de Brito

Ontem escrevi que «acredito que Brito seja o primeiro a querer sair (sobretudo porque precisa de mostrar que consegue fazer coisas positivas noutros clubes e porque mudar de ares faz bem)», mas também é justo reconhecer que, do outro lado, do lado do Clube, haverá algum receio de mudar, nesta altura.
Não que não haja outros treinadores competentes - mas os diversos antecessores de Brito foram um desastre ou, pelo menos, falharam. De João Eusébio a António Sousa, de Horácio Gonçalves a Vítor Oliveira

Em 15 anos só Brito conseguiu os objectivos*.
Eis, portanto, mais uma razão para o casamento se manter: Brito não tem conseguido alcançar os objectivos noutros clubes, mas o Rio Ave também não tem conseguido esses objectivos com outros treinadores!

* A excepção foi a época 99/2000, em que descemos de divisão.

Vamos deixar o Braga sonhar na Europa...

e tratar-lhe da saúde no campeonato português!
(estão muito cansados...)

17.3.11

Sub23 sem jogadores do Rio Ave (Tiago Pinto = injustiça)

 Mário Felgueiras, Tiago Pinto e Vítor Gomes estavam pré-convocados para os próximos compromissos dos sub-23 de Portugal, mas a convocatória definitiva excluiu-os.

No caso de Tiago Pinto trata-se de uma grande injustiça; Vítor Gomes não tem jogado e por isso tem de se aceitar; já relativamente a Felgueiras, é duvidoso que Marafona (Marítimo) seja/esteja melhor. Mas o caso de Tiago Pinto, insisto, é muito mais evidente.

Sobre a renovação de Brito

1º - a acontecer, é normal em face dos resultados desportivos [o Rio Ave vai fazer a 4ª época consecutiva na primeira liga, o máximo que conseguiu até hoje e conseguir manter-se no principal escalão é a vitória maior];
2º - é verdade que há Alex Ferguson, mas um relacionamento longo vai provocando desgaste [admirando eu o caso do Manchester, a verdade é que é mais fácil quando se ganha quase sempre...];
3º - esta terá sido mais uma época em que não deixou de haver desgaste, seja pela turbulência desportiva seja pela escolha de alguns jogadores, seja pelas lesões, seja por aquilo que não sabemos;
4º - acredito que Brito seja o primeiro a querer sair (sobretudo porque precisa de mostrar que consegue fazer coisas positivas noutros clubes e porque mudar de ares faz bem);
5º - mas se Brito renovar penso que devemos ficar satisfeitos; ele e nós, rioavistas. Com Brito sabemos o que podemos contar! [apenas lhe peço, para a próxima época, mais atenção aos jovens jogadores, sobretudo da nossa formação]

O meu palpite para segunda-feira

Brito não vai apresentar o 20º onze diferente.
Vão jogar os mesmos - que bem jogaram frente ao Sporting!

(a única alteração que eu promoveria seria a entrada de Mendes e a saída de Yazalde, mas isto é a minha vontade de ver Mendes em campo!)

Ao menos deu para observar Ricardo Martins, Gilmar, Molina e companhia?

«O Rio Ave empatou esta quinta-feira a zero golos num jogo-treino com o Ribeirão. Na primeira parte do encontro, Carlos Brito utilizou os jogadores menos utilizados da equipa e na segunda parte contou com o mesmo onze que defrontou o Sporting, à exceção do defesa Lionn que continua com gripe, entrando Wires para o seu lugar»

Mais da preparação da nova época (ACT)

Relativamente a isto, A Bola acrescenta que:
- «Da renovação com a equipa técnica liderada por Carlos Brito dependerá muito do que poderá ser a nova face da equipa, pelo que será ainda necessária uma reunião para decidir o essencial da versão renovada e melhorada»
- renovações também para Braga e Gama;
(ACT com a versão em papel:
- Braga tem clubes interessados
- a baliza é um dos pontos mais críticos e não está fora de hipótese a renovação de Trigueira!

Duas notas:
- a renovação com Brito «dependerá»?
- Acredito que Gama renovará com o Rio Ave, mesmo tendo propostas para sair. Nem Gama nem Mendes fariam uma coisa destas ao Rio Ave; Sobre Braga não há dúvidas!
- (ACT) sobre a renovação de Trigueira: acho-a, a concretizar-se, surpreendente: repito o que escrevi: Brito já teve oportunidade, ao longo destas duas épocas, de 'dizer' o que pensa de Trigueira; e para o jogador é fundamental poder jogar!

O fenómeno Augusto Gama na Linear

Augusto Gama, simplesmente Gama, criou uma relação especial com os rioavistas.
Não admira por isso que a entrevista de logo na Linear seja muito esperada.
Uma frase a reter: «num jantar de aniversário do clube, um sócio ofereceu-me o seu emblema de prata que tinha acabado de receber, recusei mas ele insistiu e acabei por aceitar»

16.3.11

Rio Ave - Setúbal, domingo, 16h

É dia 3 de Abril.

