30.11.10

(O melhor de sempre36) Pires, Jaime Graça e Lourival

Publicamos agora as escolhas de Pedro Costa e Silva: Pires, Jaime Graça e Lourival.

[é o terceiro voto que Pires recebe - e passou-nos despercebido! Foi um avançado que jogou cinco épocas seguidas no Rio Ave, depois saiu e ainda voltou para terminar a carreira (88/89). Actualmente é presidente de uma associação desportiva da Nazaré, que tem equipas de futsal, e proprietário de um restaurante, Casa Pires - A Sardinha;
(este Pires é o mesmo que este e que este - o tempo passa...; agradeço a Fernando Soares, o cronista da história do Rio Ave, a ajuda!)

(O melhor de sempre) Duas semanas depois

Faz hoje duas semanas que se iniciou esta ideia de escolher o melhor jogador de sempre do Rio Ave FC.

A propósito, gostaria de partilhar com os leitores deste blogue algumas ideias:
- como nunca fizemos nada do género, é difícil ser objectivo na avaliação. Mas 72 votos em duas semanas parecem-me ser excelente; excedem as minhas expectativas e significam que vamos terminar antes do que incialmente pensei (durante Dezembro isto estará certamente encerrado);
- os primeiros 50 votos chegaram, quase todos, de impulso, de resposta ao desafio feito no blogue; os seguintes já contemplam rioavistas que contactámos para que se pronunciem e, como é lógico, estão a chegar a um ritmo mais lento;
- a definição, aqui, de rioavista tem de ser bastante larga; rioavista não é apenas o sócio; rioavista é, para este âmbito, também, aquele que conhece e gosta do Rio Ave (por exemplo, vamos ter antigos treinadores do Rio Ave a pronunciarem-se ou conhecidos comentadores de futebol);
- de qualquer forma, o que nos interessou foi receber os mais variados contributos, de pessoas que se sentem motivadas a participar (e as razões dessa motivação variam, como é óbvio - e ainda bem);
- o conceito de «melhor» é, por isso, muito subjectivo; por isso digo sempre, 'os melhores para mim' (para cada um); cada um tem os seus argumentos, as suas razões, os seus gostos; e é dessa diversidade que se faz esta iniciativa; por outro lado, é importante ter gente de várias idades a participar (e os 'convites' que temos feito também seguem genericamente essa preocupação);
- uma coisa espectacular, para mim, tem sido poder recuperar memórias de alguns jogadores de que não me recordava e, noutros casos, conhecer alguns de que nunca ouvira falar; por isso temos tentado acrescentar informações sobre esses nossos ex-jogadores, que são parte integrante da nossa história;
- como disse, a iniciativa será encerrada quando estivermos três dias seguidos sem publicar novos votos; o objectivo mínimo de chegar aos 100 votos parece estar mais perto;
- quando encerrarmos a iniciativa, iremos contactar a Direcção do Rio Ave no sentido de se realizar uma homenagem ao jogador mais votado (ou, ainda melhor, aos jogadores mais votados) [pretendemos que seja uma iniciativa do Clube e não deste blogue em concreto, que 'sairá de cena' nesse exacto momento];
- Obrigado a todos, principalmente aos que nos têm dito coisas simpáticas...;


PS - que tal pensar, depois, em eleger o melhor treinador da história do Rio Ave? Já que estamos com a mão na massa...

Milhazes regressa

«O lateral-esquerdo Milhazes regressou esta manhã ao treino com bola e está praticamente apto a regressar à equipa depois de quatro semanas de paragem»; «Carlos Brito ainda não contou com Jeferson, Felipe Alberto e Saulo que realizaram apenas treino condicionado»

PS - a grande novidade desta semana será ver Vítor Gomes convocado?

«Pensar em algo mais? (oito primeiros?)

Bruno Gama explica hoje em O Jogo aquilo que disse no final do jogo da Figueira da Foz: «Temos um excelente plantel, mas o primeiro objectivo passa pela permanência e só depois poderemos pensar em algo mais, ainda que no grupo não haja essa obrigação de ficar, por exemplo, nos oito primeiros».

PS - O jornal lembra que Gama está em final de contrato, mas que o Rio Ave pode activar a cláusula de opção. É de renovar, se possível.

(O melhor de sempre35) Quim, Dibo e Ricardo Nascimento

Vota agora João Alvão, antigo jogador do Rio Ave (e que depois de abandonar ainda pratica/ou nos veteranos), que escolhe: Quim Vitorino, Dibo e Ricardo Nascimento.

Estou sem forças

para dizer mal da Antena 1 que no domingo à tarde deu mais destaque a um jogo entre duas equipas espanholas do que ao Naval - Rio Ave. Nem 1 minutinho seguido de relato. A rádio pública é um excrementozinho mal-cheiroso.

30 dias após Alvalade e

depois do jogo com a Naval, completámos um mês sem derrotas;
- temos em toda a época o mesmo número de derrotas e vitórias;- igualámos a nossa melhor posição da temporada, mas os 5 pontos de vantagem sobre o penúltimo são novidade;
- foi o 10º onze inicial diferente em 12 jornadas;
- Bruno Gama estreou-se a marcar para a Liga; foi também o primeiro golo de livre directo, como foi lembrado a meio da semana. (pede outro desejo…);
- Wires viu o primeiro (!!!) amarelo da Liga;
- Éder estreou-se como titular;
- Gama foi pela segunda vez o melhor da jornada;
- Não houve nenhuma alteração na classificação do prémio Rei do Ave!

Bruno Ganha e é o Rei

Bruno Gama marcou, o Rio Ave ganhou e ele foi claramente o melhor da jornada.


Gama somou 31 pontos, mais 4 do que os 27 de Zé Gomes, Wires, Tomás e Yazalde. Depois aparecem cinco jogadores com 26 e um com 25, o titular menos pontuado, novamente Tarantini.
Como se percebe, uma característica desta semana é que, à excepção de Gama, os titulares têm todos, globalmente, os mesmos pontos (o que se explica porque, esta semana, Record, Jogo e Mais Futebol deram exactamente os mesmos pontos a todos - ou seja, para os jornalistas que atribuíram estas pontuações, ninguém se distinguiu, todos mereceram os mesmos pontos; estranho, mas em três simultaneamente...).

Geraldes em grande no Chaves

A última vez que aqui referi o nosso defesa-direito foi para dizer que não era opção no Chaves.
Entretanto o treinador saiu e com a chegada de Luís Miguel, Geraldes tem sido titular e está ligado à recuperação da equipa transmontana, actualmente em segundo (com os mesmos pontos do União da Madeira de Daniel Ramos), a dois pontos do primeiro lugar.

(fonte: blogue do GDChaves)

PS - Renato Santos marcou o golo do Moreirense (1-1) este fim de semana

29.11.10

(O melhor de sempre34) Dibo, Ronny e Carlos

Esta é uma votação 'da casa' (e só podia ter sido feita por uma mulher, digo eu...): Maria José Meneses escolheu Dibo, Ronny e Carlos.

[lembram-se de Ronny? Via Internet fica a saber-se que deixou de jogar na época passada.
Aqui fica um vídeo recente dele, para aumentarmos o público feminino deste blogue:

Uma estreia muito positiva de Éder

A Bola diz que foi «agressivo nos cantos», O Jogo que teve «muita tranquilidade» e que «apesar de alguns cortes arriscados, cumpriu com distinção»; finalmente, o Record, para quem o defesa teve «uma boa estreia». Em linha com isto, e acordo com o relato da Linear, Éder dificilmente poderia ter tido melhor começo.

Éder ou Jeferson, a próxima dor de cabeça de Brito?

«Pensar em algo mais»?

Bruno Gama no final do jogo de ontem: «Estamos na melhor fase da época e isso tem-se reflectido nos 10 pontos que conseguimos nos últimos quatro jogos. Felizmente, as coisas têm corrido bem e conseguimos dar a volta por cima. Queremos sair dos lugares perigosos o mais rapidamente possível para, depois, pensar em algo mais»
(foto AVL)
O meu comentário: os jogadores devem ser sempre ambiciosos, muito mais quando têm consciência do seu próprio valor. Bruno Gama é ao mesmo tempo inteligente e cauteloso quando diz apenas, e de uma forma genérica, «algo mais»; para mim, nesta altura, «algo mais» é subir na classificação, é passar para os 10 primeiros. Mas, claro, este ano tenho um 'sonho' mais ou menos secreto...