Paulo Santos operacional para Braga

«Os guarda-redes Paulo Santos e Trigueira evoluíram em regime condicionado, não havendo, contudo, qualquer entrave à utilização do primeiro na deslocação ao campo do SC Braga. Mário Felgueiras e o júnior Rafael ocuparam-se da baliza no treino»

Começar a preparar a próxima época

«Esta quarta-feira, o clube levantou ainda a ponta do véu no que a renovações diz respeito. "Com os 27 pontos alcançados, serão tratadas algumas renovações com jogadores e treinador nesta e na próxima semana. Num curto espaço de tempo vai haver mudanças", afirmou Edmundo Alexandre, chefe do departamento do futebol do clube»

Algumas notas:
- João Tomás, Gaspar, Wires (entre outros), são inevitáveis;
- Brito vai renovar; é normal (voltarei ao assunto oportunamente)
- a frase mais enigmática é esta: «Num curto espaço de tempo vai haver mudanças»; o que significa?

Ainda faltam sete jornadas...

«O certificado internacional do central brasileiro Ricardo Fernandes já chegou ao Rio Ave, pelo que o jogador pode ser opção»


(mas este não foi um processo muito acertado, como se viu pela necessidade de chamar Tarantini ao lugar)

Carlos não paga?

Além do que disse sobre Geraldes, Vítor Carvalho deixou mais uma novidade: o guarda-redes Carlos foi processado pelo Rio Ave, por falta de pagamento do acordado (tanto quanto julgo saber, estava combinado que Carlos pagasse todos os meses uma parte da cláusula de rescisão). Em sentido contrário, Bruno Mendes reclama pagamento de prémios e neste caso (como neste e neste) é o Rio Ave o réu.

15.3.11

Geraldes não é do Rio Ave?

A lebre foi levantada há minutos por Vítor Carvalho no 12º jogador da Linear.

O ex-dirigente não foi muito específico (diria até que foi evasivo), mas deixou no ar que Geraldes não será do Rio Ave, mas que terá sido cedido pelo Maia, tendo o Rio Ave direito de preferência.

Para quem foi o primeiro a ser anunciado como reforço para 2010-2011 mas já está emprestado para rodar, Geraldes está a causar impacto em Vila do Conde.

O assunto merece um esclarecimento de quem sabe.

Éder no banco

Surpreendeu muita gente que Éder só tenha treinado na véspera e tenha sido convocado para o jogo de sábado; mais, que tenha estado no banco (com Milhazes e Sidnei a ficarem na bancada).
A mim não.
Perante a onda negativa que tem marcado a defesa, sobretudo os centrais, Brito quis ter mais uma opção. Um recurso, no caso de algo correr mal. Um 'mais vale prevenir do que remediar'. Brito foi prevenido e fez bem. Acho que todos deviam compreender isso.

Tantos?

Será mesmo assim?

'Apesar de os resultados desportivos não serem os melhores nesta altura, o Varzim atingiu a marca dos seis mil sócios. O facto de o plantel estar repleto de jogadores da terra fez crescer a paixão pelo clube, assim como o número de espectadores
em casa e fora de portas.'

Um mês depois deste facto ser noticiado julgo que pela primeira vez, O Jogo chama o assunto à edição online (não vi a de papel). Curto mas está lá. Parece quase um empurrãozinho do jornal(ista) ao clube nesta hora de decisões. Falta de outras notícias ou estou a ver coisas onde não existem? Estou a ser mau André?

Um elogio a Carlos Brito

Como Brito costuma dizer, 20 anos não são 20 dias.
Ao fim de 20 anos, já conhecemos muito bem o nosso treinador e sabemos o que podemos (ou não) esperar dele. E por causa disso, porque damos por adquirido o que é bom, estamos muito mais atentos (críticos...) ao que é mau - é normal num relacionamento de 20 anos!
Gostava, pois, de deixar um elogio à postura sóbria do nosso treinador, que nunca mostrou desespero quando as coisas estavam mal, da mesma forma que não mostra qualquer euforia pelo bom momento da equipa. Mantém-se sóbrio, discreto, coerente.
Há quem não goste do estilo - mas eu aprecio estas qualidades em Brito.

Paulo Santos tem entorse

Fica mais difícil a recuperação para Braga?
«O guarda-redes Paulo Santos cumpriu somente tratamento na sequência da entorse contraida no jogo frente ao Sporting CP»

PS - Trigueira ainda recupera a tempo de ser convocado ou vai ser chamado o guarda-redes dos juniores?

Nove de Braga mais Braga

Entre os que pertencem ao Braga (Yazalde e Felgueiras), os que pertenceram até há pouco (Tiago Pinto e Mendes), os que lá jogaram em tempos (Paulo Santos, João Tomás, Ricardo Chaves, Cícero e Bruno Gama)  são nove os jogadores do Rio Ave com alguma ligação ao clube que vamos vencer na próxima jornada.