(O melhor de sempre33) Sérgio "Cafeteira", Pires e Figueiredo

Eis as escolha de Susana Sérgio Menoita: Sérgio "Cafeteira", Pires e Figueiredo

[Provavelmente repararam que a votação imediatamente anterior tem exactamente os mesmos três jogadores escolhidos, mas chegaram por endereços diferentes e assinados com nomes diferentes, que são os dois critérios principais que estabelecemos para considerar válidos os diversos votos recebidos]

28.11.10

(O melhor de sempre - resultados3) Gama intromete-se, mas Dibo destaca-se

Terceira actualização da nossa iniciativa, 32 votos contados e já publicados online.
- Dibo reforçou a liderança, passando de cinco para seis votos de vantagem (18);
- F. Coentrão é o segundo mais votado, com 12 (tinha 9);
- Quim (Vitorino) mantém o terceiro lugar, com 8 votos, mas agora vê-se mais apertado por Augusto Gama que somou mais quatro votos aos três que tinha (7);
- O quinto lugar é ocupado por Isaías (6);
- há depois dois jogadores com 4 votos, N'habola e Niquinha;
- João Tomás e Jaime Graça não somaram quaisquer votos nesta última ronda e mantêm os 3;
- Karim, Ricardo Nascimento e Marcos também continuam com dois votos, mas juntaram-se Evandro e Omer (2)
- Há depois 21 jogadores com 1 pontos (aos 9 que já se conheciam, juntaram-se Peu, Duarte, Miguelito, Yazalde, Alfredo, Clint, Chico Faria, Carlos Brito, Sérgio Cafeteira, Figueiredo e Pires);

1º Dibo - 18
2º Coentrão - 12
3º Quim - 8
4º - Augusto Gama 7
5º Isaías (Ezaías) 6

(algumas notas: até este momento há 63 votos devidamente identificados e registados, sendo que apenas na terça-feira completamos duas semanas; continuaremos a publicá-los dia-a-dia; os objectivos mínimos de 100 votos mantêm-se; terminaremos quando estivermos três dias seguidos sem publicar novos votos)

(Naval) Obrigado Gama! (13 é número de sorte!) (ACT com fotos)

Devia ter perguntado mais cedo - na primeira oportunidade Bruno Gama respondeu positivamente. E com este golo, o Rio Ave ganhou na Figueira da Foz. Obrigado Gama! [já tardava o jogo de afirmação de Bruno Gama]
(sem hipóteses para Salin! foto: AVL)
Primeira vitória fora, quarto jogo consecutivo a pontuar. E quando se falava em fazer oito pontos em quatro jogos (que seriam duas vitórias em casa e dois empates fora), sete já cá estão, em três jogos. Falta o Beira Mar no domingo, para fazermos 10 só neste mini-ciclo! Neste momento o Rio Ave soma 13 pontos.
Do onze de Brito:
- Éder estreou-se e por aquilo que se ouviu na Linear esteve muito bem;
- Brito voltou a apostar no seu meio campo de contenção (China-Wires e Tarantini) e deixou Braga no banco;
Penso que depois disto se pode enterrar a crise do início da época!
    (dois não chegam para Yazalde! Foto: AVL)

(O melhor de sempre32) Sérgio (Cafeteira), Figueiredo e Pires

A primeira (mas não a última...) mulher a votar nesta iniciativa, Ana Sérgio, escolheu Sérgio (Cafeteira), Figueiredo e Pires.

Futsal ganhou! (super-magistral-hiper-enorme-gigante Alex)

Aos 3' de jogo disse ao meu filho que ele se deveria preparar para uma derrota pesada do nosso Clube - tal o massacre a que estávamos a assistir, apenas evitado pela extraordinária exibição do guarda-redes, o super-Alex.
Depois, algumas alterações feitas pelo treinador (que apostou numa grande rotatitividade entre todos os disponíveis, excepto do magistral-Alex), o Rio Ave equilibrou e a Fundação Jorge Antunes perdeu protagonismo. Houve mais raça, mais concentração, mais qualidade.
Hiper-Alex continuou a exibir-se em grande nível e a Fundação aposta no guarda-redes avançado - sofre dois dos três golos, assim, sendo que o primeiro foi marcado pelo enorme-Alex.
No final não só não houve derrota pesada como ganhámos (justamente, diga-se, numa boa exibição colectiva) e por 3-0.
Um mau início, uma super-exibição do gigante-Alex e muito querer (além da aposta arriscada da equipa de Vizela) resultaram na primeira vitória em casa. A primeira de muitas, espera-se.

PS - nunca visto: um dos árbitros decidiu complicar, proibindo a reportagem da Linear no banco do Rio Ave e mandando calar a animação no pavilhão, muito bem feita pelo Rui Pioneiro (que é, sem dúvida, uma mais-valia para o espectáculo); vale a pena a Direcção perceber muito bem o que pode e o que não pode ser feito, de modo a que não se perca essa animação sonora.

27.11.10

(O melhor de sempre31) Augusto Gama, Niquinha e Evandro (P. Vidal)

Paulo Vidal escolheu estes três: Augusto Gama, Niquinha e Evandro

(Naval) Jeferson de fora dos convocados!

Brito chamou apenas 18 para amanhã:
Guarda-redes: Trigueira e Paulo Santos.
Defesas: Gaspar, Tiago Pinto, Zé Gomes e Éder Monteiro.
Médios: Ricardo Chaves, Tarantini, Braga, Bruno China, Wires e Fábio Felício.
Avançados: Bruno Gama, João Tomás, Mendes, Sidnei, Cícero e Yazalde

Notas:
- Jeferson é a grande baixa; afinal os ben-u-rons não foram suficientes para as dores...
- Éder vai substituí-lo?
- Há cinco 'lesionados' (além de Jeferson, Felgueiras, Milhazes, Felipe Alberto e Saulo);
- Dos 24 falta  apenasVítor Gomes;

(O melhor de sempre30): Dibo, Fábio Coentrão e Carlos Brito

Ricardo Simões escolheu estes três ex-jogadores: Dibo, Fábio Coentrão e Carlos Brito, a quem chama «o nosso eterno capitão»

A rotunda que nos vai levar um pouco do estacionamento

Já tinha aqui avançado com algumas informações, mas agora, via Metro do Porto, consegui o mapa final das obras.
Como se percebe, há uma parte do parque de estacionamento que vai desaparecer, para que a rotunda fique com boas condições de acesso.
PS - pelos vistos, vamos ter estacionamento um pouco mais longe: «Numa outra frente, decorrem, junto à estação de Vila do Conde, os trabalhos de prolongamento das vias paralelas ao canal de metro até à EN206, uma obra com mais de um quilómetro, que engloba ainda uma redefinição da malha viária junto ao estádio dos Arcos, bem como a construção de uma nova rotunda, nas imediações do quartel da GNR.

Haverá ainda uma nova rotunda a ser construída junto à estação de Portas Fronhas e uma outra no cruzamento da EN13 com a EN206. Serão ainda construídos mais dois parques de estacionamento de apoio às estações de Portas Fronhas e de S. Brás, no limite norte da cidade»

26.11.10

(O melhor de sempre29): Clint, Dibo e Chico Faria

Tomy Gomes de Lima («sou imigrante nasci e vivo em Paris, mas sou sócio por correspondência do RIO AVE desde hámuito; saudações vilacondenses de Paris») escolheu: Clint, Dibo e Chico Faria.
(sobre Clint diz o nosso amigo leitor e rioavista: «é verdade que também era muito mau rapaz e profissionalismo mesmo só quando queria; falo sim do CLINT !!! para mim foi grande jogador nosso...»)

O plantel mais curto da 1ª divisão?

Brito: «Desde o início da época que é possível perceber que o Rio Ave FC deve ter a equipa mais curta da Liga Zon sagres, com 21 jogadores de campo e 3 guarda-redes. Quando todos estão em aptos a jogar, todos são possíveis titulares. O Rio Ave FC tendo todos os jogadores aptos, o que também não é o caso, ou mesmo tendo somente os dezoito disponíveis, eu tenho dificuldade em fazer a equipa, no bom sentido.» [24 mais André Dias]

Tiago Carneiro - lembram-se dele?

Foi um dos bons jogadores que passaram pelo nosso Clube e um dos que não tiveram sorte - acabando dispensado.
Lembro-me muito bem dele e de ter escrito, por mais de uma vez, que era uma injustiça a sua dispensa. Sempre vi nele qualidades, que - reconheço - não foram confirmadas posteriormente.
Por isso fiquei muito satisfeito quando, ontem, o vi marcar um belíssimo golo, o segundo do Varzim (além da boa exibição, de uma forma geral).
Até pode ser que nunca volte ao Rio Ave, mas eu não o esqueço.
PS - estive a ver o Varzim (!) por causa de Tiago Terroso; fez um bom jogo, mas sem brilhar;

(O melhor de sempre28): Alfredo, Quim Vitorino e Izaías

Publicamos agora as escolhas de António José Gonçalves: Alfredo, Quim Vitorino e Izaías.

Um jogo de futsal muito importante

Amanhã vou estar novamente no Pavilhão a ver o jogo de futsal - é mais uma 'final', numa altura crítica para a equipa e o apoio dos adeptos poderá ser meio caminho andado para ganhar a uma equipa com tradições na primeira divisão, mas que não será imbatível.

(será também a estreia do novo treinador, que já tem experiência como técnico principal e que quererá mostar as suas capacidades; todos temos a ganhar com isso!)

Braga a titular no domingo (ACT)

Hoje é o Record que recupera o raciocínio aqui feito a alguns dias, que Braga conquistou o seu lugar como titular no onze do Rio Ave.
(quando Vítor Gomes estiver operacional, e ainda vai demorar mais uns dias, para ganhar ritmo, teremos quatro opções para aquele lugar; além do Vítor, Tarantini, Braga e Felício; vai ser preciso trabalhar muito para qualquer um deles ganhar o lugar!)

ACTualizo: Brito - «Tenho, por exemplo, cinco jogadores do meio-campo (o Vítor Gomes ainda não) para três lugares, e de facto é difícil escolher porque uns estão a subir de forma, outros estão a dar grande contributo

25.11.10

(O melhor de sempre27): Dibo, Quim Vitorino e Fábio Coentrão

Eis as escolhas de Alexandre Lopes, director do Rio Ave: Dibo, Quim Vitorino e Fábio Coentrão

(O Alexandre lembra-nos que teve «a felicidade de ter jogado com um deles e ter sido dirigente dos outros dois»)

Jeferson de fora? (ACT)

É só uma miagia de esforço, mas deu para ficar de fora do jogo-treino desta manhã (2-0 ao Leixões).
Nada que um ben-u-ron (ou dois...) não resolva?

ACTualizo a 26/11: esta manhã continua de fora

(O melhor de sempre26): Omer, Miguelito, Yazalde

Bruno Amorim escolheu estes três nossos jogadores: Omer, Miguelito, Yazalde

[lembram-se de Omer, Mirsad Omerhodzic? Jogou duas épocas no Rio Ave, 94-95 e 95-96, e marcou quase 40 golos!; actualmente é preparador físico de um dos principais clubes chineses, o Shanghai Shenhua
Omer já tinha recebido um voto antes, mas na altura passou-me despercebido; esta iniciativa do Reis do Ave, além de outros méritos que possa ter, serve também para abrirmos o baú das memórias, às vezes enferrujado...]

Rio Ave - Atlético (RUMO À FINAL DA TAÇA!) (ACT)

Os deuses estão connosco e temos todas as condições para seguir em frente na Taça de Portugal.
Dia 12 de Dezembro recebemos o Atlético, da segunda divisão B.
Melhor era difícil, certo? Mas atenção a isto, foi muito recente...

ACT: o treinador do Atlético era o treinador do Odivelas quando cá jogou para a Taça e só foi eliminado nos penalties...

24.11.10

(O melhor de sempre25): Dibo, Fábio Coentrão e Augusto Gama

Vota agora Mário Sutil Almeida, que escolheu estes três: Dibo, Fábio Coentrão e «o GRANDE» Augusto Gama!

Finalmente a foto oficial!

Perguntei por ela em Setembro e em Outubro, mas ela chegou em Novembro - e já com o novo vice-presidente para o futebol.
(de cima para baixo, da esquerda para a direita: Felgueiras, Braga, Chaves, Cícero, Éder, Gaspar, Paulo Santos, Jeferson, Tarantini, Tomás, Milhazes, China e Trigueira; Adelino Castro, Vítor Marta, Manuel Barbosa, Toni Passo, José Edmundo, ASC, Carlos Brito, Lúcio Pereira, Augusto Gama, Francisco Costa/François, Luís Lourenço, Vítor Pimenta e Paulo Gonçalves; Yazalde, Felício, Zé Gomes, Mendes, Tiago Pinto, Saulo, Felipe Alberto, Sidnei, André Dias, Bruno Gama, Vítor Gomes e Wires; clique na foto para aumentar)

(NOTA: não tenho nada contra ter sido o JVC a apresentar a foto em primeira mão [pelo contrário, assim ficámos a conhecê-la], mas não percebo que não tenha sido o site oficial do Rio Ave a divulgá-la; mais: tanto quanto sei a foto foi feita na primeira semana de Novembro e tivemos de esperar pelo JVC da semana passada para a conhecer [sei que algumas das coisas que aqui vou dizendo sobre o «site» não geram propriamente simpatia, mas, a confirmar-se que a foto não apareceu no site, este parece-me ser um caso evidente de distracção])

(O melhor de sempre24) Quim (Vitorino), Duarte Sá e Gama

O nosso amigo bloguista Fernando Soares, do Estádio da Avenida, escolheu estes três (apenas portugueses, como fez questão de frisar), com direito a imagens, que o próprio enviou: Quim (Vitorino), Duarte Sá e Gama


Duarte Gomes é um bom árbitro

Nem todos os árbitros são fraquinhos e há dois ou três que estão acima da média.
Duarte Gomes, o árbitro de domingo, é um deles
(apesar disto...)

Mais uma frase do nosso treinador

...que importa guardar (apesar de já ter sido dita há uns dias)

(em duas versões)

«Não gosto de pensar no dois em um, tipo champô e amaciador. Estamos concentrados só neste primeiro jogo» ou «Nunca sigo a filosofia do champô e amaciador dois em um, porque pensar num jogo já é complicado e se pensarmos nos outros todos, já vamos cansados para este»

E um golo de livre directo?

O Gil escrevia ontem à noite que «8 dos 19 golos marcados resultaram de bolas paradas», mas nenhum deles é de livre directo - todos nós já temos saudades de ver um golo de livre directo.
Esta época, que me lembre, já vi Bruno Gama, Milhazes e Wires tentarem diversas vezes - sem sucesso (apenas Milhazes, em Leiria, ia fazendo a diferença).
É, sem dúvida, uma lacuna que faz a diferença, e para mal...

Adesão total... ao trabalho esta manhã nos Arcos

Tudo a trabalhar no relvado esta manhã.
(esperemos que não haja greve ao trabalho no domingo à tarde)!

(O melhor de sempre23) Gama, Niquinha e Peu

Miguel Carvalho escolheu estes três jogadores: Gama, Niquinha e Peu

23.11.10

Acrescentados os dados do jogo da Taça de Portugal

com o Feirense, a nossa estatística acumulada nas 3 competições oficiais mostra que:

- só Gaspar e Yazalde participaram nos 15 jogos da época e só Gaspar é totalista em minutos;
- foi a 4ª vitória da época, o resultado menos vezes conseguido; 5 derrotas, 6 empates;
ainda no que toca a golos, destaca-se que:
- João Tomás marcou quase metade do total;
- 8 dos 19 golos marcados resultaram de bolas paradas;
- Braga fica na história desta época como o único jogador a marcar nas 3 competições (excluem-se desempates por grandes penalidades).

O melhor de sempre, 22 participantes depois

Publicámos até hoje os votos de 22 participantes na iniciativa "O melhor jogador de sempre do Rio Ave". Desses 22 participantes saíram 66 votos que elegeram 24 jogadores diferentes. O número de votos por jogador é como se segue:

1º - Dibo - 14 votos;
2º - Fábio Coentrão - 9 votos;
3º - Quim e Ezaías - 5 votos;
5º - N'habola - 4 votos
6º - Augusto Gama, João Tomás e Jaime Graça - 3 votos;
9º - Niquinha, Karim, Ricardo Nascimento e Marcos - 2 votos
13º - Evandro, Omer, Spassov, Costé, Franco, Marco Aurélio, Sérgio China, Jaime, Álvaro, Martins, Paulinho Santos, Paquito - 1 voto

(O melhor de sempre22): Niquinha, Jaime Graça e Marcos

Eis as escolhas de Renato Sousa, do blogue Rioavistas: Niquinha, Jaime Graça e Marcos

Babalito - lembram-se?

Foi nosso jogador na época 80/81 e, segundo me disseram, morreu este fim de semana, vítima de um acidente de automóvel.
«Ali Mubaraca Bin Saide (Babalito) iniciou a sua carreira como júnior no Clube Atlético Mahometano de Mincadjuine, um clube dos subúrbios de Lourenço Marques (hoje Maputo) em Moçambique, no ano de 1972»
(sinceramente, até por ter jogado apenas uma época, não me lembrava deste nosso ex-jogador)

(O melhor de sempre21): Jaime Graça, Paquito e Quim

O nosso leitor Fernando Ramos(*) escolheu como os três melhores: Jaime Graça, Paquito e Quim


(*) Outro leitor se identificou como Fernando Ramos, mas confirmámos as identidades; o mesmo nome, pessoas diferentes.

Braga ou Tarantini? Braga (ACT)

É esta certamente a dúvida de Brito.
China e Wires são indiscutíveis [tivemos o Chidi, agora temos os ChiWi...]e sobra apenas um lugar.
Tarantini tem sido uma espécie de jogador-fetiche de Brito, mas Braga parece estar em grande forma e - principalmente - tem marcado goloso segundo melhor marcador, com quatro golos, em apenas 400 minutos; Yazalde tem os mesmos 4 golos, mas em 900 minutos; Tarantini soma mais de mil minutos jogados com apenas um golo).
Por isso, será difícil perceber se Brito não apostar em Braga para a Figueira da Foz.