PS - e ainda falta... Braga

O presidente e o treinador (ACT)

Até que ponto pode um presidente impor ao seu treinador que jogue determinado jogador?
Dito por outras palavras, pode ou não o presidente de um clube de futebol exigir que determinado jogador seja escolhido pelo treinador?
Do meu ponto de vista, em determinadas circunstâncias, pode.
A primeira preocupação do treinador deve ser escolher aqueles que, em cada momento, considera os melhores para atingir os resultados que lhe pedem (e portanto não tem de ser sensível a questões como a necessidade de valorizar determinado jogador, que pode vir a resultar em vendas). Há, como em tudo, uns mais sensíveis do que outros a esta questão.
Não estando o treinador muito preocupado com essa questão, deve o presidente impor a sua vontade?
Em determinadas circunstâncias, em que os resultados desportivos já não sejam o mais importante, pode. Mesmo sabendo que: o treinador aceita contrariado e pode abrir-se um conflito; o treinador não aceita e vai ser preciso demiti-lo a seguir.
O ideal é que haja uma sintonia entre ambos e um equilíbrio nas áreas de influência de cada um. Mas não é o treinador que gere o clube, é o presidente! É o presidente quem vai pagar ao treinador...

ACTualizo, com o resto da reflexão: ... mas uma coisa é a intervenção do presidente do clube ter sido feita 'a tempo', outra é ter sido feita quando já havia um onze definido, com os jogadores a ficarem a saber o que se passou (não dá bom ambiente);

É verdade que foi Mide quem ensinou o 'cabrito'...

... a Ricardinho?

Quando é que podemos ver um, feito pelo próprio Mide?

Aceitam-se apostas (e palpites)

para saber qual será o 20º 11 inicial diferente que Carlos Brito vai usar.

Se Paulo Santos não recuperar, em Braga é muito provável que isso aconteça.

Estatística: queda na classificação não tem significado

O que tem de ser realçado é que aumentámos para 11 os pontos de vantagem sobre o 15º lugar.

Destaques após a jornada 23:
- Naval e Portimonense estão lá bem longe a 11 pontos;
- Júlio Alves estreia-se a titular;
- Braga e Tiago Pinto estão à porta de serem suspensos (tal como Tarantini e Gaspar) com o amarelo que viram;
- a série de vitórias foi interrompida, mas a de jogos sem sofrer golos continua;

Quanto ao prémio Rei do Ave:
Já vimos que Gama ganhou esta jornada. Foi pela 5ª vez o mais votado. Só 8 pontos o separam agora de João Tomás que em 2 jornadas perdeu 40 pontos para o jovem ala.
Olhando para as votações de cada um dos contribuintes para este prémio, vemos factos curiosos:
- Tomás lidera nos votos dos editores deste blogue, da Linear e JN.
- Gama lidera n' A Bola e n' O Jogo.
- Gama e Tomás estão empatados no Record e Mais Futebol.
- Excluindo os votos do blogue, Gama lidera com 1 ponto de vantagem.
- Considerando apenas a imprensa escrita, ou seja apenas os contribuintes que pontuaram todos os jogos, Gama lidera com mais 6 pontos que Tomás. Esta luta está ao rubro!

14.3.11

Renato Santos goleador

O jovem que o Rio Ave emprestou ao Moreirense voltou a marcar ontem na vitória sobre o Freamunde. Foi o seu 3º golo esta temporada na Liga Orangina.

Ronaldo, lembram-se?

Decisivo ontem na Oliveirense!

(sem ressentimentos, esperando sempre o melhor:  Foi um jogador bastante desgastado aqui neste blogue, mas apenas porque queremos o melhor possível para o Rio AVe e Ronaldo raramente esteve à altura)

Gama é o rei da jornada (por um, a Braga)

Luta muito renhida entre Gama e Braga, com a vitória do primeiro por um ponto (42 contra 41; sete dos oito contribuintes atribuíram os mesmos pontos aos dois jogadores, excepto O Jogo).
(foto AVL)
Em terceiro lugar ficou Lionn, com 37 e a dois, jeferson.
O titular menos pontuado foi Tomás, com 28, se tirarmos Paulo Santos, substituído cedo (com 26).
O suplente Felgueiras, com 29, teve mais um.

PS - Amanhã o Gil actualiza a estatística, mas a diferença entre Gama e Tomás diminuiu (era de 22 pontos, menos 14...)

Fazer justiça a Júlio Alves

Apenas o vi na pré-temporada e não fiquei animado com o que vi.
Vi pouco e poderia refugiar-me nisso.
Mas não me custa dizer que essas primeiras impressões não se confirmaram.
Júlio Alves tem pinta e mostrou qualidades!

PS - mais: irá Brito tirá-lo da equipa, agora que Wires regressou? Não acredito!

Cinco do Rio Ave nas selecções (ACT)

Júlio Alves e Geraldes nos sub21 e Vítor Gomes, Tiago Pinto e Mário Felgueiras nos sub23 [ACT: Mário Felgueiras, Tiago Pinto e Vítor Gomes estão pré-convocados para os próximos compromissos dos sub-23 de Portugal, mas terão de aguardar pelas últimas escolhas do seleccionador Ilídio Vale».
É obra!

PS - faltam Yazalde e Ricardo Martins

Brito e os computadores da Nasa...

27 pontos garantem a permanência e é possível ousar mais?
Carlos Brito: «isso não sei, aqueles computadores da NASA é que devem fazer essas contas e nem tenho computador... Se estivesse num clube de outra dimensão, como aconteceu quando estive no Boavista, podia dizer de caras que era para a Europa. Mas aqui seria um erro de todo o tamanho querer atingir objectivos que não sejam a permanência. Recordo que há cerca de um mês estávamos com 14 pontos».