ACTualizo: segundo o Record, até Vítor Gomes é opção para a Figueira!!!! O Vítor está a cem por cento, mas não exageremos...

(O melhor de sempre20): Dibo, Jaime Graça e Fábio Coentrão

É esta a escolha de Miguel Larangeira: Dibo, Jaime Graça e Fábio Coentrão

O Rio Ave já chegou ao futebol de mesa

Sabem o que é?
«O futebol de botão, também conhecido como futebol de mesa, é um jogo simulado de futebol praticado com botões apropriados, que, de certa forma, representam os jogadores e são movidos com o auxílio de uma palheta; é praticado como um passatempo e como competição»
Pois agora também há botões do Rio Ave!
~

22.11.10

Vítor Gomes a 100 por cento! (ACT) A 200!!!!

Os exames médicos feitos hoje disseram aquilo que todos os rioavistas querem ouvir: que Vítor Gomes está completamente recuperado e pronto a treinar com a equipa, sem limitações. Agora é mesmo uma questão de ritmo e de «pernas», mas quem sabe se não teremos o Vítor em forma na Luz!

http://mediaserver.rr.pt/newrr/Vitor_Gomes_Rio_Ave6963ffee_630x354.jpg
(se o Vítor entrar com a garra que lhe conhecemos e tiver um pouco de sorte, pode ser um forte contributo para esta equipa, onde, não me canso de o dizer, tem feito falta)

ACTualizo a 23/11: é oficial («o destaque principal prende-se com o regresso em pleno do médio Vitor Gomes ao trabalho colectivo. O jogador vilacondense esteve ausente dos treinos devido a uma cirúrgia ao joelho direito, mas treina agora sem limitações»)

Um Rio Ave de ataque

Do ponto de vista dos adversários, os jogos com o Rio Ave devem ser dos mais fáceis de preparar: jogamos sempre no mesmo esquema táctico e até no campo dos grandes Brito nunca abdica dos três avançados.
Existem, claro, algumas diferenças tácticas, e ontem uma delas foi visível: um ou dois médios defensivos. Brito tem jogado com dois (China e Wires, Chaves e China, por exemplo), ontem jogou apenas com Wires, libertando esse segundo médio para funções mais atacantes (Braga).
(a outra diferença está na possibilidade que é dada - ou não, em função do adversário e do resultado - aos laterais para avançarem no terreno)

(O melhor de sempre19): Dibo, Ricardo nascimento e Karim

Eis as escolhas do nosso leitor Luis Lopes: Dibo, Ricardo Nascimento e Karim


(aproveito para fazer um ponto da situação:
1) como um leitor do Rioavistas chamava recentemente a atenção, há um risco nesta ou em qualquer escolha: tende a privilegiar os jogadores do presente em detrimento dos do passado;
2) além disso, uma família grande ou um grupo de amigos podem mobilizar-se para puxar por um determinado jogador;
3) as votações que têm um nome forte e dois fracos, daqueles que nos parecem impossíveis, podem indiciar, por exemplo, algum tipo de estratégia;
4) um email não é um voto presencial, da mesma forma que a mesma pessoa pode ter vários emails e enviar vários votos;
Como é que pensamos estar a corrigir estes problemas? Com a construção de uma amostra significativa, com pelo menos cem votantes, e convidando rioavistas de todas as idades, sobretudo mais velhos, se calhar menos familiarizados com a Internet, a votarem; ainda assim, como tudo, vale o que vale...)

Ainda a saída de Paulo Morim

«Existiram várias razões para a minha decisão, entre elas os resultados, obviamente, e a onda de lesões que assolou o plantel. Decidi que o melhor seria colocar o meu lugar à disposição. Foi uma escolha minha», referiu a A BOLA Paulo Morim»

E porque não assumir claramente que é nosso objectivo...

chegar à final da Taça? Assumir como objectivo para a época desportiva! (pode falhar, mas assume-se como objectivo)
(Brito deu o primeiro passo, mas não é bem um objectivo, é mais um desejo; o que eu digo é um pouco mais do que isto!)

(O melhor de sempre18): Dibo Fábio Coentão Quim Vitorino

Paulo Saavedra enviou-nos estes três nomes: Dibo, Fábio Coentão e Quim Vitorino

Haveria Rio Ave - Sporting

... para a Taça da Liga, se não tivessemos ficado pelo caminho...
(agora não vale a pena chorar, não é?)

Tiago Silva junta-se a André Dias na selecção de sub19 (ACT)

Primeiro foi André Dias, agora o avançado Tiago Silva.
Parabéns Tiago!
ACT a 23/11: Médio do Barcelona está lesionado e falha estágio dos sub-19. Seleccionador Hélio Sousa chamou Tiago Silva, avançado do Rio Ave, para os trabalhos

(O melhor de sempre17): Sérgio China, Dibo, João Tomás

As escolhas de Luís Botas: Fábio Coentrão - Isaías - Paulinho Santos

21.11.10

(Feirense) Vitória sem espinhas (que se passa com FFelício?) (ACT com fotos)

1) O Rio Ave cumpriu a sua obrigação e ganhou por 3-0 ao Feirense (ser eliminado da Taça de Portugal depois de ter sido eliminado da Taça da Liga seria humilhante);
2) Brito não facilitou e apostou na primeira equipa, com o regresso dos dois castigados (Wires e Tarantini);
3) O Rio Ave marcou três golos e não foi nenhum de Tomás (Yazalde, Braga e Tarantini);
(foto: AVL)
4) Braga está de pontaria afinada (quarto golo); Yazalde também tem 4
5) Braga voltou a ser titular, desta vez ao lado de Tarantini
(foto: AVL)
6) RIO AVE: Paulo Santos: Zé Gomes, Gaspar, Jeferson e Tiago Pinto; Wires, Tarantini e Braga (Bruno China, 76m); Bruno Gama (Mendes, 84m), João Tomás e Yazalde (Sidnei, 79m). Suplentes não utilizados: Trigueira, Ricardo Chaves, Cícero, Éder Monteiro
7) Fábio Felício foi o 19º - lembram-se?

PS - Brito: «aquilo que mais gostaria de fazer ao serviço do Rio Ave seria estar na final de uma Taça de Portugal».
(foto: AVL)

Paulo Morim já não é o treinador do futsal

As coisas não estão a correr nada bem e este desfecho não surpreende - mas talvez surpreenda por acontecer após um jogo que Paulo Morim não comandou (por estar a cumprir castigo, tendo sido o seu adjunto a comandar a equipa).
Das duas, uma: ou a demissão acontece pelo acumulado de situações e este jogo foi apenas a gota que fez transbordar o copo ou então Paulo Morim está a ser responsabilizado por decisões que não tomou?

PS - Paulo Morim já conquistou o seu lugar na (curta) história do futsal do Rio Ave: é o treinador das duas subidas

(O melhor de sempre16) Fábio Coentrão, Dibo, N´habola

Eis as escolhas do nosso leitor (e conhecido rioavista) Moisés 'Cambola': Fábio Coentrão, Dibo, N´habola

Por que é que Tomás não voltará à selecção

A explicação dada por um dos mais lúcidos analistas desportivos portugueses, João Querido Manha:
«Os índices físicos e técnicos não o comprometem nos jogos contra adversários de maior gabarito, mas é evidente que não voltará a conhecer o mundo dos grandes. E o sonho de voltar à Selecção também se afigura irrealizável, apesar de Paulo Bento assegurar que não olha para o Bilhete de Identidade, perante a concorrência de Hugo Almeida e Hélder Postiga, mais jovens nove e sete anos, respectivamente. Nuno Gomes, por exemplo, perdeu o lugar aos 33 e nem o facto de ser capitão da equipa nacional lhe valeu»

O sonho de ser treinador do Rio Ave...

«Eram 18:30 chegava eu a casa do trabalho, como sempre sentei-me na cozinha a ler a bola. Nas ultimas páginas aparecia uma notícia que ninguém estava á espera, Carlos Brito deixava o Rio ave para um nova aventura no Chipre. Se eu já tivesse acabado o curso de treinador ainda me candidatava, ao menos deixava o Mcdonalds de vez, já não consigo ver mais hamburgers á frente! (...) Estava a 1 mês de acabar o curso de treinador, e como acto de desespero, e sem muitas esperanças fui ao estádio candidatar-me a treinador da equipa principal»

(O melhor de sempre15) Quim, Ezaias, N'habola (Miguel Paiva)

Publicamos agora as escolhas de Miguel Paiva: Quim, Ezaias, N'habola

20.11.10

Juniores vencem o Varzim, futsal perde

São dois caminhos feitos em sentido inverso:
- Os juniores prosseguem a sua caminhada de afirmação na primeira metade da tabela, ganhando hoje ao Varzim por 2-0 [do que vi, na segunda parte, jogo fraco, mas domínio claro do Rio Ave, frente a um Varzim que vai ter muitas dificuldades para continuar na primeira divisão)
(foto AVL)
Num sentido completamente diferente, o futsal confirma a fraca época que está a realizar, perdendo em Lisboa com o Olivais por 6-2.
Entre as limitações do plantel, as lesões e outros motivos que me possam estar a escapar, a verdade é que dificilmente as coisas podiam estar pior [e só as desastrosas épocas do Mogadouro e do Alpendorada evitam danos maiores; ainda assim, cada jogo assume uma importância especial e o do próximo fim de semana, frente à Fundação Jorge Antunes, é um bom exemplo]
(como tristezas não pagam dívidas, e o futsal este ano tem sido só prejuízo, aqui fica mais uma imagem - AVL - da festa rioavista, frente ao Varzim!)