Ainda o jogo com o Sporting

Só tivemos 44% de posse de bola - e pareceu-me que dominámos sempre o jogo, com excepção dos últimos 10 minutos!
Fizemos 24 remates (contra 10 do Sporting). Mas só 18 faltas, contra 21 do Sporting;
jogador que tocou mais na bola: Bruno Gama (62), contra os 60 de Tiago Pinto;
jogador com mais passes certos: Júlio Alves: 29 (Tarantini 26)
jogador que fez mais faltas: Júlio Alves e Yazalde (3)
jogador que sofreu mais faltas: Yazade (5) e Lionn 4
jogador com mais perdas de bola: BGama, 18, e Tarantini 15
(fonte A Bola)

O Vítor está zangado?

Quando um jogador é suplente e está habituado a ser titular, há sempre a 'suspeita' de que, se não entra bem no jogo, é porque está amuado (já houve na época passada este caso de 'azia').
Com o Vítor Gomes passa-se isso?
Um nosso leitor escreveu-nos a dizer «ele quando entra não corre, está parado no campo. Se ainda não repararam, reparem, abraço».
Mas a explicação pode ser outra - pode não estar em forma.

PS - frente ao Olhanense foi suplente e o melhor em campo! Uma coisa é certa, apesar das elevadas expectativas, esta segunda volta não está a corresponder! [e a primeira também foi má, sobretudo pela lesão]

Elogios ao Rio Ave

do director do Maisfutebol: «O Rio Ave entrou com nove portugueses e dois brasileiros frente ao Sporting, mistura apurada de experiência, ambição e boa capacidade de gestão. Olha-se para o Rio Ave e percebe-se que há ali trabalho, do bom. A equipa está muito equilibrada. Conhece as suas dificuldades, mas também acredita nas qualidades que foi descobrindo ao longo da temporada»

13.3.11

23ª j - Sporting - Era de ganhar.

Ausente de Vila do Conde, vi o jogo pela TV. E gostei muito do Rio Ave que me pareceu em atitude e qualidade de jogo semelhante ao Rio Ave que vi em nossa casa no primeiro jogo do campeonato com o Nacional. E por isso, foi muito injusto não termos vencido. Aceito que se diga que o Sporting está muito mal, mas que culpa temos nós? Podíamos e devíamos ter vencido, ficámos a dever uma série de golos ao jogo. A vitória não nos fará muito falta nas contas finais, mas mais vale somar que ficar a lamentar.

Gostei muito da exibição colectiva e com excepção de Yazalde e Tomás (ontem com o pé desafinado) todos estiveram a muito bom nível. Julinho Alves teve boa estreia. Carlos Brito, tal como diz o João Paulo, não marca golos mas considero que fez escolhas acertadas e por isso lhe dou um 4. Quanto aos jogadore:
4 para Tiago Pinto, Jeferson, Gaspar, Lionn, Tarantini, Braga e Gama (para mim o melhor);
(foto AVL)
3 para Paulo Santos, Felgueiras e Julinho;
2 para Yazalde, Tomás;
1 para Vítor Gomes e Saulo.

12 de Março de 2011

... uma data que Júlio Alves recordará para sempre - o dia em que foi titular pela primeira vez na primeira Liga;
Carlos Brito ficará como o treinador que o lançou.

Vamos tentar mais um ano de empréstimo de Lionn?

Se o Guimarães não o quer, queremos nós!
(foto AVL)
(quero ser injusto: Zé Gomes fez grandes jogos pelo Rio Ave ao longo destes anos e quem sou eu para dizer que não os voltará a fazer, mas Lionn, nesta época, dá outra qualidade àquele sector; está ali um jogador de grande futuro, em que vale a pena o Rio Ave apostar!)

Tarantini = Vilas Boas?

Ontem o jogo de Tarantini fez-me lembrar os de André Vilas Boas. E não apenas pela localização no terreno. Pela bravura no corte e pela entrega (só quebrou nos últimos 10 minutos). E também porque, como André, é no passe que está a sua maior fragilidade.

O melhor jogo de Braga foi o primeiro que não ganhou?

Um empate com sabor a pouco

Júlio Alves: «sentimos que o empate seria pouco. Sentimos que podíamos vencer o Sporting»

Braga: «Merecíamos vencer este jogo»

12.3.11

(Sporting) Que injustiça!!!!!!!!!!

1) Resultado final: Rio Ave, 4 - Sporting 1! (infelizmente, como lembrava Brito este é mais um jogo bom que não ganhámos!!!); [nesse jogo dos 4-0 não tivemos tantas oportunidades como hoje!]
2) A melhor exibição da época, a que faltou sorte e algum discernimento no momento do golo;
3) Seria muito justamente a 5ª vitória seguida; assim, deu apenas um ponto; Perdemos dois pontos, sem dúvida, perante um Sporting que dá pena...
4) E sem necessidade, ainda sofremos no final, quando o Sporting cresceu porque alguns dos nossos jogadores desapareceram;
5) Braga foi o melhor, mas Lionn, Jeferson, Gaspar, Tiago Pinto ou Bruno Gama também estiveram em plano de grande destaque;
6) Arbitragem sem influência, mas a perdoar alguns amarelos ao Sporting, sobretudo a André Santos e a essa nódoa chamada Postiga!
7) Para Brito nota 4: se os jogadores não marcam não é culpa sua, mas é mérito seu a equipa estar num excelente momento de forma (surpreendeu com Júlio Alves, que até jogou a trinco, mas o jovem cumpriu!).
8) Apesar de tudo, saí do Estádio satisfeito. É bom ver o nosso Clube fazer um jogo com tanta qualidade!

PS - Rio Ave, 0 - Sporting, 0 [em vez de 'adversário'], ouviu-se no final; assim está bem!

(Sporting) um-a-um: tantos para elogiar (mas Braga...)

Paulo Santos: 3 (pouco trabalho, seguro)
Lionn: 4 (exibição excelente)
Gaspar: 4 (bastante trabalho, com apenas um lapso; está em forma)
Jeferson: 4 (seria 5 se não tivesse tido um deslize na segunda parte; muito bom)
Tiago Pinto: 4 (desapareceu nos últimos 15 minutos, mas foi dos melhores a atacar e a defender)
Júlio Alves: 3 (estreia muito positiva; menos bem a defender e no acerto táctico, mas de resto muito bem)
Tarantini: 3 (bem a trinco, pecou no ponto do costume, o passe; foi destemido, teve força e trabalhou para equipa)
Braga: 4 (o melhor em campo; se marcava era uma exibição magistral)
Bruno Gama: 4 (só lhe faltou marcar; foi dos que desapareceu na parte final)
Tomás: 2 (o pior jogo de Tomás? não foi apenas por ter falhado dois ou três golos, foi porque esteve lento a recuperar posição)
Yazalde: 3 (esforço, dedicação, mas sem glória; trabalha para a equipa, mas a um avançado pede-se mais)
Felgueiras: 3 (apanhou a fase boa do Sporting e teve muito mais trabalho; cumpriu)
Saulo: 2 (esperava-se mais; podia ter feito mais)
Vítor Gomes: 2 (não 'entrou' em jogo, apático)

Uma boa análise de Brito

«Muito sinceramente julgo que houve jogos que perdemos mas nos quais estivemos melhor do que em alguns que ganhamos»

(Sporting) Brito chamou todos os possíveis (e Éder)

Eis os 20 que Brito chamou para logo:
Guarda-redes: Mário Felgueiras e Paulo Santos.

Defesas: Gaspar, Jeferson, Tiago Pinto, Éder, Lionn e Milhazes.
Médios: Júlio Alves, Tarantini, Vitor Gomes, Braga e Fábio Felício.
Avançados: Bruno Gama, João Tomás, Mendes, Saulo, Sidnei, Cícero e Yazalde.

Notas:
- Ricardo Fernandes continua «à parte»;
- Lesionados estão Trigueira, China e Zé Gomes; «Ricardo Chaves e Éder Monteiro treinaram sem limitações» e Éder foi mesmo chamado, não vá o diabo tecê-las...
- de fora, por opção, ficaram Ricardo Chaves (ainda não está em forma, depois de uma paragem de várias semanas) e Wires, castigado.

11.3.11

O nosso melhor jogo da última década?

20 de Março de 2004
Rio Ave, 4 - Sporting, 0 (dois golos de Evandro)
(Zé Gomes foi titular e Tiago Carneiro, agora no Varzim, esteve no banco)

- A Linear evoca esse joga hoje a partir das 18h, com as memórias de Evandro

PS - digo melhor, no sentido da qualidade do jogo; mas sem esquecer a vitória da subida em Santa Maria da Feira, outra vez com Evandro!

Palavras de Paulo Santos a que convém estar atento

Paulo Santos disse ontem, à margem da visita à Escola dos Correios, que «a partir do momento em que começámos a jogar como uma equipa, começámos a ganhar. É desta forma que temos de continuar».

A minha pergunta é: de que forma é que podemos relacionar estas palavras de Paulo Santos com o abanão dado por João Tomás, logo após o jogo no FC Porto?
É que, pode ser coincidência, mas a partir daí ganhámos sempre!
No fim da época se fará o devido balanço, mas quero recuperar o que aqui escrevi nessa semana: «Tomás foi corajoso e quis contribuir para resolver, por sentir que era preciso um abanão no balneário, depois de esgotadas outras tentativas, mais discretas»

O Rio Ave e a concorrência (segundo o JVC)

«O Rio Ave FC está, felizmente, numa boa situação, porque tem uma dedicada massa associativa e uma responsável Direcção, que sabe gerir o que tem e não avança para o que sabe não poder. Um exemplo significativo: Miguelito e André Vilas Boas, já que são atletas que sentem o Clube e que todos gostamos deles; queriam vir para cá e o Rio Ave queria-os; simplesmente o Rio Ave não pôde pagar-lhes o que lhes pagam o Setúbal e o Portimonense! Mas é por situações destas que o Rio Ave está bem e outros Clubes estão na pré-falência!...»

Sobre os casos em tribunal

Obviamente que ninguém gosta de ver o seu nome em tribunal, mas o facto de nos processarem judicialmente não significa que não tenhamos razão.
Relativamente aos dois casos aqui relatados, basta que o Rio Ave não tenha concordado com as verbas pedidas pelos outros intervenientes. Em caso de diferendo, compete ao tribunal decidir.
Esperemos, pois, que seja isso.