(Feirense) Todos convocados, excepto F. ALberto (e os lesionados)

Brito chamou 19 para amanhã:
Guarda-redes: Trigueira e Paulo Santos.
Defesas: Gaspar, Jeferson, Tiago Pinto, Zé Gomes e Éder Monteiro.
Médios: Ricardo Chaves, Tarantini, Braga, Bruno China, Wires e Fábio Felício.
Avançados: Bruno Gama, João Tomás, Mendes, Sidnei, Cícero e Yazalde.

Notas:
- como há quatro lesionados (Felgueiras, Vítor Gomes, Saulo e Milhazes), apenas sobra um, Felipe Alberto.
- não há surpresas, portanto;

(O melhor de sempre14) Dibo, João Tomás, Franco

São as escolhas do nosso leitor João Silva: Dibo, João Tomás e Franco

(O melhor de sempre13) Martins, Dibo, N'Habola

Divulgamos agora a votação de João Borges, do blogue Rioavistas: Martins, Dibo, N'Habola

O realismo de Brito

«Estamos realmente num melhor momento ao nível dos resultados, mas não necessariamente ao nível do jogo. (...). As vitórias morais valem o que valem, chegamos a certa altura que perdem importância. Se consecutivamente não ganharmos, isso acarreta menos confiança para a equipa. Mesmo assim julgo que tendo em conta o que produzimos e o que retiramos em resultados, o Rio Ave FC ainda está em défice».

(análise muito lúcida de Carlos Brito, com a qual concordo e com quem estou quase sempre de acordo na análise dos jogos)

(O melhor de sempre - resultados) Dibo lidera

Com os 12 primeiros votos colocados online, Dibo lidera incontestavelmente: tem 8 votos, o que significa que dos 12 apenas quatro não votaram nele.

(fonte: Rioavistas)
Seguem-se Fábio Coentrão, com 5 e Isaías (ou Ezaías, como está no autógrafo do Gil) e Augusto Gama com três.
Há ainda dois jogadores com duas nomeações: João Tomás (o único dos nomeados em actividade) e Quim.
Depois aparecem mais 14 jogadores nomeados, entre os quais dois que terminaram a sua ligação ao Rio Ave recentemente, como Niquinha ou Evandro

(O melhor de sempre12) Coentrão, João Tomás e Augusto Gama

Eis as escolhas de Tiago Garcia, do blogue Rio Ave Sempre: Fábio Coentrão, João Tomás e Augusto Gama

19.11.10

André Dias na selecção

Sempre que um jogador do Rio Ave é chamado a qualquer selecção nacional isso é motivo de orgulho e a convocação de André Dias para equipa de sub19 não foge à regra.

(André Dias fez toda a pré-época, foi dos mais utilizados, mas mal chegaram Milhazes e Tiago Pinto nunca mais surgiu a sério; mesmo quando ficámos sem defesas-esquerdos, Brito preferiu não apostar no jovem jogador; pessoalmente tenho pena, mas respeito)

O melhor de sempre, ponto de situação 2

Até às 6 da tarde de hoje, temos um total de 37 nomes diferentes já indicados para o "Melhor jogador de sempre do Rio Ave". Estamos também a roçar as 40 contribuições para esta eleição, o que ultrapassa as minhas expectativas para estes curtos 3 dias. Todos os votos serão divulgados, poderá demorar algum tempo até que surjam nesta janela de textos, mas aqui estarão mais dia menos dia.

Se ontem me queixava que ainda não tinham surgido actuais ou ex-atletas do Rio Ave a votar, hoje já só tenho meia queixa neste aspecto. Quanto às senhoras já vamos em 3, mas esperamos e desejamos muitas mais.

(O melhor de sempre11) Álvaro, Dibo, N'habola (ACT)

Sérgio Oliveira dos nossos amigos Rioavistas indicou Álvaro, Dibo e N'habola.
[O Sérgio clarifica que o Álvaro que indica é guarda-redes (1978/79) e não o avançado (Álvaro Pinho Soares 79/80 a 81/82 e 84/85 a 87/88). Já agora: «pelo penalti que defendeu contra o Juventude de Évora nos minutos finais do último jogo da Liguilha, garantido a nossa estreia na 1ª Divisão e que eu festejei como se fosse um golo nosso»]

(O melhor de sempre10) Fábio Coentrão, Isaias e Quim (JR Pateiro)

João Ricardo Pateiro, jornalista vilacondense e rioavista, votou em: Fábio Coentrão, Isaias e Quim

(O melhor de sempre9) Dibo,Jaime, Marcos

É a votação recebida, como todas até agoram via e-mail, de Fernando Antunes: 1º- Dibo 2º- Jaime 3º- Marcos [o nosso leitor indicou uma ordem mas ela não é relevante quando se fizer a contabilidade; cada jogador somará um ponto]

PS - Jaime é o médio que o Rio Ave vendeu ao Braga e que, depois disso, eclipsou-se

Taça para vencer, recordando um empate

Devo falhar o jogo de domingo da Taça, mas não deixo de recordar que foi contra o Feirense que tívemos o mais delicioso empate dos últimos tempos.

Por curiosidade, apenas 2 dos 18 da ficha desse jogo continuam no Rio Ave.

(O melhor de sempre8) Quim, Gama e Coentrão

As escolhas de Luis Barbosa recaíram em Quim Vitorino, Augusto Gama e Fábio Coentrão.

Tomás quer jogar mais cinco anos!!!

«Pode ser mais um ano, mais dois, mais cinco [risos]. São exemplos como os de Inzaghi [37 anos] que temos de seguir». Até porque, como lembra Paulo Santos, «Há algum preconceito, mas as pessoas têm de ter consciência que a esperança de vida hoje ultrapassa os 80 anos e, como tal, também a idade útil de um atleta aumentou»

(O melhor de sempre7): Sérgio China, Dibo, João Tomás

A votação de Luis Freitas (sócio 876) : Sérgio China, Dibo, João Tomás

18.11.10

O melhor de sempre, ponto de situação

Já contamos com 32 participantes que, curiosamente, até agora nomearam 32 jogadores distintos.

Tenho dois lamentos:
1 - apenas uma mulher participou até agora.
2 - (que seja explícito) nenhum jogador actual ou ex-jogador votou. Não é proibido votarem em vós mesmos!

(O melhor de sempre6) Marco Aurélio, Dibo, Omer

Publicamos agora os votos de Nélson Silva (do excelente Junqueira On-line): Marco Aurélio, Dibo, Omer

(uma nota: é verdade que nunca nos tínhamos metido numa coisa destas, mas parece-nos que está a ser um sucesso. Em 48 horas recebemos 26 contributos, todos eles devidamente identificados; estamos a publicá-los a uma média de três ou quatro por dia, pelo que pedimos alguma compreensão aos que vão demorar alguns dias a aparecer; o objectivo inicial era receber 100 contributos, agora já pensamos em 150!!!!; mais uma vez obrigado a todos nós, universo rioavista!)

Quatro lesionados - falei cedo de mais...

Estava eu todo contente e eis que...
- Saulo: Queixas musculares na coxa esquerda / Abandonou o treino
- Mário Felgueiras: Traumatismo no ombro esquerdo / Treino condicionado
- Milhazes: Fractura do 3.º Metatarso - pé esquerdo / Treino de ginásio
- Vitor Gomes: Cirúrgia ao tendão rotuliano (joelho direito) / Treino de forma individual com bola
(boletim médico de hoje)

Trigueira de regresso?

Porque este é um jogo mais importante do que seria em situações normais e porque 15 dias sem jogar não são o ideal, é provável que Brito apresente a melhor equipa no domingo.
Ou seja, a defesa do costume (embora Éder pudesse ter a sua oportunidade), meio campo com China, Wires e Tarantini (embora Felício pudesse aparecer) e o ataque habitual (embora Saulo pudesse dar algum descanso a Bruno Gama, se não tivesse tido um contratempo).
Na balíza é que, acredito, haverá mudanças - Trigueira poderá voltar a ser titular, não só porque Brito tem promovido essa rotação entre competições, como porque Felgueiras está a contas com algum problema (ainda que a estreia de Trigueira, este ano, não tenha sido a mais auspiciosa...)