«Rio Ave: o que mudou?» (responde LFL)

Luis Freitas Lobo em A Bola de quarta-feira passada:
«O factor de mudança foi a entrada de um médio com mais chegada ao ataque: Braga. Primeiro na sua colocação de origem atrás dos avançados, de perfil com os extremos e não o com médio de transição que joga à frente do trinco (como acontecia quando jogavam, por exemplo, Tarantini-Wires). Depois, porque de todos os médios ao dispor, é o que tem mais remate. Podem até dizer que ele não fez exibições brilhantes nestes jogos, mas bastou a sua colocação e a ideia que traz para o jogo, para mudar a distribuição e a dinâmica posicional nesses espaços e em seu redor. Obriga a ter durante mais tempo o segundo médio mais recuado, mas os outros jogadores, médios e alas, passaram a ter outras referências de movimentação e visão/ocupação de espaços»

(obrigado Luís!)

Ainda o apartamento de Mora

A resposta a isto vem no JVC desta semana.
Um excerto:
«Quando se quer dizer mal recorre-se a tudo. Desta vez até foi dito que um empreiteiro teve de oferecer um apartamento ao antigo guarda-redes Mora, o que é rotundamente falso. O dr. Carlos Costa, economista e antigo dirigente do Clube, disse ao JVC que foi ele próprio que tratou do empréstimo bancário com que Mora pagou a residência que tem!»

10.3.11

Bruno China ainda faz uns minutos esta época?

Se Bruno China já corre é porque a sua recuperação está a correr muito bem (imagino eu...).
Como faltam dois meses para o final da época, ainda vamos ver China fazer uns minutos?
Eu aposto nisso!

«Estamos muito confiantes» (ACT)

«O avançado Bruno Gama abordou o jogo de amanhã com o Sporting e deixou bem claro as altas expectativas para o embate com os leões: "É possível vencer o Sporting e atingir a quinta vitória consecutiva. Estamos em boa forma, muito confiantes e este momento é ideal para defrontar um adversário forte como é o Sporting"»
(foto Record)





Mais uma acção judicial contra o Rio Ave (Alípio?)

Depois da reclamação do Odivelas relativamente a Sílvio, acabou de entrar outro processo no Tribunal de Vila do Conde (distribuição a 5 de Março).
Agora é a Escola Dois Toques que exige € 154.832,88 ao Rio Ave.
Como relativamente a isto não faz sentido, talvez seja a parte do passe de Alípio. Não pagámos?

(Insisto nisto: são informações que, como rioavista, preferia não ler, mas, a partir do momento em que existem, acho que não as podemos ignorar)

O regresso de João Ferreira a Vila do Conde!

Foi o árbitro do Rio Ave - Benfica, da Taça da Liga - um jogo em que fomos muito prejudicados.
Sábado apita o jogo com o Sporting.
Lembram-se?

Tarantini capitão

A propósito disto, eis algumas ideias: apesar de estar há três anos em Vila do Conde, Tarantini não era o jogador com mais anos de Rio Ave em campo (era, sem margem para dúvidas Vítor Gomes). Mas a antiguidade na equipa não é - nem pode ser - a única condição para um jogador ser escolhido como capitão. Há outras, como a capacidade de liderança, a facilidade e o ascendente no relacionamento com os colegas e a capacidade de fazer a ponte com a equipa técnica. E é provavelmente nestas que estará a justificação para a escolha (que não considero surpreendente) de Tarantini.

Wires de fora com o Sporting (ACTx2)

Vai cumprir um jogo de castigo depois do amarelo com o Marítimo.

ACTualizo (JPM): e quem vai jogar no seu lugar? Ricardo Chaves está fora de combate e Vítor Gomes é o mais provável. A Bola fala em Júlio Alves, mas eu não acredito. Primeiro porque Vítor Gomes poderá recuperar da gripe (nem aparece no boletim médico de ontem), depois porque aquele não é o lugar dele, ele joga mais à frente. Mas se o Vítor não estiver, quem sabe... [O Record também aponta para a titularidade de Júlio Alves]
(mal a permanência esteja garantida acredito que Júlio terá a sua oportunidade, tal como Mendes)

ACtualizo novamente: como era de esperar Vítor Gomes já treinou hoje. Entra Gaspar, Tarantini avança no terreno e mantém-se tudo igua?

Estatística: um capitão a estrear

O capitão Tarantini! Foi a primeira vez do médio feito central contra o Marítimo.
Já se sabia que esta seria uma jornada com mais um 11 inicial a estrear, mas a presença de recurso de Tarantini a central não estava nas contas de ninguém.

Realço o seguinte da estatística acumulada:
- a primeira de Tarantini a capitão e o 5º amarelo de Wires;
- o 18º 11 inicial;
- Gama é o único a ter estado em todos os jogos;
- o 3º golo de livre directo;
- a melhor classificação de toda a época e a maior vantagem sobre o 15º lugar;
- Gama que fica a 22 pontos de João Tomás na maratona para o melhor da época.

9.3.11

«Como podes ser rioavista e...?»

A propósito deste texto, voltaram a confrontar-me com uma pergunta deste tipo: «como é que alguém que gosta do Rio Ave publica uma coisa destas?».
Subjacente a esta questão está a ideia de que só devemos publicar as notícias boas e, ainda pior, uma total desconsideração por um valor pelo qual me baterei sempre, a liberdade de expressão.
A quem me confrontou respondi com isto: escrevo em blogues sobre o Rio Ave há oito anos (já conheci, portanto, três direcções, sendo que com Carlos Costa e com Paulo de Carvalho nunca tive qualquer problema, ainda que nos primeiros anos a realidade dos blogues fosse muito diferente do que é hoje) e escrevo de acordo com a minha consciência; nem sempre gosto de tudo o que escrevo, mas não censuro ou fecho os olhos ao que é mais polémico (talvez por deformação profissional).
Sou o sócio 1060 e ninguém gosta mais do Rio Ave do que eu.

O Rio Ave e a UEFA

Carlos Brito, na conferência de imprensa da semana passada, antes do jogo na Madeira, revelou que o Rio Ave não se inscreveu para as provas da UEFA deste ano (e até disse concordar com isso).

O meu comentário: tenho vindo a defender que, por agora?, o Rio Ave não tem estrutura para uma prova da UEFA e que mais vale não ir do que passar vergonhas (financeira e desportivamente), mas surpreende-me por isto e por isto.

10-0 aos juniores????

Então não muda aos três e acaba aos seis?
Brito é mauzinho!

Braga nunca desesperou

Foi a nossa sorte!
«Mas posso dar mais ao Rio Ave. Espero por isso e pela quinta vitória consecutiva»

Em que pensam os nossos jogadores?

Uma frase de Tarantini, ontem em O Jogo, faz-me voltar ao assunto: qual é, neste momento, o objectivo dos jogadores do Rio Ave? Tarantini diz que «Quatro jogos atrás, só pensávamos em pontuar na jornada seguinte». E agora? Querem ir até onde?

O que mudou?

Penso que é das perguntas mais frequentes entre os rioavistas - o que mudou para passarmos do inferno ao céu?
Pegando naquilo que disse ASC em Fevereiro, o mau momento devia-se a falta de sorte, injustiça nos resultados (arbitragens) e lesões.
Como as lesões não diminuíram (pelo contrário, jogar sem Tomás e Gaspar seria uma tragédia...), restam duas outras hipóteses: o azar foi-se embora e deixámos de ter arbitragens negativas.
A isto devemos juntar as mudanças feitas na equipa por Brito; como Carlos Costa ontem dizia, Wires, Vítor Gomes e Braga fazem o melhor meio campo do Rio Ave no momento.

8.3.11

Braga mascara-se de Rei (e ganha!)

Braga marcou e ganhou!
31 pontos, mais um do que Paulo Santos.
Em terceiro ficou Tarantini, o que é notável se tivermos em conta que foi defesa-central (melhor, portanto, do que na maior parte das vezes em que foi médio!).
Cícero foi o titular menos pontuado, com 20, apenas mais três do que o suplente Saulo.
(Gaspar não aproveitou a ausência de Tomás, mas Gama, que somou 26 pontos, aproximou-se)

O contrário da época passada?

Na época passada fizemos uma excelente primeira volta e uma péssima segunda; nesta época fizemos péssima primeira volta e poderemos fazer uma excelente segunda. Será?

Só cinco empates

Olha-se para a classificação e vê-se que o Rio Ave é das equipas com menos empates no campeonato, surpreendente se tivermos em conta que Brito é um treinador conhecido pelos empates.
Apenas Porto, Benfica (que nunca empatou) e Braga têm menos empates do que o Rio Ave!
Está a ser uma temporada mesmo estranha!

O Sporting mais fraco de sempre!

Alguém tem dúvidas?

PS - sem surpresas, Gaspar e João Tomás já estarão!

Nada corre mal a equipa com moral!

Sobrevive até à inesperada ausência do seu capitão para ficar na história!
Os 26 pontos dão-nos agora uma folga considerável sobre os lugares descida, uma tranquilidade que ainda não conhecíamos, mas a tarefa ainda não está terminada. É possível vencer o Sporting e então acho que o objectivo primordial ficará cumprido. Depois ainda há jogos que cheguem para apanhar quem nos precede na tabela e satisfazer os desejos do presidente. Esta equipa que tem sido uma manta retalhada está a cumprir. Aos repelões, com soluços e tropeções, mas está quase na linha de meta com muita corrida ainda por fazer. Há lições válidas a aprender quando no final da época se fizer o balanço.

Os nossos mascarados

Eis algumas propostas dos editores deste blogue para o desfile de logo à noite nas ruas de Vila do Conde

Trigueira - o homem invisivel
Zé Gomes - de Vítor Gomes
Vitor Gomes: de Zé Gomes
Gaspar - de D. Afonso Henriques;
Jeferson - de Olivia Palito
Tiago Pinto - de Menino de ouro
Júlio Alves - de Jorge Mendes
Tarantini - de 'sempre-em-pé'
Saulo - de Garrincha
Mendes - Speedy gonzalez
João Tomás - de Super herói carteiro (Pai natal?)
Yazalde - de Bruno Gama
Sidnei - Chuck Norris (do filme Desaparecido em combate)
Wires - de Ghandi
Gama - de Augusto Gama
Cícero - de João Tomás

Chegar até onde?