(O melhor de sempre5) Isaías - Dibo - Costé

O nosso leitor Rui Santos escolheu como melhores de sempre Isaías, Dibo e Costé

[quem foi Costé, perguntarão alguns? Aqui respeitamos todas as opiniões!!!!]

Brito e o sintético

Já repararam, certamente, que o nosso treinador nunca usa o sintético, mesmo quando o relvado principal está impraticável (o que, felizmente, ainda não aconteceu este ano). Prefere, muitas vezes, para poupar o relvado, treinar nos topos, mas nunca no sintético.
Tanto quanto se percebe é um problema, apenas, de qualidade do sintético, já que Brito gostou muito do Bessa.
Espera-se, por isso, que os próximos sintéticos que vierem a ser instalados na zona do Estádio tenham essa mesma qualidade, porque temos todos a ganhar com mais opções.

Tomás... não vás!

«[Diário de Notícias] No ano passado deixou o Rio Ave a meio da época para jogar nos Emirados Árabes Unidos. Este ano pode suceder o mesmo?

[Tomás] Quero ajudar o Rio Ave a lutar pela manutenção, mas pode sempre acontecer algo do género na reabertura de mercado. É sinal de que há gente atenta ao nosso trabalho»

(o que é que vai ser preciso fazer para manter Tomás entre nós?)

O jogo que eu quero ver no fim de semana...

...não é tanto o jogo da Taça, mas o Rio Ave-Varzim, do Nacional de Juniores (sábado, 15h - Campo de treinos do Rio Ave)

17.11.10

(O melhor de sempre4) - Dibo, Ricardo Nascimento, Spassov

Fernando Silva escolheu como os melhores Dibo, Ricardo Nascimento e Spassov.

(O melhor de sempre3) Gama, Niquinha e Evandro

As escolhas do nosso leitor Ruben Barreto: Gama, Niquinha e Evandro

Ainda Tomás e a selecção

Acredito que Tomás não esteja frustrado por ter sido ignorado por Paulo Bento - afinal, a idade dá-lhe outra visão das coisas, além de que sabe que luta contra dois preconceitos: a idade e o facto de estar num pequeno Clube.
As declarações, ontem, de Paulo Bento são mesmo 'fraquinhas'... «João Tomás estará num leque de jogadores como Liedson, Saleiro, Nélson Oliveira e Orlando Sá» - só pode ser para rir!!!
Mais lúcido foi João Vieira Pinto, que nos últimos dias elogiou Tomás e disse que ele tinha lugar na selecção.

(escrevo este texto - e os outros sobre a mesma matéria - com um sentimento bipolar: por um lado gostaria de ver um jogador do Rio Ave na selecção e dar-me-ia algum gozo que fosse Tomás; por outro, temo que saia em Janeiro e que, quanto mais o mostrarmos, mais isso seja mais provável...)

(O melhor de sempre2) Dibo, Fábio Coentrão, Karim

Os votos do nosso antigo atleta Pedro Gaiteiro: Dibo, Fábio Coentrão, Karim

Apenas um lesionado

Milhazes é o único lesionado - o único que não pode treinar; desde o início da época que o departamento médico não estava tão desanuviado.

Este jogo da Taça é mais importante

Depois da eliminação da Taça da Liga, há menos uma competição e há menos dinheiro para o Clube ganhar (ontem na Linear dizia-se que o Rio Ave ganhou, a época passada, 300 mil euros com a Taça da Liga, valor que vai faltar no orçamento deste ano).
A responsabilidade dos jogadores é, portanto, maior, pelo que se espera uma atitude diferente - diferente da que tiveram frente ao Estoril e frente ao Paços de Ferreira, sobretudo na primeira parte.

(O melhor de sempre1) Dibo, Ezaías e Fábio Coentrão

Calma, calma, não há ainda vencedores!

Os meus votos vão para Dibo, Ezaías e Fábio Coentrão.

Já temos mais de uma dezena de participantes, mas ainda há muito tempo para votarem. E se quiserem, tragam um amigo também!

[Diariamente vamos colocando os diversos votos que nos forem chegando, de modo a podermos ter um ou dois por dia; se virem que está a falhar o vosso, por favor contactem-nos; pode ter havido algum lapso da nossa parte!!]

16.11.10

Depois da 11ª jornada

Ficam os seguintes dados:

- Éder foi o 22º jogador utilizado por Carlos Brito; já só faltam Trigueira e Felipe Alberto;
- Tiago Pinto foi titular pela 1ª vez;
- China foi substituído pela 1ª vez;
- pela 1ª vez, a 1ª substituição foi feita com o Rio Ave na posição de vencedor;
- 6 (em 11) dos nossos golos foram obtidos em situações de bola parada;
- só na 2ª jornada estivemos melhor classificados, mas nunca tivemos 2 pontos de vantagem sobre a linha de água;
- João Tomás ganhou de rectada o prémio de mais votado da semana e aumentou para 33 pontos a vantagem sobre Gaspar no Prémio Rei do Ave!

Vítor Gomes quase, quase?

Eram quatro meses, o que significaria que teríamos o Vítor lá para finais de Dezembro.
Da forma como estão as correr as coisas, teremos antes?

Dois do Rio Ave na selecção de sub20

Júlio Alves (no Ribeirão) e Renato Santos (no Moreirense) foram chamados por Ilídio Vale para um estágio da selecção de sub20.

(são escolhas que deixam os rioavistas satisfeitos; de Renato Santos sabe-se que está a fazer um bom campeonato no Moreirense; já Júlio Alves é uma grande surpresa, até por estar num clube com menos visibilidade)

Hélder Postiga e o Varzim

«Apesar de ser de Vila do Conde, sou sócio do Varzim, clube do meu coração»

(nada tenho contra Postiga ser do Varzim [é problema dele...] mas como, por vezes, aparecem rioavistas a falar no Hélder Postiga...]

"O melhor de sempre" (ACT)

"O melhor de sempre" é uma iniciativa do Reis do Ave que visa escolher o melhor jogador da história do Rio Ave.
Vamos fazê-lo da seguinte forma, ao longo dos próximos meses:
- pedindo aos nossos leitores que nos enviem por email (reisdoave@gmail.com) os votos (indiquem sempre os três jogadores diferentes que, na vossa opinião, foram os melhores de sempre [em qualquer divisão] a jogar no Rio Ave [não precisam de indicar por qualquer ordem, apenas os três melhores]);
- pedindo a algumas figuras do Clube (antigos e actuais directores, antigos e actuais jogadores, figuras ilustres ligadas ao nosso Clube) que participem, indicando também os três melhores;
- quando tivermos pelo menos CEM votos daremos a empreitada por concluída [nesta altura, os cem votos servem-nos de referência, que - esperemos - seja largamente ultrapassada];
- Todos os votos serão colocados online e será feita regularmente uma estatística (por isso gostaríamos que os votos fossem identificados);
- tentaremos que o jogador escolhido como «O melhor de sempre» seja de alguma forma homenageado e para isso pediremos, depois, apoio à Direcção do Rio Ave;
- Os objectivos são sempre os mesmos: ajudar a dinamizar a relação entre o Clube e os seus adeptos/sócios e contribuir para criar uma identidade, valorizando a nossa história;
(veremos se conseguimos)
A partir de amanhã começamos a aceitar os vossos votos, que desde já agradecemos

[ACTualizo: já recebemos, em duas horas, várias participações, que iremos colocando online nos próximos dias e que nos fazem crer que a iniciativa será um sucesso!!! Obrigado mais uma vez]

Por favor, parem de chamar 'Jardel de Coimbra' a João Tomás!

(ou querem que me zangue?????!!!!)

Uma estreia feliz

Foi o primeiro jogo da nova direcção, mas foi sobretudo o primeiro jogo do novo vice-presidente para o futebol, que curiosamente não esteve no banco (foi Toni Passo quem se sentou ao lado de Brito). Porque vem aí um director desportivo e depois será ele a desempenhar a função?).

PS - também foi a estreia, neste caso o regresso, de alguém com forte ligação ao Rio Ave: António Castro, agora assessor do Presidente, que saúdo vivamente.

Palestra antes do treino

Sim, havia razões para Brito falar com os jogadores antes do primeiro treino desta semana - não me lembro do Rio Ave jogar tão mal e, mesmo assim, ganhar tão folgadamente!
Provavelmente não teremos outro jogo assim esta época!

Tomás, Rei? Não imperador!

- mais uma semana em que te ganhei e por muitos;
- tiveste sorte, e os jornalistas parecem gostar mais de ti do que de mel;
- não digas nada, são mais dez pontos do que tu. Uma abada!
- pode ser, mas eu estou na corrida. E o campeonato tem 30 jornadas... Ainda cá estarás daqui a 10?
- não sei nem me interessal, se calhar vou ter uma vantagem tão grande que ganharei na mesma... Além disso, preocupa-te é com quem vem atrás de ti...
- isso é o que vamos ver, já ganhei uma vez e ganharei outra...
(Tomás teve 47 pontos, Gaspar e Yazalde 37; Gama foi o terceiro com 36; Jeferson, com 27, foi o titular menos pontuado)

Uma nota: A Bola deu nota seis a todos os jogadores titulares, excepto a Tomás (7). Haverá mais alguém, além do jornalista de A Bola, que ache que todos jogaram de igual forma? Yazalde, por exemplo, jogou o mesmo que Braga ou Jeferson? Ou seja, não estou a criticar pontuações em concreto, mas talvez algum facilitismo.

15.11.10

Os 23 de Bruno Gama

Bruno Gama faz hoje 23 anos - nada disto é científico, mas a partir de agora já será mais raro ouvir-se dizer que estamos perante um 'jovem' (no futebol, os tempos são diferentes, começa-se muito cedo e atinge-se a 'maioridade' precocemente).
Bruno teria outras expectativas para a sua carreira, muito mais depois de ter sido comprado (e bem caro... ) pelo FC Porto. Vir para o Rio Ave terá sido um passo atrás na sua carreira, mas ele sabe que muitas vezes é preciso dar um atrás para dar dois à frente.
Mas para conseguir sair (e sair em condições, não é para a Polónia, como se falou...) tem de conseguir mostrar todo o seu valor.
Este início de época não lhe está a correr tão bem como a anterior (e este é apenas um exemplo); tem estado mais desacertado, mais trapalhão, menos acertado nos livres directos e salvam-se (além da vontade) as assistências para golo.
É possível fazer muito mais - e é para isso que serve este texto, para, aos 23 anos, lhe dizermos: Bruno, contamos contigo!

PS1 - Bruno pode inspirar-se em João Tomás, ou não fossem eles 'os mais valiosos' do plantel....
PS2 - Não tenho essa estátística, mas não há muitos jogadores com 23 anos e mais de cem jogos no principal campeonato;

O Paços de Ferreira e a arbitragem de ontem (ACTx2)

Primeiro: mesmo quando discordo, respeito as decisões da nossa Direcção.
Segundo: no caso da reacção às arbitragens, sempre disse que gostaria de outro tipo de intervenção, mais enérgica. A nossa Direcção optou por outro caminho e tem toda a legitimidade para isso (até por ter aceite integrar os órgãos da Liga).
                                          (foto: AVL)
Mas vem isto a propósito da forma como o Paços de Ferreira reagiu à má arbitragem de ontem de Carlos Xistra. O seu treinador partiu tudo no final e o clube, no seu site, também não fica atrás. ACT: Não tenho dúvidas de que foi a pior arbitragem que tivemos esta época", disse Carlos Carneiro.

ACTualizo a 21/11: «A nota positiva atribuída a Carlos Xistra na avaliação do jogo que dirigiu entre o Rio Ave e o Paços de Ferreira, na última jornada da Liga, causou forte indignação entre os dirigentes dos castores, sobretudo no presidente da direção, que demonstrou intenção de pedir explicações. Carlos Barbosa avançou que vai solicitar uma reunião de emergência com Vítor Pereira, presidente da Comissão de Arbitragem da Liga, para expressar o desagrado pelo relatório do observador e exigir responsabilidades. O relatório atribui a nota de 3,3 a Carlos Xistra (de 0 a 5) e 3,2 ao árbitro auxiliar que anulou o golo a Nuno Santos e que daria o 0-2 aos pacenses»


(A arbitragem de Xistra foi má, mas nós também já tivemos arbitragens muito más esta época, nomeadamente, o Rio Ave - FC Porto, Rio Ave - Académica e Rio Ave - Nacional)

Uma estatística que não convém ler hoje (ACT)

Hoje é dia da equipa desfrutar do resultado, dos pontos e da classificação.
Mas amanhã, na palestra antes do treino, Brito deveria alertar para esta estatística:
- o Rio Ave fez três remates e três golos;
- o Paços, 13, para um golo!
- só tivemos um canto? o Paços, sete!
- Ricardo Chaves fez uma falta, Braga fez 5!


ACTualizo com as estatísticas de A Bola: 13 remates para o Rio Ave, 18 para o Paços; Posse de bola: 43%-57%; passes: 195-310; pontapés de canto: 1-11; faltas cometidas: 21-21; cruzamentos: 14-20;

O dia de Tomás (ACT)

Este é um daqueles dias em que um jogador de futebol acorda e é o homem mais feliz do mundo!
Os jornais desportivos estão rendidos a Tomás:
(foto AVL)
Além de ser o segundo melhor marcador, o único com sete golos, na lista dos melhores do campeonato do Record já é o oitavo classificado, a um ponto do segundo lugar e quatro do incrível Hulk (que parece ser de outro planeta)

ACTualizo: A Bola lembra que é o melhor arranque de Tomás em 11 épocas em Portugal, sendo que em 2000/01 fez 17 golos ao serviço do Benfica e em 2004/05 e 2005/06, ao serviço do Braga, fez 15 golos em cada época [seria notável se fizesse 15 golos pelo Rio Ave esta época, apesar de já ter quase metade. Era sinal de que ficaríamos bem classificados e que ele estaria toda a época connosco]

A falta que Wires faz (e a falta que Felício não faz)

O jogo de ontem mostrou duas coisas:
1) que Wires é um dos jogadores mais influentes deste Rio Ave.
Sem ele em campo, é como se Bruno China ainda andasse na primeira classe!
O meio campo sem Wires é lento, pouco acutilante, ineficaz.
Sem Wires, mais vale nem pôr China em campo (estou a exagerar, claro, mas é para que se perceba a importância - silenciosa - deste jogador)

2) que Felício não é opção para Brito.
Não significa que não possa entrar já no próximo jogo (da Liga), mas neste momento parece-me estar em 'travessia do deserto'; ontem jogou Braga e, mesmo com Braga abaixo do que seria esperar, Felício não teve a sua oportunidade.
A continuar assim, será de repensar a sua continuidade em Janeiro?

14.11.10

11j - Paços: 7+3=10

Nota prévia: 10 portugueses no onze inicial. Não vale de nada, mas é só pra lembrar.

Se aquele lance anulado por fora de jogo é validado e o 0-2 acontecesse, era mais que justo. Que pobreza de início de jogo, que bailinho de bola, que tremideira a nossa defesa! Era desesperante ver as facas pacenses entrar por aquela manteiga macia que parecia ter saído ali do lado, da Agros. Valeu o desacerto dos avançados do Paços, valeu aquela jogada que não foi validada e que dava 0-2 e depois valeu esse avançado poderoso e prolífico chamado João Tomás. Com Tomás, por muito maus que sejam os outros 10, somos uma equipa contumaz! E diga-se o que se disser, foi ele que fez toda a diferença, sem ele perdíamos, sem ele íamos desesperar.
                                                                (fotoAVL)
Hoje saímos da zona de despromoção, mesmo com um futebol sofrível. Eu não quero saber.
Carlos Brito leva um 3.
Aquele senhor do apito...

Contra o Paços, um a um

P. Santos - 3 - sem grandes reparos.
Tiago Pinto - 1 - será da falta de ritmo, será da falta de rotina com os colegas, mas não gostei nada. Muito desconcentrado, muitas vezes fora do lugar, demasiadas vezes batido.
Jeferson - 1 - A precisar de uma cura de banco. Está de mal com a bola.
Gaspar - 4 - Só 4 porque na primeira parte me lembro de dois erros, um deles de falha de marcação. No resto foi imenso, D. Gaspar!
Zé Gomes 3 - se as pernas já não acompanham a vontade, esta compensa muitas vezes.
Chaves - 3 - o mais calmo e esclarecido do meio-campo.
Bruno China - 2 - fraco. Brito não abdica dele, mas eu acho que não merece a titularidade.
Braga - 2 - estava no sítio certo para aproveitar a insistência de Yazalde, mas no resto esteve discreto.
Yazalde - 3 - muito esforçado, mas hoje menos influente.
                                                               (foto AVL)
Tomás - 5 - Tomás é qualquer coisa! Levou 3 pancadas na cabeça, mas não chegou para o derrubar. Dois golos, participação no terceiro, defendeu como se defesa fosse, correu como se tivesse menos 10 anos. Joe Tomás é o maior!
Gama - 3 - Sem particular inspiração, marcou 3 livres de onde sairam 3 golos.
Sidnei - 1 - muita correria e pouco discernimento.
Saulo - 1 - não trouxe nada à equipa.
Éder - 1 - estreia para fazer número.