Até à melhor classificação possível ou à melhor classificação de sempre?
Acho que, nesta altura, os jogadores do Rio Ave estão um pouco 'confusos' com aquilo que ainda podem conseguir esta época.
Só depende deles - e quem ganha quatro jogos seguidos ganha cinco...

Nova época - renovações

Primeira prioridade - renovar com aqueles que terminam contrato.
A Bola fala no inevitável João Tomás, mas também em Bruno Gama e Paulo Santos.

(O meu comentário: são três jogadores que merecem a renovação, sem dúvida; e há obviamente outros. Estranho, por exemplo, que ainda não se tenha falado em Wires)

7.3.11

Quim Vitorino, 'olheiro' oficial do Rio Ave

Em Ribeirão ou em Chaves por exemplo,tem sido visto o nosso Quim. Ele está a acompanhar os nossos jogadores emprestados e a ver outros possíveis reforços, em funções oficiais.

Esta é uma boa notícia três vezes:
- O Rio Ave encontrou uma forma de valorizar a ligação do seu melhor jogador de sempre ao Clube, com ganhos evidentes;
- Quim cumpriu um sonho, ele que sempre quis ficar ligado ao Clube;
- Sabemos que os nossos jogadores estão a ser acompanhados e que haverá relatórios regulares sobre a forma como estão a evoluir nos clubes para onde foram emprestados;

A próxima vitória fora...

... vai ser dia 21 de Março, às 19h45, em Braga (é uma segunda-feira; jogo na Sport tv para quem não tiver hipóteses de ir).

(a sexta vitória seguida do Rio Ave será conhecida como a primavera rioavista!)

Quatro jogos sem sofrer golos - uma palavra para Paulo Santos

Aqui há tempos disse que Tiago Pinto era, verdadeiramente, o único reforço face à época passada.
Mas os quatro jogos sem sofrer golos fazem com que devamos ter uma palavra para Paulo Santos.
Parece estar em forma, tem segurado resultados e é um dos responsáveis por este bom momento do Rio Ave. É um jogador diferente de Carlos - que foi o melhor guarda-redes que passou por Vila do Conde desde Marco Aurélio - mas estamos bem servidos.

(Braga e Lionn estão à bica para entrarem, também, nesta lista de reforços)

Vitória do Rio Ave injusta?

Se o treinador do Marítimo reconhece que o Rio Ave mereceu ganhar, como é que o Correio da Manhã fala em injustiça??????

Braga quer continuar a marcar

«É bom marcar, agora que comecei a jogar. As coisas têm-me saído bem pois a equipa tem ajudado. Espero continuar a marcar»

6.3.11

Uma palavra para a Direcção

Agora que o Rio Ave tem 26 pontos e começa a ficar tranquilo na classificação, penso ser justo deixar uma palavra para a Direcção.
Tem sido uma época difícil e ASC soube nunca perder a calma.
Noutras circunstâncias já teria havido uma chicotada psicológica mas a Direcção nunca perdeu o norte. E os resultados estão à vista!
Por isso, porque por regra nunca nos lembramos deles, um aplauso para quem tem sabido dirigir o nosso Clube!

Que grande fim de semana!

4ª vitória seguida para o campeonato, a melhor exibição do futsal e vitória dos iniciados frente ao FC Porto!

É quase impossível um fim de semana melhor!

(Marítimo) 4ª vitória seguida!

O Rio Ave venceu o Marítimo por 1-0 (golo de Braga) e conseguiu a quarta vitória consecutiva.
É caso para dizer, onde estava este Rio Ave???
Ainda por cima a vitória de hoje ficou marcada por uma série de adversidades; além do castigo a João Tomás, Gaspar sentiu-se mal e não pôde alinhar; sem surpresa para mim (porque Brito tem uma confiança ilimitada no jogador), Tarantini foi central. E pelos vários relatos que já me chegaram da Madeira, cumpriu plenamente!
Paulo Santos também fez uma exibição a valer pontos e Braga terá sido o melhor ou dos melhores.
4º jogo seguido de Braga a titular, quarta vitória! [é evidente que há acaso na coincidência, mas noutra parte muitos foram aqueles que pediram a Brito para dar mais oportunidades a Braga!]
E já estão conseguidos 26 pontos - é tempo de começar a preparar a próxima época! (embora ainda faltem 8 jogos)

Iniciados vencem o FC Porto!!

Esta equipa de iniciados está a fazer uma carreira espectacular; hoje venceram o FC Porto!
«O primeiro lugar é nosso agora é só mantê-lo... Parabéns a todos»

PS - com uma claque daquelas meio caminho está feito!

Juniores empatam e 'arrumam' a manutenção

Não é que houvesse dúvidas, mas o empate frente ao Varzim, ontem, arrumou matematicamente a manutenção dos juniores na primeira divisão.

Futsal a subir na classificação

A vitória sobre o Freixieiro e a conjugação de outros resultados, fizeram com esta jornada fosse muito proveitosa. O Rio Ave deixou o antepenúltimo lugar onde tem estado.
Uma vitória em Gaia na próxima jornada era ouro sobre azul!