(Paços) Tomás + Xistra = vitória

1) Um mau jogo do Rio Ave, em que tudo correu bem;
2) Primeira parte absolutamente desesperante, de uma equipa amorfa, sonolenta, desinspirada;
3) O Paços marcou primeiro e falhou mais dois;
4) Carlos Xistra, um dos piores árbitros portugueses, confirmou o que dele se esperava: péssima exibição, com prejuízo para o Paços, que viu um lance de perigo ser interrompido por fora de jogo inexistente e alguns amarelos inexplicáveis (tal como, parece-me, a expulsão).
5) O Rio Ave teve dois lances de perigo na primeira parte e marcou dois golos - Tomás faz toda a diferença!
6) Na segunda parte o Rio Ave melhorou e ainda beneficiou da expulsão do homem do Paços;
7) 3-1 é saboroso mas exagerado - como se pode ver pela pontuação que dei, há diversos jogadores que deveriam ter sido substituídos ao intervalo!
8) Jogámos mal e ganhámos? Já houve jogos em que jogámos bem e perdemos; como também já houve jogos em que fomos claramente prejudicados pelas arbitragens; a Brito dou nota 3;
9) Um suma: satisfeito com o resultado e com os pontos, mas apreensivo com o futuro imediato, uma vez que pensava que a equipa, depois dos últimos resultados, iria entrar mais confiante, mais dominadora, mais acertada. Pelo contrário. Acho que temos de recuar aos tempos de João Eusébio (António Sousa?) para encontrar um jogo - sobretudo a primeira má - tão mau!
10) Tomás: és o nosso ídolo e não digo mais nada!

(Paços) um-a-um: Tomás (e Gaspar)

Paulo Santos: 2 (não esteve bem, quer pela falta de comunicação, quer por não ter saído à bola nos momentos certos);
Zé Gomes: 3 (é a falta de velocidade; de resto continua a compensar o brilho com a entrega total)
Gaspar: 5 (Zé Gomes deve dar-lhe 10 por cento do seu ordenado, Jeferson 50% e Tiago Pinto 30% - tal o trabalho que Gaspar faz por todos eles)
Jeferson: 2 (atravessa um mau momento, em crise de confiança; pouco ou nada lhe saiu bem)
Tiago Pinto: 3 (primeira parte fraca, mas melhorou bastante na segunda; melhor a atacar do que a defender, o que não é grande elogio, mas...);
Bruno China: 2 (o pior jogo de Bruno China esta época; trapalhão, lento, desconcentrado)
Ricardo Chaves: 3 (fez bons cortes e ainda tentou construir, mas as coisas nem sempre saíram bem)
Braga: 1 (uma desilusão para quem, como eu, tanto pediu a sua titularidade; talvez a sua exibição tenha estado condicionada pelo amarelo muito cedo, mas nem o golo dá cor a esta exibição)
(foto AVL)
Bruno Gama: 3 (pelos três livres que deram três golos)
Yazalde: 3 (lutou muito, mas esteve desinspirado; podia ter marcado mas ficou à portinha)
TOMÁS: 5 (pelos golos, pelo 'passe' para o terceiro, pelas iniciativas defensivas - cortou quatro ou cinco cantos do Paços - pela entrega total; no final ficou um pouco individualista, mas não mancha a sua super-exibição)
Sidnei: 1 (fraquinho; teve uma boa intervenção na defesa, apenas)
Saulo: 1 (igualmente fraquinho; podia ter feito mais, em pouco tempo)
Éder: 1 (poucos minutos em jogo)

Ainda Bento, Tomás e a selecção

Se Bento não olha ao BI de João Tomás, então é por estar no Rio Ave?
«Pensar, pensamos sempre. Seria normal ser convocado mas também acho normal não o ser. Sabes o que me deixa feliz? É ouvir jornalistas como tu a perguntarem-me se eu, que tenho 35, penso na selecção. Só o facto de me colocarem essa hipótese, é sinal de que estou a fazer um bom trabalho.Quem são os futebolistas de 35 anos a quem vocês perguntam se ainda sonham com a selecção? Isto, para mim, é um motivo de orgulho. Se estivesse mal, ninguém me perguntava nada!»
Logo marca mais dois, por favor!

13.11.10

(Paços) Todos convocados (oito avançados!)

Brito voltou a chamar 19 para o jogo de amanhã frente ao Paços:
Guarda-redes: Trigueira e Paulo Santos.
Defesas: Gaspar, Jeferson, Tiago Pinto, Zé Gomes e Éder Monteiro.
Médios: Ricardo Chaves, Braga, Bruno China e Fábio Felício.
Avançados: Bruno Gama, João Tomás, Felipe Alberto, Mendes, Saulo, Sidnei, Cícero e Yazalde

Notas:
- Como Mário Felgueiras está lesionado, desta vez não houve escolha entre guarda-redes;
- Milhazes e Vítor Gomes também ainda não são opção; como Wires e Tarantini cumprem castigos, não há mais ninguém.
- Ou seja, até Felipe Alberto, recém recuperado da lesão, está convocado;
- oito avançados nem no Benfica ou FC Porto...
- Já na defesa e no meio campo a escolha é reduzida;
- uma curiosidade: mesmo que Felipe Alberto seja o 19º, como parece lógico, teremos quatro avançados entre os sete suplentes! 

Dos dois jogos para ganhar, um já foi...

O Rio Ave empatou 2-2 em futsal.
Resta ao futebol senior honrar o convento...

Ganhar... ou ganhar!

O mau início de época tirou margem de manobra. O Paços de Ferreira, por exemplo, tem 11 pontos, o que significa que uma derrota não tem um carácter tão dramático. Connosco isso não acontece. Os nossos 7 pontos são um magro pecúlio, que nos obrigam a somar.
Por outro lado, outro resultado que não a vitória iria revelar que a equipa afinal não tinha recuperado do mau ciclo e acentuaria dificuldades.
Por isso dos três resultados possíveis, só um pode acontecer - a vitória.

O que nos dizem os números: os dois de Brito!

Há quem não dê importância às estatísticas (o nosso amigo Luís Freitas Lobo por exemplo não as considera e não é isso que o diminui), mas elas dão-nos informações que de outra forma seriam impossíveis.
Por exemplo: se para a Liga há quatro totalistas, somadas as três competições ficamos reduzidos a dois jogadores apenas que fizeram os 13 jogos. Gaspar, claro, e... Tarantini (que fez 12 a titular e um a suplente). Fantástico, não? Eu acho. Em 22 jogadores utilizados, apenas dois fizeram os 13 jogos e um é Tarantini, o que - se houvesse dúvidas - demonstra como Brito o considera.
Quanto aos golos: Tomás leva 5 mas Yazalde não está muito atrás, com 3. Mais surpreendentes serão os dois de Braga, que tem sido uma espécie de 'mal amado'. E mesmo assim...

12.11.10

Jogar em casa e a ansiedade

Brito e o jogo com o Paços de Ferreira: «Vai ser uma partida difícil e importante. O factor casa poderá ter a sua importância, mas espero que não nos faça entrar em campo com maior ansiedade na procura dos pontos»;
Vitória e o jogo com o Rio Ave: «Tem um conjunto de jogadores com uma vasta experiência na Liga, fez um campeonato muito bom na época passada e prima por jogar bem. O que me preocupa é a mistura destas coisas todas

Faria & Coentrão: apenas 1,2 milhões para o Rio Ave?

É um número absolutamente surpreendente aquele que o Relatório e Contas 2009/10 do Benfica revela relativamente às vendas de Faria & Coentrão: APENAS 1,2 milhões de euros («A rubrica de títulos a pagar dizem respeito a compromissos com o Rio Ave, pela aquisição dos direitos do atleta Fábio Faria e do remanescente relacionados com o atleta Fábio Coentrão», ver pág. 128).
Sabendo-se que as contas do Rio Ave falam em 2,4 milhões [dois milhões por Faria, o resto por Coentrão, a que se retiram 500 mil para Jorge Mendes, o que dá 1,9 líquidos], é claro que alguma coisa não bate certo.
O mais certo é alguma coisa estar a escapar-me e por isso é que digo que não percebo nada! [mas gostava...]

Já só há quatro titulares (mais Bruno Gama)

São quatro os jogadores que alinharam como titulares nos 10 jogos do campeonato: Tarantini, China, Tomás e Gaspar. São, naturalmente, os quatro jogadores com mais de 800 minutos, sendo que Gaspar tem 900 (10x90). Depois vem Chaves, titular em 9 [com a auseência de Tarantini, esta semana, esta lista ficará reduzida a três].
Esta hierarquia não se repete exactamente na soma do Rei do Ave. Bruno Gama, que só tem 657 minutos em 8 jogos a titular, está à frente de Chaves e de Tarantini, e atrás de China, Gaspar e Tomás. O goleador lidera com 314, mais 24 do que o Rei da época passada.
PS - uma curiosidade: Paulo Santos e Felgueiras fizeram cada um cinco jogos; santos tem 162 pontos, Felgueiras menos 20.

E que tal um joguinho de veteranos...

... no amanhã, às 19h (não sei o local de Vila do Conde)?

(O «site» do Rio Ave deve reflectir as diversas várias vozes do clube e, mesmo não havendo competição, eles são do Rio Ave; o site fala pouco dos veteranos - e, quando fala, ficamos sem saber quem são os nossos jogadores)

11.11.10

Quem terá sido?

«Uma ruptura de gás provocou esta manhã complicações no trânsito junto ao estádio dos Arcos, em Vila do Conde»